Your SlideShare is downloading. ×
Sequência didática primeiro beijo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Sequência didática primeiro beijo

735
views

Published on

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
735
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1.  Turma: 7º Ano Número de aulas: 06 aulasObjetivos: Ensinar a lerDesenvolver comportamento leitor.Produzir Relato de Experiência.
  • 2. Apresentação do autor:Antonio Barreto (Antonio de Pádua Barreto Carvalho)nasceu em Passos (MG) em 13 de junho de 1954. Reside emBelo Horizonte desde 1973. Morou também em algumascidades do Oriente Médio, onde trabalhou como projetista deEngenharia Civil, na construção de estradas, pontes eferrovias. Tem vários prêmios nacionais e internacionais deliteratura, para obras inéditas e publicadas, nos gêneros:poesia, conto, romance e literatura infanto-juvenil. Entre eles:Prêmio Jabuti (Câmara Brasileira do Livro - três vezes, oitovezes indicado).
  • 3.  Participa também de várias antologias nacionaise estrangeiras de poesia e contos. Foi redator doSuplemento Literário do Minas Gerais, articulistae cronista do jornal Estado de Minas e da revista“Morada” (BH). Colabora com textos críticos,poemas e artigos de opinião para “El Clarín”(Buenos Aires), “Ror” (Barcelona); “Zidcht”(Frankfurt), “Somam” (Bruxelas); ” : e outrosperiódicos. Atualmente coordena a Coleção “ParaLer o Mundo”, da Formato Editori.
  • 4. Principais obras publicadas:Poesia: O sono provisório (Francisco Alves, 78); Vastafala(Scipione, 88).Contos: Os ambulacros das holotúrias/Reflexões de um caramujo(UFMG, 90/93).Romance: A barca dos amantes (Lê, 90); A guerra dos parafusos(José Olympio, 93).Infantis e Juvenis: Lua no varal e Isca de pássaro é peixe nagaiola (Miguilim, 87, 89); A noite é um circo sem lona (Record, 87);Livro das simpatias (RHJ, 90); Bombeiros do sol, com Graça Sette(José Olympio, 97); Brincadeiras de anjo, Tem um avião lá fora, Ovelho pássaro da lua e Balada do primeiro amor (FTD, 87, 87, 96,97).Crônicas: Transversais do Mundo (Lê, 99)Fonte :http://www.palavrarte.com/equipe/equipe_antbarreto.htm
  • 5.  Livro de onde foi Tirado o texto.Livro publicado em 1977
  • 6. “ O primeiro beijo”Será que o título foi escrito só para os jovens dadécada de 70 ou para qualquer época? Por quê?O que você supõe que o texto irá dizer?
  • 7.  O professor faz a primeira leitura do texto.1-A linguagem é formal ou informal? Justifique comalgumas expressões do texto.2-O texto apresenta palavras ou expressõesdesconhecidas por vocês? Quais?
  • 8.  Leitura compartilhadaElementos da narrativa1- Quem é o narrador do texto?2-Qual o ponto de vista do narrador? ( Feminino oumasculino)
  • 9. 3-O tempo da narrativa é um tempo próximo oudistante?4-Em qual parágrafo ocorre uma grandeexpectativa? Que expectativa é essa? Retire dotexto expressões que demonstrem tal expectativa?
  • 10.  Localização de informações implícitas eexplícitas.1- Por que o apelido “ Cultura inútil”?2-Qual seria o apelido dele nos dias atuais?3-Que tipo de “lance ia rolar”?4-Por que ela não desiste de beijá-lo quando elecita as 250 bactérias?5- O ônibus estava vazio? Por que não apareceninguém na narrativa?
  • 11. 6-O que vocês entendem da expressão:“ abismo do primeiro beijo”?7-O segundo beijo teve a mesma intensidade que oprimeiro? Por quê?8- A conta do telefone aumentou e depois diminuiu.O que isso significa?9-Qual a idade dos personagens? Comopercebemos isso?
  • 12.  Pensar sobre os sentidos produzidos pelo texto 1- O que o texto provocou? 2- Veio ao encontro de suas expectativas? 3- O que trouxe de novo ou impactante? 4-Vocês dariam o primeiro beijo dentro de umônibus?
  • 13.  Intertextualidade 1- Leitura do texto “ O primeiro beijo”- Clarice Lispector. O Primeiro Beijo- Clarice Lispector Os dois mais murmuravam que conversavam: havia poucoiniciara-se o namoro e ambos andavam tontos, era o amor.Amor com o que vem junto: ciúme.- Está bem, acredito que sou a sua primeira namorada, ficofeliz com isso. Mas me diga a verdade, só a verdade: vocênunca beijou uma mulher antes de me beijar? Ele foisimples:- Sim, já beijei antes uma mulher.- Quem era ela? perguntou com dor.Ele tentou contar toscamente, não sabia como dizer.
  • 14.  O ônibus da excursão subia lentamente a serra. Ele, umdos garotos no meio da garotada em algazarra, deixavaa brisa fresca bater-lhe no rosto e entrar-lhe peloscabelos com dedos longos, finos e sem peso como osde uma mãe. Ficar às vezes quieto, sem quase pensar, eapenas sentir - era tão bom. A concentração no sentirera difícil no meio da balbúrdia dos companheiros.
  • 15. E mesmo a sede começara: brincar com a turma, falar bemalto, mais alto que o barulho do motor, rir, gritar, pensar,sentir, puxa vida! como deixava a garganta seca.E nem sombra de água. O jeito era juntar saliva, e foi o quefez. Depois de reunida na boca ardente engulia-alentamente, outra vez e mais outra. Era morna, porém, asaliva, e não tirava a sede. Uma sede enorme maior do queele próprio, que lhe tomava agora o corpo todo.A brisa fina, antes tão boa, agora ao sol do meio dia tornara-se quente e árida e ao penetrar pelo nariz secava ainda maisa pouca saliva que pacientemente juntava.
  • 16.  E se fechasse as narinas e respirasse um pouco menosdaquele vento de deserto? Tentou por instantes maslogo sufocava. O jeito era mesmo esperar, esperar.Talvez minutos apenas, enquanto sua sede era de anos.Não sabia como e por que mas agora se sentia maisperto da água, pressentia-a mais próxima, e seus olhossaltavam para fora da janela procurando a estrada,penetrando entre os arbustos, espreitando, farejando.
  • 17.  O instinto animal dentro dele não errara: na curvainesperada da estrada, entre arbustos estava... o chafariz deonde brotava num filete a água sonhada. O ônibus parou,todos estavam com sede mas ele conseguiu ser o primeiro achegar ao chafariz de pedra, antes de todos.De olhos fechados entreabriu os lábios e colou-osferozmente ao orifício de onde jorrava a água. O primeirogole fresco desceu, escorrendo pelo peito até a barriga. Era avida voltando, e com esta encharcou todo o seu interiorarenoso até se saciar. Agora podia abrir os olhos..
  • 18.  Abriu-os e viu bem junto de sua cara dois olhos deestátua fitando-o e viu que era a estátua de uma mulhere que era da boca da mulher que saía a água. Lembrou-se de que realmente ao primeiro gole sentira nos lábiosum contato gélido, mais frio do que a água.E soube então que havia colado sua boca na boca daestátua da mulher de pedra. A vida havia jorrado dessaboca, de uma boca para outra.Intuitivamente, confuso na sua inocência, sentiaintrigado: mas não é de uma mulher que sai o líquidovivificador, o líquido germinador da vida... Olhou aestátua nua.Ele a havia beijado
  • 19.  Sofreu um tremor que não se via por fora e que seiniciou bem dentro dele e tomou-lhe o corpo todoestourando pelo rosto em brasa viva. Deu um passopara trás ou para frente, nem sabia mais o que fazia.Perturbado, atônito, percebeu que uma parte de seucorpo, sempre antes relaxada, estava agora com umatensão agressiva, e isso nunca lhe tinha acontecido.Estava de pé, docemente agressivo, sozinho no meiodos outros, de coração batendo fundo, espaçado,sentindo o mundo se transformar. A vida erainteiramente nova, era outra, descoberta comsobressalto. Perplexo, num equilíbrio frágil.
  • 20.  Até que, vinda da profundeza de seu ser, jorroude uma fonte oculta nele a verdade. Que logo oencheu de susto e logo também de um orgulhoantes jamais sentido: ele...Ele se tornara homem.
  • 21. 1-Comparar expectativas , emoções, foco narrativo,ponto de vista da personagem(Feminino oumasculino).2-A experiência do beijo foi concreta para opersonagem? E para você seria?
  • 22. Clipe da Banda Farra.Música: O primeiro Beijo.O Primeiro Beijo.mp4
  • 23. Ciências- Pode trabalhar os benefícios e perigosdo beijo.Arte - Análise de imagens.
  • 24.  Trabalhar características do Gênero relato deexperiência vivida. Produção de texto: Pedir ao aluno que produza um texto relatandosua experiência ou expectativa em relação aoprimeiro beijo. Após a produção, agrupá-los em duplas para acorreção . Momento de socialização- deixar aberto paraleitura das produções.
  • 25. Vera VergaVera Almeida Jorselina Menezes Maristela Brogim José Emiliano.COMPONENTES DOGRUPO