• Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
7,178
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
94
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Disciplina: Metodologia da Pesquisa Tema“Normatização de Trabalhos Acadêmicos Segundo ABNT” Profa. Ms. Daniela Cartoni
  • 2. Normatização (ABNT) 1 Citações 2 Referências 3 Recursos metodológicos 4 Apresentação Gráfica
  • 3. Normas BrasileirasNBR 14724:2002 –Elaboração e ApresentaçãoNBR 10520:2002 – Citações em documentosNBR 6023:2002 – Referências bibliográficas
  • 4. Como fazer citações
  • 5. As regras das citações (Eco, 2006)1ª: As citações corroboram a afirmação do autor.2ª: Citar pressupõe que a idéia seja compartilhada peloautor da pesquisa. Incluir expressões críticas.3ª: Em todas as citações devem ser claramentereconhecíveis autor e fonte.4ª: A remissão ao autor e à obra deve ser clara.5ª: Diferenciar citações com mais de três linhas.6ª: As citações devem ser fiéis.7ª: Citar é como testemunhar num processo.
  • 6. CITAÇÕES Diretas (ipsis literis, literalmente citar aautoria, com uso de aspas ou recuo paramais de 3 linhas) Indiretas (uso de paráfrases, comreferência à autoria) Citação da Citação (uso do apud)
  • 7. CITAÇÕES DIRETAS Citação textual Transcrição de trechos da obra do autor referidoexatamente iguais ao texto original Supressão de parte do texto: indicar as reticênciasentre parênteses (...)
  • 8. CITAÇÕES DIRETAS CITAÇÕES DIRETAS CURTAS (até 3 linhas)São destacadas por aspas e/ou por letra diferenciada(itálico), com indicação da página CITAÇÕES DIRETAS LONGAS (mais de 3 linhas)• Constar em parágrafo independente, sem aspas• Destacar com recuo de 4,0cm da margem esquerda• Usar espaço entrelinhas simples e tamanho da fontemenor que o texto.
  • 9. Exemplo Esta é uma tendência que deve ser questionado sobre os seus impactos futuros. Conforme Luhmann (apud ÁLVAREZ, 2003:281): se puede hablar de sistema cuando se tiene ante los ojos características que, si se suprimieran, podrían en cuestión el carácter de objeto de dicho sistema. A veces, también se llama sistema al conjunto de dichas características. En el mismo sentido entonces: La afirmación “hay sistemas” solo quiera decir que hay objetos de investigación con tales características que justifican el empleo Del concepto de sistema. Así como al contrario: el concepto de sistema nos sirve para abstraer hechos que son comparables entre si, o hechos de carácter distinto bajo el aspecto igual/desigual.O autor dá destaque aos aspectos sistêmicos que podem sercomparados à relação entre ..............
  • 10. CITAÇÕES INDIRETAS Paráfrase ou citação livre Reproduz-se a idéia do autor sem copiar, suaspalavras Indicação do autor de referência Cuidado com “bricolagem”
  • 11. Exemplo Para se compreender as funções recíprocas no interior dasociedade, utilizando-se do código licitude/ilicitude é possívelcompreender o funcionamento da estabilização de expectativas decomportamento, ao fazer uso do código governo para a tomada dedecisões que vinculem coletivamente (LUHMANN, 2002: p.490). ou É a partir de tais premissas que a Teoria dos Sistemas deLuhmann (2002) que se desenvolve um olhar bastante arguto, esta teoriamostra-se como um instrumental de vital importância para a compreensãodo Direito.
  • 12. CITAÇÃO DA CITAÇÃO Sugere-se evitar esta forma de citação Uso do apud. Segundo Evans (1995 apud Medeiros, 1997, p.16)xxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.Os dados do documento original devem ser mencionadosem nota de rodapé.
  • 13. Como fazer referências(sistema de chamada)
  • 14. SISTEMAS DE REFERÊNCIAS Sistema autor/data (cita-se somente osobrenome do autor e ano da obra) Sistema numérico (cita-se utilizando notas derodapé numeradas – no final da página ou final docapítulo – para referenciar autoria)
  • 15. SISTEMA AUTOR-DATASistema autor/data xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx (FULANO, 2001).ou Segundo Fulano (2001, p. 21), xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxXXXXXXXXXXXXXx.
  • 16. Exemplo 21 48 Referências Bibliográficas Nery Junior (1996, p. 65)afirma que “recurso é uma medidajudicial franqueada à parte que xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxrecebeu uma decisão desfavorável xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxcom o fim de provocar um reexamede decisão, dentro do mesmo xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxprocesso, através de um tribunalhierarquicamente superior.” NERY JUNIOR, Nelson. Atualidades O mesmo pode ser sobre o processo civil. São Paulo:observado … Revista dos Tribunais. 2 ed, 1996.
  • 17. SISTEMA NOTA DE RODAPÉSegundo Fulano1 xxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.___________________________________1 FULANO, P. O Estado Democrático de Direito. São Paulo: Saraiva, 2001, p. 28.
  • 18. Exemplo 21 43 48 O professor Nelson Referências BibliográficasNery Junior¹ afirma querecurso é uma medida judicial xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxfranqueada à parte querecebeu uma decisão xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxdesfavorável com o fim de xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxprovocar um reexame dedecisão, dentro do mesmo NERY JUNIOR, Nelson. Atualidadesprocesso, através de um sobre o processo civil. São Paulo:tribunal hierarquicamente Revista dos Tribunais. 2 ed, 1996.superior._______________________¹ Nelson Nery Junior. Atualidades sobre oprocesso civil, p. 65
  • 19. Uso das notas de rodapéIndicar as fontes das citaçõesAcrescentar bibliografia ou citação de apoioAmpliar ou corrigir as afirmações do textoFornecer tradução de citação em língua estrangeira
  • 20. Outros Recursos Metodólogicos A 1ª citação de uma obra, obrigatoriamente, requerreferência completa. As subseqüentes podem ser abreviadas, quandose optou pelo sistema numérico (rodapé): Ibidem ou ibid – na mesma obra Idem ou id – igual à anterior Op. Cit. – obra citada Sic – Assim como Et alii ou e al. – e outros
  • 21. IdemIdem ou id. = o mesmo autor______________¹ LYORTARD, Jean-François. The post-modern condition.² Id. Le Postmodern explication et les ètudes.
  • 22. IbidemIbidem ou ibid. = na mesma obra• Quando o trecho refere-se à nota imediamente anterior,na mesma folha.______________¹ LYORTARD, Jean-François. The post-modern condition.² Ibid. p.375.
  • 23. Op. Cit.Opus citatum = na mesma obra citada• A obra já foi citada no trabalho, sem ser aimediatamente anterior ou na mesma folha (nãodispensando a autoria).____________¹ LYORTARD, Jean-François. The post-modern condition.² LYORTARD, op. cit., p.375.
  • 24. Et SeqSequentia ou et seq. = seguinte ou que se segue* Quando opta-se por não citar todas as páginasreferenciadas______________¹ LYORTARD, Jean-François. The post-modern condition, p.115 et seq.
  • 25. Loc. Cit.Loco Citato ou Loc. Cit. = no lugar citado* Quando estiver na mesma página, mas pode haverintercalação de notas.______________¹ LYORTARD, Jean-François. The post-modern condition.² LYORTARD, loc. cit., p.375.
  • 26. PassimPassim = aqui e ali, em diversas passagens* Indica referências genéricas a várias passagens notexto, sem indicar as páginas.______________¹ LYORTARD, Jean-François. The post-modern condition, 1999,passim.
  • 27. Cf.Cf. = confira* Usada para recomendar consulta a trabalhos de outrosautores ou notas do mesmo trabalho.______________¹ Cf. LYORTARD, Jean-François. The post-modern condition , 1971,p.3-32.
  • 28. Outros recursosCitações literais: uso do “sic”Uso de siglasCitações em língua estrangeira
  • 29. Recomendações da ABNT para Referências Tipos de documentos e exemplosSOBRENOME, Prenome. Título da obra. Cidade: Editora, ano, p.
  • 30. Autoria• Um AutorSCHÜTZ, Edgar. Reengenharia mental: reeducação de hábitos eprogramação de metas.Florianópolis: Insular, 1997.104 p.• Dois AutoresSÓDERSTEN, B.; GEOFREY, R. International economics. 3. ed.London: MacMillan,1994. 714 p.• Mais de três AutoresBRITO, Edson Vianna, et al. Imposto de renda das pessoasfísicas: livro prático de consulta diária. 6. ed. atual. São Paulo:Frase Editora, 1996. 288 p.
  • 31. Artigo de um livroLEITE, Eduardo de Oliveira. A família monoparental comoentidade familiar. In: Teresa Arruda Alvim (coord). Repertóriode Jurisprudência e Doutrina sobre Direito da Família.São Paulo: Revista dos Tribunais, 1995, p 44-70. Obs.: organizadores, editores e obras coletivas
  • 32. Autor entidade coletiva (associações, empresas, instituiçõesUNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Instituto Astronômico eGeográfico. Anuário astronômico. São Paulo, 1988. 279 p.BIBLIOTECA NACIONAL (Brasil). Bibliografia do folclorebrasileiro. Rio de Janeiro: Divisão de Publicações, 1971.BRASIL. Ministério do Trabalho. Secretaria de Formação eDesenvolvimento Profissional.Educação profissional: um projeto para o desenvolvimentosustentado. Brasília: SEFOR, 1995.
  • 33. Dissertações e TesesRODRIGUES, M. V. Qualidade de vida no trabalho. 1989.180 f.. Dissertação (Mestrado em Administração) -Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federalde Minas Gerais, Belo Horizonte, 1999.SOUZA, George Marcondes Coelho de. Da liquidação debancos no direito brasileiro. 2002. Tese (Doutorado emDireito) – Universidade de São Paulo. São Paulo, 2002.
  • 34. Congressos, conferências, simpósios, workshops e outros eventos científicosCONFERÊNCIA NACIONAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DOBRASIL, 11., 1986, Belém. Anais S. l. : OAB, [1986?]. 924 p.• Relatórios oficiaisCOMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR. Departamentode Pesquisa Científica e Tecnológica. Relatório. Rio de Janeiro,1972. Relatório. Mimeografado.• Relatórios técnico-científicosSOUZA, Ubiraci Espinelli Lemes de; MELHADO, Silvio Burratino.Subsídios para aavaliação do custo de mão-de-obra
  • 35. Leis e decretosNome do País (Estado ou município). Título e nº. Data dodocumento legislativo. Ementa. Publicação que divulgou.BRASIL. Decreto n. 76.924, de dezembro de 1975.Regulamenta a concessão de que trata o art. 5º da Lei n.6.128, de 11 de agosto de 1974, que dispõe sobre asAutarquias Federais de Serviço Social da União e dá outrasprovidências. Diário Oficial, Brasília, 29 de dezembro de1975, p. 47.
  • 36. Pareceres, resoluções, etcAutoria (pessoa jurídica ou privada). Indicação do tipo dedocumento (parecer, resolução, ...). Data. Ementa. Nome dorelator ou consultor. Indicação da publicação.BRASIL, Consultoria Geral da República. Parecer n. H-837,de 27 maio de 1969. Competência para expedição de atosde provimento de estabelecimentos de ensino superior. Lei nº 5.539, de 1968 (art. 15). Consultor: Adroaldo Mesquita daCosta. CARVALHO, G. J (org). Ensino Superior, legislação ejurisprudência. São Paulo: Revista dos Tribunais, v. 4, p.392-394, 1975.
  • 37. Eventos e anais ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS DO TRABALHO, 6.Belo Horizonte, 1999. Anais. São Paulo: Associação Brasileira de Estudos do Trabalho, 1999. Trabalhos apresentados em congressos SILVEIRA, Ruth Garcia. Gestão financeira e técnicas deanálise de risco”. In.: ENCONTRO NACIONAL DE FINANÇAS APLICADAS, 12, 2001, Fortaleza. Anais do 12o. Encontro Nacional de Finanças Aplicadas. Fortaleza, ANE, 2001.
  • 38. EntrevistasA entrada para entrevista é feita pelo nome doentrevistado.MELLO, Evaldo Cabral de. O passado no presente. Veja,São Paulo, n. 1528, p 9-11, 4 set. 1998. Entrevistaconcedida a João Gabriel de Lima.Para referenciar entrevistas gravadas, faz-se descriçãofísica de acordo com o suporte adotado (transcrição, dataetc .
  • 39. Publicações on-lineArtigos de Periódicos (On-line)MALOFF, Joel. A internet e o valor da "internetização". Ciênciada Informação, Brasília, v. 26, n. 3, 1997. Disponível em:<http://www.ibict.br/cionline/>. Acesso em: 18 maio 1998.Artigos de Jornais (On-line)TAVES, Rodrigo França. Ministério corta pagamento de 46,5 milprofessores. Globo, Rio de Janeiro, 19 maio 1998. Disponívelem:<http://www.oglobo.com.br/>. Acesso em: 19 maio de 1998.
  • 40. Periódicos e revistasREVISTA DIREITO MACKENZIE, São Paulo: Ed. Mackenzie,ano 2, n.1, jan/jun. 2001.Artigos em periódicosAUTOR. Artigo. Revista. Local: Editora, volume, número, página, data e ano.BUARQUE, C. Uma revolução no ensino. Revista EnsinoSuperior, São Paulo, ano 5, n. 59, p. 30-34, ago. 2003.Sem autoriaRESPONSABILIDADE e sensatez. Conjuntura Econômica, Riode Janeiro, v. 57, n. 1, p. 6-9, jan. 2004
  • 41. Artigos e/ou matéria de jornalCom indicação de autoriaBOAVENTURA, Jorge. Nacionalismo e sucessão. Folhade São Paulo, São Paulo, p. A3, 6 de maio de 2002.Sem indicação de autoriaMICROSOFT questiona política antitruste da EU. ValorEconômico, São Paulo, p. 13, 24 de abril de 2006.
  • 42. Nome compostoVEIGA FILHO, Manoel. Tratado de Economia doTrabalho. Lisboa: Limiar, 1987.
  • 43. Recomendações para apresentação gráfica
  • 44. Formatação e Apresentação GráficaNBR 14724 2005 da ABNT regulamenta a apresentaçãográfica de trabalhos acadêmicos: fonte (estilo e tamanho) paginação parágrafo e espaçamento margens
  • 45. Margens Papel Branco, formato A4 Impressão no anverso Cor preta (exceto ilustrações) Margens:a) Esquerda e Superior = 3,0 cmb) Direita e Inferior = 2,0 cm
  • 46. Paginação Paginação no canto superior direito Contar seqüencialmente a partir da folha de rosto Inserir a numeração a partir da primeira folha daparte textual (Introdução)
  • 47. FontesEstilo: Times ou Arial Corpo do texto: Espaçamento 1½ entrelinhas (possível 6 pt antes e/oudepois) Fonte tamanho 12 Rodapé e citações longas: Espaçamento 1½ entrelinhas (possível 6 pt antes e/oudepois) Fonte tamanho 12
  • 48. Títulos Início de capítulo e entre seções: 2 linhas em branco (teclarenter duas vezes)Títulos e capítulos: caixa-alta.Títulos de subseções: maiúsculas apenas nas letras iniciais. Os títulos das seções são destacados gradativamente,utilizando-se recursos de caixa alta, negrito, itálico, etc. O título e o subtítulo devem estar separados por dois pontos. Os títulos são acompanhados pelo indicador numérico (nãoutilizar ponto, hífen ou travessão após o indicativo de seção oude seu título (NBR 6024, 2003, p. 2).
  • 49. Títulos e SubtítulosTítulos- Maiúsculas, negrito, nº 14- Alinhamento de capítulo e seções: esquerda(justificado)- Alinhamento de título sem indicação numérica:centralizadoSubtítulos- Minúsculas (só a primeira em maiúscula), negrito enº 12.
  • 50. Apresentação Gráfica: ResumoTexto justificado.Parágrafo: recuo na 1ª linha do parágrafo em 1,5 cm.Citações textuais com mais de 3 linhas: Recuo de 4,0 cmda margem esquerda, justificado, espaço 1 e ½, letra nº10.Referências em ordem alfabética: AUTOR; Obra, Edição,Cidade, Editora e Ano.Escolher um único sistema para fazer as referências nocorpo do texto: Sistema Autor-data ou Notas de Rodapé.Quantidade de páginas do trabalho:Monografia: 50 a 60 páginas / Artigo: 15 a 25 páginas
  • 51. Tabelas 51
  • 52. Gráficos 52
  • 53. FigurasFigura 2: A espiral do conhecimentoFonte: Nonaka e Tackeuchi (2007, p.80)
  • 54. FigurasFonte: http://www. fischer-blogdofischer.blogspot.com
  • 55. “Depois que conhece uma nova idéia,a mente do homem nunca pode voltar a suas dimensões originais”“Depois que conhece uma novaidéia, a mente do homem nunca pode voltar a suas dimensões originais ” Oliver Wendell Holmes Jr. (1841 - 1935) Oliver Wendell Holmes Jr. (1841 - 1935)