Os Sofistas

37,492 views
37,195 views

Published on

Published in: Technology
1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
37,492
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
280
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Os Sofistas

  1. 1. PARA NÃO ESQUECER! Quem eram os sofistas? Eram professores viajantes que, por determinado preço,vendiam ensinamentos práticos de Filosofia, também conhecidos por “ aqueles que se dedicavam a instruir e a educar os cidadãos atenienses interessados em participar na vida da cidade-Estado” . Naquela época , os sofistas significavam mestres do saber ( sophistés).
  2. 2. Protágoras: Filósofo sofista que teve seus livros queimados em público. Os sofistas foram os primeiros filósofos do período socrático. Esses se opunham à filosofia pré-socrática dizendo que estes ensinavam coisas contraditórias e repletas de erros que não apresentavam utilidade nas polis (cidades). Dessa forma, substituíram a natureza que antes era o principal objeto de reflexão pela arte da persuasão . Apresentavam-se como mestres de oratória a fim de obter vitória na retórica* na argumentação. * arte de discursar; oratória.Enfeites exagerados na linguagem .
  3. 3. Os sofistas ensinavam técnicas que auxiliavam as pessoas a defenderem o seu pensamento particular e suas próprias opiniões contrárias sobre o mesmo para que dessa forma conseguisse seu espaço. Por desprezarem algumas discussões feitas pelos filósofos, eram chamados de céticos até mesmo por Sócrates que se rebelou contra eles dizendo que se rebelou contra eles dizendo que desrespeitavam a verdade e o amor pela sabedoria.
  4. 4. Dentre os sofistas, pode-se destacar: Protágoras, Górgias, Hípias, Isócrates, Pródico, Crítias, Antifonte e Trasímaco, sendo que destes, Protágoras, Górgias e Isócrates foram os mais importantes. Estes, assim como os outros sofistas, prezavam pelo desenvolvimento do espírito crítico e pela capacidade de expressão. Uma conseqüência importante que se fez pelos sofistas foi a abertura da filosofia para todas as pessoas das polis (cidade) que antes era somente uma seita intelectual fechada formada apenas por nobres.

×