Your SlideShare is downloading. ×
7A - DST e outras doenças
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

7A - DST e outras doenças

3,354
views

Published on

Published in: Education, Health & Medicine

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,354
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
38
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. • O vírus causador da doença é HIV (Vírus  Imunodeficiência Humana, na sigla em inglês).  • O vírus  não tem célula.
  • 2. • Fazendo transfusão de sangue contaminado. • Sexo sem preservativo. •A mãe pode passar para o filho durante a gravidez, no   parto ou na amamentação. 
  • 3. • O sintoma mais comum é a febre (38ºC a 40ºC). • Faringite sem aumento da amídalas e sem presença  de pus. • Lesões de pele... • Pode demorar para se manifestar. • O vírus da AIDS afeta os leucócitos(glóbulos  brancos).
  • 4. • Use camisinha durante as relações sexuais. • As pessoas podem  ter AIDS mas não aparentar. • Tenha cuidado nas transfusões  de sangue. • Quando se descobre mais cedo essa doença dá para  viver melhor mas não tem cura. • Coquetéis de medicamentos  específicos reduzem em 86 por  cento o aparecimento de  sintomas da Aids.
  • 5. • Uma doença altamente contagiosa provocada por  um vírus. Com nome científico de varicela, costuma  atingir principalmente as crianças. • Nos adultos a recuperação é mais lenta e difícil, e  quanto mais velho for, mais lento e difícil será sua  recuperação.
  • 6. • Se pega na maioria das vezes em épocas  de chuva e  frio, quando pessoas contaminadas ficam em lugares  fechados. A transmissão é pelo ar.
  • 7. • A doença começa por pequenos pontinhos vermelhos. • Essas manchas , depois de dois ou três dias, crescem e  mudam de aspecto. • Além da coceira, o doente pode apresentar febre baixa e dor  de cabeça. É uma doença que pede repouso e  isolamento  para evitar transmissão à outra pessoa.
  • 8. • Uma das prevenções da doença é a vacina,   todos podem tomar, em média o preço é de  R$ 65,00. • Não há um remédio específico. Um excelente  remédio caseiro para a catapora é o suco de  laranja com limão. 
  • 9. • http://www.santalucia.com.br/dermatologia/catapora‐p.htm • http://3.bp.blogspot.com/_pMxMXFn7L‐ 4/ScNfREMl3QI/AAAAAAAAFcM/QXLuBu0XZyE/s400/farincro nNTnva.jpg • http://3.bp.blogspot.com/_pMxMXFn7L‐ 4/ScNfREMl3QI/AAAAAAAAFcM/QXLuBu0XZyE/s400/farincro nNTnva.jpg • http://adilsonfarias.zip.net/images/FEBRE.jpg • http://www.al.ms.gov.br/Portals/0/ImagemNoticias/med/Jo %C3%A3oHumberto170920100949.jpg
  • 10. O agente causador da cólera é a bactéria Vibrio cholerae. Possui de 1,4 a 2,6 micrômetros de comprimento.
  • 11. A prevenção da cólera pode ser feita através de vacina e também através de medidas de higiene e saneamento básico. A vacinação é responsabilidade do governo. O saneamento básico também depende do governo, mas cada um de nós deve fazer a sua função. Principais precauções : Beber somente água filtrada ou fervida; Lavar as mãos com sabão antes das refeições e ao deixar o sanitário; Lavar muito bem e em água corrente as frutas, os legumes e as verduras antes de comê-los; evitar comer alimentos crus, principalmente verduras e peixes; e Não deixar moscas e outros insetos pousar nos alimentos. Curas e prevenções para a cólera
  • 12. Epidemia de cólera no Haiti A epidemia de cólera tende a propagar-se rapidamente em Porto Príncipe, onde já foram detectados 73 casos, disse a Organização Pan-Americana de Saúde (OPS), subordinada à Organização Mundial da Saúde (OMS), nesta terça-feira (9/11). O ministério da Saúde haitiano declarou 73 casos de cólera em Porto Príncipe, onde dezenas de milhares de vítimas do terremoto de 12 de janeiro vivem em uma situação favorável à propagação de epidemias, afirmou o doutor Jon K. Andrus, subdiretor da OPS. "Porto Príncipe é uma imensa favela onde as condições são muito ruins em relação às instalações sanitárias e de água", disse. "São as condições perfeitas para uma propagação rápida do cólera" e "devemos estar preparados", acrescentou. A epidemia de cólera no Haiti, que desde a metade de outubro deixa 583 mortos e mais de nove mil hospitalizados, foi declarada assunto de "segurança nacional" pelo governo, após divulgar nesta terça-feira a primeira morte em Porto Príncipe. Fonte da pesquisa: http://www.correiobraziliense.com.br/
  • 13. O agente causador da doença cancro mole é a bactéria Haemophilus ducreyi. O Haemophilus ducreyi é um cocobacilo.
  • 14. A transmissão é por via sexual em  qualquer forma (vaginal, oral, anal),  aparecendo as lesões entre 3 a 5 dias após a  relação sexual.
  • 15. Masculino Feminino
  • 16. Curas e prevenções para o cancro mole O uso de antibióticos, (utilizados com a recomendação médica), é essencial na maioria dos casos. Como a maioria das doenças sexualmente transmissíveis, o uso de camisinha e a higienização genital antes e após o relacionamento sexual são importantes para prevenção. Muita atenção na hora de colocar a camisinha, pois pode haver um furo, e você ser contaminado pelo cancro mole.
  • 17. Nomes: Alice Alves Ferreira   1 Bruna da Torre Rodrigues   7 Bruna Donato Struffaldi 8
  • 18. Candidíase A candidíase pode  ocorrer nos casos  de relações  sexuais, doenças  pré existentes ou  no caso de baixa  imunidade.
  • 19. Agente  Causador O agente  causador da  Candidíase é o  fungo Candida albicans
  • 20. Modo de transmissão Por conatos com secreções provenientes: • Da boca; • Da pele; • Da vagina; • De dejetos de doentes ou portadores; • Da mãe para o recém nascido durante o  parto.
  • 21. Sintomas Mulheres: • Prurido; • Ardor; • Dor durante a relação  sexual; • Corrimento; • Vulva e vagina inchadas e  avermelhadas. Homens: • Hiperemia da glande e  prepúcio; • Leve edema; • Presença de pequenas  lesões puntiformes (em  forma de pontos).
  • 22. Prevenção: • Higienização adequada; • Evitar vestimentas  muito justas; • Uso de preservativos. Tratamentos: • Medicamentos locais  e/ou sistêmicos.
  • 23. Micose A Micose pode se manifestar nos seguintes  locais: • Virilha; • Unha; • Pele. A Micose se instala nos tecidos mortos da  pele.
  • 24. Agente Causador O agente causador da micose é o  fungo dermatófitos
  • 25. Modo de Transmissão Essa doença é transmitida com: • Falta de Higiene; • Contato com locais úmidos e quentes. • Essa doença é transmissível.
  • 26. Sintomas • Desconforto; • Alterações estéticas na área afetada; • Coceira.
  • 27. Prevenções Faça: • Mantenha hábitos de  higiene; • Seque‐se sempre muito  bem após o banho.  Principalmente nas axilas,  virilhas e dedos dos pés.
  • 28. Prevenções Evite: Ficar com roupas molhadas  por muito tempo; O contato prolongado com a  água e o sabão; Usar objetos pessoais de  outras pessoas; Andar descalço em pisos  úmidos; Usar calçados muito  fechados. 5
  • 29. •Agente transmissor: Chlamydia Trachomati. •Formato: cocos.
  • 30. A clamídia é uma DST (doença sexualmente transmissível). Ela se pega em relações sexuais afetando os órgãos genitais e garganta.
  • 31. Ela pode causar secreções no pênis, na vagina e sensações de queimação ao urinar.
  • 32. A clamídia pode ser tratada com antibióticos, mas, devem abster-se de intercurso sexual. O contrário a doença pode voltar.
  • 33. Ter múltiplas infecções pode deixar a mulher com infertilidade. Geralmente a clamídia se manifesta de 1-3 semanas depois da contaminação. É conhecida como doença ‘‘silenciosa’’.
  • 34. Agente:Pneumococos Formato:cocos
  • 35. Pneumonia é uma inflamação dos alvéolos pulmonares. Ela pode afetar pessoas que stejam com baixa imunidade.
  • 36. Tosse com secreção Dores toraxicas Febre alta Calafrios Dores de ouvido Respiração curta e ofegante Em idosos pode haver confusão mental
  • 37. Dengue Condiloma
  • 38. DENGUE
  • 39. A dengue é uma doença infecciosa, e febril causada por  um vírus da família Flaviridae, e é transmitida através do  mosquito aedes aegypti. Agente causador
  • 40. Atenção A dengue é perigosa ela pode te levar a morte, então  é bom se prevenir. Fique atento aos seguintes sinais.
  • 41. Mas é possível se prevenir  do vírus.Veja como. prevenção
  • 42. Condiloma
  • 43. Agente causador • O agente causador da doença Condiloma ou  verruga genital é o vírus Papilomavirus  Humano (HPV).  
  • 44. TRANSMIÇÃO Contacto sexual Banheiros Saunas  Roupas intimas  Toalhas
  • 45. PREVENÇÃO • Camisinha usada adequadamente, do início  ao fim da relação, pode proporcionar alguma  proteção. Ter parceiro(a) fixo(a) ou reduzir  número de parceiros(as). 
  • 46. Tratamento • Pode‐se fazer a destruição das lesões através do  uso de substâncias cáusticas (como ácido  tricloroacético e podofilotoxina) ou  tratamento  será realizado através de cirurgias.
  • 47. Sintomas • Provoca verrugas, com aspecto de couve‐flor e de  tamanhos variáveis nos órgãos genitais. Pode ainda estar  relacionado ao aparecimento de alguns tipos de câncer.
  • 48. FIM PRODUZIDO POR: ARTHUR DAINEZ N˚4 CARLOS ALBERTO N˚10 MAURÍCIO KENZO N˚25
  • 49. Marcella nº24/ Mirella nº27/Nicole nº29 e Guilherme nº17
  • 50. • Homens • Dor e ardor ao urinar • Urinar com frequência • Srecreção peniana viscosa e amarelada •Mulheres •Secreção vaginal amarelada •Sangramento(fora do período de menstruação) •Dor e ardor ao urinar •Dor nas costas e cólicas adbominais
  • 51. • Diminuir o risco de infecção, usando sempre preservativos durante relação sexual. • Não compartilhar toalhas ou objetos pessoais íntimos que podem conter bactéria
  • 52. • Amplicina Anidra
  • 53. O agente causador da doença de chagas, é chamado de Barbeiro,é um mosquito. Ele tem esse nome pois costuma picar o rosto das pessoas. Seu corpo é preto, redondo e achatado, mas se incha quando se alimenta do sangue de animais homeotermos, como os seres humanos. Costumam viver em habitações humanas, principalmente nas casas de pau-a-pique (feitas de barro e madeira).
  • 54. O barbeiro se infecta ao sugar o sangue de um organismo infectado. No intestino do ser, o barbeiro, se transforma em epimastigoto e se reproduz. O ser vivo onde o barbeiro picou, se infecta através das fezes e urinas do Triatomíneo (barbeiro no Brasil)., pois enquanto ele suga o sangue infecta o ser. A transmição também pode ser por transfusão de sangue ou transplante de órgãos ou por via placentária.
  • 55. A doença tem uma fase aguda, de curta duração, que em alguns doentes progride para uma fase crônica. A fase aguda é geralmente assintomática, e tem uma incubação de uma semana a um mês após a picada. No local da picada pode-se desenvolver uma lesão volumosa, e eritematosa (vermelha) e edematosa (inchada). Se a picada for perto do olho é frequente a conjuntivite com edema da pálpebra. Outros sintomas possíveis são febre, linfadenopatia, anorexia, hepatoesplenomegali, miocardite brandas e mais raramente também meningoencefalite.
  • 56. Ainda não há vacina para a prevenção da doença de chagas. Mais prevenção é combater o barbeiro, principalmente através da melhoria das moradias rurais a fim de impedir que lhe sirvam de abrigo. A melhoria das condições de higiene, o afastamento dos animais das casas e a limpeza freqüente das palhas e roupas são eficazes.
  • 57. Pietro, Pedro,Diogo 7º A Nº 32, 30, 12
  • 58. ‐transmissão ‐prevenção ‐O que é ‐tratamento ‐sintomas
  • 59. Transmissão e prevenção transmissão É possível transmitir h1n1 através de gotículas que contém o vírus do h1n1  que são  passados   por dialogo, espiro ou tosse. Os adultos transmitem a influenza até um dia antes dos sintomas. Já as crianças podem transmitir a influenza até 6 dias antes dos sintomas e 10 dias  depois dele e quanto mais jovem for a criança maior vai ser a disseminação. Prevenção ‐Para você se prevenir da influenza você devera cuidar bem de sua resistência  orgânica(sono, alimentação, atividades físicas). ‐Evite a aglomeração de pessoas junto a você por que pode acabar pegando a doença. ‐Use lenço de papel e descartá‐los após uso. ‐Cubra o nariz e a boca após espirrar ou tossir(“etiqueta da tosse”). ‐Sempre higienizar as mãos com álcool‐gel.
  • 60. H1N1 é uma influenza causada pelo vírus  Myxovirus influenzae, esta influenza foi a  doença que causo muitas mortes, ela também  é conhecida como gripe suína, mas sue nome  verdadeiro é gripe A
  • 61. A influenza tem um tratamento  que é chamado Tamiflu, mas a  recomendação é que esse   medicamento  seja ingerido  somente com a permissão do  medico 
  • 62. Os sintomas da gripe A são: ‐Calafrios ‐Mialgia ‐tosse ‐dor de garganta ‐febre alta ‐fica muito exausto
  • 63. O que é herpes  genital? ‐transmissão da herpes ‐prevenção da Herpes ‐sintomas  tratamentos
  • 64. Herpes genital é uma infecção que o homem ou a mulher podem  pegar nas suas partes intimas.
  • 65. A transmissão da herpes acontece por atos sexuais.
  • 66. Você pode se prevenir da herpes genital sem  fazer sexo com pessoas desconhecidas, e para  se proteger  um pouco, mas pode não fazer  efeito  usar a camisinha.
  • 67. Os sintomas da herpes são: ‐erupção‐quando a bolha estoura ‐aparece bolhas ‐machucados após a erupsão
  • 68. A herpes Genital não tem um tratamento, ela vai  diminuir a quantidade de erupções conforme o tempo  , mas esse processo pode ser um pouco mais rápido  se a pessoa passar uma pomada, mas não quer dizer  que a herpes vai se acabar.
  • 69. COLÉGIO EMILIE DE VILLENEUVE TRABALHO DE CIÊNCIAS - DOENÇAS GUSTAVO, FELIPE E CAIO 9, 13, 19
  • 70. Tosse crônica (o grande marcador da doença é a tosse durante mais de 21 dias); Febre; Suor noturno (que chega a molhar o lençol) Dor no tórax; Perda de peso lenta e progressiva; Quem tem tuberculose não sente fome, fica anoréxico (sem apetite) e com adinamia (sem disposição para nada).
  • 71. A prevenção usual é a vacina BCG, aplicada nos primeiros 30 dias de vida e capaz de proteger contra as formas mais graves da doença. Se houver a contaminação, o tratamento consiste basicamente na combinação de três medicamentos: rifampicina, isoniazida e pirazinamida. O tratamento dura em torno de seis meses. Se o tuberculoso tomar as medicações corretamente, as chances de cura chegam a 95%. É fundamental não interromper o tratamento, mesmo que os sintomas desapareçam. Tratamento e Prevenção
  • 72. 1º passo - apesar de também atingir vários órgãos do corpo, a doença só é transmitida por quem estiver infectado com o bacilo nos pulmões. 2º passo - A disseminação acontece pelo ar. O espirro de uma pessoa infectada joga no ar cerca de dois milhões de bacilos. Pela tosse, cerca de 3,5 mil partículas são liberadas. 3º passo - Os bacilos da tuberculose jogados no ar permanecem em suspensão durante horas. Quem respira em um ambiente por onde passou um tuberculoso pode se infectar. Como ocorre contágio
  • 73. Sinais e Sintomas A sífilis manifesta-se inicialmente como uma pequena ferida nos órgãos sexuais (cancro duro) e com ínguas (caroços) nas virilhas, que surgem entre a 2ª ou 3ª semana após a relação sexual desprotegida com pessoa infectada. A ferida e as ínguas não doem, não coçam, não ardem e não apresentam pus. Após um certo tempo, a ferida desaparece sem deixar cicatriz, dando à pessoa a falsa impressão de estar curada. Se a doença não for tratada, continua a avançar no organismo, surgindo manchas em várias partes do corpo (inclusive nas palmas das mãos e solas dos pés), queda de cabelos, cegueira, doença do coração, paralisias. Caso ocorra em grávidas, poderá causar aborto/natimorto ou má formação do feto.
  • 74. Prevenção e Tratamento Como não há perspectiva de desenvolvimento de vacina, em curto prazo, a prevenção recai sobre a educação em saúde: uso regular de preservativos, diagnóstico precoce em mulheres em idade reprodutiva e parceiros, e realização do teste diagnóstico por mulheres com intenção de engravidar. O tratamento mais indicado para a sífilis é a utilização do mais antigo dos antibióticos: a penicilina. O maior problema do tratamento é o seu diagnóstico, visto que a sífilis pode ser confundida com muitas outras doenças. Os pacientes devem evitar ter relação sexual até que o seu tratamento (e do parceiro com a doença) se complete. A gestante deve realizar controle de cura mensal.
  • 75. Como ocorre o contagio A sífilis pode ser passada de uma pessoa para outra por meio de relações sexuais desprotegidas (sem preservativos), através de transfusão de sangue contaminado (que hoje em dia é muito raro em razão do controle do sangue doado), e durante a gestação e o parto (de mãe infectada para o bebê).