Palestra Mauro Negruni - UFRGS

441 views
364 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
441
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
51
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Palestra Mauro Negruni - UFRGS

  1. 1. Mundo Contábil Digital Uma abordagem moderna sobre o SPEDwww.decisionit.com.br
  2. 2. A Decision ITA Decision IT, há mais de 15 anos, trabalha com soluçõescompletas para auxiliar as empresas no cumprimento dasobrigações fiscais e tributárias. Aliando conhecimentos deContabilidade e de TI com a vasta experiência na área fiscal,os serviços de consultoria e os softwares oferecidos estãoalinhados com as mais recentes obrigações fiscais.Grupo Técnico da Associação Brasileira de Associação das Empresas 1° a transmitir aEscrituração Fiscal Automação Brasileiras de TI Manifestação do Destinatário no Brasil
  3. 3. A Decision IT Captura da Regularidade Cadastral junto aos Fiscos Solução completa de NF-e Atender as demandas fiscais brasileiras com segurança, rapidez e precisão. Ferramenta para cálculo de Automação e produtividade tributos brasileiros para o dia-a-dia Fiscal
  4. 4. A Decision IT
  5. 5. Mauro Negruni
  6. 6. AGENDA Assuntos que serão tratados hoje! 1. Contextualização 2. Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) 3. Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) 4. Contábil Digital (ECD e EFD - IRPJ) 5. Escrituração Fiscal Digital - EFDs (ICMS/IPI, PIS/COFINS e CPRB) 6. Central de balanços - eXtensible Business Reporting Language (XBRL)
  7. 7. Contexto 1995 - 2018Desde 1995 (primeiro convênio do SINTEGRA) até 2007qual foi a Revolução em TI, na TELECOM, financeira, etc.? Carros: lançamentos de versões com Injeção Eletrônica; ou seja, o SINTEGRA foi planejando na era do carburador !!Varejos:
  8. 8. Contexto 1995 - 2018PVA EFD CONTRIBUIÇÕES ATUALMENTE: 4GB 18 milhões de linhas 4 horas
  9. 9. Contexto 1995 - 2018Quem pode prever a tecnologia de auditoria no futuro? Carregador de Celular SEM FIO!
  10. 10. Contexto 1995 - 2018Quem pode prever a tecnologia de auditoria no futuro?
  11. 11. Hoje, na Decision IT...Quem pode prever a tecnologia de auditoria no futuro?
  12. 12. Projeto SPED O projeto SPED prevê ATUALMENTE: 1. Nota Fiscal Eletrônica Mercantil e Serviços (NF-e / NFS-e) 2. Conhecimento Transporte Eletrônico (CT-e) 3. Escrituração Fiscal Digital (EFD) 4. Escrituração Contábil Digital (ECD) Federal Estadual 5. Escrituração das Contribuições 6. EFD-IRPJ em substituição ao FCONT Municipal 7. Central de Balanços (XBRL) 8. EFD Social
  13. 13. Projeto SPED Para muitas empresas, o PROJETO SPED, ainda é um assunto desconhecido. Assim, tem-se um ambiente de insegurança em relação aos dados e a forma para encaminhamento aos Fiscos. A medida mais eficaz, via de regra, é procurar ajudaespecializada. A experiência em lidar com assuntos complexos será a força propulsora para obter êxito. Alocar apenas colaboradores e fornecedores de sistemas ERP’s manterá o estado atual. A necessidade aponta para outra direção: ESPECIALISTAS QUE JÁ TRILHARAM O CAMINHO.
  14. 14. NF-e Geração, autenticação e autorização de documentos fiscais eletrônicos; Guarda eletrônica de documentos; Assinatura digital (documento a documento); Validação mínima do documento (não da operação); Segunda geração – Eventos: • Fisco estará ouvindo o remetente e destinatário.Evitar envolvimento em ilícitos e redução da concorrência desleal.
  15. 15. ECDEscrituração dos livros de registros e demonstrações contábeis de forma digital; Livro de caráter societário; Demonstrações devem estar transcritas no livro digital (previstas em lei); Pareceres dos auditores independentes; Critérios fiscais são distintos dos societários (obrigados e prazos); Partidas de TODOS os lançamentos por fato contábil; Visão fiscal será no LALUR na EFD IRPJ.
  16. 16. EFD-IRPJ EFD-IRPJ Nova obrigação para entrega 2014 sobre fatos 2013; Eliminação do FCONT e extinção do RTT; Lalur (parte A e B); Apuração do IRPJ e CSLL com extinção de DIPJ.
  17. 17. EFD Fiscal (ICMS/IPI): Escrituração de documentos que comprovam a apuração; Tem como base livros escritos em papel (1970); É substituto de obrigações múltiplas em vários estados (Sintegra, GIAs, LMC, etc.) em implantação sem prazo; Dispensado de informações de PIS/COFINS originalmente previstas.
  18. 18. EFD Contribuições (PIS/PASEP, COFINS e CRPB): Escrituração de operações; Não havia livro em papel para analogia; Será substituto do DACON quando a qualidade permitir; Novidade CPRB (desoneração da folha); Não confundir dispensa de IRPJ com C. Sociais (ainda que não gere tributo a pagar).
  19. 19. XBRL Projeto da Sociedade com apoio da RFB; Trará maior transparência para a sociedade pela uniformização de informações; Estará hospedado no SPED (não no FISCO); Projeto no âmbito do SPED suspenso (pressão gaúcha!);
  20. 20. Central de BalançosSite do SPED:“...As informações coletadas serão mantidas em um repositório e publicadasem diversos níveis de agregação. Esses dados serão utilizados para geração de estatísticas, análises nacionais e internacionais (por setor econômico, forma jurídica e porte das empresas), análises de risco creditício e estudos econômicos, contábeis e financeiros, dentre outros usos. A Central tem como objetivo a captação de dados contábeis e financeiros (notadamente as demonstrações contábeis), a agregação desses dados e a disponibilização à sociedade, em meio magnético, dos dados originais e agregados.”
  21. 21. TaxonomiaImpacto sobre as normas contábeisA taxonomia do XBRL é um conjunto de instruções que transformam os trêsmaiores relatórios da legislação brasileira em linguagem computacional. Ataxonomia coloca qualquer balanço no formato da taxonomia brasileira. Assim,mediante leitura, qualquer pessoa, independente de nacionalidade, conseguiráentender um balanço contábil brasileiro, pois estará numa linguagem simples,única, direta e clara.A taxonomia do XBRL pode ser utilizada como parte do projeto de convergênciaàs normas internacionais IFRS (International Financial Reporting Standards),facilitando a preparação dos dados a serem manuseados interna eexternamente. ...
  22. 22. Taxonomia ...O XBRL não tem a implicação no desenvolvimento de novas normas contábeis,mas serve como reforço da informação e impacta em como otimizar a produção,utilização e manutenção da informação contábil e financeira. Além disso, essatecnologia não apenas situa as atuais normas contábeis, mas também é flexível osuficiente para acomodar as futuras normas e as orientações contábeis.O CFC, mediante Portaria nº 38/10, instituiu a comissão com a finalidade de criara jurisdição do XBRL no Brasil, credenciando o Conselho Federal de Contabilidadecomo entidade junto ao XBRL internacional.Fonte: www.cfc.org.br
  23. 23. O Projeto SPED nas Empresas Então por que tanto trabalho??????
  24. 24. O Projeto SPED nas Empresas Já que temos que fazer...
  25. 25. O Projeto SPED nas EmpresasVamos lá, temos muito trabalho pela frente...
  26. 26. Mas afinal, o que devo fazer?1. Procurar pessoal especializado;2. Organizar um “comitê” na empresa onde trabalha (ou vai trabalhar) para acompanhar o SPED (projeto interno);3. Definir o escopo do projeto (por fases);4. Estabelecer o plano (cronograma, prioridades e metas factíveis à empresa);5. Avaliar os resultados periodicamente.
  27. 27. “O leão vai deixar sua empresa nua”Carlos Sussumo Oda – Receita Federal do Brasil: demonstração do poderio tecnológico.
  28. 28. Mensagem Final:Atender ao SPED não é tarefa do profissional de TI e também não é exclusiva dos contadores.O SPED exige mais do que uma tecnologia e mais do que uma assinatura: exige CONHECIMENTO! Mauro Negruni
  29. 29. Realização:• A Decision IT, buscando colaborar para o desenvolvimento do projeto SPED e dividir conhecimento para com as empresas e profissionais que vivenciam esta complexa realidade, leva a Porto Alegre um dos maiores eventos sobre SPED do Brasil.• O Fórum SPED, que já ocorre em todo o Brasil, reúne as principais referências nacionais no assunto para pensar e discutir SPED com você.• Empresários, pesquisadores, ESTUDANTES e profissionais das áreas contábil, fiscal e tributária não podem deixar de aproveitar esta oportunidade de explorar o contexto SPED.
  30. 30. Muito Obrigado! mauro@decisionit.com.br www.mauronegruni.com.br www.decisionit.com.br @decisionit www.facebook.com/decisionit

×