• Like
Ditadura Salazarista
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Ditadura Salazarista

  • 81,307 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
81,307
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5

Actions

Shares
Downloads
1,296
Comments
0
Likes
12

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. A Ditadura Salazarista
  • 2. O Estado Novo
      • O Estado Novo ou a Ditadura Salazarista é um regime político autoritário, em que o poder legislativo, executivo e judicial estão concentrados no chefe de governo.
      • É também chamado de Salazarismo devido ao período que Salazar governou Portugal (1933-1968).
    • Este regime autoritário permaneceu durante 41 anos em Portugal, que foi desde que Salazar subiu ao poder (1933) até a sua saída (1968).
  • 3. Constituição do Estado Novo Sufrágio Universal Constituição de 1933 Poder executivo Poder legislativo Poder judicial Exercido pelos tribunais Assembleia Nacional Exercido pelo governo
  • 4. Organismos de Defesa do Estado
    • Como organismos de Defesa do Estado temos:
    • A PIDE
    • A Legião Portuguesa
    • A Mocidade Portuguesa
    • A Censura
  • 5. A PIDE
    • A PIDE (Polícia Internacional e de Defesa do Estado) , foi criada em Portugal em 22 de Outubro de 1946. A PIDE era uma polícia política que teve como principal função a repressão de qualquer forma de oposição ao Estado Novo.
  • 6. A Legião Portuguesa
    • A Legião Portuguesa foi uma organização paramilitar, criada em Portugal em 1936, era conhecida como o grupo paramilitar dos camisas castanhas e foi fundamental na sua subida ao poder em 1933 pelo partido de Salazar, o Partido Único.
  • 7. A Mocidade Portuguesa
    • A Mocidade Portuguesa foi fundada em 1936 e idealizada de acordo com os exemplos fascistas italianos e alemães, esta preparava a juventude para o “engrandecimento da Nação”.
    • A Mocidade Portuguesa foi uma das instituições novas tipicamente caracterizadoras do Estado.
  • 8. A Censura
    • A Censura era um serviço prévio às publicações periódicas, emissões de rádio e de televisão, e de fiscalização de publicações não periódicas nacionais e estrangeiras, protegendo permanentemente a doutrina e ideologia do Estado Novo e defendendo a moral e os bons costumes.
  • 9. Os Ideais
    • Os ideais da política salazaristas são:
    • - O Proteccionismo (visava a protecção dos produtos portugueses evitando importar produtos estrangeiros)
    • - O Corporativismo (Sistema político ou económico no qual o poder legislativo é atribuído a corporações que representam grupos económicos, industriais ou profissionais.)
    • - O Colonialismo (defendia que Portugal não tinha colónias mas províncias ultramarinas)
  • 10. A oposição ao Regime
  • 11. Eleições presidenciais
    • 1949 – General Norton de Matos via-se obrigado a desistir devido a repressão violenta
    • 1958 – Humberto Delgado concorre mas devido as fraudes o candidato o regime, Américo Tomás vence as eleições.
    Abalo ao Regime que estava perto do fim
  • 12. Marcellismo - Continuação do Regime
    • Em 1968 Salazar adoeceu e é substituído por Marcello Caetano renovando a esperança aos portugueses para uma abertura do regime
    • A sua politica era definida pelo lema “renovação na continuidade” que apesar de algumas melhorias acabo por agravar a instabilidade do Estado Novo.
  • 13. Primavera Marcelista
    • Caetano:
      • Concede alguma liberdade de expressão aos jornais,
      • Permite a vinda de alguns exilados
      • Incentiva a industrialização
      • Alarga o regime da providência as populações
      • Procura reformar o ensino com vista a democratização da educação
  • 14.
    • A repressão continuou pois mudaram as designações mas as instituições mantiveram-se as mesmas
    • Com a reeleição de Américo Tomás as esperança de liberalização desapareceu generalizando-se a insatisfação popular que a repressão e a censura já não calavam.
  • 15. Trabalho realizado por:
    • Luciano André
    • João André
    • Patrícia
    • Flávio Alves
    • Tiago Lima
    • (âmbito de disciplina de História)
    • Docente Responsável : Sónia Cruz