Civilização Grega   aula 01
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Civilização Grega aula 01

on

  • 9,378 views

Professor Daniel Bronstrup.

Professor Daniel Bronstrup.

Statistics

Views

Total Views
9,378
Views on SlideShare
8,248
Embed Views
1,130

Actions

Likes
2
Downloads
401
Comments
1

5 Embeds 1,130

http://profhistdaniel.blogspot.com.br 675
http://www.profhistdaniel.blogspot.com.br 275
http://profhistdaniel.blogspot.com 135
http://www.profhistdaniel.blogspot.com 44
http://profhistdaniel.blogspot.jp 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • e
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Civilização Grega aula 01 Presentation Transcript

  • 1. Localização Geográfica e características da região: De um modo geral, o relevo das penínsulas e ilhas é montanhoso, entremeado de pequenas e férteis planícies isoladas umas das outras. Na Antigüidade, as montanhas eram recobertas de florestas e o litoral, muito recortado, favoreceu a navegação e as comunicações através do mar. Por outro lado, as características do relevo continental estimularam o isolamento e a autonomia das cidades gregas.
  • 2. Periodização da história grega: Período Pré-Homérico (Creto-Micênico): (Séc. XX a XII a.C.), Período de povoamento da Grécia antiga. Período Homérico: (1100 e 800 a.C.), período que teriam sido criados os poemas Ilíada e Odisséia, atribuídos ao poeta Homero. Período Arcaico: (800 a 500 a.C.) caracterizado pela formação da cidade-estado grega, a pólis. Período Clássico: (entre V e IV a.C.) período no qual as cidades gregas atingiram seu apogeu cultural, e consolidando a cidade-estado como forma de organização política. Período Helenístico: (336 a 146 a.C.) decadência da pólis grega, caíram sob domínio macedônico e posteriormente romano.
  • 3. Creto-Micênico ou Pré-homérico Primeiros povos a se fixarem na região são os Pelasgos.  de origem desconhecida.  Já habitavam a região em 2000 a.C. Mais tarde vieram os povos que deram origem a civilização micênica (a maior cidade era Micenas):  Aqueus;  Jônios;  Eólios.
  • 4. Creto-Micênico ou Pré-homérico Os micênicos (aqueanos) evoluíram muito graças a seus contatos com a civilização cretense. Creta (ou civilização minóica):  Cidade com uma rica elite comercial.  As mulheres desfrutavam de privilégios, religião com tendência matriarcal. Século XIV a.C.: Creta foi invadida pelos Aqueus, que assimilaram grande parte da sua cultura (civilização creto-micênica)  Controlaram o mediterrâneo oriental.
  • 5. GUERRA DE TRÓIA Possivelmente ocorrido entre 1300 a.C. e 1200 a.C. Os gregos enfrentaram a cidade de Tróia (Ilion) que controlava o estreito de Bósforo. Este estreito era o ponto de partida para alcançar as terras férteis e ricas do Mar Negro. Narrada pelo poeta Homero na clássica obra A Ilíada e a Odisséia.  Narra as aventuras do Herói grego Ulisses (ou Odisseu).
  • 6. Após a destruição de Tróia chegamos Dórios! Entre 1200 a.C. e 1100 a.C. Dórios:  Nômades, Guerreiros e já conheciam o ferro.  Destruíram todas as cidades do centro norte  Dispersão da população (conhecida como Primeira Diáspora Grega) para a Ásia menor onde fundaram Mileto, Éfeso, Halicarnasso. Fim do Período pré-Homérico.
  • 7. Período Homérico (XII ao VIII a.C.) Pequenas comunidades de base familiar.  Genos. Economia Agrária e autosuficiente. Pater = Administrava as funções. Com o aumento da população vamos ter o declínio do sistema gentílico.  O solo grego é muito pobre.
  • 8. A cidade Grega:Acrópole Ágora
  • 9. Período Homérico (XII ao VIII a.C.) Passaram a surgir divisões sociais. Surge a Propriedade privada. Segunda Diáspora Grega  devido ao aumento populacional das Comunidades Gentílicas. Colonização (VIII-VI).  Cidades gregas por várias regiões.  Distinção nas colônias:  Empórion (Estabelecimento comercial).  Apoikia (Lar distante) era uma cidade independente.
  • 10. Período Arcaico (XIII – VI a.C.) Crise no Sistema Gentílico. Esparta (ou Lacedemônia):  Localizada na península do Peloponeso.  Cidade-estado com origem na chegada dos Dórios.  Região antes habitada pelos Aqueus. Educação: Valorizavam ao máximo a formação física. Buscava-se o soldado.
  • 11.  Descendentes dos Jônios. ATENAS Escapou das invasões dóricas por sua posição geográfica. Contava com um porto natural (Pireu) que permitiu um desenvolvimento comercial. Economia:  Modo de produção escravista.  Primeiramente a base econômica era a agricultura, posteriormente o comércio desempenhou papel relevante.
  • 12. SOCIEDADE ATENIENSE Thetas: Marginalizados/Miseráveis/servos.
  • 13. REFORMAS JURÍDICAS Drácon (624 a.C.)  Tornou público um registro escrito das leis. Sólon (591 a.C.)  Eliminou a escravidão por dívidas.  Criou a Bulé com representantes de todas as regiões da pólis.  Criou a Eclésia = Assembléia popular que aprovava as leis da Bulé.  Helieu = Tribunal de Justiça. Mas estas reformas não solucionaram os problemas.
  • 14. REFORMAS JURÍDICAS Psístrato = Promoveu um golpe impondo uma Tirania.  Governou entre 546 e 527 a.C.  Seus filhos Hiparco e Hipias também governaram.  Hipias foi deposto em 510 a.C. Clítenes = Chegou ao poder e implantou a democracia.  Governou entre 510 a 507 a.C. Com a crise social equilibrada por meio da política de Clístenes, posteriormente Péricles pôde governar (entre 463 - 431 a.C.) uma Atenas forte politicamente.
  • 15. DEMOCRACIA ATENIENSE
  • 16. Período Clássico. (Séc. V ao IV a.C.) Apogeu:  Gregos enfrentaram e venceram a guerra contra os persas. Decadência:  As várias guerras civis enfraqueceram os gregos, permitindo que estes fossem invadidos pela Macedônia.
  • 17. GERRAS MÉDICAS Gregos X Império Persa. Medos (habitantes da Média, como era conhecida antiga Pérsia). 1° Batalha de Maratona (setembro de 490 a.C.)  Esparta e Atenas não aceitaram um acordo com o Império Persa.  Imperador Persa, Dario I enviou 50 mil soldados para a região de Maratona.  Gregos: 11 mil soldados (10 mil hoplitas infantaria e 1 mil de uma cidade próxima).  Posição do Relevo vantajosa para os Gregos.  Tradição: Soldado mensageiro correu 42 km para informar o resultado da guerra.
  • 18. GERRAS MÉDICAS Após 11 anos temos o segundo conflito: 479 a.C. = Xerxes retomou as ações contra os gregos.  Exército pelo norte com 300 mil homens.  Esquadra de 1 mil navios pelo sul (composta por fenícios).  Persas enfrentam forças espartanas nos desfiladeiros de Termopilas (combate onde o general Leônidas morreu ao lado de 300 homens).  Persas ocupam Atenas já evacuada.  Gregos massacram a frota persa na Batalha de Salamina (suprimentos estavam nos navios persas).  Xerxes e seus generais batem em retirada.
  • 19. GUERRA DO PELOPONESO Liga de Delos (477 a.C.)  Liderados por Atenas.  Pagavam tributos para financiar um poderoso Exército (aliança militar anti-persa).  Atenas governada por Péricles (Sobrinho de Clístenes) passou por crescimento econômico.  Construção do Parternon. Com o fim da contra os persas (448 a.C.) Atenas exigiu que as cidades-membros da liga continuassem pagando os tributos.  Apogeu de Atenas, tornou-se conhecida como a “Escola de Atenas”.
  • 20. GUERRA DO PELOPONESO Liga do Peloponeso.  Liderada por Esparta. 431 a.C. = Guerra do Peloponeso. 404 a.C. – Fim da guerra, com a vitória Esparta torna- se a mais poderosa cidade. 371 a.C. – Cidade de Tebas colocou fim a hegemonia espartana.  Esparta e Atenas fazem aliança para derrotar Tebas.  362 a.C. = A Grécia estava arruinada. 338 a.C. = Felipe II conquista a Grécia.  Alexandre, O Grande (entre 334 a 323 a.C.) deu continuidade a expansão do Império Macedônico.
  • 21.  Língua e Poesia: nossa língua está cheia de palavras derivadas do grego. Com os gregos, aprendemos a expressar nossos sentimentos por meio da poesia. Religião: mesmo sendo politeístas, os gregos imaginavam seus deuses à imagem e semelhança ao homem. Leis: as leis dos antigos gregos baseavam-se em um consenso popular, ou seja, estavam de acordo com a maioria.
  • 22.  Teatro: os gregos nos passaram o gosto pelo teatro com especial ênfase às questões ligadas aos sentimentos e sofrimentos da humanidade.
  • 23.  Ciências: os antigos gregos dedicavam grande parte de seu tempo na busca da compreensão dos fenômenos da natureza, pois acreditavam que o conhecimento tornaria as pessoas mais virtuosas, honestas, corajosas e bondosas.
  • 24. As Olimpíadas... Apesar de associarmos os jogos olímpicos com os esportes, os jogos da Grécia antiga eram principalmente um festival religioso para honrar a Zeus. As lendas contam que os jogos foram fundados por Hércules, que plantou uma oliveira de onde foram feitas as guirlandas dos vencedores. As primeiras olimpíadas foram realizadas em 776a.C. com apenas uma modalidade – a corrida de 200 metros chamada de Stadion, o que nos deixou a palavra ‘estádio’. Os jogos eram realizados a cada quatro anos, com o período de tempo entre os dois encontros conhecido como uma Olimpíada. Os jogos eram levados tão a sério pelos gregos que uma trégua era declarada, e estritamente respeitada, durante cada Olimpíada. Inclusive durante as Guerras do Peloponeso, os inimigos se misturavam e competiam lado a lado durante o evento. A trégua foi quebrada apenas uma vez por Esparta, que como castigo foi excluída dos jogos de 420 a.C..