Your SlideShare is downloading. ×
Aula 2   acidentes de trabalho
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Aula 2 acidentes de trabalho

23,342
views

Published on


1 Comment
3 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
23,342
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
1,138
Comments
1
Likes
3
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Professor: Daniel MouraDisciplina: Higiene e Segurança do TrabalhoCurso: Graduação em Engenharia de Produção
  • 2. Segurança no TrabalhoO ACIDENTE DE TRABALHONÃO ACONTECE POR ACASO!
  • 3. Segurança no Trabalho Legislação “É o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa ou pelo exercício do trabalho dos segurados (....) provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte ou a perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho.”• Lei 8.213, de 24/07/1991, Art. 19 CONCEITO PREVENCIONISTA DE AT Evento inesperado e indesejável, que interrompa a rotina normal de trabalho, que gere perdas materiais, humanas ou de tempo.
  • 4. Segurança no Trabalho Exemplos de AT
  • 5. Segurança no Trabalho A dinâmica do AT Falhas ou quebrasElemento do processo produtivo Resultados secundários Acident e de Trabalh o
  • 6. Segurança no Trabalho  Parágrafo Único – Equiparam-se ao acidente do trabalho, para efeitos deste Regulamento: I. I. A doença profissional ou do trabalho, assim entendida a inerente ou peculiar a determinado ramo de atividade e constante da relação que constitui o Anexo I da lei sobre AT;I. O acidente que, ligado ao trabalho, embora não tenha sido a causa única, haja contribuído diretamente para a morte, ou a perda ou redução da capacidade para o trabalho;I. A doença proveniente de contaminação acidental de pessoal da área médica, no exercício de sua atividade.
  • 7. Segurança no Trabalho Artigo 3º - São também considerados como acidentes do trabalho:I. O acidente sofrido pelo empregado no local de trabalho, em consequência de: a) Ato de sabotagem ou de terrorismo praticados por terceiros, inclusive companheiro de trabalho; a) Ofensa física intencional, inclusive de terceiro, por motivo de disputa relacionada com o trabalho; a) Imprudência, negligência ou imperícia de terceiro, inclusive companheiro de trabalho; a) Ato de pessoa privada do uso da razão; a) Desabamento, inundação ou incêndio; a) Outros casos fortuitos ou de força maior.
  • 8. Segurança no TrabalhoII. O acidente sofrido pelo empregado ainda que fora do local e horário de trabalho:a) Na execução de ordem ou na realização de serviço sob a autoridade da empresa;a) Na prestação espontânea de qualquer serviço à empresa para lhe evitar prejuízo ou proporcionar proveito;a) Em viagem a serviço de empresa, seja qualquer meio de locomoção utilizado, inclusive veículo de propriedade do empregado;a) No percurso da resistência para o trabalho ou deste para aquela;a) No percurso de ida e volta para o local da refeição em intervalo do trabalho.
  • 9. Segurança no TrabalhoI. O acidente sofrido pelo empregado em período destinado a refeição ou descanso, ou por ocasião da satisfação de outras necessidades fisiológicas, no local de trabalho ou durante o horário deste. Parágrafo 1-º - Em casos excepcionais, constatando que doença nãoincluída no Anexo I resultou de condições especiais em que o trabalho éexecutado e com ele se relaciona diretamente, o INAMPS deverá considerá-lacomo acidente de trabalho.Parágrafo 2º - Não serão consideradas para efeitos do Parágrafo 1º a doençadegenerativa, a inerente a grupo etário e a que não acarrete incapacidade parao trabalho.
  • 10. Segurança no Trabalho Parágrafo 3º - Não será considerada agravação oucomplicação do acidente do trabalho a lesão que, resultantede outro acidente, se associe ou se superponha àsconsequências do anterior.Parágrafo 5º - Entende-se como percurso o trajeto usual daresidência ou do local de refeição para o trabalho, ou destepara aqueles.
  • 11. Segurança no Trabalho Classificação dos AT Acidente no TrabalhoAcidente Sem Acidente ComAfastamento Afastamentodo Trabalho do Trabalho Incapacidade Incapacidade Incapacidade Temporária Parcial Total Morte Permanente PermanenteO acidente O acidentenão deve ser deve serregistrado registrado
  • 12. Segurança no Trabalho Tipos de AT• Acidentes típicos: são todos os acidentes que ocorrem no desenvolvimento do trabalho na própria empresa ou a serviço desta.
  • 13. Segurança no Trabalho• Doenças ocupacionais: São doenças causadas pelo tipo de trabalho ou pelas condições do ambiente de trabalho.
  • 14. Segurança no Trabalho• Acidentes de Trajeto: São os acidentes que ocorrem no trajeto entre a residência e o trabalho ou vice-versa.
  • 15. Segurança no Trabalho Consequências Dos Acidentes De Trabalho Acidentado Família Colegas  Sofrimento físico  Mau estar. e moral.Plano  Sofrimento moral.  Inquietação.Humano  Diminuição do seu potencial de trabalho.  Pânico.  Perda de tempo.  Perda de salário.Plano  Perda de prémio  Dificuldades  Excesso de trabalho.Material  Baixa do seu económicas.  Formação do potencial profissional. substituto.
  • 16. Segurança no Trabalho Consequências Dos Acidentes De Trabalho Empresa País  Baixa do clima psicológico.Plano  Baixa do potencial humano.Humano  Má reputação para a empresa.  Máquinas paradas.  Perda de produção.  Perda de produção.  Estragos na máquina.  Recuperação do acidentado.Plano  Atrasos na fabricação.  Reformas.Material  Formação de substitutos.  Despesas de reeducação.  Perturbações técnicas.  Diminuição do poder de  Maiores custos. compra.  Prémio de seguro maior.
  • 17. Segurança no Trabalho Custos diretos dos AT´s• Salários pagos;• Assistência médica;• Medicamentos;• Indenizações.
  • 18. Segurança no Trabalho Custos indiretos dos AT´s• Tempo perdido para socorrer o acidentado; investigar as causas do acidente; retomar o ritmo normal de trabalho; reparar equipamentos avariados;• Baixa de produtividade;• Perdas de produtos;• Reintegração do acidentado;• Prejuízo para a imagem da empresa;• Reparação de equipamentos;• Substituição do acidentado;• Sofrimento da família do acidentado.
  • 19. Segurança no TrabalhoCausas dos acidentes detrabalho•Condição insegura;•Ato inseguro;•Fator pessoal de insegurança;
  • 20. Segurança no Trabalho CONDIÇÕES INSEGURASSão equipamentos, máquinas ouferramentas que apresentam defeitos ouestão com falta de algum acessório queproporcionam uma CONDIÇÃO DEINSEGURANÇA. São responsáveis por 10% dos acidentes.
  • 21. Segurança no Trabalho ATOS INSEGUROS São atitudes que você adota, muitas vezes, sem perceber, que podem causar um acidente. São responsáveis por 90% dos acidentes
  • 22. Segurança no TrabalhoFator pessoal de insegurança éa causa relativa aocomportamento humano quepropicia a ocorrência deacidentes como, por exemplo,doença na família, excesso dehoras extras, problemasconjugais, etc.
  • 23. Segurança no Trabalho EXEMPLOS1. EQUIPAMENTO TÉCNICO
  • 24. Segurança no Trabalho2. CONDIÇÕES DE TRABALHO
  • 25. Segurança no Trabalho3. TRABALHADOR (experiência, grau de instrução, idade, etc.)