• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Repositorios
 

Repositorios

on

  • 304 views

 

Statistics

Views

Total Views
304
Views on SlideShare
304
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
5
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Repositorios Repositorios Presentation Transcript

    • Repositórios: Conceito, Tecnologia e Aplicação Curso de Acesso à Informação Científica e Técnológica em SaúdeAline da Silva Alves :: aalves@fiocruz.brClea Mara Barradas :: cbarradas@icict.fiocruz.br
    • Para você, o que vem a mente quandose fala em repositório?
    • Repositório segundo o dicionário Michaelisre.po.si.tó.rioadj (lat repositoriu) Farm Próprio para conservar ou paraguardar medicamento: Frasco repositório. sm1 Lugar onde se guardam coisas; reservatório, depósito.2 Coleção de leis ou peças literárias.3 Soma de conhecimentos.4 Capela ou nicho à beira das ruas, onde fazem parada asprocissões, para realizar algumas cerimônias religiosas; passo.Fonte: http://michaelis.uol.com.br
    • Para você, o que vem a mente quando sefala em repositório de informação digital?
    • Repositório de informação digitalsegundo IBICT Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia São sistemas de informação que armazenam, preservam, divulgam e dão acesso à produção intelectual de comunidades científicas . Incentivam e gerenciam a publicação pelo pesquisador (auto-arquivamento ), utilizam tecnologia aberta e podem ser acessados por diversos provedores de serviços nacionais e internacionais.
    • Mas quando e porque surgiu o conceito derepositórios de informação digitalNa década de 90:  Crise do periódico acadêmico (custo das assinaturas);  Internet + NTIC;  Surgimento do movimento de acesso livre.Iniciativas no mundo 1991 1997 1999 2000 2001 2003 2005Criação do Scielo Convenção de IBICT - Iniciativa Declaração de Manifesto de ArXiv e Santa Fé BDTD, BOAI Bethesda Link acesso livre à outros e Open Archives SEER, Budapeste Declaração de informaçãorepositórios Initiative DSPACE) Open Access Berlim Link em C&T - Initiative IBICT Declaração de Link Salvador
    • Lembrando o conceito de Open ArchivesIniciative (OAI) . . . Compreende oferecer gratuitamente os trabalhos científicos, com a possibilidade de ler, baixar, copiar, imprimir, livre de barreiras financeiras, legais ou técnicas. (Budapest Open Access Initiative, 2001).
    • Os Repositórios nascem da perspectiva doOpen Archives Iniciative (OAI) Características ObjetivosUso de protocolos de coleta Recuperação da informação através dede metadados sistemas interoperáveis Maior agilidade na disseminação da literaturaMapeamento e registro do Descortinar a informação produzidaconhecimento visibilidadeAcesso público transparente Democratização do acesso ao conhecimento públicoPreservação Digital Armazenamento e preservação históricaSubmissão dos documentos pelos Legitimar e estimular a publicação naautores (auto depósito) instituiçãoAcesso ao documento digital (texto completo, arquivo em áudio,vídeo, etc)
    • Quais tipos de documentos podem serinseridos em um repositório?Todos desde que estejam acessíveis digitalmente.  Documentos não publicados,  Documentos já publicados,  Relatórios técnicos,  Palestras realizadas em eventos,  Imagens,  Vídeos etc...
    • Quais os formatos são recomendados paraserem inseridos nos repositório?Recomenda-se que os documentos sejam depositadosvisando sua preservação a longo prazo, utilizando formatosque poderão ser migrados ou emulados futuramente,exemplos: TIFF: utilizado para imagens digitais PDF/A: utilizado para documentos que contenham texto, gráficos e imagens, fornece especificações para a criação, a visualização e a impressão de documentos digitais para uma preservação a longo prazo AIFF: utilizado para arquivos de áudio digital
    • Tipos de Repositórios  Temáticos ou disciplinares:  Comunidades científicas  Produção intelectual de áreas do conhecimento  Institucionais:  Produção intelectual de uma instituição  Teses e dissertações;  Outros: Mais tipologias no diretório internacional de Registros de repositórios de acesso aberto - Registry of Open Access Repositories
    • Tipos de Repositórios  Temáticos ou disciplinares:  Comunidades científicas  Produção intelectual de áreas do conhecimento Acesse: http://repositorio-tematico.up.pt
    • Tipos de Repositórios  Institucionais:  Produção intelectual de uma instituição Acesse: http://www.alice.cnptia.embrapa.br
    • Tipos de Repositórios  Teses e dissertações; Acesse: http://www.repositorio.ufpa.br
    • Tipos de Repositórios  Outros: Personalides, Obras raras etc. Acesse: http://www.jobim.org/jobim
    • Tipos de Repositórios no mundoO OPENDOAR [http://www.opendoar.org] é um diretório derepositórios abertos com 2057 repositórios cadastrados.
    • Utilização de repositórios no mundo O Repositório66 [http://maps.repository66.org/] - Setembro, 2011Softwares utilizados:DSpace (816) - EPrints (370) - BEPress repository (107) - ETD-db Repository (42)- Opus (27) - Fedora (33) - Open Repository (14) - Outras tecnologias (709)
    • Os cinco países com mais repositóriosCadastrados no ROARO ROAR [http://roar.eprints.org] é um diretório de repositórios abertos com2431 repositórios cadastrados. 392 400 350 300 250 210 200 137 133 150 112 100 50 0 Fonte: O Registry of Open Access Repositories (ROAR), setembro, 2011
    • Dúvidas sobre o conceito derepositório e sua importância?Agora vamos conhecer as tecnologiasresponsáveis pela rápida disseminação dosrepositórios no mundo.
    • Já vimos que vários softwarespodem ser utilizados comorepositórios, mas vamos ver todos?Os software mais utilizados nos repositórios cadastradosno ROAR . www.dspace.org Desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) e a Hewlett Packard (HP) em Novembro de 2002 Traduzido para o português em Abril de 2003 pela Universidade do Minho
    • O Brasil segue a tendênciamundial na adoção do softwareDspace como repositórioOs software mais utilizados nos repositórios brasileiroscadastrados no ROAR .
    • Software Dspace como repositórioAlgumas Características: • A arquitetura do software é simples e eficiente; • Uso de tecnologia de ponta; • Implementado intencionalmente para servir de repositório institucional (mas permite customizações); • Direcionado para o acesso aberto a informação científica (texto completo); • Permite a configuração do processo editorial nos moldes dos periódicos tradicionais, • Inclui a possibilidade de revisão dos pares. • Possui identificador persistente (DOI), que nunca muda ou se danifica. Mais detalhes sobre os termos de distribuição do Dspace em: http://www.opensource.org/licenses/bsd-license.phphttp://www.opensource.org/licenses/bsd
    • Software Dspace - TecnologiasUtiliza um conjunto de ferramentas de códigoaberto:  Linguagem web: Java  Base de dados: PostgreSQL, MySQL  Servidor web: Apache Tomcat  Motor de pesquisa: LuceneQuem pode instalar?Qualquer pessoa pode fazer download, instalar e utilizar o software.Mas não é um processo trivialComo instalar o DSpace?IBICT - dspace.ibict.br/dmdocuments/manual_Instalacao_Dspace.pdf
    • Software DspaceArquitetura da Informação Repositório Podem ser departamentos, laboratórios, escolas ou outras unidades administrativas de uma instituição. Define suas próprias diretrizes para inserção/aprovação de conteúdos, definição de metadados e terminologia própria. (diferencial) Item - É o conjunto dos objetos digitais e seus metadados
    • Software Dspace - Auto depósito OAI OAI OAIDisseminação Fidedignidade Acessibilidade Repositório Repositório Auto Processo de Publicação depósito validação O responsável pela coleção pode aceitar ou não a submissão realizada.
    • O que são Metadados?Fonte: http://www.stf.jus.br/arquivo/sijed/05.pdf
    • O que são Metadados?Fonte: http://www.stf.jus.br/arquivo/sijed/05.pdf
    • O que são Metadados?Fonte: http://www.stf.jus.br/arquivo/sijed/05.pdf
    • Software Dspace - Metadados“informação sobre informação”.Informação sobre recursos da web, compreensível pela máquina(BERNERS-LEE, 1997)O Dspace utiliza 3 tipos de metadados: Descritivos: Responsáveis pela descrição do documento. Utiliza o Qualified Dublin Core; Possui apenas três campos obrigatórios: título, idioma, data de depósito. Administrativos: Responsáveis pela preservação, proveniência e políticas de autorização. Contemplando metadados Dublin Core como: o tamanho em bytes dos arquivos Estruturais: Responsáveis pelas informações de apresentação de um item e das relações entre as partes constituintes do item.
    • Dublin Core SimplesO Elemento de Metadados Dublin Core Simples (Core MetadataElement Set, DCMES) consiste de quinze elementos demetadados: Title Título Creator Criador Subject Assunto Description Descrição Publisher Publicador Contributor Contribuidor Date Data Type Tipo Format Formato Identifier Identificador Source Origem Language Idioma Relation Relação Coverage Abrangência Rights Direitos
    • Software DspaceIdentificadores PersistentesEsse recurso permite a pesquisa e recuperação dos arquivos em textocompleto mesmo se a localização desse documento for modificada nainternet.O Dspace ajudar a resolver este problema com a criação de identificadorespersistentes para cada item, coleção ou comunidade armazenada no sistemaatravés do CNRI Handle System - Corporation for National ResearchInitiativesComo isso funciona?Deve-se solicitar os serviços do órgão internacional CNRI Handle System paraque receber os identificadores únicos e persistentes para sua biblioteca.Exemplo: http://hdl.handle.net/numero/A cada novo documento inserido no repositório, acrescentasse umidentificador sequencial único numero/1, numero/2, numero/3, e assimsucessivamente.Dessa forma, se o endereço web do repositório mudar o acesso ao texto
    • Software Dspace - Interoperabilidade OAI – Interoperabilidade O Dspace disponibiliza seu conteúdo de forma padronizada para que outros sistemas possam se comunicar, capturando e disponibilizando seus conteúdos. Através do Protocolo Open Archives Initiative - Protocol for Metadata Harvesting (OAI-PMH). Coleta/extração dos metadados de outros repositórios previamewnte selecionados disponíveis na web (data providers) para armazenamento em seu repositórios (automático).Dados descritivos sobreo documento, o Dspace Conjunto de regras queutiliza o padrão Dublin possibilita a conexão,Core. comunicação ou transferência de dados entre dois sistemas.
    • Software Dspace - InteroperabilidadeCompatibilidade com o protocolo OAIRepositórios provedores de dados (data providers ): Possibilita queos itens registados no DSpace possam ser disponibilizados paracoleta/extração ( harvesting ) por outros sistemas que usem o mesmoprotocolo, a instituição pode ativar ou não o OAI e registar-se ou nãocomo data providers.Repositórios provedores de serviço (service provider ): Realiza acoleta/extração ( harvesting ) dos metadados de outros sistemas queusem o mesmo protocolo e esteja registada como data providers earmazena as informações coletadas em seu banco de dados.Possibilitando uma a busca integrada a diferentes
    • Software Dspace - Interoperabilidade Provedor de Serviço (Service Providers) OAI-PMH Harvesting Harvesting Provedores de Dados (Data Providers) OAI-PMH
    • Software Dspace - AplicaçãoTipos de documentos dos repositórios em DSpacebrasileiros cadastrados no Opendoar.
    • Software Dspace - AplicaçãoTipos de documentos dos repositórios em DSpacecadastrados no Opendoar.
    • ARCARepositórios - AplicaçãoRepositório Institucional (RI) da Fiocruz desenvolvido paradisseminar e preservar a produção intelectual da Fundação.O Arca tem por objetivo principal reunir e dar visibilidade àprodução técnico-científica da instituição e representa partesignificativa do esforço da pesquisa pública em saúde noBrasil.http://www.arca.fiocruz.br
    • Repositórios - AplicaçãoNa área da Saúde Nacionais • Repositório Institucional da Universidade Estadual de Ponta Grossa http://ri.uepg.br:8080/riuepg • Repositório Institucional (RI) da UFBA - Universidade Federal da Bahia http://www.repositorio.ufba.br • LUME – Repositório Digital Universidade Federal do Rio Grande do Sul http://www.lume.ufrgs.br Internacionais • China Medical University Repository, Taiwan http://ir.cmu.edu.tw/ir/ • Repositório do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca - Portugal http://repositorio.hff.min-saude.pt • Igitur Universiteitsbibliotheek - Universiteit Utrech - Alemanha http://igitur-archive.library.uu.nl
    • Software Dspace - AplicaçãoExercíciosAcesse o Repositório institucional da Fiocruz(http://www.arca.fiocruz.br) e localize objetos digitais sobre:1 - O tema “aids”;2 - A produção da pesquisadora Claudia Travassos;3 - A produção da Escola Nacional de Saúde Pública sobre o programa bolsa família;4 - A produção da Fiocruz sobre o programa bolsa família.
    • ReferênciasLEITE, Fernando Cesar Lima. Como gerenciar a visibilidade da informaçãocientífica brasileira: repositórios institucionais de acesso aberto. Brasília: Ibict,2009.REIS, Clea Mara Barradas. Otimizando a recuperação da informação emRepositórios Institucionais. 2008. 8 slides: color.RODRIGUES, Eloy. Concretizando o acesso livre à literatura científica: orepositório institucional e a política de auto-arquivo da Universidade do Minho.Disponível em:<http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/3478/1/Cadernos%2520BAD%25201%2520200505%2520rodrigues.pdf>SOUZA, Marcia Izabel Fugisawa; VENDRUSCULO, Laurimar; Mel, GEANECristina. Metadados para a descrição de recursos de informação eletrônica:utilização do padrão Dublin Core. Ci. Inf., Brasília, v. 29, n. 1, p. 93-102, jan./abr.2000YAMAOK, Eloi Juniti. Metadados e Dublin Core. Brasília: SERPRO.2007Seminário de Gestão da Informação Jurídica em espaços digitais. 2007.