Comandos gerais do PHP
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Comandos gerais do PHP

on

  • 22,773 views

Trabalho da matéria de Tecnologias Web II descrevendo os comandos básicos usados na programação em PHP.

Trabalho da matéria de Tecnologias Web II descrevendo os comandos básicos usados na programação em PHP.

Statistics

Views

Total Views
22,773
Views on SlideShare
22,773
Embed Views
0

Actions

Likes
2
Downloads
280
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Comandos gerais do PHP Comandos gerais do PHP Presentation Transcript

  • Equipe:Paulo DayvsonMaurício NetoMarcos André Joéliton Luiz
  • JoélitonO PHP é uma linguagem que, embora possa serusada para a construção de aplicações baseadasem script para funcionamento no computador, émuito mais eficaz para a elaboração de scriptspara uso em páginas dinâmicas na Internet. Éimportante que se tenha uma visão geral sobreHTML (tags, meta-tags, estrutura dodocumento), assim como o XHTML e sobre afolhas de estilo CSS.
  • PHP quer dizer PHP: Hypertext Preprocessor (PHP:Processador de Hipertexto). Esta linguagem nasceu pelamão de Rasmus Lerdof em 1994, como um CGI (CommonGateway Interface) escrito em Linguagem C queinicialmente interpretava muito facilmente formulários. Aprimeira designação dada foi de FI (Form Interpreter)porém, devido à criação de inúmeras funções pelacomunidade (PHP Team – www.php.net) que ia sedesenvolvendo pela internet, a linguagem teve que, em1997, ser renomeada como PHP.
  • • É linguagem server-side, ou seja, roda direto do servidor e só mostra ao usuário o resultado já processado, o PHP tem poder semelhante ao Perl. É possível a criação de uma grande variedade de coisas com o PHP, tendo em vista que esta é uma linguagem que podemos definir como inteligente, pois se não existir uma classe para uma determinada função podemos criá-la.• Porém, ferramentas que rodam do lado do cliente como a abertura de um simples pop-up, serpentinas a caírem pela tela ou um slideshow de imagens não podem ser criados por esta linguagem. Uma boa linguagem para criar esse tipo de ferramenta é o Javascript. É por isso que alguns dizem que o PHP e o Javascript são linguagens que se complementam!
  • Mauricio• Para que o interpretador PHP reconheça o código que deverá "varrer" é necessário delimitá-lo por tags. Existem três tipo de tags de iniciação e finalização de código: <?php e ?>, <? e ?> e <script language="php"> e </script>.• A primeira é usada por omissão, estando sempre disponível. O segundo tipo não é aconselhável uma vez que, por ser uma short-tag (bem à maneira do ASP), poderá não estar ativada no arquivo de configuração do PHP (php.ini).• Neste caso qualquer utilizador poderá manipular essa ativação ou desativação da short-tags, logo, se criar um script para ser distribuído poderão surgir incompatibilidades com a máquina do utilizador final.• O terceiro tipo foi criado apenas com o propósito de uniformizar as tags de script no HTML - como o uso no javascript -, porém, por ser de digitação morosa, não é muito usada.• Utiliza-se o ; (ponto e vírgula) para terminar uma instrução.
  • Primeiros comandos – comandos básicos• phpinfo() – Mostra uma grande quantidade de informações sobre o estado atual do PHP.• echo – Exibe uma ou mais strings. Outras formas são por exemplo: echo() e <?=$valor?>.• print – Mostra uma string. Também pode ser usado print().• if e else – Utilizados para validar condição.• Comentários – Utiliza-se /* e */, // e o #.
  • Primeiros comandos – comandos básicos• swich – É uma função que valida uma variável do tipo caractere, inteira, real ou string.• while/for – Executa um teste lógico, que retorne verdadeiro ou falso, no inicio do looping (iteração) para verificar se é permitido ou não executar as instruções.• do-while – Bastante parecido com o while caracteriza-se por uma estrutura que executa um teste lógico no fim do looping.• foreach – É usada no PHP para “varrer” arrays.• break – É utilizada para encerrar a execução dos comandos for, foreach, while, do-while e switch.
  • MarcosPrimeiros comandos – comandos básicos• return() – Termina imediatamente a execução da função atual e retorna seu argumento como o valor da função.• function() – É um bloco de código que se declara, para que possa ser utilizado sempre que necessário.• include() – Tenta incluir uma página. Caso dê algum erro, o script retorna um warning (aviso) e prossegue com a execução do script.• require() – Tenta incluir uma página. Caso dê algum erro, o script retorna um fatal error(erro fatal) e aborta a execução do script.• include_once() e require_once() – Idênticas as suas funções simples, porém se o arquivo referenciado já foi incluso na página anteriormente, a função retorna “false” e o arquivo não é incluído.
  • Variáveis “Superglobais”• $GLOBALS – Um array associativo contendo referências para todas as variáveis que estão atualmente definidas no escopo global do script.• $_GET – Captura valores e seus respectivos identificadores através da URL.• $_POST – Uma conexão paralela é aberta e os dados são passados por ela. Não há restrição referente ao tamanho e os dados não são visíveis ao usuário.• $_SERVER – É um array contendo informação como cabeçalhos, paths, e localizações do script.• $_FILES – Um array associativo de itens enviado através do script atual via o método HTTP POST.
  • Variáveis “Superglobais”• $_REQUEST – Um array associativo que por padrão contém informações de $_GET, $_POST e $_COOKIE.• $_SESSION – Um array associativo contendo variáveis de sessão disponíveis para o atual script. Armazena valores temporariamente (até fechar o navegador) para ser usado pelo script.• $_ENV – Um array associativo de variáveis passadas para o script atual via o método do ambiente.• $_COOKIE – Variáveis passadas para o atual script via HTTP Cookies. Armazena valores com tempo superior ao $_SESSION.
  • Outros comandos• isset – Informa se a variável foi iniciada (existe).• empty – Determina se a variável é considerada vazia.• unset – Destrói a variável especificada.• intval – Retorna o valor inteiro de uma variável.• floatval – Retorna o valor float de uma variável.• doubleval – Sinônimo de floatval().• strval – Retorna o valor string de uma variável.• header – Retorna um cabeçalho no script.• setcookie – Define um cookie para ser enviado juntamente com o resto dos cabeçalhos HTTP. Como outros cabeçalhos (headers), os cookies devem ser enviados antes de qualquer saída do seu script.
  • DayvsonOutros comandos• die – Este construtor da linguagem é equivalente a exit().• exit – Mostra uma mensagem e termina o script atual.• define – Define uma constante.• sleep – Atrasa a execução do programa por um dado número de segundos.• addslashes – Retorna uma string com barras invertidas antes de caracteres que precisam ser escapados para uma query de um banco de dados, etc. Estes caracteres são aspas simples (), aspas duplas ("), barra invertida () e NUL (o byte NULL).• htmlentities – Converte todos os caracteres aplicáveis em entidades html.
  • Variáveis no PHP• Para declarar variáveis basta apenas colocar o $ e o nome da variável respeitando as normas de nomes para variáveis.• As variáveis são fracamente tipadas ou dinamicamente tipadas, ou seja, o tipo da variável muda dinamicamente conforme a situação.Criando classes• Utiliza-se o comando class.• Para inicializar um objeto, você usa a instrução new, criando uma instancia do objeto em variável.
  • Funções do PHP• Funções de compressão de bzip2, rar e zip.• Funções de Calendário.• Funções de manipulação de PDF.• Biblioteca de rotinas de cliente URL – CURL.• Camada de funções de abstração de banco de dados DBA.• Funções DOM XML.• Funções de FTP.• Funções da biblioteca de imagens GD.• Funções de IMAP, POP3 e NNTP.• Funções de Mimetype.• Funções de mSQL, MSSQL, MySQL, MySQLi, Oracle 8, OpenSSL, Oracle, PostgreSQL.
  • Criando um código simples:<?php echo “Olá mundo!”;?>Será mostrado na tela: Olá mundo!Pequena demonstração...
  • • Curso de PHP – Wikilivros - http://pt.wikibooks.org/wiki/Curso_de_PHP• Comunidade do PHP - http://www.php.net/manual/pt_BR/index.php• Aprender PHP (Laços de repetição) - http://www.aprenderphp.com.br/artigo/lacos-de- repeticao-while-e-do-while-no-php