Apresentação Santa Cruz

252 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
252
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
12
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação Santa Cruz

  1. 1. EFD CONTRIBUIÇÕES Uma abordagem moderna de cruzamentos pela RFB considerando o atual cenário do SPEDwww.decisionit.com.br
  2. 2. A Decision ITA Decision IT, há mais de 15 anos, trabalha com soluçõescompletas para auxiliar as empresas no cumprimento dasobrigações fiscais e tributárias. Aliando conhecimentos deContabilidade e de TI com a vasta experiência na área fiscal,os serviços de consultoria e os softwares oferecidos estãoalinhados com as mais recentes obrigações fiscais.Grupo Técnico da Associação Brasileira de Associação das 1° a transmitir aEscrituração Fiscal Automação Empresas Brasileiras de Manifestação do TI Destinatário no Brasil
  3. 3. A Decision IT Captura da Regularidade Automação e produtividade Cadastral junto aos Fiscos para o dia-a-dia Fiscal Atender as demandas fiscais brasileiras com segurança, rapidez e precisão. Ferramenta para cálculo de Solução completa de NF-e tributos brasileiros
  4. 4. A Decision IT
  5. 5. Mauro Negruni
  6. 6. Âmbito do SPED O projeto SPED prevê ATUALMENTE cinco módulos: 1. Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) 2. Escrituração Fiscal Digital (EFD) Federal Estadual 3. Escrituração Contábil Digital (ECD) 4. Escrituração PIS/COFINS Municipal 5. Escrituração Contábil Fiscal (FCONT)
  7. 7. Contexto 1995 - 2018Desde 1995 (primeiro convênio do SINTEGRA) até 2007qual foi a Revolução em TI, na TELECOM, financeira, etc? Carros: lançamentos de versões com Injeção Eletrônica; ou seja, o SINTEGRA foi planejando na era do carburador !!Varejos:
  8. 8. Contexto 1995 - 2018PVA EFD CONTRIBUIÇÕES ATUALMENTE: 4GB 18 milhões de linhas 4 horas
  9. 9. Contexto 1995 - 2018Quem pode prever a tecnologia de auditoria no futuro? Carregador de Celular SEM FIO!
  10. 10. Contexto 1995 - 2018Quem pode prever a tecnologia de auditoria no futuro?
  11. 11. Hoje, na Decision IT...Quem pode prever a tecnologia de auditoria no futuro?
  12. 12. O que são Contribuições Sociais? Então por que tanto trabalho??????
  13. 13. O que são Contribuições Sociais? Já que temos que fazer...
  14. 14. O que são Contribuições Sociais?Vamos lá, temos muito trabalho pela frente...
  15. 15. Contribuições Sociais:ICMS/IPI: Ajuste SINIEF S/N 1970• Desde esta data os livros fiscais estão APTOS a serem processados por computadores;• Haviam poucos computadores, mas isso é uma outra história...
  16. 16. Contribuições Sociais:Livros Digitais:Entender a EFD ICMS/IPI foi MUITO mais fácil porquehavia uma lógica estabelecida pelo livro em papel. Para a EFD PIS/COFINS não há livro prévio em papel!
  17. 17. Cruzamentos: NF-e x EFD CONTRIBUIÇÕES1. Faturamento (CFOPs – tabela PVA)2. Aquisições (CFOPs – tabela PVA) Cumulativo x Não Cumulativo
  18. 18. Cruzamentos: EFD CONTRIBUIÇÕES x DACON Informação por item Informação por totais (Base x Alíquota) (Base x Alíquota) M A,B,C,F• Frete nova orientação (30/maio – homologação) está no blog. Confusão com o Conceito do DACON (frete como mercadoria);• É o fim da “Fábula” (Coordenação PIS/COFINS RFB).
  19. 19. Cruzamentos: EFD CONTRIBUIÇÕES x DIPJ1. Receitas;2. Aquisições (insumos e revenda). CUIDADO: com plano referencial no FCONT.
  20. 20. Estrutura – Escopo – Contexto:
  21. 21. Cruzamentos: DCTFResultados dos cruzamentos terão resultados na DCTF, óbvio.
  22. 22. Projeto SPED Para muitas empresas, o PROJETO SPED, ainda é um assunto desconhecido. Assim, tem-se um ambiente de insegurança em relação aos dados e a forma para encaminhamento aos Fiscos. A medida mais eficaz, via de regra, é procurar ajudaespecializada. A experiência em lidar com assuntos complexos será a força propulsora para obter êxito. Alocar apenas colaboradores e fornecedores de sistemas ERP’s manterá o estado atual. A necessidade aponta para outra direção: especialistas que já trilharam o caminho.
  23. 23. Mas afinal, o que devo fazer?1. Procurar ajuda especializada;2. Definir um “comitê” na empresa para acompanhar o SPED (projeto interno);3. Definir o escopo do projeto (por fases);4. Estabelecer o plano (cronograma, prioridades e metas factíveis à empresa);5. Avaliar os resultados periodicamente.
  24. 24. “O leão vai deixar sua empresa nua”Carlos Sussumo Oda – Receita Federal do Brasil: demonstração do poderio tecnológico.
  25. 25. Mensagem Final: Atender ao SPED não é tarefa do profissional de TI e também não é exclusiva dos contadores.O SPED exige mais do que uma tecnologia e mais do que uma assinatura: exige CONHECIMENTO! Mauro Negruni
  26. 26. Muito Obrigado! mauro@decisionit.com.br www.decisionit.com.br @decisionit www.facebook.com/decisionit www.mauronegruni.com.br

×