• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Tipos de predicados
 

Tipos de predicados

on

  • 8,760 views

 

Statistics

Views

Total Views
8,760
Views on SlideShare
8,758
Embed Views
2

Actions

Likes
8
Downloads
357
Comments
0

1 Embed 2

http://www17.jimdo.com 2

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Tipos de predicados Tipos de predicados Presentation Transcript

    • Estudo do Predicado
    • O estudo do predicado O predicado , como já vimos, é o termo da oração que contém o verbo. Apesar de sujeito e predicado serem termos essenciais da oração, há situações (com verbos impessoais) em que a oração não possui sujeito. Porém, não é possível existir uma oração sem predicado.
    • Exemplos:
      • O presidente Lula viajou para Davos. Sujeito : O presidente Lula Predicado : viajou para Davos
      • Choveu torrencialmente no Rio de Janeiro. Sujeito : sem sujeito Predicado : Choveu torrencialmente no Rio de Janeiro
    • Verbo quanto à predicação
      • Existem verbos que QUALIFICAM o sujeito no predicado. São os chamados verbos de ligação.Esses verbos expressam o ESTADO do sujeito. Como servem apenas de ponte entre o sujeito e o seu estado, sua qualidade ou seu modo de ser, eles são chamados de verbos de ligação .
    • Os verbos de ligação podem expressar:
      • Estado permanente : ser, viver
      • Estado transitório : estar, andar, achar-se, encontrar-se
      • Estado mutatório : Ficar, virar, tornar-se, fazer-se
      • Estado de continuidade : continuar, permanecer
      • Estado aparente : parecer
    • Os principais verbos de ligação são ser, estar, ficar, permanecer, parecer, andar, continuar, tornar-se .
      • OBSERVA OS EXEMPLOS:
    • O Brasil é um grande país.
      • Sujeito Simples: O Brasil Predicado: é um grande país. Verbo de ligação (VL) (estado permanente): é Característica do sujeito ou sua qualificação: um grande país.
    • Manoel está feliz.
      • Sujeito simples: Manoel Predicado: está feliz. Verbo de ligação (VL) (estado): está Característica do sujeito: feliz.
    • O ministro e o seu assessor pareciam irritados.
      • Sujeito composto: O ministro e o seu assessor Predicado: pareciam irritados. Verbo de ligação (VL) (estado aparente): pareciam Característica do sujeito: irritados
    • Nota importante:
      • Chama-se de predicativo o termo que qualifica o sujeito no predicado.
      • Ex: Luísa anda cansada.
      • Sujeito simples: Luísa
      • Predicado: anda cansada
      • Verbo de ligação (VL) (estado transitório): anda
      • Predicativo do sujeito : cansada
    • Quando a oração tem verbo de ligação e predicativo do sujeito chamamos o predicado de:
      • PREDICADO NOMINAL
      • No predicado nominal, o núcleo é o nome, isto é, o predicativo do sujeito . Este termo é o que, no predicado, nos informa algo sobre o sujeito.
    • Predicado nominal É aquele que informa o estado do sujeito. E nesse caso o verbo empregado é de ligação .
    • Estrutura do predicado nominal
      • Essa formação dá-se por dois termos básicos:
      • Verbo de ligação
      • Predicativo do sujeito
    • A palavra central do predicativo é o núcleo do predicado. Exemplos:
      • Eu sempre ficava nervoso .
      • Sujeito: Eu
      • Predicado nominal : sempre ficava nervoso
      • Verbo de ligação: ficava
      • Predicativo do sujeito e núcleo do predicado : nervoso
      • As mulheres parecem distraídas.
      • Sujeito: As mulheres
      • Predicado nominal : parecem distraídas
      • Predicativo do sujeito e núcleo do predicado : distraídas
    • Núcleo do predicado nominal
      • O núcleo não é o verbo , mas sim a palavra que indica as características do sujeito contidas no predicado.O núcleo do predicado nominal é o predicativo do sujeito.
    • O predicativo do sujeito pode ser representado por
      • um adjetivo ou locução adjetiva;
      • um substantivo ou palavra substantivada;
      • um pronome substantivo;
      • um numeral.
    • Adjetivo ou locução adjetiva
      • O seu aroma é maravilhoso.
      • O seu perfume é de Jasmim.
    • Substantivo ou palavra substantivada
      • Aquele cara parece uma bola.
      • Recordar é viver.
    • Pronome substantivo
      • Meu texto não é esse.
      Numeral Nós somos onze em campo.
    • Exemplos:
      • Romário está feliz.
      • Sujeito Simples: Romário Predicado nominal : está feliz
      • Verbo de Ligação (estado transitório) : está
      • Predicativo do sujeito: feliz
      • Giovanna Antonelli é linda.
      • Sujeito Simples: Giovanna Antonelli Predicado nominal : é linda
      • Verbo de Ligação (estado permanente) : é
      • Predicativo do Sujeito: linda
    • Exemplos:
      • Aquele automóvel era lindo.
      • Sujeito: Aquele automóvel
      • Predicado nominal : era lindo
      • Verbo de ligação(estado transitório): era
      • Predicativo do sujeito : lindo
      • Núcleo do predicado: lindo.
    • O ministro ficou apreensivo.
      • Sujeito: O ministro
      • Predicado nominal : ficou apreensivo
      • Verbo de ligação (estado mutatório): ficou
      • Predicativo do sujeito : apreensivo
      • Núcleo do predicado: apreensivo.
    • Esta criança permanece irrequieta.
      • Sujeito: Esta criança
      • Predicado nominal : permanece irrequieta
      • Verbo de Ligação (estado de continuidade): permanece
      • Predicativo do sujeito : irrequieta
      • Núcleo do predicado: irrequieta.
    • Predicativo do sujeito
      • Trata-se do termo que atribui características ao sujeito por intermédio do verbo. Todo predicado construído com verbo de ligação necessita de predicativo do sujeito.
    • Exemplo: Romário continua feliz.
      • Sujeito: Romário Predicado nominal: continua feliz. Verbo de ligação: continua Predicativo do sujeito: feliz.
    • As atitudes de alguns políticos são imperdoáveis.
      • Sujeito: As atitudes de alguns políticos Predicado nominal: são imperdoáveis. Verbo de ligação: são Predicativo do sujeito: imperdoáveis.
    • Exemplo: O pássaro parece machucado.
      • Sujeito simples: o pássaro
      • Verbo de ligação: parece
      • Predicativo do sujeito: machucado
      • Predicado nominal: parece machucado
    • RESUMINDO
      • Existem dois tipos de verbos quanto à predicação;
      • Verbos Significativos
      • Verbos de Ligação (VL)
      • Os verbos significativos classificam-se em:
      • Verbo Transitivo (VT)
      • Verbo Intransitivo (VI)
      • Os verbos transitivos dividem-se em:
      • Verbo Transitivo Direto (VTD)
      • Verbo Transitivo Indireto (VTI)
      • Verbo Transitivo Direto e Indireto (VTDI)
    • Predicado Verbo Nominal
      • São predicados que tem dois núcleos: um núcleo constituído de uma forma verbal (verbo transitivo ou intransitivo com conteúdo referencial) e de um núcleo constituído de uma forma nominal (Substantivos, adjetivos, locuções adjetivas) ou pronominal.
    • Ex: Os excursionistas chegaram cansados.
      • Os excursionistas chegaram cansados.
      • Predicados verbo-nominal
      • Predicado verbo-nominal : Chegaram cansados
      • Núcleo verbal (verbo intransitivo) : Chegaram
      • Núcleo nominal: Cansados (predicativo do Sujeito)
    • Verbo Intransitivo
      • Pedro caiu.
      • Sujeito Simples: Pedro
      • Núcleo do Sujeito: Pedro
      • Predicado Verbal: Caiu
      • Verbo intransitivo: Caiu (núcleo do predicado)
      • Caiu é um Verbo Intransitivo porque não exige a presença de um objeto, ou seja, um substantivo ou um pronome substantivo para completar-lhe o sentido.
      • Quem cai ------- cai
      • Verbo intransitivo – Não exige objeto (in= não). A ação não transita para outras palavras.
    • Verbo Transitivo
      • Verbo Transitivo – Exige objeto a ação transita para outras palavras.
      • Cristina tem uma bicicleta.
      • Sujeito Simples: Cristina
      • Núcleo do Sujeito: Cristina
      • Predicado Verbal: tem uma bicicleta.
      • Verbo transitivo: Tem (núcleo do predicado)
      • Objeto : uma bicicleta.
      • Tem é um Verbo transitivo porque exige a presença de um objeto, ou seja, um substantivo ou um pronome substantivo para completar-lhe o sentido.
      • Quem tem ------- tem alguma coisa.
    • Verbo Transitivo: Direto e Indireto O verbo transitivo pode ser: Transitivo Direto, Transitivo Indireto e Transitivo direto e indireto.
      • Eu li o romance .
      • Sujeito simples: eu
      • Núcleo do sujeito: eu
      • Predicado verbal: Li o romance.
      • Verbo transitivo direto: Li
      • Objeto direto: O romance.
      • Verbo Transitivo Direto: é aquele que exige um complemento chamado objeto direto, ligado ao verbo sem preposição.
      • Eles acreditam em fantasma .
      • Sujeito simples: Eles
      • Núcleo do sujeito: Eles
      • Predicado verbal: Acreditam em fantasma.
      • Verbo transitivo ind. Acreditam
      • Objeto indireto: em fantasma.
      • Conectivo: em (=preposição)
      • Verbo Transitivo Indireto: é aquele que exige um complemento chamado objeto indireto, ligado ao verbo por preposição (normalmente, a , de, em.
    • As preposições em análise sintática, servem para unir palavras entre si e são chamadas conetivos . No caso do verbo transitivo indireto, a preposição liga o verbo ao objeto indireto.
      • O rapaz emprestou estes livros a um colega.
      • Sujeito simples: O rapaz
      • Predicado verbal: Emprestou estes livros a um colega.
      • Verbo transitivo direto e indireto: Emprestou.
      • Objeto direto: Estes livros
      • Objeto indireto: a um colega.
      • Conetivo: a (= preposição) com função de conetivo.
      • Conetivo: palavras que estabelecem conexão entre palavras, orações ou frases. (Moderna Gramática Brasileira
    • Verbo transitivo direto e indireto= é aquele que pede dois objetos : um objeto direto – sem preposição – e um objeto indireto – com preposição.
      • Assim, o verbo, elemento essencial do predicado verbal, classifica-se, de acordo com a predicação verbal, em:
      • Verbo intransitivo Não exige objeto.
      • Direto – exige objeto direto sem preposição
      • Verbo transitivo indireto – Exige objeto indireto (com preposição)
      • Direto e indireto – Exige um objeto direto e um
      • objeto indireto.
    • Objeto direto
      • Objeto direto: é o termo que completa o sentido de um verbo transitivo direto sem a presença obrigatória de preposição.
      • Ex: Os cientistas observam a terra.
      • Quem observa, observa o quê? – Objeto direto: A terra .
      • Ex: O rapaz beija a namorada.
      • Quem beija, beija quem? – Objeto direto: a namorada.
      • O objeto direto é a palavra (ou palavras) que responde(m) às perguntas o quê? ou quem? Feitas após o verbo transitivo direto.
    • Objeto indireto
      • Objeto indireto: é o termo que completa o sentido de um verbo transitivo indireto e vem ligado a ele por meio de preposição.
      • Ex: O ministro renunciou a seu cargo.
      • Quem renuncia, renuncia a quê? – Objeto indireto: A seu cargo
      • Eu não duvido de suas palavras.
      • Quem duvida, duvida de quê? – Objeto indireto: de suas palavras.
      • O objeto indireto é a palavra (ou palavras) que responde(m) às perguntas a quê? , a quem? , de quê?, de quem?, em quê?, em quem? feitas após o verbo transitivo indireto.
    • Núcleo do objeto: Tanto o objeto direto como o objeto indireto possuem núcleo, que pode ser representado por: Substantivo ou palavra substantivada; pronome substantivo; pronome pessoal oblíquo.
      • Os astronautas realizam uma perigosa viagem.
      • Sujeito simples: Os astronautas
      • Núcleo do sujeito: Astronautas.
      • Predicado verbal: Realizaram uma perigosa viagem.
      • Verbo transitivo direto: realizaram
      • Objeto direto: Uma perigosa viagem.
      • Núcleo do objeto direto: Viagem (substantivo)
    • Função Sintática dos pronomes oblíquos átonos I
      • Dependendo do contexto, os pronomes oblíquos átonos – me, te, se, o, a, os, as, lhe, lhes, nos, vos – em análise sintática, podem funcionar como objeto direto ou objeto indireto.
      • Objeto direto.
      • Eu o encontrei na praça. Eu os encontrei na praça.
      • Eu a encontrei na praça. Eu as encontrei na praça.
      • Quem encontra, encontra alguém (ou alguma coisa). O verbo encontrar exige um objeto sem a presença de preposição, portanto é um verbo transitivo direto, que pede um objeto direto.
    • Função Sintática dos pronomes oblíquos átonos II
      • Objeto indireto – lhe, lhes .
      • A criança lhe obedecia cegamente.
      • A criança lhes obedecia cegamente.
      • Quem obedece, obedece a alguém (ou a alguma coisa). O verbo obedecer exige um objeto com a presença da preposição a , portanto é um verbo transitivo indireto , que permite um objeto indireto .
      • Obedecia a quem? Objeto indireto: lhe, lhes
      • Na linguagem coloquial, muitas vezes, o pronome oblíquo lhe é usado com verbo transitivo direto. Assim:
      • Eu lhe encontrei na praça.
      • Essa construção deve ser evitada na língua culta.