Captaosalesianos1012 121203181147-phpapp01
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Captaosalesianos1012 121203181147-phpapp01

on

  • 461 views

 

Statistics

Views

Total Views
461
Views on SlideShare
461
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
10
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Captaosalesianos1012 121203181147-phpapp01 Captaosalesianos1012 121203181147-phpapp01 Presentation Transcript

  • Captação de Recursos http://www.slideshare.net/micfre12
  • O QUE É CAPTAÇÃO OU MOBILIZAÇÃO DE RECURSOS???????????????
  • Estudo: As Fundações Privadas e as Associações Sem Fins Lucrativos no Brasil, FASFIL Critérios para o terceiro setor (a) Privadas: não integram o Estado (b) Sem Fins Lucrativos: não distribuem excedentes; aplicam integralmente os recursos nas finalidades estatutárias (c) Institucionalizadas : legalmente constituídas (d) Auto-Administradas: capazes de gerir suas próprias atividades (e) Voluntárias: podem ser livremente constituídas por qualquer grupo de pessoas (fundadores deliberam sobre o direcionamento)
  • QUEM É QUEM? PESSOA JURÍDICA, TÍTULO OU DENOMINAÇÃO? Instituições OSCIP Entidades OS UPF Associações Partidos Políticos Filantrópicas ONG Fundações Institutos Organizações Religiosas Sociedades
  • QUEM É QUEM? PESSOA JURÍDICA, TÍTULO OU DENOMINAÇÃO? Associações Instituições Fundações Institutos Sociedades ONG Organizações Religiosas Entidades Partidos Políticos OSCIP UPF Filantrópicas OS
  • CAPTAÇÃO DE RECURSOS Características da Atividade Atividade planejada e complexa envolve marketing, comunicação, relações públicas, elaboração de projetos, questões jurídicas e de natureza ética Objetivo: geração de diferentes recursos (financeiros, materiais e humanos) Apoio à finalidade principal da organização (meio para que a entidade cumpra sua missão)
  • RECURSOS Humanos Voluntários (conselheiros, diretores e corpo de voluntariado), parceiros, doadores de serviços, funcionários, etc.
  • RECURSOS Financeiros Dinheiro
  • RECURSOS Materiais Materiais de usos gerais, veículos, materiais de construção, computadores, alimentos, etc.
  • TIPOS DE CAMPANHAS Campanha Anual Campanha Capital Campanhas Para Projetos
  • FONTES DE FINANCIAMENTO / RECURSOS
  • PRINCIPAIS FONTES DE RECURSOS / FINANCIAMENTO Governos Iniciativa privada Empresas Federal Municipal Indivíduos Estadual Internacional Institutos corprativos Organizações Religiosas Fundações Pela causa Empresariais Familiares Fontes Institucionais Comunitárias Fundos Ongs Agências Internacionais
  • PRINCIPAIS FONTES DE RECURSOS / FINANCIAMENTO / ESTRATÉGIAS EVENTOS Iniciativa privada Empresas Governos Federal Municipal Indivíduos Institutos corprativos PROJETOS Estadual Internacional PARCERIAS Organizações Religiosas Fundações Nac e Internacionais Pela causa Negócio com impacto social Fontes Institucionais Comunitárias Empresariais Familiares Fundos Projetos de Geração de Renda Venda Endowment Prestação de serviços Ongs Agências Internacionais MRC Alugueis Mantenedores
  • FONTES DE RECURSOS Essencial Diversificação das fontes de recursos — Legitimidade social — Diminuição do risco Sustentabilidade financeira de longo prazo —
  • FONTES DE RECURSOS
  • Iniciativa privada Estratégia Adote Entorno Apadrinhamento Ferramenta Incentivos - CMDCA Criança esperança / Teleton MRC – mc lanche feliz Eventos Grandes Doadores Vendas de serviços e produtos Mantenedores Conselheiros Voluntários Cara a Cara - face to face - Rua Cara a Cara – reunião Nota Fiscal Paulista Crowdfunding ; Cyber Fundraising Telemarketing Mkt Direto Indivíduos Canal Internet SMS TV Rádio Midias sociais Carta Telefone Jornal Revista
  • MARKETING DE RELAÇÃO COM A CAUSA
  • ÁREA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Opção para um mercado competitivo Marketing e comunicação Captação de recursos Monitoramento e fidelização
  • ÁREA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Atribuições Coordenar a captação de recursos junto às fontes de financiamento Realizar atividades de suporte à captação, tais como pesquisas, elaboração de projetos, banco de relacionamentos, monitoramento, etc. Desenvolver planejamento e planos de marketing e comunicação em harmonia com as atividades de captação de recursos
  • ÁREA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Atribuições Realizar eventos especiais, promoções e campanhas para captação de recursos financeiros, humanos e materiais Criar troféus, selos, placas e brindes, com caráter de agradecimento para diferentes ocasiões Desenvolver, implantar e coordenar projetos de geração de renda Coordenar os elementos terceirizados (publicidade, assessoria de imprensa, outras agências)
  • O PROFISSIONAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS
  • ORGANIZAÇÃO COM PROFISSIONAL INTERNO Parte do DI Remunerado e/ou Voluntário (Conselho) Planejamento, atuação externa e monitoramento
  • CAPTADOR DE RECURSOS COMO CONSULTOR Novos ares Trabalho conjunto com a equipe interna Visão externa Facilitador de transições e ampliações Coordenador de campanhas específicas
  • PERFIL DO PROFISSIONAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS Exercício Qual o perfil do captador de recursos?
  • PERFIL DO PROFISSIONAL DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS Criatividade + Técnica Conhecimentos multidisciplinares Conhecimento de toda a legislação referente a incentivos fiscais Capacidade de análise estratégica para definição e diversificação de fontes de recursos Capacidade para redigir propostas e montar planilhas de orçamentos Bom pesquisador de parceiros e fontes de recursos Conhecimento dos três setores Brilho nos olhos Não é um vendedor de projetos – perseverante / persistente
  • ÉTICA E DIREITO DOS DOADORES Códigos Mundiais
  • http://www.uniethos.org.br/ docs/conceitos_praticas/banc o_praticas/default.htm WWW.AFP.ORG WWW.AFC.ORG.UK http://www.nationalmssocie ty.org/site/PageServer?page name=hom_gen_homepage
  • ÉTICA NA CAPTAÇÃO DE RECURSOS Códigos de ética mundiais Princípios fundamentais para a tarefa de captar recursos: www.captacao.org – Legalidade – Transparência – Eficiência – Confidencialidade
  • ÁREAS ESTRATÉGICAS DE ATUAÇÃO Capacitação, treinamento e aperfeiçoamento de captadores; Serviço de informações sobre captação de recursos, banco de dados, estatísticas, currículos e bolsa de emprego. OBJETIVOS, METAS E DESAFIOS        Cursos anuais. Conferências: 1 anual Concurso: 1 anual Encontro anual ABCR Curso de Especialização em Captação de Recursos Criar grupos de estudos: Fortalecer nucleos regionais
  • 1. LEGALIDADE: O captador de recursos deve respeitar incondicionalmente a legislação vigente no País. 2. REMUNERAÇÃO: O captador de recursos deve receber pelo seu trabalho apenas remuneração pré-estabelecida. 3. CONFIDENCIALIDADE E LEALDADE AOS DOADORES: O captador de recursos deve respeitar o sigilo das informações sobre os doadores obtidas em nome da organização em que trabalha.
  • 4. TRANSPARÊNCIA NAS INFORMAÇÕES: O captador de recursos deve exigir da organização para a qual trabalha total transparência na gestão dos recursos captados. 5. CONFLITOS DE INTERESSE: O captador de recursos deve cuidar para que não existam conflitos de interesse no desenvolvimento de sua atividade. 6. DIREITOS DO DOADOR: O captador de recursos deve respeitar e divulgar o Estatuto dos Direitos do Doador.
  • 7. RELAÇÃO DO CAPTADOR COM AS ORGANIZAÇÕES PARA AS QUAIS ELE MOBILIZA RECURSOS: O captador de recursos, seja funcionário ou autônomo ou voluntário, deve estar comprometido com o progresso das condições de sustentabilidade da organização. 8. SANÇÕES: mera advertência até desligamento do quadro associativo – aplicável por comissão designada pela Diretoria mediante denúncia identificada de conduta de associado.
  • DILEMAS FREQÜENTES conflitos de interesses da própria organização: Interesse imediato X Interesse no longo prazo
  • REMUNERAÇÃO PRÉ-ESTIPULADA CRITÉRIOS: – qualificação do profissional – responsabilidade atribuída ao profissional – padrão de remuneração da organização FORMAS: – salário mensal pré-estipulado – valor pré-estipulado por hora de trabalho – valor pré-estipulado por tarefa – trabalho voluntário (sem remuneração)
  • MENSAGEM FINAL "Para navegar contra a corrente, são necessárias condições raras: espírito de aventura, coragem, perseverança e paixão." (Nise da Silveira)
  • BIBLIOGRAFIA CRUZ, Célia e ESTRAVIZ, Marcelo. Captação de Diferentes Recursos para Organizações Sem Fins Lucrativos. Editora Global. NORIEGA, Maria Elena e MURRAY, Milton. Apoio Financeiro: Como Conseguir. Editora TextoNovo. KELLEY, Daniel Q. Dinheiro para sua Causa. Editora TextoNovo, 1994. CICONTE, Barbara K. e JACOB, Jeanne Gerda. Fund Raising Basics: A Complete Guide. Aspen Publication, 1997. AZEVEDO, Tasso Rezende. Buscando recursos para seus projetos. TextoNovo1998. DAW, Jocelyne. Cause Marketing for Nonprofits. Wiley 2006
  • BIBLIOGRAFIA BARBOSA, Maria Nazaré Lins; Oliveira, Carolina Felippe de. Manual de ONGS – FGV Editora. SZAZI, Eduardo. Terceiro Setor: Regulação no Brasil. São Paulo: Editora Fundação Peirópolis Ltda. As Fundações privadas e as associações sem fins lucrativos no Brasil: 2002/IBGE, Gerência do Cadastro Central de Empresas. – Rio de Janeiro: IBGE, 2004. 148 p. – (Estudos e pesquisas. Informações econômicas, ISSN 1679-480x; n. 4). LANDIM, leilah; BERES, Neide. As organizações sem fins lucrativos no Brasil: ocupação, despesas e recursos – Nau Editora PEREIRA, Custódio. Captação de recursos, Fund Raising – Ed. Mackenzie. CESNIK, Fábio de Sá. Guia do Incentivo à Cultura
  • Muito obrigado! www.captacao.org falecom@captacao.org Michel@criando.net www.criando.net 11 –9-8208-3790 11-2307-4495 COPYLEFT © ABCR: É permitida a reprodução parcial ou integral deste material desde que citada a fonte.