Inovação em empresascriativas<br />Luisana Carvalho  Sérgio Assunção<br />Gestão da Inovação | FEP | MIETE 08010<br />05 d...
Motivação<br />Motivação<br />existência ou não de uma correlação entre a inovação e a creatividade ao nível empresarial<b...
estado da arte na área <br />Estado da Arte<br />O êxito de uma empresa nos dias de hoje depende:<br /> da solidez da comb...
Contudo, não é tangível que:<br />As empresas mais bem sucedidas economicamente sejam as mais inovadoras<br />As empresas ...
Estado da Arte<br />Várias empresas investiram elevados recursos financeiros na procura de produtos inovadores. <br />Cont...
Estado da Arte<br />É substituir o “paradigma da sobrevivência pelo paradigma da expansão” (Gramigna, 2007)<br />Inputs   ...
TOP 25 – Empresas Mais Inovadoras<br />Fonte: BusinessWeek, 2009<br />
TOP 25 – Empresas Mais Lucrativas<br />Apenas 12% das empresas estão presentes no TOP 25  das Empresas Mais Inovadoras<br ...
Criatividade	<br />Greenetal, 2007 <br />Duas Correntes de Pensamento:<br />Carvalho, 2006<br />
Criatividade	<br />1. Utilização criativa do conhecimento gerado pelos avanços na tecnologia da informação;<br />2. Invest...
Criatividade	<br />
Criatividade como catalisador da inovação	<br />criatividade - o desenvolvimento de novos produtos, processos, sistemas e ...
Modelo do processo de inovação	<br />Fonte: HBSP, 2003 inCropley (2006)<br />
Inovação nas Empresas Criativas	<br />A Inovação “escondida” (NESTA, 2007)<br />As empresas criativas “induzem” inovação, ...
Inovação nas Empresas Criativas	<br />Segundo CIS - CommunityInnovationSurvey(CIS, 2006) organizações criativas são:<br />...
Inovação nas Empresas Criativas	<br />Wilkinson em Greenetal, 2007 (CIS, 2006) afirma que:<br />“os resultados sugerem que...
Inovação nas Empresas Criativas	<br />Wilkinson em Greenetal, 2007 (CIS, 2006) afirma que:<br />“os resultados sugerem que...
Inovação nas Empresas Criativas	<br />Modelos Conceptuais -  O modelo “Olímpico”<br />Fonte: Greenetal, 2006<br />
Inovação nas Empresas Criativas	<br /><ul><li>O modelo “Olímpico” – Aspectos mais relevantes</li></ul>Fonte: Greenetal, 20...
Inovação nas Empresas Criativas	<br /><ul><li>O modelo “Olímpico” – Aspectos mais relevantes</li></ul>Fonte: Greenetal, 20...
Conclusão<br />A correlação entre inovação e criatividade foi demonstrada sobretudo através da evidência que empresas cria...
que metodologia seria mais adequada para o efeito<br />Metodologia a propor<br />Comprovação da correlação das empresas cr...
Inovação em empresas criativas<br />Luisana CarvalhoSérgio Assunção<br />Gestão da Inovação | FEP | MIETE 08010<br />05 de...
Inovação em empresas criativas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Inovação em empresas criativas

4,586

Published on

Ótima apresentação criada por Sérgio Assunção e Luisana Carvalho sobre inovação em empresas criativas.

O trabalho criado define bem o conceito de inovação, com base diferentes visões, e desmitifica certas crenças, como por exemplo o fato de acreditarmos que as empresas mais criativas são necessariamente as mais lucrativas.

Ótimo material para estudiosos e gestores empresariaisde todos os setores. Vale a pena!

Published in: Business, Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,586
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
130
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Inovação em empresas criativas

  1. 1. Inovação em empresascriativas<br />Luisana Carvalho Sérgio Assunção<br />Gestão da Inovação | FEP | MIETE 08010<br />05 de Junho de 2009<br />
  2. 2. Motivação<br />Motivação<br />existência ou não de uma correlação entre a inovação e a creatividade ao nível empresarial<br />Avaliar a existência de uma correlaçãoentre criatividade e inovação a nível empresarial<br />
  3. 3. estado da arte na área <br />Estado da Arte<br />O êxito de uma empresa nos dias de hoje depende:<br /> da solidez da combinação da sua estratégia de inovação<br />da sua cultura criativa e <br />da clarificação dos objectivos envolvendo toda a organização, assegurando assim a sua sustentabilidade, a sua competitividade e a satisfação intra organizacional <br />Fonte: Horta etal, 2008<br />
  4. 4. Contudo, não é tangível que:<br />As empresas mais bem sucedidas economicamente sejam as mais inovadoras<br />As empresas mais inovadoras, sejam as mais criativas<br />Estado da Arte<br />
  5. 5. Estado da Arte<br />Várias empresas investiram elevados recursos financeiros na procura de produtos inovadores. <br />Contudo, muitas falharam em transpor essas inovações do laboratório para o mercado.<br />Xerox, AT&T e IBM são exemplos disso mesmo.<br />“É muito melhor se as grandes empresas “ manterem os seus gestores focalizados e atentos ao mundo exterior e suas mentes abertas a novas ideias. Podem assim comprá-las e fazer o que fazem melhor: encontrar formas inovadoras para trazê-las para o mercado. “<br /> Fonte: TheEconomistNewspaperandTheEconomistGroup., 2004<br />
  6. 6. Estado da Arte<br />É substituir o “paradigma da sobrevivência pelo paradigma da expansão” (Gramigna, 2007)<br />Inputs Transformation Outputs<br />Fonte: Adaptado de Robbins e Coulter (2002)<br />
  7. 7. TOP 25 – Empresas Mais Inovadoras<br />Fonte: BusinessWeek, 2009<br />
  8. 8. TOP 25 – Empresas Mais Lucrativas<br />Apenas 12% das empresas estão presentes no TOP 25 das Empresas Mais Inovadoras<br />Fonte: TheWorld&apos;sBiggestCompanies, Forbes Magazine, 2009<br />
  9. 9. Criatividade <br />Greenetal, 2007 <br />Duas Correntes de Pensamento:<br />Carvalho, 2006<br />
  10. 10. Criatividade <br />1. Utilização criativa do conhecimento gerado pelos avanços na tecnologia da informação;<br />2. Investimento no capital humano, procurando o ponto de equilíbrio entre a capacidade de produção, a geração de resultados e as necessidades individuais;<br />3. Procura incessante de oportunidades para expansão e crescimento.<br />
  11. 11. Criatividade <br />
  12. 12. Criatividade como catalisador da inovação <br />criatividade - o desenvolvimento de novos produtos, processos, sistemas e serviços; <br />inovação - o processo de transferência de uma nova ideia para o mercado; <br />empreendedorismo – ou seja, o “Know–How”, aptidões e capacidades necessárias para a realização bem sucedida do processo de inovação.<br />
  13. 13. Modelo do processo de inovação <br />Fonte: HBSP, 2003 inCropley (2006)<br />
  14. 14. Inovação nas Empresas Criativas <br />A Inovação “escondida” (NESTA, 2007)<br />As empresas criativas “induzem” inovação, mas esta está presente não na face“visível” da organização mas sim presente sob vários tipologias de inovação…<br /> …que são as mesmas ou similares às actividades que são medidas por indicadores tradicionais, mas que são excluídas das medições;<br />… sem uma grande base científica/tecnológica, tais como a inovação em formas organizacionais ou modelos de negócios; <br />… criada a partir da combinação de novas tecnologias e processos existentes;<br />… em pequena escala localmente avançadas, que ocorrem &quot;sob o radar&quot; e, portanto, são desconhecidas ou contabilizadas.<br />
  15. 15. Inovação nas Empresas Criativas <br />Segundo CIS - CommunityInnovationSurvey(CIS, 2006) organizações criativas são:<br />Mais de 1/5 das empresas criativas possuem acordos de cooperação para a inovação - quase 2X vezes mais que as outras indústrias,<br />São mais activas a proteger as suas inovações <br />- este factor poderá explicar os níveis elevados de originalidade que apresentam<br />altamente inovadoras<br />reportando 69% de actividade inovadora<br />Em Concreto:<br />
  16. 16. Inovação nas Empresas Criativas <br />Wilkinson em Greenetal, 2007 (CIS, 2006) afirma que:<br />“os resultados sugerem que as indústrias criativas são mais propensas a introduzir novos produtos e processos”.<br />A percentagem de negócios atribuídos a actividades de inovação de produtos é esmagadora (87.4%)face a inovações de produto “Novos para a empresa” e “Sem Alterações”1<br />as empresas criativas investem 52% do seu volume de negócios em novos ou produtos melhorados, em comparação com 40% noutras empresas<br />Contudo é interessante notar que:<br />
  17. 17. Inovação nas Empresas Criativas <br />Wilkinson em Greenetal, 2007 (CIS, 2006) afirma que:<br />“os resultados sugerem que as indústrias criativas são mais propensas a introduzir novos produtos e processos”.<br />A percentagem de negócios atribuídos a actividades de inovação de produtos é esmagadora (87.4%)face a inovações de produto “Novos para a empresa” e “Sem Alterações”1<br />Aparente Contradição, uma vez que existe um grande número de inovações contudo, parece não serem relevantes do ponto de vista paradigmático .<br />
  18. 18. Inovação nas Empresas Criativas <br />Modelos Conceptuais - O modelo “Olímpico”<br />Fonte: Greenetal, 2006<br />
  19. 19. Inovação nas Empresas Criativas <br /><ul><li>O modelo “Olímpico” – Aspectos mais relevantes</li></ul>Fonte: Greenetal, 2006<br />
  20. 20. Inovação nas Empresas Criativas <br /><ul><li>O modelo “Olímpico” – Aspectos mais relevantes</li></ul>Fonte: Greenetal, 2006<br />
  21. 21. Conclusão<br />A correlação entre inovação e criatividade foi demonstrada sobretudo através da evidência que empresas criativas são aquelas que apostam mais na inovação, e que sobretudo a valorizamcomo factor crítico de sucesso.<br /><ul><li>Nestas empresas constatou-se que, a inovação embora nem sempre evidente, se encontra em toda a estrutura física, de recursos e estratégica destas empresas, ainda que “escondida” dos indicadores tradicionais.</li></li></ul><li>lacunas identificadas<br />Lacunas identificadas<br />Nenhum autor refere uma co - relação directa entre inovação e criatividade.<br />Existem alguns estudos que traduzem visões específicas, mas não existem referências cientificas suficientes para que se inter-relacionem de forma a constatar a teoria da existência desta correlação.<br />
  22. 22. que metodologia seria mais adequada para o efeito<br />Metodologia a propor<br />Comprovação da correlação das empresas criativas e/ou inovadoras serem ou não necessariamente as mais lucrativas através da:<br />Definição de empresas inovadoras, empresas criativas e empresas com lucros<br />Análise estatística <br />Revisão da literatura científica (estudos publicados em revistas internacionais com referências)<br />
  23. 23. Inovação em empresas criativas<br />Luisana CarvalhoSérgio Assunção<br />Gestão da Inovação | FEP | MIETE 08010<br />05 de Junho de 2009<br />Fonte: http://www.globaldevelopmentcommons.net/files/imagecache/site_post_full/files/Light%20Bulb%20innovate.JPG<br />
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×