Bill Coutinho - Dextra - Negócios Digitais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Bill Coutinho - Dextra - Negócios Digitais

on

  • 331 views

O artigo "Why software is eating the world", escrito por Marc Andressen evidencia uma nova era dos negócios. O software que está devorando o mundo interfere profundamente nas estratégias ...

O artigo "Why software is eating the world", escrito por Marc Andressen evidencia uma nova era dos negócios. O software que está devorando o mundo interfere profundamente nas estratégias empresariais. Tecnologia hoje deixa de ser aspecto para ser o negócio.

Segundo o Gartner, Digital Business é a criação de projetos para novos negócios, interligando os mundos digital e o físico. É o marco da convergência entre pessoas, empresas e coisas, qual rompe os modelos de negócios existentes.

"Digital Business is the creation of new business designs by blurring the digital and physical worlds. It promises to usher in an unprecedented convergence of people, business and things that disrupts existing business models – even those born of the Internet and e-business eras."- Gartner.

Statistics

Views

Total Views
331
Views on SlideShare
193
Embed Views
138

Actions

Likes
1
Downloads
1
Comments
0

1 Embed 138

http://www.dextra.com.br 138

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Bill Coutinho - Dextra - Negócios Digitais Bill Coutinho - Dextra - Negócios Digitais Presentation Transcript

  • Negócios Digitais
  • Negócios Digitais WTF?
  • “ “Digital business is the creation of new business designs by blurring the digital and physical worlds. It promises to usher in an unprecedented convergence of people, business and things that disrupts existing business models – even those born of the Internet and e-business eras.” -- Gartner
  • “ “What makes it different from e-business is the presence and integration of things, connected and intelligent, with people and business. It is about the interaction and negotiations between business and things.” -- Gartner
  • ““In the past, people were a proxy for things in business. In the future, things will be an agent for themselves and will thus shift that way a business views its opportunities.” -- Gartner
  • ““It is when things starts to negotiate amongst themselves as well as people and business that we start to see how we have entered an entirely new and disruptive world.” -- Gartner
  • Por exemplo:
  • Negócios Digitais De onde viemos...
  • Empresa como sistema 1ª onda: Automação processos automatizados pessoas como criadoras do sistema (estratégia) pessoas como controladoras do sistema (gerenciamento) pessoas como executoras do sistema (operação) software auxilia pessoas a executarem suas tarefas exceções são tratadas por pessoas, fora do sistema pessoas no atendimento dos clientes
  • Exemplo 1: Seguradora de automóveis Modelo de negócio tradicional de seguradora, com corretores de seguros fazendo a relação com clientes finais. Exemplo 2: Banco Contas e investimentos, agências, gerentes como consultores de investimentos.
  • O choque da Web Clientes “acessam” a internet
  • Empresa como sistema 2ª onda: “E-Business” processos (mais) automatizados pessoas como criadoras do sistema (estratégia) pessoas como controladoras do sistema (gerenciamento) pessoas como executoras do sistema (operação) internet como interface com clientes software auxilia pessoas a executarem suas tarefas exceções são tratadas por pessoas, fora do sistema clientes acessam “site” para serviços
  • Exemplo 1: Seguradora de automóveis Internet como canal de relacionamento com corretores e para a troca de documentos. Impacto: redução de custo, aumento da eficiência. Exemplo 2: Banco Home banking Impacto: melhoria no atendimento, conveniência
  • Choque do “Nexus” – social, mobile, big data, cloud e IoT Clientes “always on”, acessíveis 24x7 Deslocamento do “poder” para o cliente Gartner
  • Empresa como sistema 3ª onda: Negócios Digitais processos (ainda mais) automatizados tecnologia como base da estratégia cliente no centro da estratégia (UX) mobile como interface software substitui pessoas: - como decisor (big data, IoT, etc.) - como executor das tarefas (plataformas, APIs, etc.) exceções são tratadas como bug! potencial de engajar clientes ao negócio
  • Exemplo 1: Seguradora de automóveis Imagine que: - todos os automóveis tem IP e transmitem todos os dados a seu respeito (IoT) - uso de analytics para calcular risco (big data) - integração destes dados com Waze, Google Maps, etc (social) - interação com cliente 24x7 via mobile Que impacto isto pode ter no modelo de negócio da seguradora? Daria para pensar em negociações online de prêmio por dia? Por hora? Por localidade ou trajeto? O que mais?
  • Exemplo 2: Banco Interação com clientes para descobrir objetivos de investimento Analytics substituindo o gerente como consultor de investimento Que impacto isto pode ter no modelo de negócio do banco? Daria para pensar em investimentos automatizados por algoritmos? Daria para integrar com social para descobrir “momentos de vida” e sugerir estratégias de investimentos? O que mais?
  • “ “Digital business is the creation of new business designs by blurring the digital and physical worlds. It promises to usher in an unprecedented convergence of people, business and things that disrupts existing business models – even those born of the Internet and e-business eras.” -- Gartner
  • Mas...
  • Negócio TI Modelo tradicional ROI/Orçamento Comprometimento com escopo
  • Modelo tradicional Encomenda Entregaprojetos Negócio TI
  • Negócio + Tecnologia Novo modelo para negócios digitais Mudança de mind set Tecnologia com papel de liderança no negócio Agilidade no negócio Foco estratégico
  • Produtos Digitais Novo modelo para negócios digitais Inovação de produtos: web, apps, APIs, plataformas...
  • Movimento tático necessário: abrir espaço nas empresas
  • Systems of Record Systems of Differentiation Systems of Innovation New Ideas Better Ideas Common Ideas Modelo pace-layer Gartner
  • Systems of Record Systems of Differentiation Systems of InnovationVelocidade alta Modelo pace-layer Duas velocidades da tecnologia Velocidade de “legado”
  • Como fazer?
  • “Tomador(de(pedido”( Envolvimento( com(o(cliente/negócio( Entender(o(negócio(e(( seu(contexto( Entender(impacto(do(( so9ware(no(negócio( Influenciar(decisões( estratégicas( Alavancar(compe@@vidade(e( diferenciação( VALOR(
  • “Tomador(de(pedido”( Envolvimento( com(o(cliente/negócio( Entender(o(negócio(e(( seu(contexto( Entender(impacto(do(( so9ware(no(negócio( Influenciar(decisões( estratégicas( Alavancar(compe@@vidade(e( diferenciação( VALOR(
  • DE NEGÓCIOS  TRADICIONAIS PARA NEGÓCIOS  DIGITAIS
  • DE DESENVOLVIMENTO  SOB-­‐MEDIDA PARA CRIAÇÃO  DE  PRODUTOS  DIGITAIS   PARA  TRANSFORMAR  NEGÓCIOS
  • digital lab