Jesus the Christ in PORTUGUESE
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

Jesus the Christ in PORTUGUESE

  • 468 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
468
On Slideshare
461
From Embeds
7
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
1
Comments
0
Likes
0

Embeds 7

http://dougsstudynotes.blogspot.com 7

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide
  • Def. por esencia o real: componentes ontológicos. Género próximo y diferencia específica. Luego objeto material y objeto formal.

Transcript

  • 1. 2 Néfi 25:26 E falamos de Cristo, regozijamo- nos em Cristo, pregamos a Cristo, profetizamos de Cristo e escrevemos de acordo com nossas profecias, para quenossos filhos saibam em que fonte procurar a remissão de seus pecados.
  • 2. 1. A unidade e continuação de sua obra em todas as épocas, mesmo a partir da pré-existência.2. O facto de sua DIVINDADE pré-mortal.3. A realidade de seu nascimento na carne como produto inerente de sua linhagem divina e mortal.4. A realidade de uma infância normal e uma missão breve.5. A realidade da sua morte e ressurreição física, em consequência da qual o poder da morte será eventualmente sobrepujado.6. A literalidade da Expiação7. A fundação da sua Igreja no Meridiano dos tempos8. A restauração do seu Sacerdócio e o restabelecimento da sua Igreja9. A certeza de seu retorno à Terra em futuro próximo como Senhor e Rei ( Jesus o Cristo pág.5)
  • 3.  E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme à nossa semelhança (…) Gen 1:26 E eu, o Senhor Deus, disse ao meu Unigênito: Eis que o homem se tornou como um de nós. PGV Moisés 4:28 Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades: tudo foi criado por ele e para ele. E ele é antes de todas as coisas e todas as coisas subsistem por ele. Colos 1:16-17 “Parecerá desnecessário ir mais além em nossas citações para substanciar a afirmação de que Jesus Cristo era Deus mesmo antes de assumir um corpo de carne.” J.C. pág. 38
  • 4. Pré-Existência dO CRISTO “O Ser conhecido entre os homens como Jesus de Nazaré… existiu com o Pai antes do nascimento na carne, e no estado preexistente, foi escolhido e ordenado para ser o único Salvador e redentor da raça humana.” p 6 DEPOIS DE SATANÁS APRESENTAR O SEU PLANO, então “… a humilde oferta de Jesus, o Primogénito – para assumir a mortalidade e viver entre os homens como Exemplo e Mestre, respeitando aO PAI explica: santidade do arbítrio do“E pela palavra de meu poder criei- homem, mas ensinando-o aas, a qual é meu Filho Unigênito que usar sabiamente essa divinaé cheio de graça e verdade.” (Moisés 1:32) herança—FOI ACEITE.
  • 5. Pré-Existência do CRISTO Jesus então disse: “Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.” Ou: “Em verdade, em verdadeAntes da sua morte, Cristo diz: vos digo que antes que“Eu glorifiquei-te na terra, tendo Abraão existisse EU SOU.consumado a obra que me deste a (isto aconteceu 1900fazer. E agora, glorifica-me tu ó Pai, anos depois dojunto de ti mesmo com a aquela nascimento de Abraão,glória que tinha contigo antes que o por isso deve referir-se àmundo existisse.” pré-existência.)
  • 6.  Depois de se juntar a Adão na criação deste mundo, Jesus tornou-se o Jeová do Velho Testamento ANTES DO SEU NASCIMENTO TERRENO. Jeová (Jesus) guiou os profetas como Amós testificou: “Certamente o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas.” 3:7 Jeová enviou o dilúvio para batizar e purificar a Terra nos dias de Noé Jeová trouxe os Jareditas para o Novo Mundo depois da Torre de Babel. Jeová conduziu Moisés e os Israelitas para fora do Egipto. Jeová conduziu a família de Leí para o Novo Mundo. Jeová visitou Neemias, Isaias, Jeremias, Ezequiel, Daniel, Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Zacarias, Malaquias, e os profetas do Livro de Mórmon antes do seu nascimento terreno.
  • 7. A realidade de seu nascimento na carne como produto inerente de sua linhagem divina e mortal. “Nascido de mãe de mortal, Ele herdara a capacidade de morrer; gerado por um Ser imortal, possuia por herança o poder de resistir à morte indefinidamente.” J.C. 22
  • 8. MARIA A MÃE DE JESUS1 Néfi 11:• 15. E eu respondi: Uma virgem mais bela e formosa que todas as outras virgens.• 16. E disse-me ele: Conheces tu a condescendência de Deus?• 18. E disse-me ele: Eis que a virgem que vês é a mãe do Filho de Deus, segundo a carne.• 19. E aconteceu que eu a vi ser arrebatada no Espírito. E depois de haver sido ela arrebatada no Espírito por um certo espaço de tempo, o anjo falou-me, dizendo: Olha!• 20. E eu olhei e tornei a ver a virgem carregando uma criança nos braços.• 21. E disse-me o anjo: Eis o Cordeiro de Deus, sim, o Filho do Pai Eterno!
  • 9. “Deus, que é quem é infinito eimortal, consentiu em descerdo Seu trono, se unir com osmortais e não infinita. Assimlevar a diante segundo carne, oMessias mortal” (The mortal messiah by McConkie Vol. I Chap 1)
  • 10. “Jesus Cristo deveria nascer de mulher mortal, mas não era descendente directo do homem mortal… Em nosso Senhor somente, foi cumprida a palavra de Deus com relação à queda de Adão, que a semente da mulher (Jesus) teria poder para sobrepujar Satanás, ferindo a cabeça da serpente.” JC 78Se os Judeus estivessem no poder na altura do Nascimentode Jesus Cristo, Ele, Jesus Cristo, teria sido o Rei dosJudeus através da linhagem de sua Mãe, Maria e/ou pelalinhagem do homem que todos pensavam ser Seu pai,José. Eles eram primos e eram herdeiros reais da Casa deDavid.
  • 11.  D & C 93: 11 E eu, João, testifico que contemplei sua glória, como a glória do Unigênito do Pai, cheio de graça e verdade, sim, o Espírito da verdade, que veio e habitou na carne e habitou entre nós. 12 E eu, João, vi que no princípio ele não recebeu da plenitude, mas recebeu graça por graça; 13 E a princípio não recebeu da plenitude, mas continuou de graça em graça, até receber a plenitude; 14 E assim foi chamado de Filho de Deus, porque não recebeu da plenitude no princípio. 15 E eu, João, testifico e eis que se abriram os céus e o Espírito Santo desceu sobre ele, na forma de uma pomba, e pousou nele; e do céu ouviu-se uma voz que dizia: Este é meu Filho amado. 16 E eu, João, testifico que ele recebeu a plenitude da glória do Pai; 17 E recebeu todo o poder, tanto nos céus como na Terra; e a glória do Pai estava com ele, porque ele habitava nele.
  • 12.  Lucas 2:40 E o menino crescia, e se fortalecia em espirito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele. Aos 12, seus pais encontraram-no no templo, sentado entre os doutores… “todos os que o ouviam admiravam a sua inteligência e respostas.” Lucas 2:46-47 52 E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens.
  • 13. Isaías 53 2 Porque [Ele] foi subindo como renovo perante ele, e como raiz duma terra seca; não tinha parecer nem formusura ; e, olhando nós para ele, nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos. 3 Era desprezado, e o mais indigno entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos: e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum. 4 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. 5 Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniquidades: o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
  • 14.  “O Seu advento (nascimento) determinou uma nova ordem no contar dos anos; e, por consentimento comum, os séculos anteriores a Seu nascimento passaram a ser contados em sentido contrário, partindo do acontecimento pivot e são designados de acordo.” JC p.2 “Todas as ocorrências que fazem história—são narradas em todo o mundo cristão, fazendo-se referencia ao ano antes ou depois do nascimento de Jesus Cristo.” JCp2 NÃO APENAS no VELHO MUNDO mas TAMBÉM no NOVO MUNDO.
  • 15. http://sonofmanproject.com
  • 16.  Ele levantou os mortos (Lázaro, a Filha de Jairo e o Filho da Viúva.) Ele jejuou e orou para se preparar para a sua missão de 3 anos e depois foi para o meio do povo. Muitas vezes alimentou física e espiritualmente os seus discípulos. Ele ensinou na rua, nas sinagogas, nos montes, junto ao poço, junto ao mar, em barcos, nas cidades e onde as pessoas habitavam. Foi honrado por estranhos e rejeitado pelos seus. Foi baptizado aos 30, por alguém que possuía autoridade, por imersão. Neste momento, Deus o Pai apareceu para confirmar e aprovar o acto, depois do qual recebeu o Espírito Santo.
  • 17.  Curou os doentes e fez andar os coxos. Contendeu com Lúcifer e expulsou demónios. Abençoava as criancinhas onde quer que fosse. Chamou 12 apóstolos e organizou uma Igreja. “Ensinou como tendo autoridade e não como os escribas.” Lavou os pés dos Apóstolos e deu-lhes ordenanças e o sacramento. Foi transfigurado com Pedro, Tiago e João para prepará-los para a liderança do sacerdócio. Viveu a vida perfeita. Mostrou a forma de andar na luz. Ensinou-nos a orar, pedir, buscar, bater. Deu o exemplo perfeito.
  • 18. 1. Ao ser o único HOMEM sem pecado.2. Ao ser o Unigénito do Pai e portanto o único Ser nascido na terra possuindo na sua plenitude os atributos da Deidade (capacidade para resistir à morte) assim como os da humanidade;3. Ao ser aquele que tinha sido escolhido nos céus e preordenado para realizar este serviço.Que outro homem houve sem pecado e, portanto, completamente isento do dominio de Satanás e a quem a morte, salário do pecado, não foi naturalmente devida? JC 21
  • 19. LEIS EXISTEM HOMENS PECAMA Uma leiliteralidade quebradada expiação requer querealizada alguém sofrapor Ele uma punição BENÇÃO PENALIDADE A JUSTIÇA É SATISFEITA PELO SOFRIMENTO E SACRIFÍCIO DE JESUS CRISTO, se ACEITARMOS SEU SACRIFICIO
  • 20. IMORTALIDADE: O que é? VIDA APÓS A MORTE—A reunião de Corpo e Espírito, um dom gratuito dado a toda a humanidade por Jesus CristoVIDA ETERNA: O que é? EXALTAÇÃO COM O PAI, O FILHO e nosso conjuge e famílias depois da Ressurreição e Julgamento Final.
  • 21. JESUS CRISTO CONCORDOU EM PAGAR O PREÇO DE NOSSOS PECADOS pelo SEU SOFRIMENTO SE TOMARMOS SOBRE NÓS O SEU NOME E SE GUARDARMOS OS SEUS MANDAMENTOSA DÍVIDA ou PUNIÇÃO éassim paga por Jesus Cristo D & C 19: 15 Portanto (Eu) ordeno que te arrependas—arrepende-te, para que eu não te fira com a vara de minha boca e com minha ira e com minha cólera e teus sofrimentos sejam dolorosos—quão dolorosos tu não sabes, quão intensos tu não sabes, sim, quão difíceis de suportar tu não sabes. 16 Pois eis que eu, Deus, sofri essas coisas por todos, para que não precisem sofrer caso se arrependam; 17 Mas se não se arrependerem, terão que sofrer assim como eu sofri; 18 Sofrimento que fez com que eu, Deus, o mais grandioso de todos, tremesse de dor e sangrasse por todos os poros; e sofresse, tanto no corpo como no espírito—e (Eu) desejasse não ter de beber a amarga taça e recuar—
  • 22. JUSTIÇA: E ele (Jesus) seguirá, sofrendo dores e aflicções e tentaçõesde toda espécie; e isto para que se cumpra a palavra que diz que eletomará sobre si as dores e as enfermidades de seu povo. E tomará sobresi a morte, para soltar as ligaduras da morte que prendem o seu povo; etomará sobre si as suas enfermidades, para que se lhe encham demisericórdia as entranhas, segundo a carne, para que saiba, segundo acarne, como socorrer seu povo, de acordo com suas enfermidades. Ora,o Espírito sabe todas as coisas; não obstante, o Filho de Deus padecesegundo a carne para tomar sobre si os pecados de seu povo, paraapagar-lhes as transgressões, de acordo com seu poder de libertação; eeis que agora este é o testemunho que está em mim. Alma 7:11-13MISERICÓRDIA:2 Néfi 25:23 Pois sabemos que é pela graça que somos salvos, depois detudo o que pudermos fazer.
  • 23. Jesus Cristo no Getsêmani
  • 24. Marcos 14 diz “A minha alma estáprofundamente triste até a morte”Jesus disse:“ A minha alma está profundamente triste até amorte; ficai aqui, e vigiai.”E ele prostrou-se , e orou … “Aba, Pai, todas ascoisas te são possíveis; afasta de mim este cálice;não seja, porém, o que eu quero, mas o que tuqueres.” 34-36O senhor clamou na cruz: "Meu Deus, meuDeus, porque me abandonaste?“ Matheus 27:46Quando a expiação de Cristo foi aceite, o nossoRedenter orou; Pai, nas tuas mãos entrego omeu espírito.Lucas 23:46
  • 25. James D. Talmadge James E. Talmadge afirma sobre Cristo na Cruz:“acredita que o Senhor Jesus “Percebendo plenamentemorreu de rompimento de que não estava maiscoração. O salmista cantou abandonado, mas que Seudolorosamente de acordo sacrificio expiatório haviacom inspiração prevista da sido aceite pelo Pai, e quepaixão do Senhor:” Sua missão na carne tinha sido sido levada a uma“Afrontas me quebrantaram gloriosa consumação,o coração, e estou exclamou num alto brado defraquíssimo: esperei por tiunfo santo: ESTÁalguém que tivesse CONSUMADO”. Comcompaixão, mas não houve reverência, resignação enenhum; e por alívio, dirigiu-Se ao Pai,consoladores, mas não os dizendo: Pai, nas tuas mãosachei. Deram-me fel por entrego o meu espírito.mantimento e na minha Curvou a cabeça esede me deram a beber voluntáriamente entregouvinagre.” Salmos 69:20, 21 Sua vida. JC 639
  • 26.  O Anjo, disse às mulheres que estavam no sepulcro: “ Não tenhais medo; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui, porque já resuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o senhor jazia. Ide pois, imediatamente, e dizei aos seus discípulos que já resuscitou dos mortos. E eis que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis. Eis que eu vo-lo tenho dito.” Mateus 28:5-7Pedro e João vieram até ao sepulcro e não o encontraram:“Porque ainda não sabiam a escritura: que era necessárioque ressuscitasse dos mortos.” ATÉ os apóstolos nãocompreendiam ou acreditavam na ressurreição.
  • 27.  Enquanto ainda estava vivo, Jesus testificou: “Na verdade, na verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão. Porque como o Pai tem a vida em si mesmo, assim deu também ao filho ter vida em si mesmo. E deu-lhe o poder de exercer o juízo, porque é o Filho do homem. Não vos maravilheis disto; porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz. E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação. João 5:25-29 O trabalho missionário entre os mortos foi inaugurado por Cristo; quem entre nós poderá duvidar que foi continuado por Seus servos autorizados. J o C 675
  • 28. Depois de tudo o que Cristo lhes havia ensinadoa respeito de Sua ressurreição de entre osmortos no terceiro dia, os apóstolos não eramcapazes de aceitar a realidade da ocorrência;para suas mentes, a ressurreição era um eventomisterioso e remoto, não uma possibilidadeactual. Jesus o Cristo 660 Aparições Registadas de Jesus Cristo. J C 699 1. A Maria Madalena junto ao sepulcro 2. A outras mulheres, entre o sepulcro e Jerusalém 3. A dois discipulos no caminh0 para Emaús 4. A Pedro perto de Jerusalém 5. A 10 apóstolos em Jerusalém 6. A 11 apóstolos em Jerusalém 7. Aos apóstolos no Mar de Tiberíades 8. Aos 11 apóstolos –monte na Galiléia 9. A 500 irmãos de uma só vez perto da Galiléia 10. A Tiago 11. Aos 11 apóstolos na altura da ascenção no Monte das Oliveiras, perto de Betânia
  • 29. Durante a primeira semana de Abril, no ano trigésimo quarto, levantou-se uma tempestade no Novo Mundo e ouviu-se uma voz que disse: “Eisque sou Jesus Cristo, o Filho de Deus. Eu criei os céus e a Terra e todasas coisas que neles há. Eu estava com o Pai desde o princípio.“Eis que por eles dei a vida e tornei a tomá-la; portanto, arrependei-vose vinde a mim ó vós confins da Terra, e salvai-vos!”Cristo havia ressuscitado, e após Ele, muitos dos justos falecidos nocontinente ocidental levantaram-se do túmulo, e apareceram comoseres ressurrectos e imortalizados entre os sobreviventes da destruiçãoque atingira a terra; como na Judeia, muitos dos santos tinham sidoressuscitados imediatamente após a ressurreição de Cristo.” JC 701
  • 30. “Cerca de um mês e meio ou mais depois dos eventos acimaconsiderados (a voz do Senhor aos Nefitas), uma grande multidão denefitas havia-se reunido no templo na Terra chamada Abundância, (…)ouviram um som como de uma Voz, vindo do alto.Eis aqui meu Filho Amado, em quem me comprazo e em quemglorifiquei meu nome ouvi-o” JC 702Jesus apareceu aos Nefitas na Terra da Abundância e disse: Eis que eusou Jesus Cristo, cuja vinda ao mundo foi anunciada pelosprofetas. E eis que eu sou a luz e a vida do mundo; e bebida taça amarga que o Pai me deu e glofiquei o Pai, tomandosobre mim os pecados do mundo, no que me submeti àvontade so Pai em todas as coisas, desde o princípio.”Jesus Cristo fez visitas semelhantes às suas OUTRASOVELHAS.
  • 31. Assim, um dom de JesusCristo a toda a humanidade. A ressurreição consiste na reunião do corpo espiritual com o corpo físico, de carne e ossos, para jamais se separar . A ressurreição virá a todos, por causa da vitória de Cristo sobre a morte. Jesus Cristo tinha poder Jesus Cristo foi o primeiro que ressuscitou sobre a morte que na Terra. resultava do facto de ser filho de um Pai que já era Outros foram trazidos de volta à vida, mas imortal. Jesus submeteu a foram restaurados para a mortalidade, ao sua própria morte. Ele passo que a ressurreição significa tornar-se poderia ter ficado vivo imortal, sem sangue, mas com um corpo de indefinidamente. carne e osso. Bible Dict. 761
  • 32.  Apareceu ao jovem rapaz , Joseph Smith, no bosque. Jesus Cristo enviou João Baptista para restaurar o Sacerdócio Aarónico, e depois Pedro, Tiago e João para restaurar o Sacerdócio de Melquisedeque. Jesus Cristo enviou Moróni para revelar o Livro de Mórmon. Jesus Cristo apareceu a Joseph e Oliver no templo de Kirtland e restaurou as chaves da coligação de Israel por intermédio de Moisés, a pregação do evangelho de Abraão através de Elias e as chaves seladoras para voltar o coração dos pais para os filhos e dos filhos para os pais através de Elias, o profeta. Jesus autorizou a organização da Igreja de Jesus Cristo com uma primeira presidencia e quórum de 12 apóstolos, setentas, bispos etc. Jesus Cristo restaurou a PLENITUDE DO EVANGELHO
  • 33.  Convida Conforta Responde Exorta Ama Chora Está preocupado com os pecados da humanidade Está cheio de alegria E que nos dá uma razão para sentir Alegria Recebe todos os que vierem a Ele. Pleiteia pacientemente com o Pai, em nome de todos aqueles que se tornaram santos, pelo seu sangue expiatório. É um amigo verdadeiro e misericordioso, quer escolhamos ser seus amigos ou não. Visita os que acreditam nele. Cura aqueles que choram com o pensamento de estarem separados Dele. Toca, é tocado, e dá poder. Se lembra de todos os seus convênios e mantém todas as suas promessas. É todo-poderoso, julga o mundo e vence os iníquos
  • 34. ELE É:O SalvadorO Autor da Vida Eterna e ExaltaçãoO RedentorO Autor da RessurreiçãoO Capitão da nossa Salvação, o Apóstolo e sumo-sacerdote de nossa féO Senhor e Dador da VidaA LuzA PalavraO MediadorO Jeová, Adonai ou senhor, YahvehO Deus de Abraão, Isaque e JacóO UngidoO Filho Unigênito na carneO Primogénito no EspiritoO Rei dos Reis e o Senhor dos SenhoresO CriadorO Grande Eu Sou
  • 35. 1. Esta Terra e a promessa que viria e pagaria o preço de nossos pecados.2. Um exemplo do caminho que os homens devem seguir.3. Profetas, apóstolos, revelação, as escrituras, e as Suas palavras para nos guiar.4. Ele, então, sofreu por cada pecado, dor, aflição, tentação, doença, enfermidade e transgressão ... cumprindo assim as exigências da justiça5. Deu a sua vida para que a ressurreição após a morte fosse possível, que é a definição de imortalidade.6. Ele pleiteia o nosso caso perante Deus o Pai, e então é pela Sua graça que Ele compõe o que falta no necessário para nos levar para o trono de Deus, o Pai.
  • 36. Ele veio à terra nos nossos diaspara restaurar a sua Igreja.Ele visitou o jovem Joseph nobosque.Ele visitou Joseph e Oliver noTemplo de Kirtland
  • 37. ELE FEZ TANTO POR NÓS, FAÇAMOS ALGO POR ELE E falamos de Cristo, regozijamo-nos em Cristo, pregamos a Cristo, profetizamos de Cristo eescrevemos de acordo com nossasprofecias, para que nossos filhos saibam em que fonte procurar a remissão de seus pecados.