• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Marketing digital
 

Marketing digital

on

  • 2,535 views

Palestra de Marketing Digital realizada no dia 17/10/2011 pela sócia-proprietária da D2B Comunicação, Daniella Borges de Brito, para os alunos do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade ...

Palestra de Marketing Digital realizada no dia 17/10/2011 pela sócia-proprietária da D2B Comunicação, Daniella Borges de Brito, para os alunos do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Anhembi Morumbi.

Statistics

Views

Total Views
2,535
Views on SlideShare
1,479
Embed Views
1,056

Actions

Likes
5
Downloads
0
Comments
0

4 Embeds 1,056

http://www.daniellaborges.com.br 1013
http://sucessolima.blogspot.com.br 32
http://sucessoaomarketing.blogspot.com.br 10
https://www.google.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Marketing digital Marketing digital Presentation Transcript

    • Marketing DigitalConceitos e Ferramentasparapequenos, médios e grandesclientes
    • Daniella Borges de Brito
      Publicitária, Empresária, Professora, Palestrante, Escritora e Blogueira.
      FormadaemPublicidade e Propaganda pelaBelasArtes de São Paulo
      12 anos de experiêncianaárea de Marketing Digital com passagempor grandes agências, como a Leo Burnett, Full Jazz e AgênciaClickIsobar. Atuounasáreas de desenvolvimento, criação, planejamento e gerenciamento de projetoscom grandes clientes taiscomo: Vick,ESPN, Kraft, Vivo, Bradesco, Citibank, Santander, Bank Boston, DHL, Fiat, Avon, etc.
      ProprietáriadaD2B Comunicação, agência de Marketing Digital com 3 anos de vida.
      Autora do livroConstruindo um blog de sucesso com o WordPress 3 pelaEditoraBrasport
      Blogueira do Multiplicidades(blog próprio), ProfissionaisTI e Tecnocrata Digital.
      Jáatueicomoprofessorapara a Impacta, Cadritech e Fit.
      Sobremim
    • O que os números significam
      Diferenças entre o Marketing tradicional e o Marketing Digital
      Diferenças entre atender pequenos, médios e grandes clientes
      As ferramentas do Marketing Digital
      Como iniciar um planejamento de Marketing Digital
      Agenda
    • O queosnúmerossignificam
    • O acesso à internet atingiu 77,8 milhões de pessoas no segundo trimestre de 2011, segundo o IBOPE Nielsen Online.
      Fonte:http://www.ibope.com.br/calandraWeb/servlet/CalandraRedirect?temp=6&proj=PortalIBOPE&pub=T&db=caldb&comp=pesquisa_leitura&nivel=null&docid=C2A2CAE41B62E75E83257907000EC04F
      Dados de Agosto de 2011 sobreosacessos a Internet
    • Dados de Agosto de 2011 sobreosacessos a Internet
      O crescimento do total de usuários continua a ser maior na internet domiciliar. Considerando somente os usuários ativos em residências, o número passou de 32,3 milhões em agosto de 2010 para 37 milhões em agosto de 2011, uma expansão de 14,4% no período.
    •  No entanto, em Abril de 2010 era o principal local de acesso a lanhouse (31%), seguido da própria casa (27%) e da casa de parente de amigos com 25%.
      Fonte: http://tobeguarany.com/internet_no_brasil.php
      Dados de Abril de 2010 sobreosacessos a Internet
    • Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/07/acesso-internet-3g-cresce-90-no-semestre.html
      Dados de Julho de 2011 sobreosacessos a Internet porcelular.
      O total de acessos ativos a internet via celular 3G cresceu 90% na comparação entre o primeiro semestre de 2011 e de 2010, chegando a 21,3 milhões. Este número representa 76,34% dos acessos móveis – que somam 27,9 milhões – e 48,74% do total de conexões de banda larga no Brasil – que chegam a 43,7 milhões.
    • Google Chrome será o navegador mais usado da internet em 2012, indicam estatísticas de uso.
      Fonte: http://www.caririnoticia.com.br/2011/10/google-chrome-sera-o-navegador-mais-usado-da-internet-em-2012-indicam-estatisticas-de-uso.html
      Tendênciapara 2012
    • 1024 x 768 pixels - ainda serve de referência para o desenvolvimento de web sites . Em setembro de 2011, foi usada por 17,01% dos usuários mundiais.
      1280 x 800 pixels - formato mais horizontal, utilizado por um número crescente de usuários. Em setembro de 2011, foi usada por 13,86% dos usuários mundiais.
      Essatendênciatambém se repete no Brasil.
      Fonte: http://marketshare.hitslink.com/report.aspx?qprid=17
      Dados de Outubro de 2011 sobre a utilização de resoluções.
    • E quais são as tendências para o futuro?
    • Telecentro
      O Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) prevê um incremento ainda maior no universo dos usuários de internet do país. A meta do governo é massificar, até 2014, a oferta de acessos banda larga e promover o crescimento da capacidade da infraestrutura de telecomunicações do país. Para isso, o Ministério das Comunicações pretende definir, até o fim de junho próximo, um plano de metas para oferecer internet em larga escala por R$ 35. Com esse valor, o Plano levara acesso à internet a 70% da população brasileira.
      Fonte: http://blog.planalto.gov.br/numero-de-usuarios-de-internet-no-brasil-cresce-139-em-um-ano-e-chega-a-432-mi/
    • Mas do que nós temos falado?
    • A geração Y é formada por jovens nascidos a partir do final dos anos 70. Dotados de uma gigantesca intimidade com o meio tecnológico, essa geração se caracteriza por ser questionadores por natureza, movidos a desafios, imediatistas e capazes de realizar varias tarefas ao mesmo tempo, não se sujeitam às tarefas subalternas de inicio de carreira, buscando sempre altos salários desde cedo.
      Fonte: http://mirandavox.blogspot.com/2009/05/geracao-y-e-formada-por-jovens-nascidos.html
    • Fonte: http://www.locawebers.com.br/uncategorized/estatisticas-de-marco-81-browsers-ipad-subindo-ie6-caindo/
      Dados Estatísticos de Maio de 2011 sobreacessosao site daLocaweb.
    • Mas do que deveríamos falar?
    • Itaim, Jardins, Morumbi, Vila Olímpia, não são referência quando falamos de Brasil.
      Regiões nobres de São Paulo
      Resto do Brasil
      Geração Y + Ipade Iphone.
      Nova Classe Média
      Quem mora em São Paulo não mora no Brasil.
    • Antes:
    • Agora:
    • A classe C representametadedapopulaçãobrasileira, ouseja, 100 milhões de pessoas.
      Essa nova classemédianãosonhamaisem ser como os ricos. Elaquerconsumir, massemfantasiar de deixar o bairroondemoraparamorarem um bairrogrã-fino.
      Essaclasseconsome 1 trilhãoporano, mais que as riquezastotais de Argentina, Uruguai, Paraguai e Portugal juntos.
      A rentabilidade mensal dafamília de classemédia é de R$ 2.295,00
      A classe C tem um potencial de consumomaior que as classes A e B que estão no topodapirâmide social.
      Fontes: http://noticias.r7.com/economia/noticias/nova-classe-media-consome-r-1-trilhao-por-ano-20110808.html?question=0
      http://noticias.r7.com/blogs/daniel-castro/2011/10/06/nova-classe-media-muda-novelas-e-jornais-da-globo-afirma-diretor/
      Nova Classe Média:
    • Tem doiscelulares e quermais um.
      Consomeroupas de marca.
      Tem TV plana de 29 polegadas.
      Tem TV porassinatura.
      Tem DVD.
      Tem Freezer e lavadora de últimageração.
      Aproveita o crédito e fazparcelas a perder de vista.
      Manicure Joseneide mora na Rocinha, tem 34 anos.
      Fonte: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI10074-15204,00-A+NOVA+CLASSE+MEDIA+DO+BRASIL.html /
      Nova Classe Média:
    • Não temos mais uma pirâmide social, mas sim um losango:
    • Voltando aos acessos a Internet
    • Parceladosem 12 vezes, jávem com osnavegadoresmaisatuais.
    • Internet a 0,50 centavos pordia no celular.
    • “Fizemos o comercial para atingir um público que não está on-line. O filme feito no Brasil mostra como uma menina contou com a ajuda da Internet para achar o dono de um cachorro, que estava perdido.”
       Esteban Walther, diretor de Marketing da Google para América Latina
      Fonte: http://www.caririnoticia.com.br/2011/10/google-chrome-sera-o-navegador-mais-usado-da-internet-em-2012-indicam-estatisticas-de-uso.html
    • Antes de pensarmosemplanejarumacampanha de Marketing Digital precisamosentender o cenário o qualestamosinseridosatualmente.
      Crescenteaumentodabandalarga.
      Crescenteaumento de acessospeloscelulares.
      Crescenteaumento do usoda Internet pelanova classemédia.
      Novosnavegadoresganhando o mercado.
    • vs
      Diferenças entre o Marketing tradicional e o Marketing Digital
    • “Marketing é a atividade humana dirigida para a satisfação das necessidades e desejos, através dos processos de troca.”
      Philip Kotler
      Fonte: Administração de Marketing – terceira edição
    • Houve uma redução no número de televisores ligados. No Rio de Janeiro, por exemplo, quase 20% dos aparelhos de televisão foram desligados entre 2005 e 2008. A média nacional ainda é alta, em torno de 42%, mas também tem dado sinais de ceder. Entre 1982 e 1991, cerca 65% de domicílios mantinham os aparelhos de TV ligados.
      Fonte: http://noticias.uol.com.br/ooops/ultimas-noticias/2008/09/18/ibope-de-novelas-desaba-na-globo-veja-a-queda.jhtm e http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/audiencia-novelas-globo/tv-televisao-ibope-indices-queda-emissora.shtml
    • No Brasilquemacessa a Internet passatrêsvezesmais tempo quevendo
      TV.
      Fonte: http://www.amidiaquemaiscresce.com.br
    • 76% dos consumidoresnãoacreditamque as marcasestãodizendo a verdadeemseusanúncios.
      Fonte: http://www.slideshare.net/Futurelab/advertising-is-dead
    • Fonte: http://loiclemeur.com/english/2007/04/food_lies_adver.html
    • Fonte: http://www.flickr.com/photos/blokey/275563297/sizes/z/in/photostream/
    • Dados da Nielsen Global Online ConsumerSurvey de Abril de 2009
      Fonte: http://www.admit.com.br/marketing/pesquisa-releva-midias-mais-confiaveis-para-publicidade
    • Dados da PricewaterhouseCoopers
      Fonte: http://colunistas.ig.com.br/consumoepropaganda/2011/05/24/bolo-publicitario-cresce-477-no-primeiro-trimestre/
    • “O ser humano há milênios vive em bandos, em grupos. Gostamos de nos aproximar de pessoas que têm interesses similares. A diferença é que com a Internet, agora não há mais barreiras geográficas e ficou muito mais fácil, barato e rápido se comunicar”.
      Seth Goldin
      Fonte: http://www.slideshare.net/logicadigital/palestra-marketing-digital-midias-sociais-e-marketing-de-busca-unip
    • Fonte: http://www.slideshare.net/mnegrini/marketing-de-experincia-e-mdias-sociais-3701547
      O novo consumidor
    • Fonte: http://trendwatching.com/trends/trysumers.htm e http://www.odiario.com/blogs/publistorm/de-novo-brastemp-brastemp/
      Trysumers
      Livres das amarras da convenção e da escassez, imunes à maior parte das propagandas, e gozando de livre acesso à informação, resenhas e navegação, consumidores experientes estão tentando novas aplicações, novos serviços, novos sabores, novos autores, novos destinos, novos artistas, novos relacionamentos, novo qualquer coisa com sabor de pós-mercado de massa.
    • Fonte:http://www.slideshare.net/paulisakson/whats-next-in-marketing-advertising-318143
      Nova forma de fazer Marketing
    • Fonte:http://www.slideshare.net/paulisakson/whats-next-in-marketing-advertising-318143
      Nova forma de fazer Marketing
    • As tendências do Marketing Digital
    • Depois da Internet
      • Comunicação Individual
      • Ouvir o consumidor
      • Atendimento Público (Mídias Sociais)
      Antes da Internet
      • Comunicação de Massa
      • Divulgação com Máximo Impacto
      • Atendimento Privado (Call-Center)
      Importante: Os Dois Modelos Convivem
      Fonte: http://www.slideshare.net/mnegrini/marketing-de-experincia-e-mdias-sociais-3701547
    • 1- MarcaCompanheira
      A Nike criou o Nike +, umarede social ondeamantes de corridapodem registrar seusavanços e compartilhar com outraspessoas. Para participar do Nike +, a pessoaprecisacomprar um dispositivo.
    • A Avon criou o Portal daMaquiagem, com matérias a respeito do assunto, tendências, blog, galeria de fotos.
      1- MarcaCompanheira
    • A Bombrilcriou a revista digital Mulher, quetambémestádisponívelgratuitamente no formatoimpresso. A revistaconta com matériasqueenvolvem o universofeminino.
      1- MarcaCompanheira
    • A Hellmanscriou o Recepedia.com onde as donas de casa podemencontrarreceitasculinárias.
      1- MarcaCompanheira
    • 2- Conteúdodescentralizado
    • 2- Conteúdodescentralizado
      O consumidor nãoquervisitar o site damarca
    • 2- Conteúdodescentralizado
      Fonte: http://www.slideshare.net/mnegrini/marketing-de-experincia-e-mdias-sociais-3701547
    • 2- Conteúdodescentralizado
    • 3- Engajamento
      Um consumidor engajado com uma marca recomenda-a quatro vezes mais que um consumidor com relação “neutra”.
      4X
      49%
      Quase metade dos consumidores bem atendidos online em caso de problemas acreditam que na verdade não tiveram problemas
      Consumidores engajados visitam os sites das marcas duas vezes mais e compram online seus produtos três vezes mais que os neutros.
      3X
      Fonte: http://www.slideshare.net/mnegrini/marketing-de-experincia-e-mdias-sociais-3701547
    • 3- Engajamento
      Fonte: 4º Relatório Anual de Engajamento Digital do Consumidor
    • 4- Contribuição
    • 5- Métricas
      Iralém dos Pageviews.
      As métricastambémdevemanalisar o sentimento do consumidor e seuengajamento.
    • 6- Marketing de Experiência e Permissão
      “O Marketing de Experiência conecta o consumidor com as marcasde maneirarelevante e memorável, se afastando do modelotradicional de sómostrarcaracterísticas e benefícios de produtos e serviços.”
      “O Marketing de Experiência é uma resposta à reação cada vez mais negativa dos consumidores a formas de marketing consideradas intrusivas, oferecendo experiências com as quais o consumidor escolhe se envolver.”
      Wikipedia
      É a arte de tornar um estranho um amigo, e o amigo, um cliente.O desafio para as companhias é convencer as pessoas a prestar atenção voluntariamente.
      Seth Goldin sobre o Marketing de Permissão
    • 6- Marketing de Experiência e Permissão
      O esquema dos “5 Cs”
      Fonte: http://www.slideshare.net/mnegrini/marketing-de-experincia-e-mdias-sociais-3701547
    • 6- Marketing de Experiência e Permissão
      Marketing de Permissão
      Marketing de Intromissão
    • 6- Marketing de Experiência e Permissão
    • 7- Personalização
      Camiseteria
    • 7- Personalização
      Dell
    • 8- Atração
      “É muito melhor ser encontrado do que enviar informações e ofertas para as pessoas”.
      “As pessoas procuram por dor de cabeça e não por aspirina.”
      Steve Rubel
    • 9- Rapidez
      A Internet mudou completamente a forma como clientes e empresas se relacionam.
      Enquanto a interação no SAC ainda é unidirecional, as redes sociais deram poder aos usuários. "Antes você reclamava para seus amigos e nada acontecia. Nas redes sociais você escancara essa situação", afirma Renato Shirakashi, cofundador da Scup, empresa de monitoramento de redes sociais.
      Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/tec/989698-redes-sociais-sao-mais-ageis-que-sac-como-canal-de-reclamacao.shtml
    • 9- Rapidez
      Juliana Rios, superintendente do SAC do Santander, concorda. "Não existe mais a opção de não estar nas redes sociais. O efeito avassalador atinge todo mundo”.
      Ela diz que a expectativa de resposta é totalmente diferente nesse novo SAC: "A própria rede não permite responder no dia seguinte".
      No Santander, há três metas: protestos que chegam via Twitter têm de ser atendidos em até duas horas; via Facebook, em 24 horas; via telefone, em até cinco dias úteis. Outras empresas trabalham com prazos similares.
      Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/tec/989698-redes-sociais-sao-mais-ageis-que-sac-como-canal-de-reclamacao.shtml
    • 9- Rapidez
      Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/tec/989698-redes-sociais-sao-mais-ageis-que-sac-como-canal-de-reclamacao.shtml
    • 10- Transmedia Storytelling
      “Uma história transmídia se descobra através de múltiplas plataformas de mídia, cada qual com um novo texto, fazendo uma contribuição distinta e valiosa para o todo.”
      Henry Jenkins
    • 10- Transmedia Storytelling
      • Nissan, Cisco e Sprint investiram milhões em ações transmedia que vão desde o patrocínio de downloads, spots de 30´antes das reprises online até uma promoção nacional de criação de novos heróis para a série.
      • As revistas em quadrinho (9th Wonders), que começaram na Internet, foram consideradas as mais lidas da história mundial. A DC Comics comprou para lançar em verso capa dura e já são Best-sellers.
      • A NBC tem 43 programas mas o site da série Heroes (mais de 10 mil páginas) deteve 25% do tráfego da rede desde que começou.
      Fonte: http://www.coxacreme.com.br/2007/12/04/transmedia-storytelling/
    • 10- Transmedia Storytelling
      6 autores, 6 histórias, 6 semanas. As históriaseramcontadasemdiversostipos de mídia.
    • Diferenças entre atenderpequenos, médios e grandesclientes
    • Pequenocliente
      • Nãoentende o queestácomprando e muitasvezes tem raiva de quementende. Elesabeque é necessáriomasnãoquerparticipar do processopoisnãovaloriza.
      • Nãosabedistinguir a qualidade e portantonãosabedistinguir o porquêdadiferença de preços.
      • Como elenãovaloriza o queestácomprando, elenãodáatençãoaoprojetopodendoextender um prazo final de mesesparaanos.
      • Tem muitadificuldadeementenderosprocessos, além disso possuiprocessos mal estabelecidos de marketing emsuaempresa.
    • Pequenocliente
      • Além do faturamento ser menor, nãopossui a cultura de investir 20% de seufaturamentoemmídia, limitando as ações a curtoprazo de tempo. Açõesquedemandammais tempo de investimentosãoprejudicadas.
      • Tem o mauhábito de nãoouvira agência, poisacreditaque “todomundo” entende de propaganda. Nãovêcomplexibilidadenaquiloque a agênciaproduz,
      • As cobrançasemrelação a prazo e qualidadecostumam ser praticamentenulas.
      • Nãopossui CRM, planejamento de marketing e muitasvezessuaestratégialimita-se a copiar a concorrência.
    • Grande cliente
      • Possui um departamento de marketing especializado e muitasvezespossuiváriasagênciastrabalhandoemconjuntoatendendo a diferentesdepartamentos, porisso o clientejáentende o suficiente e não é precisoexplicar o “bêabá” do Marketing Digital.
      • Por ser muitogrande, algumasaçõespodemficarparadas a espera de aprovações de algumasdiretorias.
      • Pordependerbastanteda propaganda, a cobrança do clienteemrelação a prazo e qualidadesãointensas. A agênciaprecisaproduzirmuito com qualidade e emcurtoespaço de tempo. A criatividadeprecisa ser “cuspida” parafora.
    • Grande cliente
      • Apesar de diversasagências e diversascampanhasseremproduzidassimultaneamente o cuidado com a marca do clientedeve ser prioridadeparanãogerarruídos de comunicação e manter a integridadedacomunicação.
      • O clientecostumaouvir a agência e exigedessa, soluçõescadavezmaisinovadoras e criativas.
    • Emresumo…
      O médiocliente é um “mix” entre o pequeno e o grande. Não é tão “primitivo”, porém não é tão departamental e estruturado.
    • Trabalhando com o pequenocliente
      • Utilizarlinguagem simples. Antes de vender é precisoexplicar.
      • Estabelecerregrasparanãocumprimento de prazos. Porexemplo, se nãohouveraprovaçãoemtantosdias, as atividadesserãoconsideradasautomaticamenteaprovadas.
      • Nãoadiantatentar vender um planejamento de marketing inteiro, mesmoqueessaseja a solução. É precisofazeraospoucos e mostrarosresultados. “Matar a cobra e mostrar o pau”.
      • É necessárioexplicartudo, mesmo o queparece ser óbvio.
    • Trabalhando com o grandecliente
      • O melhorequilibristavence. Tentarconciliarprazo e qualidadeemtodas as campanhasrealizadas.
      • Tragaseuclientepara ser seuparceiro. Como eleentende as dificuldades, valoriza o trabalhorealizadopelaagência, ficamaisfácilproduzirquando o clienteparticipa e se envolvenosprocessos.
      • Mensuretudo e com muitodetalhamento. O grandeclienteanalisauma boa campanhapelosseusresultados.
      • Sejatransparente. Umapequenadecepçãopodesignificarperdadaconta. Os grandesclientescostumam ser maisexigentes e intolerantes a erros, além disso a concorrência entre grandesagênciascostuma ser maisvoraz.
    • As ferramentas do Marketing Digital
    • Email Marketing - Dados
      • 78% das empresasutilizam o email marketing.
      • 50% afirmamque 10% de seufaturamentoprovémdessasações.
      • 31% afirmamque entre 6 a 10% daverbadestinada a Marketing Direto é utilizadapara o email marketing.
      • 34%disparam de 3 a 5 emails marketing pormês.
      • 17% das empresas disparam entre 500 mil e 1 milhão de e-mails e 14% disparam mais que 1 milhão.
      •  A segmentação é feita principalmente por histórico de comportamento (79%), informação demográfica (69%) e informação psicográfica (29%).
      Fonte: http://www.abemd.org.br
    • Email Marketing - Dicas
      1- Una o CRM com o Email Marketing;
      2- Mantenhasua base de emails livre dos bounces;
      3- Automatizeseu email marketing (festividades e remarketing);
      4- Abuse e use dos formatosdiferenciados;
      5- Coloque links parasuasredessociais;
      6- Ofereça um diferencial;
      7-Maisqualidadequequantidade;
      8-Prefiratrabalharsuaprópria base quecompraruma base de emails;
      9-Deixeumaopçãopara o usuáriosairdalista;
      10-Verifique se o seu IP nãoestáemnenhumalistanegra.
      Fonte: http://www.daniellaborges.com.br/email-marketing
    • E-Commerce - Dados
    • E-Commerce – Checklist paramontarsualoja virtual
      1- Pesquisa de mercado e de público-alvo
      2. Definição do portfólio de produtos
      3. Escolha dos fornecedores
      4. Benchmark e definição dos preços
      5. Definição da equipe
      6. Contrato Social
      7. Ferramenta
      8. Servidor de Hospedagem
      9. Definição de investimento inicial
      10. Marca
      11. Domínio
      12. Planejamento de Marketing e Comunicação
      13. Plano de Atendimento
       14. Estoque
      15. Logística
      16. Forma de Pagamento
      17. Política de devolução e garantia
      18. Selo ou certificado de segurança
      Fonte: http://www.daniellaborges.com.br/precisa-saber-montar-loja-virtual
    • Social Media - Dados
      O Brasil é o paísmaissociável do mundo.
      E como as marcaspodemtirarproveito disso?
    • Social Media - Ações
      Através de ações de Social Media.
      As açõessãofeitasemtrêspassos: planejar, executar e monitorar.
      Mediçõesimportantes: ranking de influenciadores, sentimento e engajamento.
      Açãoimportante: Plano de contingência
      Dica:Ações no Facebookdevemseguir o Promotions Guidelines.
      Use e abuse dos concursosculturais.
      Aproveite as ferramentasgratuitas.
    • Social Media - Ferramentas
      Google AlertsTopsy.comSorteie.meHootSuiteNorth Social Easy PromosIntegraçãoFacebook com Google DocsKurrentlySocial MentionGoogle Blog SearchSearch TwitterKloutSocial CamWetokuFriend Follow TwitterTwitter Fall PostRank AnalyticsBoardReaderTwazzupMonitterTweetbeep
      Mais: http://delicious.com/daniella.portasio.borges/socialmedia
    • Outrasferramentas
    • Como iniciar um planejamento de Marketing Digital
    • Como iniciar um planejamento de Marketing Digital
    • Como iniciar um planejamento de Marketing Digital
    • Como iniciar um planejamento de Marketing Digital
    • Muitoobrigada
      peloseu tempo.
      @daniellaborges
      contato@daniellaborges.com.br
      www.daniellaborges.com.br
      www.d2bagenciadigital.com.br