• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Recursos Audiovisuais - Resumo
 

Recursos Audiovisuais - Resumo

on

  • 14,708 views

Resumo do livro "Recursos Audiovisuais nas apresentações de sucesso, de Reinaldo Polito....

Resumo do livro "Recursos Audiovisuais nas apresentações de sucesso, de Reinaldo Polito.

Demóstenes Muniz Brito
demostenes.com.br

Prof. Sandra Márcia Liger
INPG - Instituto Nacional de Pós-Graduação (www.inpg.edu.br)

Statistics

Views

Total Views
14,708
Views on SlideShare
14,706
Embed Views
2

Actions

Likes
0
Downloads
197
Comments
0

1 Embed 2

http://www.slashdocs.com 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Recursos Audiovisuais - Resumo Recursos Audiovisuais - Resumo Presentation Transcript

    • Recursos
      Audiovisuais
      nas apresentações de sucesso
      Demóstenes Muniz Brito
      MBA em Marketing 2008 - A
      Motivação & Liderança
      Prof ª Sandra Márcia Liger
    • RECURSOS
      Audiovisuais
      nas apresentações de sucesso
      Demóstenes Muniz Brito
      MBA em Marketing 2008 - A
      Motivação & Liderança
      Prof ª Sandra Márcia Liger
    • SOBRE O LIVRO
      Quando utilizar um recurso visual;
      Comparações numéricas, dados estatísticos, técnicos, científicos, conceitos e organogramas;
      Cuidados com o visual, visibilidade, precisão, eficiência e resumo do uso necessário de todo trabalho;
      Visual com tabelas, gráficos, fluxogramas e desenhos;
      Recursos visuais, material de apoio, vantagens e desvantagens de cada recurso material, como lousas, quadros de giz e branco, cartazes, flipchart, folhetos, projetor de slides e filmes, videocassete, DVD e Blu-Ray;
      Preparação e orientação do trabalho, defesa e identidade visual de cada trabalho e como melhor extrair dos recursos de multimídia.
    • RECURSOS AUDIOVISUAIS
      Imagem ilustrativa do livro “Recursos Audiovisuais” de POLITO, Reinaldo, página 16. – Figura 1
      A cada dia, obtemos mais opções de recursos audiovisuais;
      Sabendo utilizar, os recursos ampliam a compreensão de ouvintes e interessados em um conteúdo apresentado;
      No livro, você aprende e compreende as vantagens e desvantagens de cada recurso audiovisual, e não optar um único recurso como tábua de salvação para todas as apresentações a serem exibidas.
    • QUANDO USAR UM RECURSO VISUAL
      Nem sempre é necessário o uso de um recurso visual;
      Entender o recurso compatível para o tipo de cada apresentação, como não utilizar apresentações complexas sobre escala de férias, confraternização de uma empresa e informações de importância baixa, que podem ser substituídos por memorandos e comunicados internos com prioridade baixa;
      Ter senso no número de telas em uma apresentação;
      Selecionar o conteúdo relevante de cada apresentação, encurtar diálogos e assuntos dentro de um tema;
      Apresentar dados necessários, estáticos e estabelecer relacionamentos necessários de interação com o ouvinte.
    • QUANDO USAR UM RECURSO VISUAL
      Sempre realizar comparações numéricas;
      Apresentar dados estáticos e informações essenciais e relevantes para a apresentação;
      Exposição de dados técnicos, científicos e de pesquisa;
      Citar a fonte de referência, os direitos legais e autorais do material escolhido;
      Informar o lançamento de um novo produto ou serviço;
      Aumentar a retenção de informações dos ouvintes durante a fala, permitir a interação e a participação do ouvinte;
      Esclarecer conceitos, orientar o raciocínio e possibilidade e visualização de objetos;
      Permitir e colaborar com relacionamentos e compartilhamento da informação.
    • COMO PRODUZIR UM BOM VISUAL
      Utilizar o visual adequado para a circunstância, assunto ou conteúdo de exposição na apresentação;
      Visibilidade interna e externa para todos os ouvintes, confeccionando um visual de identidade ao conteúdo presente na apresentação, orientação e maneira para a exposição para o espaço adequado, diferenças de pequenos e grandes ambientes durante uma apresentação;
      Esclarecer e entender a profundo sobre o assunto:
      Clareza;
      Organização;
      Limpeza;
      Objetividade;
      Retirar tudo que for dispensável ou incompatível.
    • COMO PRODUZIR UM BOM VISUAL
      Insira um título:
      PRODUÇÃO DE VEÍCULOS
      PRODUÇÃO NACIONAL DE VEÍCULOS NOS ÚLTIMOS CINCO ANOS
      TÍTULO RECOMENDÁVEL
      TÍTULO DESACONSELHÁVEL
      Faça legendas e comentários;
      Utilize letras ligíveis, tipologia de fonte, tamanho, uso correto de textos em negrito, itálicoe sublinhado;
      Limite para a quantidade de tamanhos de letras (fontes);
      Frases curtas e poucas linhas, cores e única ideia visual.
    • TIPOS DE VISUAL
      Um trabalho visual deve ser preciso e objetivo:
      Tabelas;
      Gráfico de barras;
      Gráfico setorial;
      Gráfico de linhas;
      Mapas;
      Fluxogramas;
      Desenhos;
      Relação de itens;
      Galeria de imagens e vídeos;
      Compartilhamento do material de apoio.
    • TIPOS DE VISUAL
      Tabela:
      Com facilidade, os dados podem ser exibidos e sem maior destaque imediato, com o uso correto de uma tabela visual.
    • TIPOS DE VISUAL
      Gráficos:
      Para um trabalho de exposição rápida e comparativa, recomenda-se o uso de um gráfico;
      Existem no mercado inúmeros tipos de gráficos, seja em forma de barras verticais e horizontais, setorial (pizza ou pie); linhas, X Y, superfície, bolhas e de radares;
      Para comparar, podemos utilizar um ou mais gráficos ao mesmo tempo.
    • TIPOS DE VISUAL
      Mapas:
      Definir a localização de todas filiais de uma empresa, ou a área abrangente de um público para um produto;
      Visualizar um mapa entrega ao ouvinte a análise da área debatida, qual o tamanho e a proporção da imagem em sua apresentação.
    • TIPOS DE VISUAL
      Fluxogramas:
      Compreender uma ordem operacional para uma empresa;
      O processo de um produto ou serviço operacional, administrativo ou híbrido;
      Organizar os pontos necessários, onde cada atividade interliga-se uma a outra;
    • TIPOS DE VISUAL
      Desenhos:
      Desenho, ilustração ou fotografia. Relatar uma situação cotidiana, ilustrar uma mensagem importante, sentimento ou situação onde o desenho possui o melhor papel, para transmitir e interagir com cada ouvinte, uma informação.
    • TIPOS DE VISUAL
      Relação de itens:
      É essencial entender e ser dono do ritmo de uma apresentação;
      Organizar e respeitar orientação didática da fala, causando boa transmissão ao ouvinte sobre o assunto debatido, toda apresentação deve conter:
      Introdução;
      Preparação;
      Assunto Central;
      Conclusão.
    • RECURSOS VISUAIS MAIS IMPORTANTES
      Os recursos visuais mais importantes e utilizados:
      Projetor multimídia;
      Lousa ou quadro digital interativo;
      Quadro de giz e quadro branco;
      Cartaz;
      Flip chat;
      Folheto;
      Modelos e objetos;
      Retroprojetor;
      Projetor de originais;
      Projetor de filmes;
      Para um trabalho de exposição rápida e comparativa, recomenda-se o uso de um gráfico;
      Existem no mercado inúmeros tipos de gráficos, seja em forma de barras verticais e horizontais, setorial (pizza ou pie); linhas, X Y, superfície, bolhas e de radares;
      Para comparar, podemos utilizar um ou mais gráficos ao mesmo tempo.
    • RECURSOS VISUAIS MAIS IMPORTANTES
      Projetor multimídia:
      Uso de uma combinação de recursos audiovisuais;
      Computador de mesa ou portátil (desktop ou notebook);
      DVD player;
      Aplicações conectadas e desconectadas com a Internet;
      Armazenamento em dispositivos móveis como pen-drives, celulares e tabletes;
    • RECURSOS VISUAIS MAIS IMPORTANTES
      Dicas para o sucesso em uma apresentação:
      Evitar o uso excesso de animações, ruídos, efeitos sonoros e visuais que comprometam o desempenho da apresentação;
      Habilidade na apresentação, organização com cores e com o conteúdo, incluindo textos, imagens e vídeos;
      Garanta uma cópia de garantia, como backup;
      Testes de compatibilidade de sua apresentação no local onde será exibida a apresentação;
      Exibir rapidamente a apresentação, para visualizar eventuais falhas de sistema;
      Buscar um local claro para realizar a apresentação, evitar lugares escuros e de difícil locomoção;
    • RECURSOS VISUAIS MAIS IMPORTANTES
      Como agir durante a apresentação:
      Avise: chame a atenção dos ouvintes;
      Projete: projetar a informação pretendida;
      Olhe: olhar em direção da tela, para indicar aos ouvintes para onde deverão olhar, na apresentação;
      Comente: realizar um pequeno comentário sobre a informação, de forma que o público leia o que está sendo comentado;
      Explique: fazer a defesa do tema, de forma clara e rápida exponha as informações necessárias, para permanecer o ritmo dinâmico, com cuidado para não perder o foco na apresentação.
    • RECURSOS VISUAIS MAIS IMPORTANTES
      Lousa ou quadro digital interativo:
      Quadro pronto para o uso com o sistema touchscreen;
      Canetas digitais, para escrever, corrigir e apagar as informações;
      Alta interação com a platéia;
    • RECURSOS VISUAIS MAIS IMPORTANTES
      Quadro de giz e quadro branco:
      Recurso com baixo custo de investimento e manutenção;
      Quadros fabricados nas cores preta e posteriormente verde, com longa durabilidade.
      Permite fixar peças e material de apoio, sem comprometer uma apresentação.
      Flexível e prático, com desvantagem no consumo de tempo, para utilizar o que for necessário no quadro.
    • RECURSOS VISUAIS MAIS IMPORTANTES
      Cartazes:
      Folhetos grandes de cartolina, de fácil confecção;
      Inclusão de fotografias e imagens gráficas;
      Alta durabilidade, economia e facilidade de transporte quando os cartazes são pequenos;
      Limitação, usar pequenos cartazes para pequenos auditórios;
      Grandes cartazes são difíceis para transporte e locomoção.
    • RECURSOS VISUAIS MAIS IMPORTANTES
      Flip Chart:
      Bloco de folhas preso na parte superior, apoiado em um cavalete de três ou quatro pernas;
      Flexível e econômico;
      Limitação para pequenos auditórios e difícil legibilidade, onde pessoas possuem dificuldade para escrever no recurso;
    • RECURSOS VISUAIS MAIS IMPORTANTES
      Folhetos:
      Papéis impressos com informações sobre a apresentação;
      Recurso para ser apresentado em momento certo, com conteúdo adequado;
      Impresso que pode ser trabalhado junto ou substituído por um pen-drive ou DVD com apresentação inclusa.
    • RECURSOS VISUAIS MAIS IMPORTANTES
      Modelos e objetos:
      São excelentes os objetos e modelos quando são dimensões muito reduzidas e visualizadas em vários ambientes.;
      Permissão para toque, ofuscar a imaginação da plateia;
      Limitação para o uso em pequenos ambientes e reuniões com o número reduzido de pessoas;
    • RECURSOS VISUAIS MAIS IMPORTANTES
      Retroprojetores:
      Aparelho que trabalha com transparências em plástico;
      Ideal para apresentações com muito texto e poucas imagens;
      Desatualização, custo elevado de equipamento e dificuldade de substituição são as desvantagens do equipamento.
    • RECURSOS VISUAIS MAIS IMPORTANTES
      Projetor de Slides de 35mm, DVD e Blu-Ray:
      Visualização em qualquer ambiente, claro, escuro, aberto ou fechado, com pequeno ou grande público;
      Dinâmico, com manuseio delicado e sensível;
      Imagens e vídeos que fidelizam uma reprodução, equipamento caro e de difícil manutenção;
    • ARRANJOS DE SALAS PARA USO DE PROJETORES
      Os arranjos de salas são ideais para posicionar o orador:
      Auditório ou teatro.
    • ARRANJOS DE SALAS PARA USO DE PROJETORES
      Os arranjos de salas são ideais para posicionar o orador:
      Anfiteatro.
    • ARRANJOS DE SALAS PARA USO DE PROJETORES
      Os arranjos de salas são ideais para posicionar o orador:
      Mesa central ou conferência.
    • ARRANJOS DE SALAS PARA USO DE PROJETORES
      Os arranjos de salas são ideais para posicionar o orador:
      Sala de aula ou treinamento.
    • ARRANJOS DE SALAS PARA USO DE PROJETORES
      Os arranjos de salas são ideais para posicionar o orador:
      Tipo “U”.
    • ARRANJOS DE SALAS PARA USO DE PROJETORES
      Os arranjos de salas são ideais para posicionar o orador:
      Reunião no escritório.
    • ARRANJOS DE SALAS PARA USO DE PROJETORES
      Os arranjos de salas são ideais para posicionar o orador:
      Para projeção dupla.
    • ARRANJOS DE SALAS PARA USO DE PROJETORES
      Os arranjos de salas são ideais para posicionar o orador:
      Exemplo de arranjo desaconselhável
    • APRESENTAÇÃO POR VÍDEOCONFERÊNCIA
      Sistema que possibilita a comunicação em tempo real entre duas pontas, com o uso de som e imagem;
      Orientação para a instalação e posicionamento correto dos equipamentos, com antecedência;
      Tempo adequado, postura e orientação para não perder o foco de uma apresentação, mesmo a distância;
      Utilize o recurso, quando nenhum outro recurso for cabível ou possibilitado de realização.
    • CONCLUSÃO
      Os recursos audiovisuais ampliam o leque de ferramentas para a execução de uma apresentação;
      Quando o conteúdo é mal elaborado ou não adequado a um determinado assunto, ouvintes e plateia logo dispersam, comprometendo a apresentação;
      A pressa é desnecessária, é importante seguir ensinamentos do livro e aos poucos aproveitar o que há de melhor, em uma apresentação, gradativamente;
      É essencial responder os exercícios, na página 119 em diante;
      Um livro bom é aquele que você utiliza sempre, quando necessário, e que te ajudará no sucesso profissional e pessoal.
      FIM