Sinais De Pontuação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Sinais De Pontuação

on

  • 10,944 views

 

Statistics

Views

Total Views
10,944
Views on SlideShare
10,926
Embed Views
18

Actions

Likes
0
Downloads
311
Comments
0

1 Embed 18

http://www.slideshare.net 18

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Sinais De Pontuação Sinais De Pontuação Presentation Transcript

    • Elaborado por: - Ana Margarida Nº2 9ºB - Daniela Faria Nº8 9ºB - Diana Barros Nº10 9ºB
    • Pontuação é um recurso que se utiliza na escrita, ritmos e melodias que expressamos ao falar, pelo uso de um pequeno conjunto de sinais. 2
    • *Ponto *Vírgula *Dois Pontos *Ponto de interrogação *Ponto de exclamação *Ponto de interrogação e exclamação *Reticências *Travessão *Parênteses e Parêntesis * Aspas 3
    •  Indica uma pausa mais longa, coloca-se no final de uma frase complexa ou simples, indicando que aquilo que se pretende dizer está completo. Ex: “Joana trazia os cabelos soltos, cabelos que ela espichava evidadosamente, e os perfumava com um perfume que tonteava António Balduino.” 4
    •  Delimita um parágrafo.  O ponto também se utiliza em abreviaturas ou siglas. Ex: G. N. R. – Guarda Nacional Republicana T. P. C. – Trabalhos para casa T. I. C. – Tecnologias da Informação e informação 5
    •  Assinala uma pausa mais pequena da pontuação.  Separar elementos de uma enumeração. Ex: Naquele mercado as mangas, os pêssegos, as ameixas, as maças e as cerejas, atraiam pelos seus tons alegres e luminosos.  Demarcar complementos circunstâncias. Ex: Nesse dia, apareceram todos os amigos do Rui. 6
    •  Separar o vocativo. Ex: Ó Ana, vem cá depressa!  Demarcar um adjectivo em início da frase e um substantivo. Ex: Antencioso, como ele não havia! O Pedro, esse era o eleito. 7
    •  Destacar elementos (normalmente mais extensos) numa enumeração. Ex: Ele gostava de doces, a Joana de salgados.  Separar as orações. Ex: Os homens, obcecados pelo progresso, nem sempre pensam no futuro da humanidade. 8
    •  NÃO se utiliza para separa sujeito de predicado. Ex: O Pedro, fazia os trabalhos de casa. Ex: O Pedro fazia os trabalhos da casa. 9
    • :  Introduz o discurso directo. Ex: E, sem hesitar, disse-lhe: - Obrigado por tudo.  Introduz uma citação, uma enumeração. Ex: Por exemplo: as rosas, as tulipas. Porque não? 10
    •  Coloca-se no fim de uma pergunta directa e marca uma frase interrogativa. Ex: Queres que te empreste o caderno?  Aparecendo entre parêntesis (?) indica a dúvida em relação à afirmação feita anteriormente. Ex: Todos (?) aplaudiam o jovem cantar. 11
    •  Coloca-se no fim das frases exclamativas para exprimir sentimentos, admirações, ironia, surpresa ou entusiasmo. Ex: Não acredito! Francamente!  Emprega-se depois das formas verbais do imperativo e das interjeições. Ex: Ah! Não atendeu? Então, escuta-me. 12
    •  Utiliza-se sobretudo nos diálogos para expressar ao mesmo tempo interrogação e admiração. Intensificam a mensagem. Ex: O quê? Hoje fizeste os trabalhos de casa?!... 13
    •  Indicam uma suspensão no discurso, mostrando que alguma coisa ficou por dizer, mas que é facilmente subentendido. Ex: Eu avise-a várias vezes, quem brica com o fogo…  Pode significar sentimentos confusos ou indefinidos, dúvida, ironia e hesitação. Ex: Não sei… Se calhar não posso ir… 14
    •  Utiliza-se no discurso directo para introduzir as falas de cada uma das personagens e para separar as orações intercaladas do discurso indirecto. Ex: Como fizeste o que eu te pedi. – Disse-lhe a mãe. – Vou-te compensar.  Destaca uma palavra ou expressão. Ex: O António - pediu - aos amigos que o fossem visitar. 15
    •  Servem para intercalar num texto uma explicação, uma reflexão, um comentário não obrigatório. Ex: Ou um símbolo de «crescei e multiplicai-vos (como o arroz)». 16
    •  Colocam-se antes e depois de uma citação directa ou de uma parte ou capítulo de uma obra. Ex: “As armas e os barões assinalados.”  Realçam uma expressão segundo a objectividade do emissor e também certas palavras que se afastam da norma, que já não se usam (acaismos) ou que pertencem a um nível de língua diferente. Ex: Os “meninos queques” são os primeiros a faltar às aulas sem motivo. 17