Metolodogia daniela cartoni - slides - parte 08 - estrutura do projeto

3,016 views
2,603 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,016
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
83
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Metolodogia daniela cartoni - slides - parte 08 - estrutura do projeto

  1. 1. 1 Metodologia da PesquisaMetodologia da Pesquisa TemaTema ““Estrutura do Projeto de PesquisaEstrutura do Projeto de Pesquisa”” Profa. Ms. DanielaProfa. Ms. Daniela CartoniCartoni
  2. 2. Problema Respostas Métodos e Técnicas Planejamento Projeto de Pesquisa
  3. 3. “Com um problema bem identificado, você terá 50% de chance no acerto de sua resolução” Albert Einstein (1879 –1955)
  4. 4. “Quem não sabe o que quer, não vê o que encontra”. Clarice Lispector (1920 – 1977)
  5. 5. Etapas da pesquisa científica Escolha do tema de pesquisa Elaboração do projeto de pesquisa Busca de fontes e seleção de material Leituras, fichamentos e análise dos dados Elaboração do texto científico (redação e revisão)
  6. 6. Planejamento de uma Pesquisa Fase decisória Fase construtivaFase construtiva FaseFase redacionalredacional •• Leitura e sistematizaLeitura e sistematizaçãçãoo •• ConstruConstruçãção dos instrumentoso dos instrumentos •• Coleta de dadosColeta de dados •• TabulaTabulaçãção e interpretao e interpretaçãçãoo •• Escolha do assuntoEscolha do assunto •• Coleta de materialColeta de material •• Projeto de pesquisaProjeto de pesquisa •• EsquematizaEsquematizaçãçãoo -- capcapíítulostulos •• RedaRedaçãçãoo •• RevisRevisããoo •• ReferReferêênciasncias
  7. 7. Fontes de Pesquisa Quanto à origem: Primárias (coletadas em “primeira mão”, como pesquisa de campo, entrevistas, laboratório, etc.) Secundárias (coletadas em relatórios, livros, revistas, jornais, fontes eletrônicas, etc.) Terciárias (citadas por outra pessoa)
  8. 8. Fontes de Pesquisa Quanto à forma de armazenamento: Impressos (publicações, livros, teses, legislação, fotos, etc.) Meios magnéticos e eletrônicos (vídeos, base de dados CD ROM, slides, websites, etc.) Reuniões científicas (congressos, jornadas, etc.) Notas de aula ou apostilas
  9. 9. Onde buscar material Internet - Site de busca (www.scholar.google.com) - Sites de periódicos e busca de artigos - Sites institucionais (universidade, institutos e grupos de pesquisa) - Bancos de monografias e teses - Editoras Biblioteca Livrarias Próprio livro (referências citadas pelo autor) Grupos de discussões e pesquisa Os “pares”
  10. 10. Dicas para pesquisar na internet Resultados excessivos * Importante: análise das fontes obtidas Sem resultados ou poucos resultados Cuidado com o plágio PROBLEMAS FREQUENTES
  11. 11. Construção de um Projeto de Pesquisa
  12. 12. Tema Problema Hipótese(s) Objetivos Justificativa Referencial Teórico Metodologia Cronograma O quê? Resposta promissória Para quê? Bibliografia Por quê? Revisão da literatura Como? Quando? Com quê?
  13. 13. PASSO 1 = Escolha do “tema” de pesquisa ESCOLHA DO ASSUNTO DELIMITAÇÃO DO TEMA LEITURA EXPLORATÓRIA REFLEXÃO A PARTIR DA ESTRUTURA DO PROJETO DE PESQUISA (ELABORAÇÃO DO PLANO DE EXECUÇÃO)
  14. 14. Considerar: Disponibilidade de tempo e recursos Nível de conhecimento sobre o assunto Adequação aos interesses pessoais Relevância social e atualidade Contribuição para área de estudo PASSO 1 = Escolha do “tema”
  15. 15. PASSO 2 = Definição do “problema” É o orientador de todo o trabalho de pesquisa. Para problematizar o tema: Evitar o sentido valorativo ou ênfase na moral Pode ser transformado em pergunta Deve ser claro e preciso Suscetível de solução
  16. 16. PASSO 2 = Definição do “problema” Não indagam como são as coisas, suas causas e conseqüências, mas como fazê-las. O que não é um problema de pesquisa: “Como melhorar a distribuição de renda no país?” Um problema de pesquisa deve ser passível de comprovação e escolha de variáveis.
  17. 17. Expressão verbal suscetível de ser verdadeira ou falsa. É uma “pré-solução” = Premissa de trabalho, suposição, evidências. É a proposição testável que pode vir a ser a solução do problema Surge de observação, resultado de outras pesquisas, teorias e intuição. PASSO 3 = Construção de “Hipóteses”
  18. 18. PASSO 4 = Definição dos “Objetivos” Sinônimo de meta (finalidade) e resultado. Dará a resposta ao problema. Dica: os verbos apresentam-se no infinitivo: esclarecer, investigar, comparar, etc. Divide-se entre “Objetivos Gerais” e “Objetivos Específicos”.
  19. 19. PASSO 4 = Definição dos “Objetivos” Objetivos Gerais Relacionam-se com uma visão global e abrangente da tese proposta Objetivos Específicos Apresentam caráter mais concreto. Têm função intermediária e instrumental (aplicado a situações particulares).
  20. 20. PASSO 5 = Elaboração da “Justificativa” Explicar qual é a relevância social da pesquisa Critérios: ORIGINALIDADE IMPORTÂNCIA VIABILIDADE
  21. 21. PASSO 6 = Elaboração do “Referencial Teórico” O trabalho acadêmico não é auto-referente. Demonstrar em qual teoria ou modelo teórico está embasada a interpretação dos dados e fatos colhidos. Usar padrão ABNT
  22. 22. PASSO 7 = Elaboração do “Sumário Provisório” “Esqueleto” ou esquema do trabalho É um esboço da estrutura do artigo ou monografia. Guia o pesquisador no desenvolvimento do trabalho. Divide o tema em pequenas partes (ou itens).
  23. 23. Título: Impactos da adoção de tecnologia para o emprego INTRODUÇÃO 1 A Revolução Tecnológica 1.1 Evolução da tecnologia e aspectos históricos 1.2 Aplicações da tecnologia e desenvolvimento econômico 2 - A Reestruturação Produtiva no Brasil 2.1 – Conceitos sobre reestruturação produtiva 2.2 – Novos paradigmas produtivos e organizacionais 3 – Impactos para o emprego CONSIDERAÇÕES FINAIS
  24. 24. PASSO 8 = Definição da “Metodologia” - Definir o tipo de pesquisa - Definir método de análise e pesquisa - Definir técnicas - Definir procedimentos (fontes)
  25. 25. a) Os principais tipos de pesquisa são: • Pesquisa bibliográfica / documental • Pesquisa exploratória • Pesquisa descritiva • Pesquisa experimental PASSO 8 = Definição da “Metodologia”
  26. 26. b) Os principais métodos são : • Método indutivo • Método dedutivo • Método hipotético-dedutivo • Método dialético • Método fenomenológico PASSO 8 = Definição da “Metodologia”
  27. 27. PASSO 8 = Definição da “Metodologia” c) As técnicas (e suas fontes) podem ser: Pesquisa bibliográfica-documental: livros, teses, artigos, documentos Levantamento: interrogar pessoas (roteiros e questionários) ou experimentos Estudo de caso: concentrar a pesquisa em uma empresa, por exemplo.
  28. 28. Passo 9: Cronograma É a previsão de tempo que será gasto na realização do trabalho Detalhamento das atividades a serem cumpridas. Os períodos podem estar divididos em dias, semanas, quinzenas, meses, bimestres, trimestres, etc.
  29. 29. Atividades Abril Maio ... .... ... 1. Projeto 1.1.Redação do projeto 1.1.Aprovação do Projeto pelo orientador 2. Coleta de dados 2.1.Pesquisa Bibliográfica 2.2. Fichamentos e leituras 2.3.Busca de documentos e dados 2.4.Coleta de dados primários 3. Redação dos Capítulos 3.1. Redação do Capítulo 1 3.2. Redação do Capítulo 2 3.3. Redação do Capítulo 3 4. Redação do Artigo Científico 4.1.Redação da versão preliminar 4.2.Avaliação do orientador 4.3.Correções 4.4.Encaminhamento à comissão Cronograma
  30. 30. Seleção preliminar Ordem alfabética no final do trabalho. AUTOR. Obra. Edição. Cidade: Editora, Ano. GIL, A. C. Como elaborar Projetos de Pesquisa. São Paulo: Atlas, 1999. ECO, Umberto. Ciência alerta para riscos da tecnologia irresponsável. Disponível em: <http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=21475>, acesso em maio/2010. Passo 10: Referências
  31. 31. Passo 10: Bibliografia No caso de existir várias referências sobre o mesmo autor: DINIZ, Maria Helena. As Lacunas no Direito. 2 ed. São Paulo: Saraiva, 1989. ______. Conflitos de normas. São Paulo: Saraiva, 1987.
  32. 32. Anexos Não obrigatório. São documentos que ajudam a compreender o estudo: - cópias dos questionários - documentos interessantes sobre o tema
  33. 33. Dicas Iniciar por 2 ou 3 “obras referenciais” que dêem noção geral do tema. Não ler demasiadamente antes de organizar o projeto Eliminar as idéias fora do contexto do trabalho Não esqueça de documentar tudo
  34. 34. Eu ou nós? Usar a 1ª pessoa do singular (“eu acredito que...”, ou 1ª pessoa do plural (“nós pensamos que...”)? Prevalece o caráter formal e impessoal da redação científica. Ex.: “Conclui-se que...”, “percebe-se pela leitura do texto...”, “etc.

×