PLURALISMO  DIÁLOGO INTERRELIGIOSO E
<ul><li>Significa que: </li></ul><ul><li>Estamos passando de uma época religiosa com seus valores e limites, </li></ul><ul...
Etimologia: PLURALISMO RELIGIOSO <ul><li>Di ver si da de: </li></ul><ul><ul><li>idéias,  </li></ul></ul><ul><ul><li>opiniõ...
<ul><li>Atualmente a religião não está mais presa ao estado por isso está livre, pode tomar seus rumos... </li></ul><ul><l...
<ul><li>Neste contexto... </li></ul><ul><li>A emoção torna-se um fator  importante... </li></ul><ul><li>A resposta deve se...
<ul><li>A busca de felicidade é gerada pela incerteza e insegurança da sociedade atual – uma sociedade carregada de violên...
<ul><li>O desejo de consumir que não pode ser satisfeito na medida de sua sedução gera insatisfação... </li></ul><ul><li>N...
<ul><li>A experiência religiosa passa a ser busca da satisfação das necessidades pessoais e não a busca de Deus ou do Tran...
<ul><li>Algo que aparece nas sociedades pluralistas: </li></ul><ul><li>A busca de identidade pessoal </li></ul><ul><li>Nas...
<ul><li>No mundo moderno a pessoa não só pode como deve escolher sua identidade.  </li></ul><ul><li>A adesão a uma religiã...
<ul><li>UMA VISÃO HOLÍSTICA </li></ul>
PLURALISMO x TOLERÂNCIA <ul><li>“ A  Tolerância :  chave  para as relações entre judeus e cristãos e entre as religiões”. ...
<ul><li>O pluralismo  </li></ul><ul><ul><li>Distante : degrada a tolerância.  </li></ul></ul><ul><ul><li>Ausente : pensame...
A ESCUTA DO OUTRO <ul><li>“ desarmada ”.  </li></ul><ul><li>aprendizado  difícil  </li></ul><ul><ul><li>Outro : “ mistério...
SABER OUVIR É:   <ul><li>D eixar o  interlocutor  falar;   </li></ul><ul><li>retroceder  e abrir a mente;   </li></ul><ul>...
<ul><li>permitir  que as pessoas  falem  de forma  direta  e sem precisar  omitir  nada =  confiança ;  </li></ul><ul><li>...
O DIÁLOGO <ul><li>“ autêntico ” pressuposto: </li></ul><ul><ul><li>a “experiência humana do  encontro ” na  práxis  da vid...
A EXPERIÊNCIA HUMANA  DO  ENCONTRO  COM A ALTERIDADE <ul><li>altera ,  modifica ,  afeta ,  desinstala   </li></ul><ul><ul...
<ul><ul><li>“ integrar ” o outro:  único  /  diferença  se somos capazes de: </li></ul></ul><ul><ul><li>escutar  o outro  ...
A EXPERIÊNCIA HUMANA  DO  ENCONTRO  COM A ALTERIDADE
O nome Hinduísmo foi dado no século XIX ao conjunto de religiões existentes na índia.  Hinduísmo
<ul><li>A palavra provém do persa hindu, em sânscrito, shindhu, significa rio, e refere-se às pessoas que viviam no vale d...
<ul><li>A casta social onde o indivíduo nasce é, portanto, indicação de seu status espiritual.  </li></ul><ul><li>Almeja-s...
A FÉ BAHÁ'Í É uma religião mundial, independente, com suas próprias leis e escrituras sagradas, surgida na antiga Pérsia, ...
<ul><li>A Comunidade Bahá’í com aproximadamente 7 milhões de adeptos, é a segunda religião mais difundida no mundo, supera...
<ul><li>No Brasil  a comunidade Bahá’i se estabeleceu desde fevereiro de 1921, com a vinda da Sra. Leonora Holsapple Armst...
<ul><li>O que ensina a Fé Bahá'í? A Unidade da Humanidade:  &quot;... hoje todos os horizontes do mundo estão iluminados c...
A igualdade de direitos e oportunidades para o homem e a mulher:  &quot;A humanidade assemelha-se a um pássaro, uma asa é ...
<ul><li>Educação compulsória universal   &quot;O homem é uma mina rica em jóias de inestimável valor, a educação, tão some...
Candomblé <ul><li>O candomblé é uma religião africana trazida para o Brasil no período em que os negros desembarcaram para...
<ul><li>Nesse período, a Igreja  Católica  proibia o ritual africano e ainda tinha o apoio do governo que julgava o ato co...
<ul><li>...por isso os escravos cultuavam seus Orixás, Inquices e Vodus dando-lhe nome de santos católicos.  </li></ul>
<ul><li>Os rituais do candomblé são realizados em templos chamados casas, roças ou terreiros que podem ser de linhagem mat...
<ul><li>A celebração do ritual é feita pelo pai-de-santo ou mãe-de-santo, que inicia o despacho do Exu.  </li></ul>
<ul><li>Em ritmo de dança o tambor é tocado e os filhos-de-santo começam a invocar seus orixás para que os incorporem. O r...
SANTO DAIME <ul><li>O Culto Eclético da Fluente Luz Universal é um trabalho espiritual, que tem como objetivo alcançar o a...
<ul><li>Para tanto, se utiliza, dentro de um contexto ritual tido como sagrado, da  bebida enteógena sacramental  conhecid...
<ul><li>O uso de uma substância enteógena como sacramento parece ter feito parte das principais tradições religiosas da an...
ESCUTAR OS SINAIS DOS TEMPOS: contexto <ul><li>PARTICULAR :  </li></ul><ul><li>micro, local. </li></ul><ul><li>UNIVERSAL :...
BRASIL /MUNDO <ul><li>Globalizado :  </li></ul><ul><li>internet/ pensamento único </li></ul><ul><li>Ateísmo  X  diversidad...
<ul><li>Avanço tecnológico </li></ul><ul><ul><li>Células-tronco: recuperação de tecidos e órgãos </li></ul></ul><ul><ul><l...
<ul><li>Contrastes :  VIDA X  MORTE </li></ul><ul><li>CULTURA DA VIDA </li></ul><ul><ul><li>Iniciativas em defesa da vida:...
<ul><ul><li>CULTURA DA MORTE   </li></ul></ul><ul><ul><li>Banalização da vida/mal:  Isabela  (SP), Caso  Eloá,  o  motoboy...
CONSEQUÊNCIAS: <ul><li>NEGATIVAS: </li></ul><ul><ul><li>Insegurança/medo </li></ul></ul><ul><ul><li>Instabilidade econômic...
<ul><ul><ul><li>Pressão  da sociedade:  Justiça </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>poder judiciário  </li></ul></ul><...
<ul><li>Ecumenismo </li></ul><ul><ul><li>Unidade dos cristãos </li></ul></ul><ul><ul><li>Igrejas e Pluralismo Religioso (r...
<ul><li>Diálogo Interreligioso </li></ul><ul><ul><li>Valores comuns  </li></ul></ul><ul><ul><li>Conhecimento e respeito às...
O DIÁLOGO INTERRELIGIOSO <ul><li>É “prolongamento da  herança  do que representava o  ecumenismo  e  </li></ul><ul><li>dep...
IERUSHALAIM : Centro religioso das religiões monoteístas: Judaísmo, Cristianismo e Islamismo
<ul><li>LAÇOS COMUNS  DA HUMANIDADE   E AS  DIVERSAS RELIGIÕES  NÃO-CRISTÃS   E SUA  RELAÇÃO  COM A IGREJA   Nostra Aetate...
<ul><li>“ Hoje, diante do aumento das  relações  entre os vários povos,  a  Igreja  considera a sua relação com as religiõ...
<ul><li>Sua  função :  fomentar a união e a caridade entre as pessoas e até entre os povos; </li></ul><ul><li>considera o ...
DIÁLOGO INTERRELIGIOSO  NECESSITA: <ul><li>Articular  teoria  e  práxis : </li></ul><ul><ul><li>se alimentem mutuamente </...
<ul><li>TdL: Dupuis e L. Boff: </li></ul><ul><ul><li>Mística : </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>a Terra - interação – todo -...
BUDISMO <ul><li>ESCUTAR - CONHECER - MEDITAR </li></ul><ul><li>Compreender  e respeitar o outro em sua diferença </li></ul...
BUDISMO:  ASSISTÊNCIA SOCIAL
 
Islamismo cresce na periferia de SP  <ul><li>Jovens pobres contam estar encontrando  conforto espiritual  e  saída  para d...
JUDAÍSMO
CIP  Congregação Israelita Paulista   E O  LAR DAS CRIANÇAS <ul><li>Atende crianças e jovens acompanhando-os nos anos deci...
O Trabalho Social da Igreja <ul><li>Operação periferia </li></ul><ul><li>Acolhida de crianças com HIV </li></ul><ul><li>Ca...
IGREJAS EVANGÉLICAS: <ul><li>IGREJA ANGLICANA , SP </li></ul><ul><ul><li>Instituto Anglicano  </li></ul></ul><ul><ul><li>C...
<ul><li>- Creche Anglicana Lina  Rodrigues II - Parque Belém </li></ul><ul><ul><li>- Doações para o projeto &quot;Inclusão...
O Instituto Anglicano <ul><li>   FINALIDADE: </li></ul><ul><li>I- atender a qualquer indivíduo em situação de carência (ec...
   II oferecer cursos, palestras e atividades que visem buscar alternativas sociais, econômicas e educacionais para uma me...
   III desenvolver atividades que valorizem a dignidade do ser humano e o resgate de sua cidadania. REVERENDO ALDO
ATO INTERRELIGIOSO :  “ O Sagrado  e a Dignidade Humana na Metrópole ”.    “Deus habita esta Cidade” <ul><li>O diálogo int...
<ul><li>A  liberdade religiosa , o  diálogo inter-religioso  e a  fé  visam algo mais do que um consenso, voltado a identi...
Hinduístas, budistas, judeus,  muçulmanos, católicos, espíritas, religião Afro...
Rabino Michel Schlesinger:   <ul><li>“ O sagrado  inspira medo e encantamento, traz bênçãos, proteção e amor e somente pel...
<ul><li>“ Vivemos em uma cidade com um profundo  abismo  social”. </li></ul><ul><li>“ saibamos exercitar nossa  liberdade ...
Monge Joshin , do Budismo Zen   representante da  monja Cohen   <ul><li>A  sacralidade  depende de cada um de nós: </li></...
Dignitatis Humanae  E  O PROBLEMA DA  LIBERDADE RELIGIOSA  NA ATUALIDADE <ul><li>A pessoa humana hoje, torna-se cada vez m...
<ul><li>reivindica a capacidade de  agir  segundo a própria  convicção , </li></ul><ul><li>com  liberdade responsável ,  <...
<ul><li>A pessoa humana tem direito à  liberdade  religiosa.  </li></ul><ul><li>Esta liberdade consiste no seguinte:  </li...
<ul><li>Todos as pessoas devem estar livres de  coação :  </li></ul><ul><ul><li>quer por parte dos indivíduos, quer dos gr...
<ul><li>o  direito  à liberdade religiosa se funda realmente na própria  dignidade  da pessoa humana, como a  palavra   re...
<ul><li>Este direito da pessoa humana à  liberdade religiosa  na ordem  jurídica  da sociedade deve ser de tal modo  recon...
<ul><ul><li>em matéria religiosa, ninguém seja forçado a agir contra a própria consciência, nem impedido de proceder segun...
<ul><li>As Religiões podem oferecer sua contribuição para a Paz no mundo quando proclamam a Dignidade eminente do ser huma...
<ul><li>Animam a Esperança,  </li></ul><ul><li>Afirmam a possibilidade de salvação ou perfeição para todo ser humano.  </l...
AS RELIGIÕES DO MUNDO  E A PROCURA PELA  PAZ
FÓRUM DE RISCOS <ul><li>Responsabilidade sócio-ambiental </li></ul><ul><li>Desenvolvimento sustentável </li></ul><ul><li>P...
<ul><li>PROJETOS </li></ul><ul><ul><li>alto risco </li></ul></ul><ul><ul><li>médio risco </li></ul></ul><ul><ul><li>baixo ...
“ Precisamos ser entusiastas e criativos na busca de  soluções  para o  aquecimento global” <ul><li>YVETTE VEYRET,   </li>...
Panikkar e L. Boff  :  <ul><ul><li>Dimensões  reais e diferentes que constituem a  realidade : </li></ul></ul><ul><ul><ul>...
 
<ul><li>Neshamah  =  mente , razão. Representa água.  </li></ul><ul><li>Ruah  = Ar,  sopro , respiração. </li></ul><ul><li...
Mensagem:  <ul><li>Se em nossos  pulmões  não houver o sopro de  vida  que reacenda a chama da paixão pelo Carisma, todo o...
<ul><li>inspira o  cuidado  e a  compaixão </li></ul><ul><li>pela  Vida . </li></ul>
Sai:  VIDA Entra   :  VIDA
TEOLOGIA   TEOANTROPOCÓSMICA   TEO  = DEUS ANTROPOS  =  PESSOA HUMANA CÓSMICA  = MUNDO ECOLOGIA
Discurso Teoantropocósmico: <ul><li>Teia de relações: </li></ul><ul><ul><li>Interdependentes </li></ul></ul><ul><ul><li>In...
<ul><li>Coexistência  entre  unidade  e  diversidade </li></ul><ul><ul><li>comunhão do Sagrado com a pessoa humana. </li><...
<ul><li>Compreensão  dialogante  entre o Sagrado, o mundo e a pessoa humana.  </li></ul><ul><li>Objetivo : humanizar a hum...
– - HOMEM MUNDO DEUS MUNDO
PLURALISMO  ad intra <ul><li>Compreensão   dialogal   </li></ul><ul><li>Respeito  mútuo e  valorização  da pessoa em sua d...
<ul><li>Responsabilidade   dialogal   </li></ul><ul><li>com e pelo outro, pela outra. </li></ul><ul><ul><li>Respeitar o te...
RESPONSABILIDADE DIALOGAL <ul><li>o evento ético da responsabilidade dialogal  </li></ul><ul><li>do  “eu-para-o-outro”   <...
<ul><li>Cultura  multiétnica ,  multicultural  e  internacional , </li></ul><ul><ul><li>Manter as relações de amizade  int...
<ul><ul><li>ecumenismo e macro ecumenismo se dão em contextos plurais: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Econômico </li></ul>...
BRASIL: lugar de expressão da identidade e liberdade religiosa <ul><li>“ As  religiões  e as várias  expressões   místicas...
<ul><li>somos naturalmente abertos e ecumênicos. </li></ul><ul><ul><li>Convicção: todas as religiões são portadoras de uma...
PRIVILÉGIO? OU  RESPONSABILIDADE?
<ul><li>O que mais me chamou a atenção? </li></ul><ul><li>Quais são os meus  medos ? </li></ul>
<ul><li>Quais são as minhas  esperanças ? </li></ul><ul><li>O que me dá  energia  para a prática do diálogo nas diferentes...
<ul><li>Como posso me comprometer ainda mais com o diálogo interreligioso?  </li></ul>
<ul><li>O que me ajuda a aumentar a  convicção  de que Ecumenismo e Diálogo interreligioso são importantes para a vida de ...
<ul><ul><li>Que  novas  estratégias   pastorais  e  novos  espaços  de atuação   precisamos  descobrir  para que  continue...
Power point original: Ir. M. Cristiane nds  Adaptação Ir. Judite Paulina Mayer nds - abril de 2010
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Diálogo inter religioso

8,708
-1

Published on

1 Comment
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
8,708
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
224
Comments
1
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Diálogo inter religioso

  1. 1. PLURALISMO DIÁLOGO INTERRELIGIOSO E
  2. 2. <ul><li>Significa que: </li></ul><ul><li>Estamos passando de uma época religiosa com seus valores e limites, </li></ul><ul><li>para outra, também com valores e limites. </li></ul>
  3. 3. Etimologia: PLURALISMO RELIGIOSO <ul><li>Di ver si da de: </li></ul><ul><ul><li>idéias, </li></ul></ul><ul><ul><li>opiniões, </li></ul></ul><ul><ul><li>crenças : FENÔMENO RELIGIOSO : pluralidade </li></ul></ul><ul><ul><li>comportamentos religiosos </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>No seio de um grupo organizado. </li></ul></ul></ul>
  4. 4. <ul><li>Atualmente a religião não está mais presa ao estado por isso está livre, pode tomar seus rumos... </li></ul><ul><li>A busca de comunhão com o sagrado se volta para o esotérico, o mistério... </li></ul><ul><li>Religiosidade espontânea, livre da institucionalização e regulamentação das igrejas... </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Neste contexto... </li></ul><ul><li>A emoção torna-se um fator importante... </li></ul><ul><li>A resposta deve ser prática e imediata aos anseios, dúvidas e insatisfações... </li></ul><ul><li>As pessoas desejam saciar a fome de felicidade imediatamente... </li></ul>
  6. 6. <ul><li>A busca de felicidade é gerada pela incerteza e insegurança da sociedade atual – uma sociedade carregada de violência e competitividade, que seduz pelo consumismo... </li></ul>
  7. 7. <ul><li>O desejo de consumir que não pode ser satisfeito na medida de sua sedução gera insatisfação... </li></ul><ul><li>No campo religioso produzirá também uma procura consumista e uma religião utilitária. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>A experiência religiosa passa a ser busca da satisfação das necessidades pessoais e não a busca de Deus ou do Transcendente, da Verdade ou Absoluto </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Algo que aparece nas sociedades pluralistas: </li></ul><ul><li>A busca de identidade pessoal </li></ul><ul><li>Nas sociedades tradicionais a identidade pessoal é assegurada pela cultura ou pela sociedade. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>No mundo moderno a pessoa não só pode como deve escolher sua identidade. </li></ul><ul><li>A adesão a uma religião será uma opção e não mais uma tradição. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>UMA VISÃO HOLÍSTICA </li></ul>
  12. 12. PLURALISMO x TOLERÂNCIA <ul><li>“ A Tolerância : chave para as relações entre judeus e cristãos e entre as religiões”. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>O pluralismo </li></ul><ul><ul><li>Distante : degrada a tolerância. </li></ul></ul><ul><ul><li>Ausente : pensamento superficial. </li></ul></ul><ul><li>A vida nacional e cultural: marcada por espiritualidades múltiplas . </li></ul><ul><li>(J. Coert Rylaarsdam) www.sidic.org </li></ul>
  14. 14. A ESCUTA DO OUTRO <ul><li>“ desarmada ”. </li></ul><ul><li>aprendizado difícil </li></ul><ul><ul><li>Outro : “ mistério irredutível a nós mesmos”. </li></ul></ul><ul><li>Autêntica Experiência humana do encontro = aprendemos a “ ver , escutar e acolher o outro como ele é ”. </li></ul>
  15. 15. SABER OUVIR É: <ul><li>D eixar o interlocutor falar; </li></ul><ul><li>retroceder e abrir a mente; </li></ul><ul><li>dar espaço para se expressar ; </li></ul>
  16. 16. <ul><li>permitir que as pessoas falem de forma direta e sem precisar omitir nada = confiança ; </li></ul><ul><li>aceitar , inicialmente, o que lhe foi falado e refletir ; depois responder ; </li></ul><ul><li>ouvir a verdade e não o que queremos ouvir. </li></ul><ul><li>(Sydney Proetti). </li></ul>
  17. 17. O DIÁLOGO <ul><li>“ autêntico ” pressuposto: </li></ul><ul><ul><li>a “experiência humana do encontro ” na práxis da vida. </li></ul></ul><ul><ul><li>A pedagogia do encontro: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>aprender a descobrir a “ alteridade ” assumindo-a e integrando-a de modo a ajudar-nos na construção da nossa própria identidade. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Pe. Palácio </li></ul></ul>
  18. 18. A EXPERIÊNCIA HUMANA DO ENCONTRO COM A ALTERIDADE <ul><li>altera , modifica , afeta , desinstala </li></ul><ul><ul><li>“ a reconhecer o outro como igual”. </li></ul></ul><ul><li>nesse nível pessoal o outro é o “ di fe ren te”. </li></ul>
  19. 19. <ul><ul><li>“ integrar ” o outro: único / diferença se somos capazes de: </li></ul></ul><ul><ul><li>escutar o outro </li></ul></ul><ul><ul><li>para sermos capazes de entendê-lo e compreendê-lo “ por dentro ” </li></ul></ul><ul><ul><li>a partir dele mesmo. </li></ul></ul>
  20. 20. A EXPERIÊNCIA HUMANA DO ENCONTRO COM A ALTERIDADE
  21. 21. O nome Hinduísmo foi dado no século XIX ao conjunto de religiões existentes na índia. Hinduísmo
  22. 22. <ul><li>A palavra provém do persa hindu, em sânscrito, shindhu, significa rio, e refere-se às pessoas que viviam no vale do Indo. </li></ul><ul><li>Também significa Indiano. Segundo a visão que tem de si, o hinduísmo não possui origem: É o caminho eterno que segue as regras e exigências básicas da ordem cósmicas à medida que passa por ciclos infinitos. </li></ul>
  23. 23. <ul><li>A casta social onde o indivíduo nasce é, portanto, indicação de seu status espiritual. </li></ul><ul><li>Almeja-se a libertação do ciclo de reencarnações em várias formas, animais e humanas. Sua posição é determinada pelo Karma. </li></ul><ul><li>O ascetismo e a disciplina da ioga são praticados com o intuito de atingir essa libertação. </li></ul>
  24. 24. A FÉ BAHÁ'Í É uma religião mundial, independente, com suas próprias leis e escrituras sagradas, surgida na antiga Pérsia, atual Irã em 1844. A FÉ BAHÁ'Í Husayn Ali (1817-1892) e não possui dogmas, rituais, clero ou sacerdócio.
  25. 25. <ul><li>A Comunidade Bahá’í com aproximadamente 7 milhões de adeptos, é a segunda religião mais difundida no mundo, superada apenas pelo Cristianismo, conforme afirma a Enciclopédia Britânica. </li></ul><ul><li>Os bahá’ís residem em 178 países do mundo, em praticamente todos os territórios e ilhas do globo. </li></ul>
  26. 26. <ul><li>No Brasil a comunidade Bahá’i se estabeleceu desde fevereiro de 1921, com a vinda da Sra. Leonora Holsapple Armstrong. A Sra. Armstrong faleceu na Bahia, em 1980   </li></ul>
  27. 27. <ul><li>O que ensina a Fé Bahá'í? A Unidade da Humanidade: &quot;... hoje todos os horizontes do mundo estão iluminados com a luz da unidade... fomos criados para levar avante uma civilização em constante evolução...&quot; A livre e independente busca da verdade: &quot;A luz é boa, não importa em que lâmpada brilhe... uma flor é bela, não importa em que jardim floresça...&quot; A eliminação de todas as formas de preconceitos e discriminação: &quot;...somos as folhas e os ramos de uma mesma árvore... as gotas de um único mar...&quot;  </li></ul>
  28. 28. A igualdade de direitos e oportunidades para o homem e a mulher: &quot;A humanidade assemelha-se a um pássaro, uma asa é o homem e a outra, a mulher. O pássaro não pode alçar vôo sem o equilíbrio dessas duas asas...&quot; A harmonia essencial entre a religião, a razão e a ciência: &quot;A verdade é uma só e é indivisível... o progresso da humanidade depende desses fatores...&quot;
  29. 29. <ul><li>Educação compulsória universal &quot;O homem é uma mina rica em jóias de inestimável valor, a educação, tão somente, poderá fazê-la revelar seus tesouros...&quot; A revelação divina é progressiva: &quot;Deus é um, a religião é uma, a humanidade é uma... o objetivo da criação humana é conhecer e adorar a Deus... Todas as religiões </li></ul><ul><li>provêm de um mesmo Deus </li></ul>
  30. 30. Candomblé <ul><li>O candomblé é uma religião africana trazida para o Brasil no período em que os negros desembarcaram para serem escravos. </li></ul>
  31. 31. <ul><li>Nesse período, a Igreja Católica proibia o ritual africano e ainda tinha o apoio do governo que julgava o ato como criminoso, </li></ul>
  32. 32. <ul><li>...por isso os escravos cultuavam seus Orixás, Inquices e Vodus dando-lhe nome de santos católicos. </li></ul>
  33. 33. <ul><li>Os rituais do candomblé são realizados em templos chamados casas, roças ou terreiros que podem ser de linhagem matriarcal... </li></ul><ul><li>quando somente as mulheres podem assumir a liderança, patriarcal quando somente homens podem assumir a liderança ou mista quando homens e mulheres podem assumir a liderança do terreiro. </li></ul>
  34. 34. <ul><li>A celebração do ritual é feita pelo pai-de-santo ou mãe-de-santo, que inicia o despacho do Exu. </li></ul>
  35. 35. <ul><li>Em ritmo de dança o tambor é tocado e os filhos-de-santo começam a invocar seus orixás para que os incorporem. O ritual tem no mínimo duas horas de duração. </li></ul>
  36. 36. SANTO DAIME <ul><li>O Culto Eclético da Fluente Luz Universal é um trabalho espiritual, que tem como objetivo alcançar o auto-conhecimento e a experiência de Deus ou do Eu Superior Interno . </li></ul>
  37. 37. <ul><li>Para tanto, se utiliza, dentro de um contexto ritual tido como sagrado, da bebida enteógena sacramental conhecida como ahyausca e que foi rebatizada pelo Mestre Irineu como Santo Daime . </li></ul>
  38. 38. <ul><li>O uso de uma substância enteógena como sacramento parece ter feito parte das principais tradições religiosas da antiguidade e fornecido a base visionária de muitas das principais grandes religiões hoje existentes no mundo. </li></ul>
  39. 39. ESCUTAR OS SINAIS DOS TEMPOS: contexto <ul><li>PARTICULAR : </li></ul><ul><li>micro, local. </li></ul><ul><li>UNIVERSAL : macro, global. </li></ul>
  40. 40. BRASIL /MUNDO <ul><li>Globalizado : </li></ul><ul><li>internet/ pensamento único </li></ul><ul><li>Ateísmo X diversidade : </li></ul><ul><li>fenômeno religioso </li></ul><ul><li>Individualismo / narcisismo </li></ul>
  41. 41. <ul><li>Avanço tecnológico </li></ul><ul><ul><li>Células-tronco: recuperação de tecidos e órgãos </li></ul></ul><ul><ul><li>Próteses inteligentes: pessoas com deficiência </li></ul></ul><ul><ul><li>Micro-tecnologia </li></ul></ul><ul><ul><li>Vigilância ética: clonagem </li></ul></ul><ul><li>Consumismo </li></ul><ul><ul><li>Poder midiático </li></ul></ul><ul><ul><li>Tensão: SER x TER </li></ul></ul>
  42. 42. <ul><li>Contrastes : VIDA X MORTE </li></ul><ul><li>CULTURA DA VIDA </li></ul><ul><ul><li>Iniciativas em defesa da vida: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ongs, Pastoral da Criança, Institutos religiosos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>SolidariedAIDS (África) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Campanhas Solidárias: UNICEF - CNBB </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Artistas em defesa da vida </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Campanhas (Criança Esperança) / Shows </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Diálogo e Entendimento: líderes políticos internacionais : PAZ </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Unamina </li></ul></ul></ul>
  43. 43. <ul><ul><li>CULTURA DA MORTE </li></ul></ul><ul><ul><li>Banalização da vida/mal: Isabela (SP), Caso Eloá, o motoboy... </li></ul></ul><ul><ul><li>Descredibilidade na família </li></ul></ul><ul><ul><li>Empresas midiáticas: “pânico moral” exemplo - Pedofilia </li></ul></ul><ul><ul><li>Violência –Desigualdades </li></ul></ul><ul><ul><li>Miséria: corrupção política </li></ul></ul><ul><ul><li>Desastres ambientais </li></ul></ul><ul><ul><li>Catástrofes : terremotos, tremores, abalos císmicos: </li></ul></ul><ul><ul><li>Crescimento do anti-semitismo </li></ul></ul>
  44. 44. CONSEQUÊNCIAS: <ul><li>NEGATIVAS: </li></ul><ul><ul><li>Insegurança/medo </li></ul></ul><ul><ul><li>Instabilidade econômica </li></ul></ul><ul><ul><li>Mudança no modelo familiar </li></ul></ul><ul><ul><li>Residência: lugar mais seguro </li></ul></ul><ul><ul><li>Falta ética: desvio do dinheiro público (bem-estar individual) </li></ul></ul><ul><ul><li>Perdeu-se o sentido do político(a): buscar o bem comum. </li></ul></ul><ul><ul><li>Desemprego / jovens sem perspectiva </li></ul></ul><ul><ul><li>Outro : ameaça possibilidade </li></ul></ul>
  45. 45. <ul><ul><ul><li>Pressão da sociedade: Justiça </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>poder judiciário </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Leis trabalhistas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Não à impunidade (consciência) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Cidadãos mais conscientes dos direitos humanos. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sensibilização para a solidariedade . </li></ul></ul></ul>POSITIVAS :
  46. 46. <ul><li>Ecumenismo </li></ul><ul><ul><li>Unidade dos cristãos </li></ul></ul><ul><ul><li>Igrejas e Pluralismo Religioso (renovação carismática) </li></ul></ul><ul><li>Macro-Ecumenismo </li></ul><ul><ul><li>Pessoas de boa vontade: sem religião </li></ul></ul>
  47. 47. <ul><li>Diálogo Interreligioso </li></ul><ul><ul><li>Valores comuns </li></ul></ul><ul><ul><li>Conhecimento e respeito às diferenças </li></ul></ul><ul><ul><li>Convicção da identidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Conhecimento da teologia </li></ul></ul><ul><ul><li>Defesa dos direitos Humanos: VIDA </li></ul></ul>
  48. 48. O DIÁLOGO INTERRELIGIOSO <ul><li>É “prolongamento da herança do que representava o ecumenismo e </li></ul><ul><li>depois do Vat. II, o diálogo com o judaísmo ”, mas em contextos e pressupostos diferentes. </li></ul><ul><li>Pe. Palácio </li></ul>
  49. 49. IERUSHALAIM : Centro religioso das religiões monoteístas: Judaísmo, Cristianismo e Islamismo
  50. 50. <ul><li>LAÇOS COMUNS DA HUMANIDADE E AS DIVERSAS RELIGIÕES NÃO-CRISTÃS E SUA RELAÇÃO COM A IGREJA Nostra Aetate N.1 </li></ul>
  51. 51. <ul><li>“ Hoje, diante do aumento das relações entre os vários povos, a Igreja considera a sua relação com as religiões não-cristãs ; </li></ul>
  52. 52. <ul><li>Sua função : fomentar a união e a caridade entre as pessoas e até entre os povos; </li></ul><ul><li>considera o que há de comum entre as pessoas e os leva à convivência”. </li></ul>
  53. 53. DIÁLOGO INTERRELIGIOSO NECESSITA: <ul><li>Articular teoria e práxis : </li></ul><ul><ul><li>se alimentem mutuamente </li></ul></ul><ul><ul><li>produzindo frutos perenes. </li></ul></ul>
  54. 54. <ul><li>TdL: Dupuis e L. Boff: </li></ul><ul><ul><li>Mística : </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>a Terra - interação – todo - pobres </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Interpessoal: grito por Vida </li></ul></ul></ul>
  55. 55. BUDISMO <ul><li>ESCUTAR - CONHECER - MEDITAR </li></ul><ul><li>Compreender e respeitar o outro em sua diferença </li></ul><ul><li>Conhecer os ensinamentos dos Livros Sagrados </li></ul><ul><li>Meditar : para alcançar o equilíbrio: </li></ul><ul><li>em todas as dimensões da Vida </li></ul><ul><li>Desapego aos bens materiais </li></ul>
  56. 56. BUDISMO: ASSISTÊNCIA SOCIAL
  57. 58. Islamismo cresce na periferia de SP <ul><li>Jovens pobres contam estar encontrando conforto espiritual e saída para discriminação e abandono social . </li></ul><ul><li>Domingo, 13 de Abril de 2008 </li></ul><ul><li>O Vaticano anunciou que, pela primeira vez na história, o número de muçulmanos ultrapassou o de católicos no mundo. Islâmicos somam 1,3 bilhão de seguidores ante 1,13 bi de católicos. </li></ul>
  58. 59. JUDAÍSMO
  59. 60. CIP Congregação Israelita Paulista E O LAR DAS CRIANÇAS <ul><li>Atende crianças e jovens acompanhando-os nos anos decisivos à sua estruturação </li></ul><ul><li>Oferece oportunidades de mudanças em sua trajetória de vida. </li></ul><ul><li>Eventos culturais : doações de alimentos e agasalhos. </li></ul>
  60. 61. O Trabalho Social da Igreja <ul><li>Operação periferia </li></ul><ul><li>Acolhida de crianças com HIV </li></ul><ul><li>Campanhas da Fraternidade: defesa dos excluídos da sociedade. </li></ul>
  61. 62. IGREJAS EVANGÉLICAS: <ul><li>IGREJA ANGLICANA , SP </li></ul><ul><ul><li>Instituto Anglicano  </li></ul></ul><ul><ul><li>Creche Anglicana Lina Rodrigues I – Paraisópolis. </li></ul></ul>
  62. 63. <ul><li>- Creche Anglicana Lina Rodrigues II - Parque Belém </li></ul><ul><ul><li>- Doações para o projeto &quot;Inclusão infantil&quot; (FUMCAD) </li></ul></ul><ul><ul><li>- Doações de alimentos e materiais de higiene e limpeza </li></ul></ul>
  63. 64. O Instituto Anglicano <ul><li>  FINALIDADE: </li></ul><ul><li>I- atender a qualquer indivíduo em situação de carência (econômica), visando prioritariamente um trabalho comunitário; </li></ul>
  64. 65.   II oferecer cursos, palestras e atividades que visem buscar alternativas sociais, econômicas e educacionais para uma melhor forma de vida do individuo e de sua comunidade;
  65. 66.   III desenvolver atividades que valorizem a dignidade do ser humano e o resgate de sua cidadania. REVERENDO ALDO
  66. 67. ATO INTERRELIGIOSO : “ O Sagrado e a Dignidade Humana na Metrópole ”. “Deus habita esta Cidade” <ul><li>O diálogo inter-religioso tem uma proposta além de estabelecer uma sociedade mais pacífica: o ponto principal do diálogo é buscar a verdade . </li></ul>
  67. 68. <ul><li>A liberdade religiosa , o diálogo inter-religioso e a fé visam algo mais do que um consenso, voltado a identificar estradas para atuar estratégias concretas e progredir a fé”. </li></ul>
  68. 69. Hinduístas, budistas, judeus, muçulmanos, católicos, espíritas, religião Afro...
  69. 70. Rabino Michel Schlesinger: <ul><li>“ O sagrado inspira medo e encantamento, traz bênçãos, proteção e amor e somente pelos atos pode-se atingir a santidade ”. </li></ul>
  70. 71. <ul><li>“ Vivemos em uma cidade com um profundo abismo social”. </li></ul><ul><li>“ saibamos exercitar nossa liberdade de unir forças para transformar essa cidade, tornando-a cada vez mais sagrada” . </li></ul>
  71. 72. Monge Joshin , do Budismo Zen representante da monja Cohen <ul><li>A sacralidade depende de cada um de nós: </li></ul><ul><li>na atuação pela inclusão social, justiça e respeito ao ser humano na diversidade. </li></ul>
  72. 73. Dignitatis Humanae E O PROBLEMA DA LIBERDADE RELIGIOSA NA ATUALIDADE <ul><li>A pessoa humana hoje, torna-se cada vez mais consciente da dignidade humana . </li></ul>
  73. 74. <ul><li>reivindica a capacidade de agir segundo a própria convicção , </li></ul><ul><li>com liberdade responsável , </li></ul><ul><li>não forçados por coação , </li></ul><ul><li>mas levados pela consciência do dever. </li></ul>
  74. 75. <ul><li>A pessoa humana tem direito à liberdade religiosa. </li></ul><ul><li>Esta liberdade consiste no seguinte: </li></ul>
  75. 76. <ul><li>Todos as pessoas devem estar livres de coação : </li></ul><ul><ul><li>quer por parte dos indivíduos, quer dos grupos sociais ou qualquer autoridade humana; </li></ul></ul>
  76. 77. <ul><li>o direito à liberdade religiosa se funda realmente na própria dignidade da pessoa humana, como a palavra revelada de Deus e a própria razão a dão a conhecer. </li></ul>
  77. 78. <ul><li>Este direito da pessoa humana à liberdade religiosa na ordem jurídica da sociedade deve ser de tal modo reconhecido que se torne um direito civil . </li></ul>
  78. 79. <ul><ul><li>em matéria religiosa, ninguém seja forçado a agir contra a própria consciência, nem impedido de proceder segundo a mesma, em privado e em público, só ou associado com outros, dentro dos devidos limites. </li></ul></ul>
  79. 80. <ul><li>As Religiões podem oferecer sua contribuição para a Paz no mundo quando proclamam a Dignidade eminente do ser humano, </li></ul><ul><li>Dialogam entre si em busca de caminhos da Paz, </li></ul>
  80. 81. <ul><li>Animam a Esperança, </li></ul><ul><li>Afirmam a possibilidade de salvação ou perfeição para todo ser humano. </li></ul>
  81. 82. AS RELIGIÕES DO MUNDO E A PROCURA PELA PAZ
  82. 83. FÓRUM DE RISCOS <ul><li>Responsabilidade sócio-ambiental </li></ul><ul><li>Desenvolvimento sustentável </li></ul><ul><li>Princípios do Equador </li></ul><ul><ul><ul><li>“ Conjunto de ações em defesa da vida e do planeta ”. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Comunicade financeira internacional </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Instituições financeiras </li></ul></ul></ul>
  83. 84. <ul><li>PROJETOS </li></ul><ul><ul><li>alto risco </li></ul></ul><ul><ul><li>médio risco </li></ul></ul><ul><ul><li>baixo risco </li></ul></ul><ul><ul><li>Informações : risco ambiental, proteção à biodiversidade, proteção à saúde e às diversidades culturais e étnica , controle de poluição. </li></ul></ul>
  84. 85. “ Precisamos ser entusiastas e criativos na busca de soluções para o aquecimento global” <ul><li>YVETTE VEYRET, </li></ul><ul><li>Presidente do Comitê Nacional Francês de Geografia e professora da Universidade de Paris. </li></ul>
  85. 86. Panikkar e L. Boff : <ul><ul><li>Dimensões reais e diferentes que constituem a realidade : </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>um todo orgânico; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>indivisível e diferenciado; unidade </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>na interdependência. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Universal e Particular </li></ul></ul></ul>
  86. 88. <ul><li>Neshamah = mente , razão. Representa água. </li></ul><ul><li>Ruah = Ar, sopro , respiração. </li></ul><ul><li>Nefesh = alma . Coração: o fogo, a paixão . </li></ul>Kabbalah Tikunay Zohar
  87. 89. Mensagem: <ul><li>Se em nossos pulmões não houver o sopro de vida que reacenda a chama da paixão pelo Carisma, todo o ar frio vindo da nossa mente </li></ul><ul><li>(a racionalidade), </li></ul><ul><li>consumirá toda a paixão do nosso coração e consumirá todo o nosso corpo. </li></ul>
  88. 90. <ul><li>inspira o cuidado e a compaixão </li></ul><ul><li>pela Vida . </li></ul>
  89. 91. Sai: VIDA Entra : VIDA
  90. 92. TEOLOGIA TEOANTROPOCÓSMICA TEO = DEUS ANTROPOS = PESSOA HUMANA CÓSMICA = MUNDO ECOLOGIA
  91. 93. Discurso Teoantropocósmico: <ul><li>Teia de relações: </li></ul><ul><ul><li>Interdependentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Inclusivas. </li></ul></ul>
  92. 94. <ul><li>Coexistência entre unidade e diversidade </li></ul><ul><ul><li>comunhão do Sagrado com a pessoa humana. </li></ul></ul><ul><ul><li>comunhão interrelacional entre as pessoas a partir de sua religiosidade. </li></ul></ul>
  93. 95. <ul><li>Compreensão dialogante entre o Sagrado, o mundo e a pessoa humana. </li></ul><ul><li>Objetivo : humanizar a humanidade e a nossa humanidade. </li></ul>
  94. 96. – - HOMEM MUNDO DEUS MUNDO
  95. 97. PLURALISMO ad intra <ul><li>Compreensão dialogal </li></ul><ul><li>Respeito mútuo e valorização da pessoa em sua diferença pessoal. </li></ul>
  96. 98. <ul><li>Responsabilidade dialogal </li></ul><ul><li>com e pelo outro, pela outra. </li></ul><ul><ul><li>Respeitar o tempo de cada um e cada uma na reconciliação </li></ul></ul><ul><ul><li>Ter um olhar além do seu auto-julgamento sobre quem é o outro e quem é a outra. </li></ul></ul><ul><ul><li>Requer superação de conflitos e mágoas passadas para manter o amor e interesse mútuo e a </li></ul></ul><ul><ul><li>co-responsabilidade pela comunidade. </li></ul></ul>
  97. 99. RESPONSABILIDADE DIALOGAL <ul><li>o evento ético da responsabilidade dialogal </li></ul><ul><li>do “eu-para-o-outro” </li></ul><ul><li>se dá nas relações </li></ul><ul><li>entre justiça e amor, pois: </li></ul><ul><li>“ a justiça brota do amor [...] e o amor deve sempre vigiar a justiça” </li></ul><ul><li>(LEVINÁS, 2004:148). </li></ul>
  98. 100. <ul><li>Cultura multiétnica , multicultural e internacional , </li></ul><ul><ul><li>Manter as relações de amizade interessando-se por todas as comunidades eclesiais irmãs. </li></ul></ul><ul><ul><li>Experiências nacionais e internacionais: </li></ul></ul><ul><ul><li>abertura ao diferente </li></ul></ul>PLURALISMO ad extra
  99. 101. <ul><ul><li>ecumenismo e macro ecumenismo se dão em contextos plurais: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Econômico </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Político </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Social </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Religioso e seus fenômenos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Brasil: país multiétnico </li></ul></ul></ul>PLURALISMO ad intra do Cristianismo
  100. 102. BRASIL: lugar de expressão da identidade e liberdade religiosa <ul><li>“ As religiões e as várias expressões místicas e espirituais: </li></ul><ul><ul><li>convivem com relativa paz e tolerância. </li></ul></ul><ul><ul><li>Nunca conhecemos guerras religiosas.[...] </li></ul></ul><ul><ul><li>não somos fechados e dogmáticos. </li></ul></ul>
  101. 103. <ul><li>somos naturalmente abertos e ecumênicos. </li></ul><ul><ul><li>Convicção: todas as religiões são portadoras de uma bondade básica, vinda do próprio Deus e conduzindo para o coração de Deus”. </li></ul></ul>
  102. 104. PRIVILÉGIO? OU RESPONSABILIDADE?
  103. 105. <ul><li>O que mais me chamou a atenção? </li></ul><ul><li>Quais são os meus medos ? </li></ul>
  104. 106. <ul><li>Quais são as minhas esperanças ? </li></ul><ul><li>O que me dá energia para a prática do diálogo nas diferentes perspectivas ? </li></ul>
  105. 107. <ul><li>Como posso me comprometer ainda mais com o diálogo interreligioso? </li></ul>
  106. 108. <ul><li>O que me ajuda a aumentar a convicção de que Ecumenismo e Diálogo interreligioso são importantes para a vida de fé no mundo de hoje? </li></ul>
  107. 109. <ul><ul><li>Que novas estratégias pastorais e novos espaços de atuação precisamos descobrir para que continue vivo na Igreja e no Mundo o ecumenismo e o diálogo interreligioso? </li></ul></ul>
  108. 110. Power point original: Ir. M. Cristiane nds Adaptação Ir. Judite Paulina Mayer nds - abril de 2010
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×