Your SlideShare is downloading. ×
Tópicos   estudo de mercado
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Tópicos estudo de mercado

903

Published on

Published in: Economy & Finance
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
903
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Market ResearchMarket Research
  • 2. Portugal A fileira moda (vestuário e calçado) é um sector de grande tradição em Portugal e representou cerca de 10% do total das exportações de 2010 (AICEP, 2011). O principal cliente é, sem surpresas, a zona Euro: um mercado maduro e em estagnação. Porém, verifica-se uma grande procura destes produtos nos países emergentes, sobretudo no sector de luxo (CB Richard Ellis, 2011). Segundo as estimativas da Bain&Company (2011), o mercado do luxo superou todas as expectativas ao atingir um valor de mercado de €172 mil milhões em 2009, mais 12% em relação ao ano anterior. A nível geográfico, a Europa e a América têm uma quota de 68% deste mercado e a China e a Índia são os países emergentes que mais se afirmam e destacam nos negócios do luxo. O vestuário é o sector que apresenta maior expressividade, 27%, é o mais dinâmico e internacional (Bain&Company, 2011). Em Portugal, o mercado do luxo é pouco expressivo, não havendo dados disponíveis que o justifiquem. Neste sentido, seria interessante perceber quais as limitações das marcas portuguesas em conseguir atingir uma reputação de renome a nível internacional já que os mercados emergentes serão o foco de atracção dos fabricantes de luxo nos próximos anos, mercados estes onde a marca funciona como uma senha de entrada à ascensão e reconhecimento social.
  • 3. Portugal - Lisboa
  • 4. China
  • 5. China
  • 6. Brasil - Calçado Nas últimas quatro décadas, o Brasil tem representado um importante papel na história do calçado. O maior país da América Latina é um dos mais destacados fabricantes de manufaturados de couro, detendo o terceiro lugar no ranking dos maiores produtores mundiais, tendo ainda importante participação na fatia de calçados femininos que aliam qualidade a preços competitivos. Os embarques para o exterior vêm crescendo anualmente para mais de uma centena de países, confirmando a capacitação para atuar no comércio internacional.
  • 7. U.S.A. Consumption (shoes) Overall, the U.S. footwear market slowed in 2007. U.S. consumption of footwear declined 0.4 percent, from 2.403 billion pairs in 2006 to 2.393 billion pairs in 2007. Growth in U.S. consumption of men’s work shoes was robust but slowed somewhat during the second half of the year, increasing by 37.4 percent in 2007 after having registered a startling 62.9 percent increase during the first half. In contrast, U.S. consumption of women’s footwear (nonrubber), the largest footwear category by far, only increased a modest 0.8 percent in 2007 to 952.173 million pairs. U.S. consumption of athletic shoes fell 10.1 percent to 334 million pairs and U.S. consumption of slippers fell 9.3 percent to 119 million pairs. Meanwhile, the value of U.S. footwear consumption, as measured by Personal Consumption Expenditures (PCE), increased at its slowest pace in years in 2007, growing only 1.9 percent to $59.2 billion. That increase, however, coupled with the decline in the volume of shoes consumed in 2007, portend growing price pressures for the industry.
  • 8. USA
  • 9. Global

×