• Save
Sistemas eleitorais brasileiros
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Sistemas eleitorais brasileiros

on

  • 2,189 views

Entenda porque você vota em um candidato e elege outro. Conheça alternativas propostas para o sistema eleitoral brasileiro.

Entenda porque você vota em um candidato e elege outro. Conheça alternativas propostas para o sistema eleitoral brasileiro.

Statistics

Views

Total Views
2,189
Views on SlideShare
2,187
Embed Views
2

Actions

Likes
1
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 2

http://www.linkedin.com 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Sistemas eleitorais brasileiros Presentation Transcript

  • 1. Votar não é o mesmo que eleger Prof. Danilo Badaró 08 de setembro de 2010
  • 2. Os dois sistemas eleitorais brasileiros Majoritário Proporcional Candidato Partido
  • 3. Sistema majoritário
  • 4. Majoritário - Executivo
  • 5. Majoritário - Legislativo 2002-2010 8 anos 2006-2014
  • 6. Sistema proporcional Câmara dos Deputados Assembleia Legislativa - RJ Câm. de Vereadores - Petrópolis
  • 7. Entendendo o sistema proporcional
  • 8. Votos Válidos Excluídos os votos Vagas em branco e os nulos Quociente Eleitoral Abrangência (RJ) Mandatos em disputa Dep. Federais 46 Dep. Estaduais 70 Vereadores (Petrópolis) 15 (em 2008) 23 (em 2012 – EC n.58/09)
  • 9. (Petrópolis – 2008) 178.280 15 Até 0,5 = 0 11.885,33 A partir de 0,6 = 1
  • 10. Votos Obtidos Quociente Partidário QE
  • 11. QE e QP – Petrópolis 2008
  • 12. Partido/Coligação Votos QP + 1 Recebe Obtidos sobra
  • 13. Sistema proporcional Distribuição das sobras 1ª Sobra Coligação V QP + 1 Média PCB/PRTB/PS 40.914 4 10.228,5 B PC do B/PMDB 25.533 3 8.511 PDT/PV 22.160 2 11.080 PSDC/PRP 20.605 2 10.302,5 PT/PPS 19.206 2 9.603 PHS/PSC 19.099 2 9.549,5 PTB/PSDB/DE 10.543 1 M PTC/PT do B 7.213 1 PR/PSL/PP 4.953 1 PSOL 4.457 1 PRB 3.597 1
  • 14. Sistema proporcional Distribuição das Sobras 2ª Sobra Coligação V L+1 Média PCB/PRTB/PS 40.914 4 10.228,5 B PC do B/PMDB 25.533 3 8.511 PDT/PV 22.160 3 7.386,33 PSDC/PRP 20.605 2 10.302,5 PT/PPS 19.206 2 9.603 PHS/PSC 19.099 2 9.549,5 PTB/PSDB/DE 10.543 1 M PTC/PT do B 7.213 1 PR/PSL/PP 4.953 1 PSOL 4.457 1 PRB 3.597 1
  • 15. Sistema proporcional Distribuição das Sobras 3ª Sobra Coligação V L+1 Média PCB/PRTB/PS 40.914 4 10.228,5 B PC do B/PMDB 25.533 3 8.511 PDT/PV 22.160 3 7.386,33 PSDC/PRP 20.605 3 3.434,16 PT/PPS 19.206 2 9.603 PHS/PSC 19.099 2 9.549,5 PTB/PSDB/DE 10.543 1 M PTC/PT do B 7.213 1 PR/PSL/PP 4.953 1 PSOL 4.457 1 PRB 3.597 1
  • 16. Sistema proporcional Distribuição das sobras 4ª Sobra Coligação V L+1 Média PCB/PRTB/PS 40.914 5 8.182,8 B PC do B/PMDB 25.533 3 8.511 PDT/PV 22.160 3 7.386,33 PSDC/PRP 20.605 3 3.434,16 PT/PPS 19.206 2 9.603 PHS/PSC 19.099 2 9.549,5 PTB/PSDB/DE 10.543 1 M PTC/PT do B 7.213 1 PR/PSL/PP 4.953 1 PSOL 4.457 1 PRB 3.597 1
  • 17. Sistema proporcional Distribuição das sobras 5ª Sobra Coligação V L+1 Média PCB/PRTB/PS 40.914 5 8.182,8 B PC do B/PMDB 25.533 3 8.511 PDT/PV 22.160 3 7.386,33 PSDC/PRP 20.605 3 3.434,16 PT/PPS 19.206 3 6.402 PHS/PSC 19.099 2 9.549,5 PTB/PSDB/DE 10.543 1 M PTC/PT do B 7.213 1 PR/PSL/PP 4.953 1 PSOL 4.457 1 PRB 3.597 1
  • 18. Sistema proporcional Distribuição das sobras 6ª Sobra Coligação V L+1 Média PCB/PRTB/PS 40.914 5 8.182,8 B PC do B/PMDB 25.533 3 8.511 PDT/PV 22.160 3 7.386,33 PSDC/PRP 20.605 3 3.434,16 PT/PPS 19.206 3 6.402 PHS/PSC 19.099 3 6.366,33 PTB/PSDB/DE 10.543 1 M PTC/PT do B 7.213 1 PR/PSL/PP 4.953 1 PSOL 4.457 1 PRB 3.597 1
  • 19. Sistema proporcional Resultado Final Coligação V Vagas obtidas Eleitos PCB/PRTB/PSB 40.914 4 Albano Gil Magno Jorge Luiz Osvaldo PC do B/PMDB 25.533 3 Bernardo Paulo Igor Roberto Fabio PDT/PV 22.160 2 Marcelo Thiago PSDC/PRP 20.605 2 Luiz Eduardo Renato PT/PPS 19.206 2 João Tobias Wagner Luiz PHS/PSC 19.099 2 Marcio Muniz Samir Yarak
  • 20. Sistema proporcional Suplentes (exemplo) Coligação Eleitos Suplentes PCB/PRTB/PSB Albano (3.423) Luiz F. Rocha (3.116) Gil Magno (3.126) Cirineu G. (2.382) Jorge Luiz (4.178) Jorge Maia (2.352) Osvaldo (3.382) Odair Ioras (2.241) PT/PPS João Tobias (1.457) Noeli (1.082) Wagner Luiz (1.681) Marcelo da Silva (1.006)
  • 21. O sistema proporcional foi capaz em 2002 Amauri Robledo Gasques Prof. Vanderlei Irapuan Assis (478) Teixeira Ildeu Araújo Elimar
  • 22. O sistema representativo será capaz em 2010?
  • 23. Eleições 2010 – Dep. Fed. RJ Coligação Partido Candidato PMDB Paulo Rattes Unidos pelo Rio PSC Hugo Leal Frente de Mobilização PSB Gil Magno Socialista Baninho Solidariedade PSDC Dudu O Rio de Janeiro Pode PPS Wagner Silva Mais PV Marcos Novaes Sem coligação PR Cel. Calixto Barbosa PC do B Renato Freixiela
  • 24. “Unidos pelo Rio” Elymar Santos (PP – PSC – PMDB) Paulo Rattes Hugo Leal Deley Eurico Miranda Jair Bolsonaro Leonardo Simão Sessim Picciani
  • 25. “Solidariedade” (PTB – PTN – PSDC – PHS – PTV) Walney Rocha Dudu Neném da Penha Dr. Wenceslau Paulinho Zeca Foguete Damasceno
  • 26. “Frente de Mobilização Socialista” (PSB – PMN) Gil Magno Romário Nicanor Ao Seu Dispor Baninho Pastor Armando Jamelão Laila Lucia do Ipê
  • 27. “O Rio de Janeiro Pode Mais” (PSDB – DEM – PPS) Wagner Silva Andreia Zito Arolde de Oliveira Rodrigo Maia Solange Amaral
  • 28. PC do B Jandira Renato Feghali Freixiela Dona Mary Xaolim Da Rocinha Birinha 51 Seu Miagui
  • 29. Propostas de alteração do sistema eleitoral brasileiro  Sistema proporcional com lista fechada  O eleitor já sabe quem será eleito no partido, mas reforça a “panelinha” intrapartidária  Sistema majoritário para todos os cargos  É mais simples para o eleitor, mas enfraquece os partidos  Voto distrital  Proximidade entre eleitor e eleito, menor custo para campanhas, mas enfraquece os partidos pequenos  Voto distrital misto  Mesmos prós e contras dos sistemas proporcional com lista fechada e distrital
  • 30. Prof. Danilo Badaró www.twitter.com/danilobadaro