Esplenomegalia, linfadenomegalia

6,807 views
6,441 views

Published on

Published in: Health & Medicine
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,807
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
69
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Esplenomegalia, linfadenomegalia

  1. 1. EsplenomegaliaHepatesplenomegaliaLinfadenomegalia Como interpretar e como agir FMJ: 3.º ano – 2011
  2. 2. Esplenomegalia
  3. 3. Esplenomegalia – causas hematológicas  Leucemia mielóide crônica (mielocítica)  Leucemia linfóide crônica (linfocítica)  Leucemias agudas  Linfomas  Mielofibrose / Metaplasia mielóide  Policitemia Vera  Tricoleucemia ( “Hairy cell leukemia” )  Talassemia major / intermedia  Anemia falciforme (até a idade pré-escolar; depois, há involução, por infartos esplênicos  auto-esplenectomia)  Outras anemias hemolíticas
  4. 4. Causas hematológicas de esplenomegalia Linfoma de Hodgkin LLC LMC
  5. 5. Esplenomegalia – causas não hematológicasHipertensão Portal Cirrose hepática Trombose ( vv. hepáticas / porta / esplênica )Doenças de Depósito Doença de Gaucher ( defic. glicocerebrosidase ) Doença de Niemann-Pick ( defic. esfingomielinase )Histiocitoses
  6. 6. Doenças de depósito Doença de Gaucher
  7. 7. Esplenomegalia – causas não hematológicas Doenças sistêmicas:  Sarcoidose  Amiloidose  Doenças do colágeno  Mastocitose sistêmica
  8. 8. Esplenomegalia – causas não hematológicasInfecções: Agudas: sepse, endocardite bacteriana, febre tifóide, mononucleose Crônicas: tuberculose, brucelose, sífilis, malária, leishmaniose, esquistossomose
  9. 9. Mononucleose (EBV: Epstein-Bar virus)
  10. 10. Tuberculose miliar
  11. 11. M. tuberculosis
  12. 12. Linfadenomegalia
  13. 13. Características do Linfonodo Localização Tamanho Consistência Mobilidade Sensibilidade Fistulização Sinais inflamatórios
  14. 14. LN - Abordagem clínicaExaminar áreas de drenagem: LN occipital  couro cabeludo LN supraclavicular  pulmões/retroperitônio/TGI LN submandibulares e mentonianos  cabeça e pescoço / dentes
  15. 15. LN- Localização Linfadenomegalia Generalizada: Leucemias, Linfomas, Sarcoidose, L.E.S., Reações a fármacos, Infecções (Toxo, Mono, CMV, Endocardite Bacteriana) Linfadenomegalia Localizada:  Metástases  LN sentinela de Virchow (região supraclavicular esq.)  neoplasia de TGI  Linfomas
  16. 16. LN - Consistência Carcinomas metastáticos: LN endurecidos, aderentes, indolores, plastrão Leucemias e linfomas: LN firmes e indolores Infecções: dolorosos. Fistulização às vezes
  17. 17. Causas de Linfadenomegalia Infecciosas: bactérias, vírus, fungos, micobactérias, clamídia, parasitas Inflamatórias: doenças autoimunes, reação a fármacos, sarcoidose Neoplásicas: metástases, linfomas, leucemias Infiltrativas: Gaucher, Amiloidose Outras: histiocitoses
  18. 18. LN - BiópsiaQuando indicar ? Duração prolongada da linfadenomegalia ( 20 - 30 dias ) Aumento progressivo Exames negativos para causas infecciosas, inflamatórias, hematológicas, imunológicas (RX, sorologias, microbiologia, imunologia, hemograma; eventualmente mielograma)

×