Your SlideShare is downloading. ×
Era vargas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Era vargas

1,263
views

Published on


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,263
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
42
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. A Revolução de 1930Fatores:Externo A Grande DepressãoInterno A Quebra da política do café-com-leiteWashington Luís indica Júlio Prestes como o seu sucessor Formação da Aliança Liberal (MG, RS e PB)Pres. Getúlio Vargas e João Pessoa como vice. O Assassinato de João Pessoa“Façamos a revolução antes que o povo a faça!” Antônio Carlos de Andrada – Presidente de MG.
  • 2. A Era Vargas (1930 – 1945): Governo Provisório (1930 – 1934). ERA Governo Constitucional (1934 – 1937). VARGAS Estado Novo (1937 – 1945). Populismo:fenômeno típico da América Latina, onde um líder se GETÚLIO mostra como representante dos anseios populares e nacionais, colocando-se acima e como mediador das classes sociais, VARGAS promovendo a intervenção do Estado na economia através de um nacionalismo econômico. É um fenômeno de manipulação das massas populares. Getúlio Vargas = Brasil.Pai dos Pobres ou Juan D. Perón = Argentina. Mãe dos Ricos?
  • 3. Governo Provisório (1930 – 1934):Nomeação de interventores federais para os estadosCriação do Ministério do Trabalho, Indústria e ComércioPromulgação de “Leis Trabalhistas”;Criação da Justiça do Trabalho.Publicação do Código Eleitoral (instituindo o voto secreto e o voto feminino);Compra e queima de 78 milhões de sacas de café e proibição de novas plantações doproduto para reduzir a oferta;Criação do Departamento Nacional do Café e o Instituto do Açúcar e do Álcool;Editado o Código de Minas e das Águas (Nacionalização);
  • 4. Governo Provisório: Revolução Constitucionalista de São Paulo em 1932:  Movimento liderado pela oligarquia paulista com o objetivode destituir Vagas do poder e convocar uma assembléia Constituintepara elaborar ~uma nova Constituição para o Brasil.A nomeação do interventor pernambucano João Alberto, precipitou arevolução.O movimento MMDC.após três meses de combates as tropas legalistas vencem e GetúlioVargas convoca uma Assembléia Constituinte.
  • 5. GOVERNO CONSTITUCIONAL (1934 – 1937): Constituição de 1934:Terceira constituição do Brasil e segunda da República.Promulgada;Federação, Presidencialismo e Três Poderes (executivo, Legislativo e Judiciário);Criação da Justiça Eleitoral;Criação de uma Legislação Trabalhista (salário mínimo , jornada de trabalhode oito horas diárias, descanso semanal aos domingos, férias anuais remuneradas,indenização por demissão sem justa causa, regulamentação do trabalho infantil efeminino e direito a aposentadoria);Extinção do cargo de vice-presidente da República;Anistia de todos os presos políticos do país;Mandato presidencial de quatro anos;Direito presidencial de decretar estado de sítio por trinta dias;Elegeu, indiretamente, Getúlio Vargas para a Presidência da República.
  • 6. História GOVERNO CONSTITUCIONAL (1934-1937): Polarização Ideológica: AIB ANL Ação Integralista Brasileira. Aliança Nacional Libertadora. Nazi-Fascista. Socialista-comunista. Líder: Plínio Salgado Líder: Luís Carlos Prestes “Deus, Pátria e Família” (O Cavaleiro da Esperança) Saudação: anauê Organizada pelo PCB Os Camisas Verdes. Financiada pela URSS (InternacionalComunista). Sigma: letra do alfabeto grego (Σ) correspondente ao “s” latino, Os membros da ANL eram denominados símbolo matemático do Aliancistas (sociais-democratas, socialistas, somatório. comunistas e anarquistas) e pregavam a nacionalização das empresas estrangeiras, o não Anauê: em língua tupi, “você é pagamento da dívida externa brasileira, a meu parente”. reforma agrária e a garantia das liberdades industriais.
  • 7. GOVERNO CONSTITUCIONAL:Intentona Comunista (1935): militares ligados a ANL em Natal, Recife e no Rio deJaneiro, tentam tomar o poder, o movimento é rapidamente derrotado. É criado o Tribunal de Segurança Nacional, que em 1937 condena Luís CarlosPrestes (que passa quase nove anos em uma solitária, até ser libertado em 1945, com aanistia política) e dá início a repressão política. Utilizando como pretexto o radicalismo político da esquerda, o governonotificou que o serviço secreto do Exército descobrira o Plano Cohen, plano fictícioatribuído aos comunistas que pretendiam tomar o poder no Brasil. Em nome do combate ao “perigo comunista”, Vargas decreta estado de guerra,fecha o Congresso Nacional e instaura a ditadura.
  • 8. ESTADO NOVO (1937 – 1945): Ditadura de Getúlio Vargas. Constituição de 1937: Quarta Constituição do Brasil e terceira republicana.Baseada na constituição fascista da Polônia (polaca);Outorgada;Extinção dos partidos políticos;Supressão da federação e de todos os hinos, bandeiras, escudos e armas estaduais emunicipais (Estado Unitário);O Executivo Federal (Presidência da República) de modificar a constituição e governar pordecretos;Proibição de greves e controle dos sindicatos pelo Estado (sindicatos pelegos) e impostosindical obrigatório.Fim da liberdade de imprensa e expressão.
  • 9. ESTADO NOVO:A Intentona Integralista (1938): a princípio os Integralistas apoiaram o golpe varguista,porém afastados do poder e com o partido na ilegalidade, membros da AIB invadem opalácio presidencial para assassinar Getúlio Vargas. São rapidamente derrotados e presos.Criação do Dasp (Departamento Administrativo do Serviço Público), corpo de burocrataspara supervisionar os interventores nas Unidades Administrativas e reestruturar aadministração pública, tornando-se “cabides de empregos” para “apadrinhados”.Criação do DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda), órgão responsável pelacensura e propaganda do Estado Novo (criação da Hora do Brasil, depois A Voz do Brasil).A CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), baseada na “Carta del Lavoro” do FascismoItaliano. Durante o Estado Novo a repressãoCriação do Senai e do Sesi. coube ao DOPS (Departamento de Ordem Pública e Social) e PelaCriação do Conselho Nacional do Petróleo. Polícia Especial comandada porCompanhia Vale do Rio Doce em MG. Filinto Müller.Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda – Industria de Base.
  • 10. ESTADO NOVO: O Estado Novo Varguista manteve uma política ambígua em relação ao Eixo e osAliados (“o Brasil só entra na guerra se a cobra fumar”), porém os estadunidenses,pretendendo utilizar bases no NE para atingir o norte da África, concederam crédito inicial,tecnologia e mão-de-obra especializada para a construção da CSN. O Brasil declara guerra ao Eixo(agosto de 1942): envio da FEB (“os pracinhas”) eda FAB em 1944.A OAB e líderes liberais de MG em Belo Horizonte(Manifesto dos Mineiros),manifestam-se contra a ditadura. A vitória dos Aliados demonstrou a contradição no Brasil: brasileiros lutaramcontra ditaduras no exterior quando tínhamos uma no país. Getúlio Vargas anistiou presos políticos, reatou relações com a URSS, marcoueleições para o fim de 1945 e permitiu a volta de partidos políticos (UDN, PSD, PTB, PCBe PRP). O Queremismo: surgiu da união entre trabalhistas e comunista, com o apoio de LuísCarlos Prestes. O movimento surgiu do slogan do PTB: “queremos Getúlio”. Temendo a aproximação de Vargas com a esquerda, o Exército depõe GetúlioVargas em outubro de 1945.
  • 11. A REPÚBLICA LIBERAL - POPULISTA (1946 – 1964): Eurico Dutra – PSD (1946 – 1951):Eleito com o apoio do PTB e de Getúlio Vargas: “Ele disse: para presidente voteDutra”.Constituição de 1946:Quinta constituição do Brasil e quarta da República;Promulgada;República Federativa;Presidencialismo (com mandato presidencial de cinco anos);Independência entre os três Poderes;Autonomia estadual e municipal;Voto universal e obrigatório para alfabetizados maiores de 18 anos;Votação para Presidente e Vice-Presidente;Liberal e redemocratizante.
  • 12. Eurico Dutra:Alinhamento do Brasil aos EUA no contexto da Guerra Fria (Imperialismo Cultural);Rompimento das Relações Diplomáticas com a URSS;Fechamento do PCB;Os políticos do PCB são cassados;Aumento das importações e Déficit Comercial;Aumento do custo de vida;Proibição de greves e intervenção em sindicatos;Plano Salte (saúde, alimentos, transporte e energia); Pavimentação asfáltica Rio-São Paulo (Via Dutra).Proibição do jogo do bicho e fechamento dos cassinos;
  • 13. História Euclides A REPÚBLICA LIBERAL - POPULISTA: Getúlio Vargas – PTB (1951 – 1954): Política econômica nacionalista e intervencionista. Plano Lafer (Horácio Lafer): estímulo a industria de base (Plano Qüinqüenal); Criação do BNDE (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico); Campanha “O petróleo é nosso”, com o apoio de Monteiro Lobato , que culminou em 1953 com a criação da Petrobrás; Aumento de 100% do salário mínimo, concedido pelo Ministro do Trabalho João Goulart; Empresários nacionais, associados ao capitais internacionais, financiaram a oposição ao governo através da UDN e do seu líder e governador da Guanabara Carlos Lacerda (dono da Tribuna da Imprensa); Atentado a Carlos Lacerda (rua Toneleros, Copacabana no Rio de Janeiro); Suicídio de Getúlio Vargas (24 de agosto de 1954). Carta Testamento: “...saio da vida para entrar na História.”; Carlos Lacerda foge para Portugal; Assumem: Café Filho (vice-presidente), Carlos Luz (presidente da Câmara dos Deputados) e Nereu Ramos (presidente do Senado).
  • 14. A REPÚBLICA LIBERAL - POPULISTA:Tentativa de golpe dos udenistas (com o apoio de Carlos Luz), que tentam impedir a possede JK e Jango, acusando-os de “comunistas”e não terem conseguido a maioria absoluta devotos, com o apoio de oficiais da Aeronáutica sediados em Samtarém (PA). A tentativa degolpe foi desarticulada pelo general Henrique Teixeira Lot (Ministro da Guerra). Juscelino Kubitschek – PSD (1955 – 1961):JK o presidente Bossa Nova”;Anistia aos envolvidos ns tentativa de golpe;Plano de Metas: “50 anos de desenvolvimento em 5 de governo”;Interiorização do desenvolvimento. Empréstimos e investimentos estrangeiros. O Plano de Metas previa investimentos em: energia, transporte, alimentaçãoindustria de base e educação.Política econômica modernizadora e desnacionalizadora, criticava os oposicionistas;Construção de Brasília (Oscar Niemeyer e Lúcio Costa), construída pelos candangos;
  • 15. A REPÚBLICA LIBERAL - POPULISTA: Juscelino Kubitschek:Instalação de industrias de bens duráveis, principalmente multinacionais automobilísticas;No final do governo JK, o país teve um aumento considerável da dívida externa e dainflação (superinflação), o que provocou o aumento do custo de vida e poder aquisitivo dosalário mínimo caiu consideravelmente;Criação da SUDENE (Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste);Concentração de industrias em SP, Rio e MG.Início do processo de sucateamento das ferrovias brasileiras, pois o governo federalpassou a investir somente em rodovias, satisfazendo os interesse das multinacionaisautomobilísticas;O aumento da inflação do custo de vida e da dívida externa, levou o governo a rompercom o FMI e a decretar moratória.
  • 16. A REPÚBLICA LIBERAL - POPULISTA: Jânio Quadros – PTN (1961):Eleito com o apoio da UDN: “Jânio Quadros é a UDN de porre!”;Teve como símbolo de campanha a “vassourinha” que varreria a corrupção daadministração pública;Adoção do câmbio flutuante;Manteve uma política externa independente:Reatou relações diplomáticas com a URSS e China Popular.Condecorou o ministro cubano, o médico argentino e líder revolucionário de esquerda,Ernesto “Che” Guevara, com a comenda da Ordem do Cruzeiro do Sul.A UDN rompe com o Governo e Carlos Lacerda, em rede de TV, acusa Jânio de abrir asportas do Brasil ao “comunismo internacional”;Sem apoio Jânio Quadros renuncia(26 de Agosto de 1961): “...forças terríveislevantaram-se contra mim e me intrigam ou infamam... A mim não falta a coragem darenúncia.”
  • 17. A REPÚBLICA LIBERAL - POPULISTA:Com a renúncia de Jânio, deveria assumir o vice-presidente. Jango estava em visita oficiala China Popular e era considerado pelos grupos reacionários, simpatizante do comunismo.Setores ligados ao grande capital nacional e internacional, com o apoio de parte das ForçasArmadas tentaram impedir a posse de Goulart, quando eclodiu em Porto Alegre, depois seespalhando pelo RS e Brasil, o Movimento da Legalidade, liderado pelo governador LeonelBrizola (com o apoio do III Exército), que exigia o cumprimento da constituição e a posse deJoão Goulart. João Goulart – PTB (1961 - 1964):Adoção do sistema Parlamentarista, que deveria ser referendado por um plebiscito, tendocomo Primeiro Ministro Tancredo Neves;Realização do plebiscito (6 de janeiro de 1963): de um total de 12 milhões de votos, quase10 milhões de cidadãos votaram contra o parlamentarismo;Governo nacionalista e política externa independente;Plano Trienal de Desenvolvimento Econômico e Social:Buscar melhor distribuição das riquezas, atacando os latifúndios improdutivos.Encampar as refinarias particulares de petróleo.Reduzir a dívida externa brasileira.Diminuir a inflação, mantendo o crescimento econômico.
  • 18. A REPÚBLICA LIBERAL - POPULISTA: João Goulart – PTB (1961 - 1964):Comício da Central do Brasil no Rio de Janeiro (com a presença de 300 mil pessoas).Jango anuncia um conjunto de medidas denominadas de Reformas de Base:Reforma Agrária; Quando Jango chegou a Porto Alegre, LeonelReforma Urbana; Brizola, de fuzil na mão, já organizava aReforma Educacional; resistência, forçando o governador do RS,Reforma Eleitoral; Ildo Meneghetti, a fugir para Passo Fundo,Reforma Tributária. para onde transferiu a capital do estado eLei de remessas de lucro para o exterior. instaurou o seu governo. Os trabalhadores começaram greves para pressionar os deputados e senadores aaprovarem as reformas, as classes dominantes, em oposição, organizavam ,em várias cidades,as Marchas com Deus pela Liberdade, em São Paulo a Marcha teve como uma de suaslíderes a socialite Hebe Camargo. Em 31 de março de 1964 começou o Golpe Militar em MG (gal Olímpio MourãoFilho, apoiado pelo governador Magalhães Pinto), que recebeu a adesão de unidades no RS,SP e GB. Em 1 de abril Jango deixou Brasília e rumou para Porto Alegre, onde Brizola, como apoio da BM, tentou convence-lo inutilmente a resistir, ambos fugiram para o Uruguai.O Golpe Militar no Brasil contou com o apoio dos EUA (Operação Brother Sam).
  • 19. A DITADURA MILITAR (1964 – 1985): Com a deposição de João Goulart, assumiu a presidência Ranieri Mazzilli(presidente da Câmara dos Deputados). Em 9 de abril de 1964 foi decretado o AI-1 (AtoInstitucional n° 1) que estabelecia eleições indiretas para o próximo Presidente da Repúblicae dava ao Executivo Federal, durante seis meses, poderes para cassar mandatos, suspenderdireitos políticos, modificar a constituição e decretar o estado de sítio. No dia 10 de abril, pressionado, o Congresso Nacional elegeu o marechalHumberto de Alencar Castelo Branco, que assumiu a presidência no dia 15 do mesmo mês. Ato Institucional: conjunto Castelo Branco (1964 – 1967): de normas superiores, baixadas pelo governo, queRevogou a lei de remessas de lucro para o exterior; se sobrepunham a própriaRompimento das relações diplomáticas com Cuba; Constituição Federal.Adoção do Paeg (Programa de Ação Econômica do Governo):Roberto Campos (Min do Planejamento) e Otávio Gouveia Bulhões (Min da Fazenda).Combate à inflação.Redução dos salários. Estado de sítio: suspensão temporária dos direitos eFavorecimento da entrada no país de capital estrangeiro. garantias individuaisFim da estabilidade no emprego e criação do FGTS. previstos na constituição.
  • 20. A DITADURA MILITAR: Castelo Branco (1964 – 1967):Criação do SNI (Serviço Nacional de Informação) sob comando do general Golbery doCouto e Silva;AI-2:estabelecimento do bipartidarismo, a Arena (Aliança Renovadora Nacional) desituação, e o MDB (Movimento Democrático Brasileiro) de oposição consentida econtrolada;Lei de Segurança Nacional;Criação do BNH – Banco Nacional de Habitação (Cohab);Criação do Banco Central do Brasil;AI-3: estabelecendo que os governadores dos estados seriam indicados pelo Presidente daRepública para aprovação das Assembléias Legislativas, esses indicariam os prefeitos dascapitais e cidades de segurança nacional;AI-4:Constituição de 1967 que garantia o controle do Legislativo e Judiciário peloExecutivo e estabelecia o Decurso de Prazo;Criação da Frente Única em Montevidéu - para fazer oposição a ditadura - por JoãoGoulart, Juscelino Kubtischek e Carlos Lacerda.
  • 21. A DITADURA MILITAR: Costa e Silva (1967 – 1969):Criação do INPS (Instituto Nacional de Previdência Social);Passeata dos 100 mil no Rio e greves em Osasco (SP) e Contagem (MG) contra aditadura;Contestação ao regime ditatorial, surgem a ALN (Carlos Marighela), o PCBR, VPR(Carlos Lamarca) e o MR-8;Início do Milagre Econômico;AI-5: dava ao presidente o poder de legislar, colocava o Congresso Nacional, asAssembléias Legislativas e as Câmaras Municipais em recesso, suspendia direitos políticose as garantias individuais, suspendia as imunidades da magistratura e decretava estado desítio por tempo indeterminado. Foi a resposta dos militares aos movimentos de oposição,armados ou não;Seqüestro do Cônsul dos EUA (Charles Elbrick) na Cidade do Rio por membros da ALNe do MR-8. O PCB, seguindo orientações de Moscou, rejeitava a hipótese de luta armadacontra o regime militar. A Junta Militar que substituiu Costa e Silva instituiu a Emenda Constitucional nº1, que modificou a Constituição de 1967, dando mais poderes ao Executivo.
  • 22. A DITADURA MILITAR: Garrastazu Médici (1969 – 1974):Auge da Ditadura, com a aplicação do AI-5;Atuação do Doi-Codi (Destacamento de Operações de Informação e Centro de Operaçõesde Defesa Interna); Sobre o Milagre Econômico: “vamos esperar o bolo crescer,Guerrilha do Araguaia por membros do PC do B; para depois dividí-lo” D. Netto.Criação do PIS (Programa de Integração Social);Auge do Milagre Econômico Brasileiro (Ministro Delfim Netto); O Governo Médici coincide co m Empréstimos Crescimento Desenvolvimento conquista do tri campeonato de externos. acelerado do dependente e sem futebol em 1970 no México. PIB. conquistas sociais.Ufanismo Nacionalista: “Brasil, ame-o ou deixe-o”, Ninguém segura este país”, “Brasil,conte comigo” e “Pra frente Brasil”;Construção de obras faraônicas (I PND): INCRA, Mobral, Ponte Rio-Niterói eTransamazônica.
  • 23. A DITADURA MILITAR: Ernesto Geisel (1974 – 1979):Distensão Política, início do processo de abertura política: “Lenta, gradual e segura”. E. Geisel.Efeitos da crise do petróleo (1973 e 1975), início da decadência do Milagre Econômico; Aumento dos juros no mercado internacional.II PND (Plano Nacional de Desenvolvimento): substituição de importações – petróleo, aço,alumínio e fertilizantes – e bens de capital – máquinas e ferramentas.Proálcool e assinatura com a Alemanha Ocidental de um Acordo Nuclear (usinas de Angrados Reis);Eleições Legislativas de 1974, com grande crescimento do MDB;Lei Falcão: restringia a propaganda política nos meios de comunicação;Pacote de Abril: mandato presidencial de seis anos, senadores biônicos, manteve a eleiçãoindireta para governadores e os deputados federais seriam proporcionais a população dosestados e não mais ao número de eleitores.
  • 24. A DITADURA MILITAR: Ernesto Geisel:Morte do jornalista Wladimir Herzog nas dependências do Doi-Codi em São Paulo;Intensifica-se o movimento da sociedade civil em favor da recuperação dos direitosdemocráticos, sob liderança da ABI e OAB;Greves dos metalúrgicos em 1978 e 1979 no ABCD Paulista, lideradas por Luís Inácio“Lula” da Silva;Revogação do AI-5. Na cultura destacou-se, em oposição a ditadura, a Tropicália (Caetano Veloso,Gilberto Gil e Gal Costa), Chico Buarque (A Ópera do Malandro), o Cinema Novo(Glauber Rocha) e Augusto Boal (Show Opinião no Teatro de Arena no Rio),principalmente.
  • 25. A DITADURA MILITAR: João Figueiredo (1979 – 1985):Lei da Anistia, ampla geral e irrestrita (exceto os envolvidos em terrorismo e lutaarmada);Surgimento da CUT (SP) e do MST (RS);Fim do bipartidarismo e instituição do pluripartidarismo:PDS (tendo como presidente José Sarney) em substituição a Arena - 1980;PMDB, PDT, PTB, surgem do MDB – 1980;O PT, criado em 1979, recebe o seu registro em 1982.Reação da “Linha Dura” contra a Abertura Política – atentado do Riocentro, pacote-bomba nas sedes da ABI e OAB;Crise do Milagre Econômico: desvalorização do Cruzeiro,achatamento do saláriomínimo, aumento do custo de vida e do desemprego e superinflação;Eleições Gerais (com voto vinculado) em 1982, exceto Presidente da República, o PMDBelege os governadores dos estados mais importantes, exceto do RS onde é eleito Jair Soaresdo PDS;Crise da dívida externa, o país recorre ao FMI;
  • 26. A DITADURA MILITAR: João Figueiredo: Campanha das “Diretas Já” (Emenda Dante de Oliveira / PMDB – MT), que é rejeitada pelo Congresso Nacional (1984); Eleições indiretas para a Presidência da República: X Paulo Maluf Tancredo Neves A década de 80 no Brasil (governo PDS Vice: José Sarney Figueiredo e Sarney) é conhecida(Situacionista) como Década Perdida, por causa Aliança Democrática (Oposicionista) do insiguinificante crescimento da economia e do PIB. Na véspera de tomar posse Tancredo Neves é internado, vindo a falecer, assume o Vice-Presidente eleito José Sarney, marcando o fim da Ditadura Militar.
  • 27. A NOVA REPÚBLICA (1985 – Hoje): José Sarney (1985 – 1990):Transição Democrática;Plano Cruzado do Ministro Dílson Funaro:Extinção do cruzeiro, que perdia três zeros, e criação do Cruzado.Fim da correção monetária.Congelamento dos preços e salários.Atuação da população na fiscalização de preços, através da SUNAB e desabastecimento.Gatilho Salarial:correção automática dos salários sempre que a inflação atingisse 20%;O Governo Sarney segurou artificialmente o Plano Cruzado até a realização da eleições de1986 (para a Assembléia Constituinte), onde o PMDB fez ampla maioria de governadoresdeputados e senadores – Pedro Simom (RS);Plano Cruzado II, reajuste das tarifas públicas, do álcool, da gasolina e empréstimocompulsório para conter o consumo;Decretação de Moratória (crise das contas externas);
  • 28. A NOVA REPÚBLICA: José Sarney:Constituição de 1988 – A Constituição Cidadã – onde vários artigos faltam serregulamentados e que vem sendo continuadamente reformada.Ulisses Guimarães = Presidente da Constituinte, do Congresso Nacional e do PMDB.Plano Bresser do Ministro Bresser Pereira:Novo congelamento de preços por dois meses;Aumento de impostos e tarifas públicas;Extinção do gatilho salarial.Desgaste do governo e avanço da oposição nas eleições municipais:Porto Alegre – Olívio Dutra (PT),São Paulo – Luiza Erundina (PT),Rio de Janeiro – Marcello Alencar (PDT),Belo Horizonte – Eduardo Azeredo (PSDB). a inflação atingia 30% ao mês.
  • 29. A NOVA REPÚBLICA: José Sarney:Prorrogação do mandato presidencial, pelo Congresso Nacional, por mais um ano, graças a“compra” de parlamentares através da distribuição de concessões de canais de rádio e TV;Plano Verão do Ministro Maílson da Nóbrega:Corte no gastos públicos,Criação do Cruzado Novo,Ajuda do FMI. Superinflação: 54% em dezembro de 1989 e 84% em fevereiro de 1990. Eleições Diretas para a Presidência da República:Fernando Collor de Melo Luis Inácio “Lula” da Silva (PRN) (PT)
  • 30. A NOVA REPÚBLICA: Fernando Collor (1990 – 1992):Plano Collor ou Brasil Novo da Ministra Zélia Cardoso de Mello:Instituição do Cruzeiro,Congelamento de preços e salários,Confisco das contas correntes, poupanças e aplicações do que excedesse 50 mil cruzeirosque seriam devolvidos em 18 meses.Início efetivo no Brasil do neoliberalismo:Livre negociação salarial.Abertura do mercado nacional aos produtos importados.Início da privatização de estatais, começando pela Usiminas.Corrupção – Caso PC Farias:Passeatas contra o governo: caras-pintadas.CPI e pedido de impeachment.Renúncia de Fernando Collor.
  • 31. A NOVA REPÚBLICA: Itamar Franco (1992 – 1994):Assumiu como vice-presidente;Recessão e aumento da inflação;Corrupção no Orçamento da União (Os Anões do Orçamento – João Alves):Uma CPI cassou o mandato de 18 parlamentares, sendo que nenhum foi preso.Plano Real do Ministro Fernando Henrique Cardoso:Instituição do Cruzeiro Real. Adoção da URV (Unidade Real de Valor).Criação do Real.Estabilidade Econômica.Realização do plebiscito (1993) sobre a Forma e o Sistema de Governo, sendo mantidorespectivamente a República e o Presidencialismo;Eleições Presidenciais: sendo eleito Fernando Henrique Cardoso do PSDB em primeiroturno.
  • 32. A NOVA REPÚBLICA: FHC (1995 – 2002):Utilizando o Plano Real como política de campanha Fernando Henrique foi eleito ereeleito (pela primeira vez na História do Brasil), em primeiro turno presidente do país;Aumento dos juros, queda do consumo e baixa inflação;Aumento da violência no campo (MST) e nas cidades (crime organizado);Empréstimos externos e internos aumentando consideravelmente a dívida pública;Aceleramento das privatizações (auge do neoliberalismo), sob o argumento de estimular amodernização e saldar a dívida pública;Emenda da reeleição: presidente, governadores e prefeitos poderiam ser reeleitos;A dívida externa quadruplicou;Adoção do Câmbio Flutuante;Instituição da CPMF e da Lei de Responsabilidade Fiscal;Racionamento energético;Destaque internacional para o Programa Brasileiro de combate a AIDS (Min José Serra);Queda na popularidade do Presidente FHC;
  • 33. A NOVA REPÚBLICA: FHC:Eleições Presidenciais:José Serra Luís Inácio “Lula” da Silva(PSDB) (PT) Luís Inácio Lula da Silva (2003 - ...):Manutenção de juros altos e política monetária ortodoxa, através do Presidente doBC Henrique Meireles (ex-PSDB);Meireles é acusado de efetuar remessas de dólares para o exterior sem declarar aRF, pela CPI do Banestado, e recebe por Medida Provisória o status de Ministro;O Governo Lula, através de “favores e barganhas políticas” recebe o apoio doPMDB;Reforma Tributária e Previdenciária, recebendo críticas da extrema esquerda e doPFL e PSDB;Caso Valdomiro dos Santos, assessor do Ministro da Casa Civil José Dirceu, queé acusado de receber propinas e favorecer “empresários” da jogatina;Fome Zero (combate a subnutrição), sem nenhum, até agora, afeito prático.

×