Palestra Geinfo 2011 - Desenvolvimento ágil no governo

5,892 views
5,826 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,892
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
11
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Palestra Geinfo 2011 - Desenvolvimento ágil no governo

  1. 1. Desenvolvimento Ágil no Governo Luís Dosso Outubro/2011Produtos de SoftwareSistemas e aplicações sob medida para asnecessidades do seu negócio.
  2. 2. A Dextra
  3. 3. Soluções de SoftwareProjetos de software complexos Resolução de problemas tecnologicamentee de alta criticidade para desafiadores e implementação deos negócios melhorias de forma prática Transferência de conhecimento e aprimoramento de competências
  4. 4. Clientes
  5. 5. Desafios no desenvolvimento de Software Por que tantos projetos falham? Plano de projeto não realista Mau gerenciamento das expectativas do cliente Entendimento incorreto dos requisitos iniciais Impossibilidade de estimativas precisas Mudanças gerenciadas com pouca agilidade e flexibilidade Inabilidade de gerenciar riscos Progresso não é monitorado e controlado Inabilidade para lidar com a complexidade do projeto Falta de envolvimento dos usuários Comunicação ineficiente entre clientes, equipe e usuários Falta de apoio executivo
  6. 6. Falsas premissas sobre projetos de software É possível... Prever com precisão todo o escopo do projeto... Antecipar e mitigar todos os riscos... Lidar com toda a complexidade e incerteza do projeto... Acertar precisamente as estimativas no começo... Fazer funcionar com o cliente ausente... A minha preferida: “Falta só testar...”
  7. 7. O que é a metodologia ágil? Desenvolvimento iterativo e incremental Entrega frequente de produtos completos (valor de negócio!) Gestão ágil e adaptativa Reflexão e melhoria contínua Abordagem colaborativa Integração da equipe Estratégia de equilíbrio preferida é pelo escopo
  8. 8. Manifesto Ágil Adaptação a mudanças é mais importante do que seguir o plano inicial. Colaboração com o cliente é mais importante do que negociação de contratos. Indivíduos e interações são mais importantes que processos e ferramentas. Software funcionando é mais importante do que documentação completa e detalhada. Maior valor de negócio no menor tempo
  9. 9. Manisfesto Ágil Nossa maior prioridade é satisfazer os clientes através de rápidas e contínuas entregas de software com valor agregado. Mudanças de requisitos são bem vindas, até mesmo tarde no desenvolvimento. Processos ágeis assumem a mudança como parte da vantagem competitiva de seus clientes. Entregar software funcionando frequentemente, em algumas semanas ou meses, com a preferência ao menor tempo possível. Pessoas de negócios e desenvolvedores devem trabalhar juntos durante todo o projeto. Construa projetos através de indivíduos motivados. Dê à equipe um ambiente que atenda suas necessidades, e confie em sua capacidade para realizar o trabalho. A forma mais eficiente e efetiva de transmitir a informação para a equipe e entre a equipe de desenvolvimento é através da comunicação cara-a-cara.
  10. 10. Como funciona o desenvolvimento ágil
  11. 11. Mas Ágil funciona para governo? Dificuldades Exigências da Lei 8.666/93 Pregão Órgãos de auditoria Entraves burocráticos Dependência de documentação Aventureiros
  12. 12. Por que Ágil no governo? Por que não? Redução de risco Menor diferença entre o que se precisa e o produto entregue “Overengineering” Custos e prazos Visibilidade e governança Melhor uso do dinheiro público Gerar mais valor Entregar mais cedo e frequentemente Fazer somente o necessário Adaptação à mudança
  13. 13. Como tipicamente era (e ainda é)? Contratação por escopo fechado Preço, prazo e entregas pré-definidas Maior quantidade possível de funcionalidades no termo de referência Dificuldades Requisitos pouco amadurecidos Funcionalidades desnecessárias Mudanças durante o caminho Cabo de guerra entre fornecedores e órgão Renegociações contratuais Energia gasta fora do objetivo principal Desgaste Estratégia CYA
  14. 14. E para funcionar? Criar cultura ágil Fornecedor capacitado e idôneo Órgão interessado em fazer Envolvimento dos superiores Alinhamento com negócio Confiança mútua Disposição para mudança “Como assim não sei o quanto pagarei por esta ordem de serviço?” “Pode ser que o projeto acabe sem ter todo objeto desenvolvido?” Documentação é software bem estruturado e funcionando Um bom contrato
  15. 15. Contratação Ponto de função ou outra métrica melhor Exigências técnicas apropriadas Forma detalhada de trabalhoDivisão do projeto em ordens de serviço Priorização no que é mais importante Ordens de serviço de 3 a 6 meses
  16. 16. Fale mais sobre isto! Execução Engajamento do cliente Entregas a cada duas semanas Metodologia de desenvolvimento Equipes de 3 a 10 pessoas Dono do produto também no fornecedor Padronização de tecnologias e ferramentas TDD: testes, testes, testes Colocar em produção ASAP
  17. 17. Fale mais sobre isto! Medição Estimativa inicial Recontagem na entrega do software funcionando Especialista para divergências Pagamento da ordem de serviço Um percentual no início Uma parcela significativa na entrega do software funcionando O restante na homologação
  18. 18. Mas nem tudo são flores O cliente Precisa conhecer o negócio “O olho do dono que engorda o boi” Ferramentas são importantes, mas... Pessoas, cultura e metodologia são muito mais Pontos de função não medem tudo Webdesign Implantações Mudanças que não afetam funcionalidade Algoritmos complexos … Aventureiros à prova de tudo
  19. 19. Quem está fazendo com a Dextra?
  20. 20. Fale conosco Luís Dosso Diretor de Negócios dosso@dextra.com.br www.dextra.com.br contato@dextra.com.br Twitter: @dextrasistemas São Paulo 11 2824.6722 Campinas 19 3256.6722

×