FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS – FUNORTE
                       CURSO: PSICOLOGIA

  Andrielly Gonçalves Nobre; Cleys...
Lima Niza; Dayone Cristina Sales Ribeiro; Gleiciane Pereira da Silva; Karine Emanuele
Ruas Lopes; Moniele Mendes Ribeiro; ...
Assunto: Violência contra a mulher.

Tema-problema/delimitação espácio-temporal: Análise de casos de violência
doméstica p...
JUSTIFICATIVA

       A partir das pesquisas realizadas, referentes aos tipos de violência sofrido pela
mulher e medidas t...
OBJETIVOS
      A finalidade dessa pesquisa é promover a notificação em questões de políticas
públicas,




dimensionando ...
2. Referências:


ALMEIDA, Eliane de Oliveira Silva; NOZAWA, Tamara Nomura; ROMERA,
Valderes Maria. Violência intrafamilia...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Faculdades Unidas Do Norte De Minas 1

1,667 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,667
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Faculdades Unidas Do Norte De Minas 1

  1. 1. FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS – FUNORTE CURSO: PSICOLOGIA Andrielly Gonçalves Nobre; Cleysson Leonardo Moreira Rodrigues; Danielle Souza Lima Niza; Dayone Cristina Sales Ribeiro; Gleiciane Pereira da Silva; Karine Emanuele Ruas Lopes; Moniele Mendes Ribeiro; Rosângela Vieira Alves; Silvana Nunes Oliveira e Rima; Vanessa Aparecida Ribeiro Zuba VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA MULHERES NO MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS/MG, NOS MESES DE SETEMBRO A DEZEMBRO DE 2009. Montes Claros/MG Março de 2010 Andrielly Gonçalves Nobre; Cleysson Leonardo Moreira Rodrigues; Danielle Souza
  2. 2. Lima Niza; Dayone Cristina Sales Ribeiro; Gleiciane Pereira da Silva; Karine Emanuele Ruas Lopes; Moniele Mendes Ribeiro; Rosângela Vieira Alves; Silvana Nunes Oliveira e Rima; Vanessa Aparecida Ribeiro Zuba VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA MULHERES NO MUNICÍPIO DE MONTES CLAROS/MG, NOS MESES DE SETEMBRO A DEZEMBRO DE 2009. Trabalho apresentado ao Prof. Edi de Freitas Cardoso Júnior como requisito avaliativo parcial à disciplina Metodologia Científica, do 1° período do Curso de Psicologia das Faculdades Integradas do Norte de Minas. Montes Claros/MG Março de 2010
  3. 3. Assunto: Violência contra a mulher. Tema-problema/delimitação espácio-temporal: Análise de casos de violência doméstica praticados contra mulheres no município de Montes Claros/MG, nos meses de Setembro a dezembro de 2009. Titulo: Violência doméstica contra mulheres no município de Montes Claros/MG, nos meses de Setembro a dezembro de 2009.
  4. 4. JUSTIFICATIVA A partir das pesquisas realizadas, referentes aos tipos de violência sofrido pela mulher e medidas tomadas pela legislação, seu meio de vivência e os traumas, observamos que por parte de muitas mulheres ao conviver com a violência, ela tem sua vida restrita, sentindo se ameaçada não possui emancipação, desenvolvendo ansiedades e síndromes, sentindo se fragilizada, humilhada, sem auto-estima, sente-se culpada pela situação, temem que ao denunciar o agressor este fique com raiva, e agrida-a mais ainda, ou que o mesmo vá para a prisão lhe trazendo constrangimento social , para si e aos filhos (no caso conjugal). Analisamos que, para prevenção e combate a violência, seja ela doméstica e/ou sexual (as mais frequentes), são funções inerentes ao poder público e o estado tem se empenhado na prevenção e controle da violência, por meio de campanhas, programas e principalmente pela legislação específica, pois a violência apresenta um forte componente cultural, dificilmente superável por meio de leis e normas . O combate á violência contra a mulher, exige a integração de inúmeros fatores políticos legais e principalmente culturais, para que essa seja desnaturalizada pela sociedade. No entanto é necessário um respaldo legal, para que o processo de prevenção e combate, seja legitimado.
  5. 5. OBJETIVOS A finalidade dessa pesquisa é promover a notificação em questões de políticas públicas, dimensionando a realidade da violência contra a mulher em todos os gêneros a determinar a necessidade de investir muito em núcleos de vigilância e assistência em apoio à mulher, independente de sua faixa etária. ● Erradicar a violência contra a mulher, que proponha medidas de combate a violência contra a mulher não somente em nossa região, mas em todo o país. ● Destacar se no âmbito das políticas sociais as campanhas de NÃO VIOLÊNCIA Á MULHER: onde tem violência, todo mundo perde, está em suas mãos, parar com a violência contra as mulheres! ● Dentro desse panorama vivenciado pelas mulheres, é tão importante quanto a identificação da violência, é a sua denúncia. ● Adotar medidas para a eliminação da violência contra a mulher, dentre elas, prevenção e punição de atos de violência, modificar os valores culturais, reeducarem os agressores, trabalhar com a discriminação de gênero e preconceito, investir recursos para qualquer atividade relacionada à violência contra a mulher, por fim, que a justiça seja feita por uma legislação eficiente.
  6. 6. 2. Referências: ALMEIDA, Eliane de Oliveira Silva; NOZAWA, Tamara Nomura; ROMERA, Valderes Maria. Violência intrafamiliar contra a mulher: intervenções do assistente social. Disponível em: <http://www.intertemas.unitoledo.br/revista/index.php/ETIC/article/uiewtile/1583/1521 >. Acesso em: 29 abr. 2010. ALMEIDA, José Alves de. Violência e criminalidade: violência doméstica e violência nas ruas. 21 f. 1998. Monografia (TCC – Graduação) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Estadual de Montes Claros, Montes Claros, 1998. BOWIBY, John. Separação e perda da família. In.: Formação e rompimentos dos laços afetivos. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997. p.113-138. COUTO, Sonia Maria de Araújo. Violência doméstica: uma nova intervenção terapêutica. Belo Horizonte: Autêntica, 2005. DURÃES, Jane Sarah Alves; MOURA, Josiane Maria. Alguns tipos de violência contra as mulheres em Montes Claros/MG: análise de indicadores da delegacia de repressão aos crimes contra a mulher (1998-2002). Unimontes Científica, V. 6, n. 2, jul-dez/2004. Disponível em <www.ruc.unimontes.br>. Acesso em: 30 mar. 2010. MAGALHÃES, Belmira. As marcas do corpo contando a história: um estudo sobre a violência doméstica. Alagoas: EDUFAL, 2005. MORATO, Alessandra Campos. Análise da relação sistema de justiça criminal e violência doméstica contra a mulher: a perspectiva de mulheres em situação de violência e dos profissionais responsáveis por seu acompanhamento. Brasília: Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU), 2009. RODRIGUES, Lucas de Avelar Vaz. O trauma, o tempo e a perlaboração. Mosaico: estudos em psicologia. Belo Horizonte, v. 2, n. 1, p. 1-7, 2008. SAFFIOTI, Heleieth Iara Bongiovani. Violência de Gênero no Brasil Contemporâneo. In: SAFFIOTI, Heleieth Iara Bongiovani; VARGAS, Monica Munoz (org.). Mulher Brasileira é Assim. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos,1994. SAFFIOTI, Heleieth Iara Bongiovani.Violência doméstica ou a lógica do galinheiro. In.: KUPSTAS, Marcia (Org.). Violência em debate. São Paulo: Editora Moderna, 1997.

×