Leticia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Leticia

on

  • 915 views

 

Statistics

Views

Total Views
915
Views on SlideShare
915
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
6
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Leticia Presentation Transcript

  • 1. Geomorfologia
    - forças atuantes na dinâmica da Terra
  • 2.
  • 3. A geomorfologia é um conhecimento específico, sistematizado, que tem por objetivo analisar as formas do relevo, buscando compreender os processos pretéritos e atuais. Seu objeto de estudo é a superfície da crosta terrestre, apresentando uma forma específica de análise que se refere ao relevo. A análise incorpora o necessário conhecimento do jogo de forças antagônicas, sistematizadas pelas atividades tectogenéticas (endógenas) e mecanismos morfoclimáticos (exógenos), responsáveis pelas formas resultantes. As forças endógenas agem internamente e as forças exógenas agem externamente.
    Os agentes da dinâmica interna são responsáveis pela criação da estrutura do relevo .
    Por isso são chamados de agentes estruturais : o tectonismo , o vulcanismo e os abalos sísmicos ou terremotos e maremotos .
  • 4. Tectonismo : é um termo geral relativo a todos os movimentos da crosta terrestre com origem em processos tectônicos. Naqueles incluem-se a formação de bacias oceânicas, continentes, planaltos e cordilheiras. As subdivisões principais são duas:
    a orogênese que pode ser entendida como o conjunto de processos que levam à formação ou rejuvenescimento de montanhas ou cadeias de montanhas produzido principalmente pelo diastrofismo (dobramentos, falhas ou a combinação dos dois), ou seja, pela deformação compressiva da litosfera continental,
    epirogênese os movimentos da crosta terrestre cujo sentido é ascendente ou descendente, atingindo vastas áreas continentais, porém de forma lenta, inclusive ocasionando regressões e transgressões marinhas.
  • 5. Devido a atuação das forças internas da Terra , as quais são geralmente lentas e prolongadas , temos os tectonismos que afetam a superfície de forma vertical e horizontal. São chamados de dobramentos e falhamentos . Esses movimentos tectônicos são também conhecidos como diastrofismos (distorções).Dobramentos : são provocados por forças tectônicas que exercem pressão lateralmente. Ocorrem em áreas formadas por rochas sedimentares que apresentam maior plasticidade do que as rochas cristalinas.
    Falhamentos : acontecem quando as forças tectônicas agem intensamente contra as rochas cristalinas, que são mais rígidas do que as sedimentares. Essas rochas apresentam fraturas e passam a deslizar para formar os falhamentos .
  • 6. Vulcanismo : Vulcanismo é um fenômeno geológico que ocorre do interior da Terra para a superfície, quando há o extravasamento do magma em forma de lava, além de gases e fumaça. O termo vulcanismo é utilizado para designar uma série de fenômenos e elementos vulcânicos. A ciência que tem como objetivo estudar o fenômeno e também o comportamento dos vulcões é a vulcanologia, sendo que o profissional que a executa é chamado de vulcanólogo. O processo de vulcanismo é resultado das características de pressão e temperatura contidas no subsolo. Além disso, os vulcões se estabelecem, em geral, em regiões que limitam placas tectônicas, salvo o vulcanismo ligado ao ponto quente, neste caso esse processo pode ocorrer no interior de uma placa.
  • 7.
  • 8. Alguns cientistas consideram um vulcão ativo quando está em erupção ou mostra sinais de instabilidade, nomeadamente a ocorrência pouco usual de pequenos sismos ou novas emissões gasosas significativas. Outros consideram um vulcão ativo aquele que teve erupções históricas.
    Vulcões dormentes são considerados aqueles que não se encontram atualmente em atividade mas que poderão mostrar sinais de perturbação e entrar de novo em erupção.
    Os vulcões extintos são aqueles que os vulcanólogos consideram pouco provável que entrem em erupção de novo, mas não é fácil afirmar com certeza que um vulcão está realmente extinto. As caldeiras têm tempo de vida que pode chegar aos milhões de anos, logo é difícil determinar se um irá voltar ou não a entrar em erupção, pois estas podem estar dormentes por vários milhares de anos.
  • 9.
  • 10. Abalos sísmicos – terremotos e maremotos : são as vibrações propagadas pelas rochas da Litosfera sempre que as placas tectônicas se movimentam rapidamente. Quando acontecem em áreas de continente são chamados de terremotos, quando acontecem em fundo marinho, são os maremotos. Neste último caso, podem ocasionar tsunamis.
    Os abalos sísmicos mais intensos são os que acontecem nas bordas de placas tectônicas convergentes. Os terremotos e maremotos podem ocasionar conseqüências desastrosas se seu epicentro atingir áreas populosas. No mundo todo, ocorrem mais de 800.000 terremotos por dia, a maioria de pequena intensidade e atingindo áreas rurais com pouca população ou desabitadas.
  • 11. Trabalho de Geografia Professora : Nádia Carvalho Aluna : Letícia Carrijo Sossai 2º ano - E.M