Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas

84,692 views
84,555 views

Published on

Apresentação objetiva sobre Gestão do Tempo e Produtividade, focada em expor conceitos, dicas e ferramentas para tornar qualquer pessoa um ser mais eficiente.

Published in: Career
3 Comments
66 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
84,692
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
15
Actions
Shares
0
Downloads
3,060
Comments
3
Likes
66
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Gestão do Tempo e Produtividade - Conceitos e Ferramentas

  1. 1. GESTÃO DO TEMPO E PRODUTIVIDADE Davi Rocha oladavirocha@gmail.com
  2. 2. Contextualização O que é Gestão do Tempo? Gerir o tempo é saber usá-lo para realizar as atividades que você considera prioritárias, profissional ou pessoalmente. Quem administra o tempo, aumenta sua produtividade. Ser produtivo é fazer aquilo que consideramos importante e prioritário com a menor quantidade de recursos possível.
  3. 3. Contextualização O que é Gestão do Tempo? Quanto tempo é necessário para gerar resultados concretos? Quanto tempo um bom consultor dedica à realização de suas atividades junto ao seus clientes?
  4. 4. Contextualização Pense em um ou dois dos maiores seres humanos que, na sua opinião, viveram nessa terra. Aquela ou aquelas pessoas que são referência para você... O que é Gestão do Tempo?
  5. 5. Contextualização Quantas horas ele ou eles tinham tinham em seu dia para atingir seus objetivos? O que é Gestão do Tempo?
  6. 6. Contextualização O que é Gestão do Tempo?
  7. 7. Contextualização A Gestão do Tempo impacta diretamente no desenvolvimento do trabalho e, consequentemente, maximiza a sua produtividade e melhora o seu resultado. O que é Gestão do Tempo?
  8. 8. Contextualização "A vida já é curta e nós a encurtamos ainda mais desperdiçando o tempo." (Victor Hugo)
  9. 9. Quanto vale 86.400? O Valor do Tempo Reflexão
  10. 10. Quanto vale um ano? •  Para entender o valor de um ano, pergunte ao estudante que foi reprovado. •  Para entender o valor de um mês, pergunte à mãe que teve um bebê prematuro. •  Para entender o valor de uma semana, pergunte ao editor de um jornal semanal. •  Para entender o valor de uma hora, pergunte aos amantes que estão esperando para se encontrar. Reflexão
  11. 11. Reflexão Quanto vale um ano? •  Para entender o valor de um minuto, pergunte a alguém que perdeu o trem, o ônibus ou avião. •  Para entender o valor de um segundo, pergunte ao sobrevivente de um acidente. •  Para entender o valor de um milésimo de segundo, pergunte a alguém que ganhou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos.
  12. 12. Reflexão
  13. 13. O ontem é história. O amanhã é mistério. O hoje é uma dádiva. Por isso é chamado presente. Valorize cada momento que você tem! Valorize mais ainda porque você o compartilhou com alguém especial, especial o suficiente para dividir o seu tempo. Lembre-se de que o tempo não volta. O Valor do Tempo Reflexão
  14. 14. Mitos em relação à Gestão do Tempo 1. Quem administra o tempo se torna escravo dele A verdade é que quem administra o tempo coloca-o sob controle, torna-se senhor dele. Quem não o administra é por ele dominado, pois acaba fazendo as coisas ao sabor das pressões do momento, não na ordem e no momento em que desejaria.
  15. 15. Esse mito se alimenta do fato de que muitas pessoas que tentam administrar o tempo acreditam (pelo menos no início) que é possível programar 100% do seu tempo. Administrar o tempo, para elas, é como vestir uma camisa de força e não mais tirá-la. A verdade é que administrar o tempo não é programar a vida nos mínimos detalhes: é adquirir controle sobre ela. Mitos em relação à Gestão do Tempo 1. Quem administra o tempo se torna escravo dele
  16. 16. 2. Só se trabalha melhor, ou se produz mais, sob pressão Esse é um mito criado para racionalizar a preguiça, a indecisão, a tendência à procrastinação. Não há evidência que o justifique, até porque os que assim agem poucas vezes tentam trabalhar sem pressão para comparar os resultados - sobre si mesmos e sobre os que os circundam. Mitos em relação à Gestão do Tempo
  17. 17. 3. Administrar o tempo serve apenas na vida profissional Falso. É de certo que há muitas coisas em nossa vida pessoal e familiar que reconhecemos desejar ter mais tempo para fazer mais certas atividades ou lamentamos pelo fato de não termos mais tempo para nada além do trabalho. Mitos em relação à Gestão do Tempo
  18. 18. 4. Ter tempo é questão de Querer ter Tempo Verdade... de certo modo. Normalmente damos um jeito de arrumar tempo para fazer aquilo que realmente queremos fazer. Mas a afirmação não diz tudo. Não basta simplesmente querer ter tempo para ter tempo. É preciso também querer o meio indispensável de obter mais tempo - e esse meio é a Administração do Tempo. Mitos em relação à Gestão do Tempo
  19. 19. Gestão do Tempo A Gestão do Tempo consiste no ato de registrar, acompanhar e incrementar a utilização do tempo de um indivíduo. Para uma boa Gestão do Tempo, é necessário: •  Entender como você organiza o seu tempo hoje; •  Conhecer o tipo de problema que confrontamos; •  Identificar as fontes desse problema; •  Definir o método de utilização do tempo.
  20. 20. Mas como controlamos melhor o nosso tempo? O primeiro passo é mensurar até aonde você consegue controlar o seu tempo disponível atualmente. “Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses”. Sócrates Gestão do Tempo
  21. 21. Mas como controlamos melhor o nosso tempo? Enquanto profissional, a gestão do tempo otimiza o planejamento de atividades, visto que, ao listar e visualizar o que tem que ser feito, torna-se possível controlar melhor as demandas e cumprir horários e prazos com sucesso. Gestão do Tempo
  22. 22. Além disso, a Gestão do Tempo possibilita: •  Antecipar atividades; •  Definir o grau de importância dessas atividades; •  Focar esforços com maior efetividade; •  Gerenciar melhor o estresse; •  Reagir com maior prontidão a eventos inesperados •  Aproveitar melhor o tempo para desenvolvimento pessoal (leituras, reciclagens, lazer etc). Gestão do Tempo
  23. 23. Escreva um diário! A melhor maneira de coletar informações sobre como você controla o seu tempo é através da criação de um diário de atividades. Com ele você poderá analisar a Necessidade, Adequabilidade e Eficiência das tarefas realizadas. Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo
  24. 24. Escreva um diário! A melhor maneira de coletar informações sobre como você controla o seu tempo é através da criação de um diário de atividades. Dessa forma, você poderá identificar facilmente qual o método ou tecnologia que mais a adequa às suas necessidades de Gestão do Tempo. Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo
  25. 25. Defina o seu “Horário Nobre” Algumas pessoas operam melhor no período da manhã, enquanto outras desempenham melhor suas atividades no início da tarde, ou, até mesmo à noite e na madrugada. Busque sempre adaptar o seu tempo de trabalho ao seu “horário nobre”. Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo
  26. 26. Defina o seu “Horário Nobre” Qual o seu horário nobre? Ele “bate” com sua hora de estudo e/ou trabalho? Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo
  27. 27. Apps para uma boa gestão do tempo •  Any.do (iOS, Android, Windows, Mac) •  Things (iOS, Android, Mac) •  Astrid Tasks (iOS, Android, Windows, Mac) •  Evernote (iOS, Android, Windows, Mac) Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo
  28. 28. Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo Estabeleça Prioridades O estabelecimento de prioridades é um processo de compreende duas etapas distintas: 1.  Crie uma lista das tarefas que você necessita realizar (sejam elas corriqueiras ou não) 2.  Ordene-as por prioridade (Sistema ABC de prioridades)
  29. 29. Estabeleça Prioridades: Sistema ABC Prioridade A: É aquela tarefa que precisa ser feita imediatamente, pois é de importância crítica. Prioridade B: É aquela tarefa que é importante, mas que não precisa ser feira imediatamente. É importante, mas menos sensível ao prazo. Prioridade C: É aquela que não existe urgência, mas que deve ser feita. Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo
  30. 30. Estabeleça Prioridades: Sistema ABC Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo Disponível para iOS
  31. 31. Estabeleça Prioridades: Sistema ABC Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo Disponível para Android
  32. 32. Escolha um tipo e implemente um plano de atividades •  Planos Semanais •  Planos Diários •  Plano de Conferência (reunião) Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo
  33. 33. Planos Semanais São planos que se propõem a descrever aquilo que se pretende realizar até o final da semana e as tarefas necessárias para o seu cumprimento. Mesmo após concluídos, os Planos Semanais servem como ferramenta de consulta e referência. Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo
  34. 34. Planos Diários São, muitas vezes, a melhor maneira de focar a atenção naqueles objetivos mais importantes, ou de curto prazo. Busque colocar, além da tarefa a ser cumprida, o tempo médio em que você você deseja cumprí-la. Utilize o Sistema ABC para definir a ordem de prioridade das tarefas. Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo
  35. 35. Plano de Conferência Um Plano de Conferência possibilita a obtenção de informações por meio do contato com outras pessoas sem que haja interrupções ou distrações no trabalho. Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo
  36. 36. Plano de Conferência 1.  Elenque as pessoas que você consulta com frequência; 2.  Vá pensando nos assuntos que tem a tratar com cada pessoa e anote-os abaixo do nome da pessoa; 3.  Quando chegar a hora de uma reunião (conferência) reordene os itens na lista, obedecendo critérios de prioridade (ABC) Dicas para uma Melhor Gestão do Tempo
  37. 37. Desperdiçadores de Tempo Todos nós desperdiçamos tempo. Podemos desperdiçar tempo com atividades construtivas, que nos relaxam ou reduzam o estresse, ou com ‘tarefas’ inúteis, sem reflexo algum em nossas vidas. Os desperdícios de tempo geralmente são de origem: •  Interna (auto-gerados) •  Externa (gerados pelo ambiente) Desperdiçadores de Tempo
  38. 38. Desperdiçadores de Tempo Autogerados Contextuais Desorganização Visitas Procrastinação Telefonemas Incapacidade de dizer “Não” E-mails sem importância Esperas desnecessárias Reunião não-produtivas Outros Perfeccionismo desnecessário Conversas paralelas Conversas demoradas durante o café Relatórios sem utilização prática Desperdiçadores de Tempo
  39. 39. Desperdiçadores de Tempo Autogerados Contextuais Desorganização Visitas Procrastinação Telefonemas Incapacidade de dizer “Não” E-mails sem importância Esperas desnecessárias Reunião não-produtivas Outros Perfeccionismo desnecessário Conversas paralelas Conversas demoradas durante o café Relatórios sem utilização prática Desperdiçadores de Tempo Alguém se identificou?
  40. 40. Desperdiçadores de Tempo: Desorganização É a maior culpada do desperdício de tempo autogerado pelo indivíduo. Basta observar a área de trabalho para identificar, ou não, esse tipo de desperdício de tempo. É preciso avaliar se a área de trabalho... Desperdiçadores de Tempo
  41. 41. Desperdiçadores de Tempo: Desorganização •  É eficiente? •  Está organizada para minimizar o esforço? •  O fluxo de materiais e movimentos processa-se livremente? •  O espaço de trabalho está em ordem? •  Objetos são perdidos com frequência? Desperdiçadores de Tempo
  42. 42. Dicas para manter um espaço de trabalho atualizado: •  Utilize pastas distintas para cada projeto que esteja sendo realizado; •  Busque organizar um índice para a organização das várias pastas de projeto que possam existir; •  Mantenha uma pasta com os e-mails, telefonemas e demais tipos de contatos que foram estabelecidos durante o curso de um projeto. Desperdiçadores de Tempo
  43. 43. Dicas para manter um espaço de trabalho atualizado: Desperdiçadores de Tempo E vocês? Compartilhem suas dicas!
  44. 44. Desperdiçadores de Tempo: Procrastinação Consiste no adiamento de uma ação. Resulta em stress, sensação de culpa, perda de produtividade e vergonha em relação aos outros, por não cumprir com a suas responsabilidades e compromissos. Embora a procrastinação seja considerada normal, torna- se um problema quando impede o funcionamento normal das ações. Desperdiçadores de Tempo
  45. 45. Desperdiçadores de Tempo: Procrastinação Para combater a Procrastinação: •  Defina prazos para a conclusão de uma tarefa; •  Crie ou adote um sistema de recompensa; •  Combine com alguém que ajude você acompanhar o seu andamento na conclusão das tarefas •  Trate das tarefas logo pela manhã ou logo no início do trabalho. Desperdiçadores de Tempo
  46. 46. Desperdiçadores de Tempo: Incapacidade de dar um “Não” Busque oferecer alternativas ao invés de tentar – e talvez não conseguir dar um “sim”. Ao invés de aceitar, tente usar as seguintes respostas: •  “Eu posso aceitar, mas o trabalho que estou realizando agora sofrerá atrasos. A sua demanda é mais importante?” •  “Adoraria atender o seu pedido, mas preciso terminar primeiro essa demanda...” Desperdiçadores de Tempo
  47. 47. Desperdiçadores de Tempo: Incapacidade de dar um “Não” Busque oferecer alternativas ao invés de tentar – e talvez não conseguir dar um “sim”. Ao invés de aceitar, tente usar as seguintes respostas: •  “Agora não posso, pois estou sem tempo. Aviso assim que estiver disponível” •  “Obrigado pela confiança, mas, no momento, estou impossibilitado de colocar mais uma demanda na agenda. Desculpe” Desperdiçadores de Tempo
  48. 48. Desperdiçadores de Tempo: Visitas •  Quando precisar se reunir com um colega, dirija-se à mesa dele, ao invés da sua. É mais difícil pedir uma pessoa para sair da sua mesa do que você sair de uma. •  Procure dialogar em pé. •  Caso nada funcione, agradeça pela visita e informe que você necessita finalizar uma tarefa ou projeto. Desperdiçadores de Tempo
  49. 49. Desperdiçadores de Tempo: Reuniões O tempo desperdiçado com reuniões tem duas origens: •  Reuniões marcadas por você e; •  Reuniões para as quais você é chamado. Desperdiçadores de Tempo
  50. 50. Desperdiçadores de Tempo: Reuniões Quando você for marcar uma reunião: •  Limite ao máximo o número de participantes; •  Clarifique os pontos da agenda e avance o quanto antes para os objetivos da reunião; •  Estabeleça um tempo limite; •  Mantenha a discussão na pauta dos objetivos; •  Seja aquele que conclui a reunião. Desperdiçadores de Tempo
  51. 51. Desperdiçadores de Tempo: Reuniões Quando você for chamado a uma reunião: •  Certifique-se de que sua presença é realmente necessária; •  Seja pontual; •  Esteja disposto a participar da reunião; •  Evite prologar-se em um debate; •  Se esforce para tornar a reunião produtiva. Desperdiçadores de Tempo
  52. 52. Metodologias de Gestão do Tempo Contexto Pensamento Industrial (processos) ≠ Rapidez do mundo pós-Internet Nova relação de ‘tempo-espaço’: um novo espaço exige uma nova maneira de gerir o tempo.
  53. 53. Contexto A Vida e o Trabalho no “Mundo 2.0” Alegoria da cozinha: aprenda a “arrumar a cozinha” Metodologias de Gestão do Tempo
  54. 54. Contexto No papel: Um processo linear Demanda Demanda Demanda A B Resultado Metodologias de Gestão do Tempo
  55. 55. Contexto Na realidade: Fluxo contínuo e adaptação Demanda Demanda Demanda Demanda Demanda Demanda Demanda Demanda Demanda Surpresa Surpresa Surpresa Metodologias de Gestão do Tempo
  56. 56. Contexto Na realidade: Fluxo contínuo e adaptação Metodologias de Gestão do Tempo Contas a pagar Cuidado c/ saúde Relacionamentos Consertos Pepinos a resolver Estudo Problemas familiares Lazer
  57. 57. O que fazer? GDT, SCRUM, POMODORO e TDD Ferramentas que ajudam de maneira prática e simples a organizar melhor esse ‘caos’ e facilitar o cumprimento de tarefas com um melhor aproveitamento de tempo e energia. Metodologias de Gestão do Tempo
  58. 58. Metodologias de Gestão do Tempo (Elo) Contas a pagar (Elo) Cuidado c/ saúde (Elo) Relacionamentos (Elo) Consertos (Elo) Pepinos a resolver (Elo) Estudo (Elo) Problemas familiares (Elo) Lazer GTD – Get Things Done (David Allen) Compromissos = Elos Abertos
  59. 59. Compromissos = Elos Abertos Esses elos abertos nos distraem, pois tentamos erroneamente dar atenção a mais de um ao mesmo tempo e, com isso não conseguimos desempenhar nenhuma tarefa inteiramente. Além disso, quando chega a hora de resolver o compromisso pendente, acabamos esquecendo por conta de outras pendências que chegam à mente. GTD – Get Things Done (David Allen) Metodologias de Gestão do Tempo
  60. 60. Solução do GTD: Sistema de Organização Externa de Elos Abertos Todos os elos abertos devem ser alocados em um sistema externo. Deve-se confiar no sistema em relação à resolução de todas as pendências. Assim, consegue-se maior tranquilidade para tratar do problema da vez. GTD – Get Things Done (David Allen) Metodologias de Gestão do Tempo
  61. 61. Caixa de Entrada de Elos (compromissos) Calendário (lembretes) Ação Fazer Revisar GTD – Get Things Done (David Allen) Metodologias de Gestão do Tempo
  62. 62. Caixa de Entrada de Elos (compromissos) Calendário (lembretes) Análise da demanda Decisão: •  Alocar no calendário •  Descartar •  Arquivar Se a demanda for levar 2 minutos ou menos para ser realizada NÃO AGENDE. FAÇA LOGO! GTD – Get Things Done (David Allen) Metodologias de Gestão do Tempo
  63. 63. Decidir Calendário (lembretes) Deferir Delegar Alocação da demanda no calendário de atividades Alocação da demanda em uma lista de delegação para poder controlar o cumprimento das tarefas por outras pessoas ou Alocação da demanda em uma lista de atividades (to-do list) GTD – Get Things Done (David Allen) Metodologias de Gestão do Tempo
  64. 64. Hábitos necessários para implementar bem o GTD •  Coletar informações •  Processar informações (quem e quando) •  Revisar e melhorar continuamente o processo GTD – Get Things Done (David Allen) Metodologias de Gestão do Tempo
  65. 65. SCRUM (Jeff Sutherland – SCRUM Fundation) Metodologia bastante conhecida. Utilizada para gerir o tempo de equipes. Preferível em projetos de alto risco ou volatilidade. •  Iterações de tamanho fixo •  Pequenas entregas (‘quebradas’) •  Ciclos PDCA contínuos Metodologias de Gestão do Tempo
  66. 66. SCRUM (Jeff Sutherland – SCRUM Fundation) P Do C A PC A Planejamento Pequena Entrega Ciclo PDCA (Plan, do, check, act) Metodologias de Gestão do Tempo
  67. 67. SCRUM (Jeff Sutherland – SCRUM Fundation) Na fase de Planejamento “P”: •  Criação de lista de tarefas •  Definição de prioridades •  Montagem de um kanban de desenvolvimento e atribuição de tarefas aos membros da equipe (plano de ação). P Metodologias de Gestão do Tempo
  68. 68. SCRUM (Jeff Sutherland – SCRUM Fundation) Na fase de Execução “Do”: •  Execução do que foi definido no planejamento •  Realização de reuniões diárias de acompanhamento (checkpoints) •  Realização de pequenos ajustes na execução Do Metodologias de Gestão do Tempo
  69. 69. SCRUM (Jeff Sutherland – SCRUM Fundation) Na fase de Checagem “Check”: •  Verificação do resultado das tarefas executadas •  Acompanhamento dos indicadores C Metodologias de Gestão do Tempo
  70. 70. SCRUM (Jeff Sutherland – SCRUM Fundation) Na fase de Ação “A”: •  Ação corretiva no insucesso •  Ação de padronização e aperfeiçoamento do sucesso A Metodologias de Gestão do Tempo
  71. 71. SCRUM (Jeff Sutherland – SCRUM Fundation) •  Fácil compreensão por parte da equipe •  Difícil implementação §  Necessita-se de bastante disciplina §  Necessita uma mudança de pensamento e atitude da equipe de trabalho Metodologias de Gestão do Tempo
  72. 72. POMODORO (Francesco Cirillo) Iniciou-se como técnica de estudo. Hoje, é pode ser aplicada tarefas que exijam esforço mental e concentração. •  Ciclos curtos de trabalho (30 min) Metodologias de Gestão do Tempo
  73. 73. POMODORO (Francesco Cirillo) Concentração Absoluta Descanso 25min 5min ConcentraçãoDescanso •  Utilização de Timer para controle do tempo •  Utilização de uma lista simples (plano) que determine a exponha a sequência de atividades Metodologias de Gestão do Tempo
  74. 74. POMODORO (Francesco Cirillo) •  Simples compreensão, difícil implementação. •  Foco na redução da zona de conforto do indivíduo. •  Grandes vantagens após a fase de adaptação •  Presença constante de momentos de relaxamento •  Não há preocupação na gestão do tempo (o timer fica encarregado disso) Metodologias de Gestão do Tempo
  75. 75. POMODORO (Francesco Cirillo) Metodologias de Gestão do Tempo •  Simples compreensão, difícil implementação. •  Foco na redução da zona de conforto do indivíduo. •  Grandes vantagens após a fase de adaptação •  Presença constante de momentos de relaxamento •  Não há preocupação na gestão do tempo (o timer fica encarregado disso)
  76. 76. Relação entre as 3 metodologias Pomodoro GTD Scrum NÓS NOW EU Você está aqui Metodologias de Gestão do Tempo
  77. 77. Princípio comum: Metafísica da Qualidade segundo Robert Pirsig Metafísica da Qualidade Qualidade DinâmicaQualidade Estática Aquilo que É BOM Aquilo que TORNA-SE BOM Metafísica da Qualidade
  78. 78. Princípio comum: Metafísica da Qualidade segundo Robert Pirsig Metafísica da Qualidade Qualidade DinâmicaQualidade Estática Força de resistência Tradicionalismo Conservação Força de mudança Inovação Disrupção Metafísica da Qualidade
  79. 79. Princípio comum: Metafísica da Qualidade segundo Robert Pirsig Exemplo: Núcleo da Célula membrana celular Uma célula Metafísica da Qualidade
  80. 80. Princípio comum: Metafísica da Qualidade segundo Robert Pirsig Exemplo: Grupos Sociais •  Traços culturais •  Costumes •  Marginalização dos subversivos •  Combate às ameaças à tradição do grupo Eventualmente, um indivíduo vai criticar os costumes atuais com tanta propriedade e paixão que vai conseguir mudar todo o sistema. Força Estática Força Dinâmica Metafísica da Qualidade
  81. 81. Princípio comum: Metafísica da Qualidade segundo Robert Pirsig Exemplo: Grupos Sociais Os líderes tendem a representar nas sociedades essa Força Dinâmica, de Transformação. Metafísica da Qualidade
  82. 82. Relação com o tema: Sinônimos da Dicotomia “Dinâmico e Estático” Dinâmico Estático Pensamento Criativo Pensamento Mecânico Planejamento Execução Decisão Ação Tático Técnico Inovação Amadurecimento Metafísica da Qualidade
  83. 83. Relação com o tema: Sinônimos da Dicotomia “Dinâmico e Estático” Dinâmico Estático Pensamento Criativo Pensamento Mecânico Planejamento Execução Decisão Ação Tático Técnico Inovação Amadurecimento Metafísica da Qualidade
  84. 84. Relação com o tema: Sinônimos da Dicotomia “Dinâmico e Estático” EQUILÍBRIO O segredo está no EQUILÍBRIO! Metafísica da Qualidade Planejamento Execução
  85. 85. Relação com o tema: Sinônimos da Dicotomia “Dinâmico e Estático” Planejamento Execução EQUILÍBRIO O segredo está no EQUILÍBRIO! Dinâmico Estático Aprendizado Progresso Metafísica da Qualidade
  86. 86. GESTÃO DO TEMPO E PRODUTIVIDADE Davi Rocha oladavirocha@gmail.com
  87. 87. Metodologias de Gestão do Tempo “Arrumando a Cozinha” Pomodoro GTD Scrum NÓS NOW EU Você está aqui Dinâmico Estático Planejamento Dinâmico Aprendizado Execução Estático Progresso EQUILÍBRIO A Metafísica da Qualidade e as 3 metodologias de Gestão de Tempo apresentadas
  88. 88. Metodologias de Gestão do Tempo “Arrumando a Cozinha” P Do C A PC A Ciclo PDCA A Metafísica da Qualidade e as 3 metodologias de Gestão de Tempo apresentadas
  89. 89. Metodologias de Gestão do Tempo “Arrumando a Cozinha” P Do C ADo C A Ciclo PDCA A Metafísica da Qualidade e as 3 metodologias de Gestão de Tempo apresentadas
  90. 90. Metodologias de Gestão do Tempo “Arrumando a Cozinha” A Metafísica da Qualidade e as 3 metodologias de Gestão de Tempo apresentadas P Do C ADo C A Ciclo PDCA EstáticoDinâmico Planejamento Decisão Tático Inovação Execução Ação Técnico Amadurecimento
  91. 91. Metodologias de Gestão do Tempo “Arrumando a Cozinha” A Metafísica da Qualidade e as 3 metodologias de Gestão de Tempo apresentadas Caixa de Entrada de Elos (compromissos) Calendário (lembretes) Ação Fazer Revisar GTD Dinâmico Estático
  92. 92. Metodologias de Gestão do Tempo “Arrumando a Cozinha” A Metafísica da Qualidade e as 3 metodologias de Gestão de Tempo apresentadas SCRUM Dinâmico Estático P Do C A PC A
  93. 93. Metodologias de Gestão do Tempo “Arrumando a Cozinha” A Metafísica da Qualidade e as 3 metodologias de Gestão de Tempo apresentadas POMODORO Dinâmico Estático Concentração Absoluta Descanso 25min 5min ConcentraçãoDescanso

×