Shared services brasil 2013

  • 2,226 views
Uploaded on

Temos ouvido muito sobre receios e dúvidas de profissionais sobre a implantação de um Centro de …

Temos ouvido muito sobre receios e dúvidas de profissionais sobre a implantação de um Centro de
Serviços no Brasil. Porém, o que é de fato real e o quais as implicações de instalar-se um Shared
Services aqui? Nesta sessão inédita, discuta com profissionais os mitos e a realidade sobre:

• Infraestrutura adequada
• Custos competitivos?
• Mão de obra
• Idioma e fuso horário
• Câmbio e burocracia

Daniel Brandão de Castro
Latam Treasury Director
PUBLICIS GROUP

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
2,226
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
18
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Organização e Realização Compartilhe experiências com Inscreva sua empresa na os principais profissionais de 4ª edição do Prêmio de Shared Services! Excelência em Centro de Serviços Compartilhados! 8ª Edição Shared Services Patrocínio Premium: & Outsourcing Week Brasil 2013 A evolução dos Centros de Serviços Compartilhados suportando a expansão da organização, o processo de internacionalização Patrocínio Master: e garantindo a excelência operacional 21 a 24 de Janeiro de 2013 | Milenium Centro De Convenções | São PauloNovidades para 2013:• Breakfast with Top Finance Leaders TRACKS EXPERIÊNCIA• BPO Leaders Round Table SIMULTÂNEOS: INTERNACIONAL• Panel Discussion TALENT AND CHANGE MANAGEMENT Implementação Patrocínio Ouro:• SSON Big Idea: TOP 10 INOVATION TIPS FOR Maturidade Claudia Bernal OUTSOURCING Directora de Productividad y Processos Gestión del Servicio• Tracks inéditos: Inovação e Processos ALPINA• WE NEED TO TALK ABOUT: Rumores e o que é verídico Pessoas na locação de um Shared Services Center no Brasil Tecnologia InovaçãoSessões Especiais2 SITES VISITS A SUA ESCOLHA! CONHEÇA AS EMPRESAS PALESTRANTES: Apoio:PHILIPS • GRUPO SANTA LUCIA S/A • HOSPITAL SÃO CAMILO • ALPINA • ALSTOM BRAZIL - FINANCE SHARED SERVICES CENTER •AVON AMÉRICA LATINA • OI • BOSCH • ALGAR S/A EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES • ENDESA • PROCTER & GAMBLE GBS• ESTRE • CASA & VÍDEO • SCHINCARIOL • JOHN DEERE BRASIL • GRUPO ESTADO • VOTORANTIM • SOLVAY SHARED SERVICES • PETROBRAS • RANDON S/A IMPLEMENTOS E PARTICIPAÇÕES – DIVISÃO HOLDING • TETRA PAK • SCHNEIDER ELECTRIC • BASF • EMBRAER • WILSON SONS • ALCOA • GRUPO CAMARGO CORREA • GRUPO SIMÕES • UBEC • BRAZIL PHARMA • WAL-MART • CUMMINS • BRFOODS • MARFRIG • NATURA • SOLVÍ • GRUPO ABRIL • BRASKEM S/A • EMBRAER • ACCENTURE • COSIN CONSULTING • TOTVS CONSULTING • READSOFT BRASIL • ELO GROUP • VISAGIO • STEFANINI
  • 2. 4º Prêmio de Excelência em Centro de Serviços Compartilhados Prezado(a) Executivo(a), Quem pode participar? Experiências inspiradoras sobre o futuro dos Centros de Serviços Você pode! Se você é uma enorme empresa Compartilhados no Brasil: a excelência operacional, a maturidade multinacional ou uma empresa de pequeno porte, um dos processos e as tendências evolutivas para suportar o hospital ou uma ampla unidade de negócios, desde que crescimento das organizações possua um CSC, nós queremos saber de você. O Prêmio O Prêmio de Excelência em Centro de Serviços de Excelência em Centro de Serviços Compartilhados está A evolução das empresas na consolidação dos Centros de Serviços no Compartilhados é realizado pelo IQPC nos EUA e na aberto para CSC’s que atendam o Brasil. Brasil denota um avanço na maturidade dos negócios e agregação de valor Europa há alguns anos. Em 2010 prestigiamos pela 1ª vez este setor que tanto tem crescido no Brasil e, em Como se candidatar para o prêmio a organização. A estabilização dos Shared Services Centers nas 2013, iremos realizar a 4ª edição deste prêmio. companhias reflete aspectos que inovam os modelos de performance, Participar não poderia ser mais fácil! Existem apenas 3 Aberto para qualquer empresa que possua um CSC, o escopo e redução e custos e promovem a busca na inovação dos Prêmio de Excelência em Centro de Serviços simples passos entre você e a chance de levar para casa processos, tecnologia e governança. Compartilhados foi criado para honrar, reconhecer e o prestigioso Prêmio de Excelência em Centro de promover os CSC’s que demonstrem verdadeiras Serviços Compartilhados. Quais são os desafios e as incertezas destes profissionais que melhores práticas. 1) Preencha o formulário. Faça o download do definem o modelo de operação dos Centros de Serviços, buscam a Os Vencedores e as Menções Honrosas serão anunciados formulário aqui. excelência operacional, a internacionalização e querem eliminar uma durante o Shared Services Summit 2013, em São 2) Reúna os documentos que sustentam a sua inscrição. Paulo, entre os dias 21 e 24 de janeiro de 2013. Faça o download das instruções para inscrição aqui. quantidade relevante de trabalho manual investindo na automação? 3) Envie seu formulário e documentos que sustentam a Se você está procurando uma forma de conquistar a sua inscrição para premio@iqpc.com (todos os Através da visão de especialistas e estudos de casos de empresas em atenção da sua Diretoria/ Alta Gerência, ou uma forma documentos devem ser menores do que 2MB). diferentes níveis de maturidade, o SSON traz a 8ª edição do Shared de motivar sua equipe, você já encontrou. Não são somente eles que ouvirão sobre isso, mas também toda E para tornar o processo de avaliação transparente, Services & Outsourcing Week Brasil. Abordando os fatores críticos e existe um conjunto de critérios que se aplica a cada comunidade de CSC no Brasil! resultados de organizações em constante transformação, o evento tratará categoria. Clique aqui para visualizar os critérios de temas que solucionarão as principais dúvidas em relação ao real valor Para identificar e nomear sua organização ou seus avaliação que serão utilizados para julgar o Prêmio de profissionais para o Prêmio de Excelência em Centro Excelência em Centro de Serviços Compartilhados proporcionado as empresas pelos Centros de Serviços Compartilhados. de Serviços Compartilhados, o SSON está montando 2013. um prestigioso grupo de especialistas e líderes em CSC Este é o momento adequado para buscar os melhores e mais inspiradores no Brasil. Esse painel julgador independente, renomado Alguma pergunta? Entre em contato com o IQPC pelo modelos orientados a resultados! pelos anos de experiência na gestão de um CSC, será telefone +55 11 3164-5600. Agende-se para o encontro que reúne os melhores especialistas e estudos ideal para escolher os expoentes do sucesso em boas de caso. práticas e excelência empresarial. Categorias de Inscrição Então, não perca tempo! A data final para a entrega das inscrições é 30 de novembro de 2012. Quando os • Prêmio para Best New CSC Confirme sua participação ainda hoje! jurados finalizarem o difícil processo de seleção, os três Melhor Centro de Serviços Compartilhados com até melhores candidatos em cada categoria serão anunciados 3 anos como os finalistas, no dia 14 de janeiro de 2013. *Fichas • Prêmio para Best Mature CSC de inscrição serão aceitas apenas em formato eletrônico. Melhor Centro de Serviços Compartilhados com mais 3 anos s Lariza Carrera eparativo ece os pr Painel Julgador Sector Manager PS: Com seu projet o na rever para insc mio de SSON o do Prê O painel julgador para o Prêmio de Excelência em 4a ediçã e foi CSC qu Centro de Serviços Compartilhados 2013 será Excel ência em ra honrar, anunciado em breve. criado pa over os er e prom reconhec demonst rem Fique atento para detalhes no site CS C´s que s www.cscbrasil.com. s melhore ve rdadeira práticas!Conecte-se: Shared Services & Outsourcing Brasil @ssonetwork Shared Services & Outsourcing Network (SSON) Shared Services & Outsourcing Network (SSON) Shared Services & Outsourcing Network Shared Services & Outsourcing Network (SSON)´s Shared Services & Outsourcing Network IQ es una división de IQPC designada a realizar O IQPC é uma multinacional de informação empresarial, com sede nos E.U.A. e escritórios em 9 países. No Brasil, a empresa seguimientos, analizar tendencias y necesidades de información de todas las industrias en lo que se segue a missão do grupo de levar conteúdo atrativo e atualizado para executivos, promovendo, assim, o desenvolvimento de refiere a servicios compartidos en Brasil y en el mundo. Por intermedio de nuestras conferencias, diversos setores da economia. A elaboração de nossos produtos é baseada na imparcialidade e na qualidade do conteúdo, promovemos charlas e intercambios de experiencias para ejecutivos del sector. Con amplio trabajo de respeitando as expectativas e as necessidades de informação de cada mercado. Para mais informações e para conhecer nossos investigación, desarrollamos productos para mejorar la actuación y el aprendizaje de los eventos, visite o site: www.iqpc.com.br profesionales involucrados y la constante renovación de estos mercados.
  • 3. Dia 1 Segunda-feira, 21 de janeiro de 20137:30 Welcome SS&O Week Roundtable Discussion 15:30 Como a captura descentralizada de documentos aumentou a eficiência do projeto de8:00 Recepção e credenciamento para o Workshop A 11:30 SS&O Survey: 4 MAIN challenges to sourcing gestão e permitiu a redução de custos operacionais industry WORKSHOP A • Benefícios potenciais Desafio 1: Superar o desafio em custos - Entendendo os fatores de • Divergências nos sistemas de gestão Início 8:30 | Término 10:00 custo envolvidos no seu nível de serviço • Gestão do processo Desafio 2: Aproveitar o outsourcing como uma das ferramentasBREAKFAST WITH TOP FINANCE LEADERS para atingir os objetivos de negócios Edgard Pinheiro caso Desafio 3: Os provedores de soluções precisam investir em suas Managing Director practiO café da manhã de abertura do Summit proporcionará o debate co equipes de gestão de contas READSOFT BRASILsobre a implantação, desenvolvimento e integração dos Centros de Desafio 4: Os compradores e fornecedores precisam fazer parceriasServiços às estratégias das companhias do ponto de vista dos para promover inovações em negócios e processar resultados de TI 16:15 Networking Coffee Break e Demo Drivelíderes de finanças das corporações. Participe e conheça a opiniãodestes profissionais sobre os principais impactos e desafios nas *Acompanhe as atualizações no site www.cscbrasil.comdiferentes fases dos Centros de Serviços em suas empresas, no que 17:30 As estratégias de pós-implementação dotange as oportunidades e benefícios alcançados. Centro de Serviços Compartilhados • Da decisão a efetiva implantação do CSC 12:15 Resultado da Pesquisa TOTVS de Maturidade Estabelecido em 2009, o SSC da Bosch tem a intenção de • Prioridades com a implantação do CSC de CSC Brasil - 2012: Confira os resultados e aumentar o escopo e incorporar os processos de: recrutamento e • Entendimento do cenário inteire-se sobre os principais pontos de evolução seleção, sales backoffice, logistics backoffice, data security and • Aspectos relativos à Governança Corporativa telesales. Conheça as soluções desenvolvidas pelo Centro de • Otimização de recursos dos CSC’s no Brasil Serviços para enfrentar os desafios mais relevantes na última etapa • Quais as reais oportunidades de geração de savings no Centro • Quais são as melhores práticas globais de CSC? de implantação do Centro de Serviços Compartilhados. de Serviços Compartilhados? • Quais são as características essenciais de um CSC? Sua empresa • Os próximos passos do CSC da Bosch atende ao mínimo? • Estratégias aplicadasAdemir dos Santos Emanuel Toscano • Como está a maturidade dos CSC’s no Brasil? • Os modelos e ferramentas utilizadas para promover a adesãoCFO Diretor Financeiro e • Quais são os principais pontos de evolução dos CSC’s no Brasil? • O alinhamento dos SLA´s às expectativas dos clientesPHILIPS Serviços Compartilhados • Como está o seu CSC em comparação com o mercado? HOSPITAL SÃO CAMILO Rosangela Barbosa Decio Wehbe • Como esse modelo ajuda seu CSC a atingir seus objetivos? caso practi Controller Liderado por: Commnunication Center Brasil - Shared Services Center co Charles Hagler Rafael Froes BOSCH GRUPO SANTA LUCIA S/A ACCENTURE Diretor Gerente Sênior Vencedor do Prêmio de Excelência em Centro de Serviços TOTVS CONSULTING TOTVS CONSULTING Compartilhados Latin America– Categoria Best New10:00 Networking Coffee Break e credenciamento para aConferência 18:15 BPO Leaders Round Table 13:00 Almoço Services Level - The cost of quality service10:30 SSOW Opening 14:00 Utilizando o Centro de Serviços Este painel foi desenvolvido como uma oportunidade que permita aos Opening Speech Compartilhados como estratégia central para participantes o entendimento do cenário, a avaliação da viabilidade, o crescimento do negócio gerenciamento da implantação e a medição da eficácia de um BPO. Os10:45 International Session líderes responderão a dúvidas sobre as causas, o momento adequado e Acompanhe como o CSC pode ser utilizado como plataforma deO Centro de Serviços Compartilhados como uma o que leva uma empresa a decidir-se pela implantação de um BPO. crescimento e aquisições através da modelagem de processos ealavanca no processo de crescimento e mecanismos de gestão. • Como o modelo de transição impacta a cadeia de valor de BPOmodernização de empresas • erpetuando ganhos de padronização de processos e • Conheça as melhores práticas de governança para outsourcing mecanismos de gestão (pessoas, processos, tecnologia) • Garantindo o compliance e mitigando os riscos em operações de BPOEsta apresentação apresentará o estudo de caso da Alpina no • Como adotar uma postura preventiva para solucionar problemascaminho do sucesso na reestruturação da empresa através da • Incorporando atividades não transacionais • Elementos fundamentais para incorporação de operações de • Indicadores mais adequados na gestão de terceirizadosimplementação de CSC. Conheça os principais aspectos e ajustes • BPO mudou?do modelo para o processo de evolução e inovação da empresa. novos serviços e áreas clientes • Estratégias de implementação e gestão Frederico Marquezini   Gaspar Carreira Junior Mauricio Rocha Silva • Estratégias para implementar a inovação Diretor Diretor de Serviços Lemos • As ferramentas tecnológicas que permitem a melhoria de COSIN CONSULTING Financeiros / Diretoria Executivo responsável processos e qualidade dos serviços Adm-Financeira & RI pela gestão dos • Como identificar oportunidades de melhoria contínua? OI contratos de BPO 14:45 A centralização dos processos financeiros no • Planejamento estratégico dos serviços do Grupo Algar Centro de Serviços Compartilhados com o objetivo Arnaldo di Petta ALGAR S/AClaudia Bernal de reduzir custos e assegurar a governança (a confirmar) EMPREENDIMENTOS E caso corporativa Latam FSSC Sr. ManagerDiretora de Produtividade e Gestão de Serviços practi co PARTICIPAÇÕES AVON AMÉRICAALPINA Este workshop tem o objetivo de demonstrar o caso prático da LATINA Liderado por: Alstom, que conseguiu reduzir custos e garantir a governança CAPGEMINI corporativa através da incorporação da área financeira no CSC. • Controle proporcionado pelo CSC • Implantação de KPI´s e planos de ação René Dortmund ctico ca pra so Networking Manager Drinks Reception ALSTOM BRAZIL - FINANCE SHARED SERVICES CENTER 19:00 Shared Services Awards 2013 Participe da 4ª edição do Prêmio de Excelência em Centros de Serviços Compartilhados! Desfrute deste coquetel para continuar o networking com os melhores profissionais de Shared Services Centers! Você é nosso convidado para a entrega dos prêmios de Excelência em Centro de Serviços Compartilhados. 19:45 Encerramento do 1º dia do Summit
  • 4. Dia 2 Terça -feira, 22 de janeiro de 20137:30 Technology Demonstration 11:15 Panel Discussion TALENT AND CHANGE MANAGEMENT8:00 Recepção e credenciamento para os Workshops B e C Durante esta sessão interativa, debateremos o tema de gestão da mudança e de talentos em uma perspectiva do Centro de Serviços Compartilhados. Início 08:30 | Término 10:00 • Como eliminar incertezas de comunicação interna em um projeto? • Práticas de redução de turnover • Engagement WORKSHOP B WORKSHOP C • Comunicação e treinamento dos funcionários BPO Think Tank Passo-a-passo na definição de KPI`s • Como garantir a máxima aderência ao projeto – Definindo indicadores de • Skills development A análise da viabilidade de transição do desempenho para seu centro de Aglaê Gonçalves Centro de Serviços Compartilhados para serviços Consultora de Comunicação Estratégica Corporativa a operação de BPO Nesta abordagem, entenda como podem ser Este workshop inicial abordará a evolução de um definidas as métricas críticas para mensuração 12:00 Atingindo a Excelência na Gestão do CSC: Conjugação do modelo de CSC e o processo de transformação para um BPO, preci­ icação com o modelo de SLA´s f de desempenho dos serviços prestados pelo apresentando os resultados, expectativas, revisão das Centro de Serviços Compartilhados, Nesta apresentação, a Visagio irá passar pelas três etapas de desenvolvimento de um Centro de estratégias e produtividade. Através de uma proporcionando um relacionamento vantajoso Serviços Compartilhados, mostrando como implantar um modelo benchmark de CSC e atingir a experiência prática, compreenda de que forma com os clientes e demonstrando valor aos excelência em sua gestão, sendo abordados aspectos como: potencializar os benefícios e obter a excelência nos stakeholders. • Modelos de preci­ cação e repasse de custos do CSC para as unidades de negócio fi processos do CSC através de um processo de • O que deve ser medido? • Acordos de nível de serviço outsourcing • Ferramentas para medição de desempenho • Atingindo excelência operacional e educando a demanda através da conjugação do modelo de • Redução de custos gerada pela terceirização • Como utilizar os resultados das métricas preci­ cação aos acordos de nível de serviço fi • A operação de BPO é uma evolução do CSC? para melhoria de perfomance do CSC • Descrição do novo processo • O papel do modelo de relacionamento com clientes internos na profissionalização da relação de • Definição dos objetivos de performance do prestação de serviços. • Desafios da terceirização CSC • Como é adequação do CSC? Vitor Marques • Caso prático • Mensuração da produtividade Sócio-Diretor • De que forma ocorre a consolidação do BPO? Flávia Baraúna VISAGIO Responsável pelo CSC Felix Massun Ronilson Carassini ENDESA Vice-Presidente de Gerente Sênior de Desenvolvimento Desenvolvimento 12:45 SSON Big Idea – TOP 10 INOVATION TIPS FOR OUTSOURCING Tips to de Negócios de Negócios think! CAPGEMINI CAPGEMINI *Acompanhe atualizações no site www.cscbrasil.com10:00 Networking Coffee Break e Demo Drive 13:00 Almoço10:30 A evolução do Centro de Serviços Compartilhados na busca de excelênciana prestação de serviços: criando e executando um roadmap para o ganho de Agradecimentos especiais para o nossomaturidade de um CSC Advisory Board que nos ajudou a construir e a enriquecer a conferência.Essa palestra busca mostrar a importância do Centro de Serviços Compartilhados em definir como seráa sua trajetória de evolução dentro da organização. O planejamento de como o CSC ganhará Juliano Godoy – Marfrigmaturidade deve ocorrer desde o momento de sua criação, e deve ser usado como norteador das ações Lucas Feltre – Solvíestratégias a serem tomadas durante o tempo para alcançar a excelência em prestação de serviços. Esteban Carril – Chazey PartnersNesse sentido, nessa palestra, serão abordados temas como: Ronilsson Carassini – Capgemini • Lógica de migração de novos serviços para o CSC e descentralização de outros processos para as Breno Jácome - Visagio unidades/áreas da organização • Melhoria de sistemas para suportar a evolução do CSC • Aumento da relevância estratégica e absorção de processos cada vez mais menos transacionais para o CSC • Implantação de lógica de melhoria contínua • Criação de cultura de mensuração e apuração de ganhosRafael ClementeSócio-DiretorELO GROUP
  • 5. Dia 2 Terça -feira, 22 de janeiro de 201314:00 TRACKS SIMULTÂNEOS IMPLEMENTAÇÂO MATURIDADE PESSOAS PROCESSOS14:00 Desempenho e implantação de um CSC 14:00 O estabelecimento da governança 14:00 Determinando as etapas da incorporação e 14:00 Consolidando a incorporação de escopospleno corporativa e os ganhos de transparência e abrangência dos processos ao HRSS no CSC através de projetos de melhoria fortalecimento da cultura provenientes da • O conceito de CSC Pleno incorporação das atividades financeiras ao Centro Construído há 5 anos, o HRSS da Alcoa contempla O centro de serviços compartilhados da Embraer • Por que implantar um CSC Pleno de Serviços Compartilhados Remuneração, Benefícios, Expatriados, Recrutamento e tem passado por constantes projetos de melhorias • Análise financeira da implantação de um CSC Seleção, Treinamento, Gestão de Desempenho, Portal de em reduzido espaço de tempo. Um dos que tem • Visão geral do projeto de implantação de um Veja como a empresa está passando pela Auto-Atendimento (gestor e funcionário), Central de se destacado é a rotina de cobrança automatizada, CSC Pleno consolidação de seu Centro de Serviços Atendimento de Recursos Humanos, Folha de Pagamento, através de soluções de portal para consulta de • Lições aprendidas Compartilhados e acompanhe todos os aspectos Controle de Ponto, Administração de Pessoal, Indicadores, fornecedores. Veja nesta palestra como a Embraer • Maturidade ideal de implantação alinhada aos relativos aos ganhos de eficiência, transparência Controles Internos e Segurança da Informação. Conheça tem maximizado a performance do CSC e objetivos estratégicos da empresa financeira e produtividade resultantes deste modelo. nesta palestra o modelo implementado, e a discussão permitido um rápido amadurecimento. • Próximos passos • Mensuração de ganhos sobre ferramentas que auxiliam na identificação de • Aumento e incorporação de escopos • Capacitação de pessoas funções que devem ser centralizadas. • Automação de rotinas Eduardo Carril • Prazos e recursos • Como identificar os processos de RH com o Gerente Senior Marcelo Campos TOTVS CONSULTING mesmo perfil Francisco Camina Carlos Jose Amaral Gerente de Excelência em Serviços Diretor de Finanças Diretor do CSC • Análise das variáveis críticas EMBRAER GRUPO ESTADO GRUPO ESTADO • De que forma os processos podem ser agrupados • Investimento em IT caso practi caso practi Tânia Nossa caso practi caso practi co co Diretora do Shared Services Center co co ALCOA14:45 Os resultados da implantação de um CSC 14:45 A aplicação da metodologia Lean Seis 14:45 Shared services melhorando o 14:45 Exemplificando as diferenças entre aPleno Sigma no CSC como alavanca para a Excelência desempenho do RH implantação de CSC e a centralização de serviços OperacionalESTRE Um ponto primordial da implantação do CSC é Como a metodologia  Lean Seis Sigma aplicada ao Armando Possebon Júnior evidenciar as diferenças entre o modelo conceitual*Acompanhe atualizações no site www.cscbrasil.com Centro de Serviços Compartilhados da Votorantim Gerente de Produto do Centro de Serviços Compartilhados e a Industrial tem permitido saltos de produtividade e CONSTAT centralização de serviços. Nesta palestra, será foco no “doing the right things” demonstrado como o CSC deve estar baseado em *Acompanhe atualizações no site www.cscbrasil.com • O que é o nosso CSC? um modelo de gestão por processos, e o que o • Porque adotamos o LEAN? diferencia de uma centralização de serviços. • Lições aprendidas • Pilares do CSC • Resultados Obtidos – O que mudou? • A padronização dos processos • Principais Ferramentas de Gestão • Aspectos metodológicos do CSC • Qual o próximo passo rumo a Excelência Valdemir Ferreira Operacional? Gerente de Serviços Compartilhados Luiz Aparecido Caruso Neto caso caso BRASKEM S.A. caso practi practi practi Diretor do CSC co co co VOTORANTIM15:30 Acompanhe o processo de implantação do 15:30 A concepção de uma estrutura de 15:30 Superando os desafios da estandarização 15:30 O passo-a-passo do desenvolvimento daCentro de Serviços Compartilhados na Casa & Vídeo, avaliação de desempenho que contribui para a de processos quando o HRSS suporta diferentes operação do Centro de Serviços Compartilhadoscujo os principais objetivos foram melhorar o controle decisão no Centro de Serviços Compartilhados unidades operacionais Resultados efetivos na implementação do CSC sãodas operações e suportar a expansão do grupo No CSC da Petrobras foi criada uma estrutura de Confira nesta apresentação como a padronização alcançados quando a operação está baseada emCom 72 unidades espalhadas no Rio de Janeiro, a Casa avaliação de desempenho que permite a tomada de e a estabilização dos processos são essenciais na modelos sólidos de gestão de relacionamento e& Vídeo optou pela implantação de um CSC que decisão de forma estratégica. Nesta palestra, implantação de um HRSS que atende a diferentes gestão de contratos. Este workshop demonstraráfocasse no controle e padronização dos processos e acompanhe como foi esta estruturação e como ela é unidades operacionais Através da experiência do o passo-a-passo do projeto de transição,gerasse uma postura de prestador de serviços na utilizada em um CSC que possui 3 certificações. Grupo Abril, avalie como foram consolidados os fundamental na implantação de um Centro deorganização. Suportando o crescimento e expansão da • Processos que devem ser mensurados de processos, implantado o HRSS e quais as Serviços Compartilhados. Através da experiênciaempresa, hoje o CSC contempla as operações forma prioritária melhorias na performance. da Solví, conheça como foi o processo de análiseadministrativas, TI, DP e suporta a área de Compras. • Como as informações são trabalhadas? • Centralização das atividades de viabilidade, consolidação dos processos e • A implantação de um CSC em um segmento • O modelo implementado • Modelos de padronização change management proveniente da implantação. tão específico como varejo • Como os processos foram estabilizados Acompanhe também as lições aprendidas, os Aby Albu resultados obtidos e melhorias na performance. • Mapeamento dos processos e gestão de SLA’s Gerente de Planejamento e Desempenho Rutílio Rachelle • O CSC visto como uma alterativa estratégica • O projeto desenvolvido internamente dos Serviços Compartilhados Gerente de Serviços de RH • Metodologia geral de desenvolvimento do CSC • Migração e suporte da área de TI PETROBRAS GRUPO ABRIL • Estruturação do modelo de governança • Os patrocinadores do projeto corporativa que suporta o desenvolvimento Andre Moreira Andre London Santos Gerente do CSC Lucas Rodrigo Feltri caso caso caso Diretor Executivo CASA & VÍDEO practi co practi co Diretor Executivo do CSC practi co de Desenvolvimento SOLVÍ caso Organizacional practi co CASA & VÍDEO
  • 6. Dia 2 Terça -feira, 22 de janeiro de 2013 IMPLEMENTAÇÂO MATURIDADE PESSOAS PROCESSOS16:15 Networking coffee break16:45 Maximizando os benefícios e as lições 16:45 Definição das métricas para 17:15 Os desafios do atendimento a diversos 16:45 CASO PRÁTICO A padronização eaprendidas com a implantação do CSC estabelecimento de SLA´s com as áreas clientes países na criação de um HRSS – Estabelecendo os estabilização dos processos em uma implantação padrões para atendimento a demandas diferentes de CSC – Considere os aspectos fundamentais naVeja neste estudo de caso quais as criticidades no Veja nesta palestra o estabelecimento de e interculturais centralização dos serviçosprocesso de implantação do CSC e como foram indicadores para cada macro-processo e quais sãodefinidas a estratégias para o desenvolvimento os resultados obtidos com esta implantação. Confira nesta palestra os aspectos da implantação Este estudo de caso abordará os procedimentos,alinhado com os objetivos estratégicos da • Critérios de medição dos indicadores do HRSS na Tetra Pak, com o escopo de contemplando a redefinição de responsabilidades,companhia. • Planejamento para construção dos indicadores atendimento para América Central e América do a reorganização das atividades, e a gestão da • O start up • Gestão e aprimoramento dos indicadores Sul. O objetivo da palestra é demonstrar as mudança proveniente da implantação. Avalie como • O que é necessário para a reestruturação? criticidades no atendimento a países com foram consolidados os processos, implantado o • Lições aprendidas e desafios pós-implantação Jordi Pujol demandas específicas. CSC e quais as melhorias na performance. Management - Managing Director • Escopo de atendimento • Centralização das atividades Faustino Guilherme SOLVAY SHARED SERVICES • Suporte e gestão • Modelos de padronização Iglesias Lacerda Bruns • Estabelecimento de SLA´s • Change management Diretor do CSC Gerente • Como os processos foram estabilizados SCHINCARIOL Administrativo Fernando Carneiro caso SCHINCARIOL caso HR Shared Service Center Director – caso André Higa caso practi practi practi practi co co Cluster Central & South America co Gerente de CSC co TETRA PAK LTDA. WILSON SONS17:30 Alicerces para o design, construção e 17:30 O planejamento para a incorporação de 18:00 Como o Shared Services de RH pode 17:30 Determinando o papel dos “processimplantação de um Shared Services Center novos processos no CSC otimizar processos e ferramentas e permitir a experts” dentro do CSC e como eles agregam transformação do negócio valor praticando a melhoria contínua dos processosNeste estudo de caso, Inteire-se dos aspectos O foco em redução de custos do CSC da Randonfundamentais da atuação estratégica do CSC e tem priorizado os projetos para iniciativas de curto Veja nessa palestra como aumentar a performance A BASF tem há mais de 4 anos uma rede globalquais os benefícios resultantes da implantação. prazo. Veja como tem sido estabelecidas as e transformar o escopo e atuação através da de process experts. Confira nesta apresentação • Overview do CSC alternativas e soluções para minimizar os impactos evolução do HRSS. como é desempenhada a função dos process • A incorporação das área e suas do cenário de orçamento restrito em virtude do • Estratégias e aceleradores do HRSS experts como interlocutores entre os requisitantes particularidades cenário atual do mercado. • Ganhos e melhorias obtidas de melhorias  (áreas de serviço o negócio) e os • Os pilares do CSC • Etapa de sinergia após implantação de ERP • Desejável x alcançável técnicos de TI.   • Planejamento para incorporação de novos projetos • Definição das funçõesAlex Brauveres Cleo Nascimento Emerson Martins • Soluções para as empresas e negociação com unidades • Etapas do projetoFerreira Dutra Gerente de RH • Revisão de contratos • Performance da operaçãoController, LATAM Project Manager, Finance SCHNEIDER ELECTRIC • Aprovação de budgetRegional Office & Shared Services Juan Pablo Rouvier GarayFinance Shared Services JOHN DEERE BRASIL Celiz G. Frizzö SAF/FS South America Shared Service Center HeadJOHN DEERE BRASIL caso Gerente do Centro de Serviços Compartilhados c caso BASF c aso aso practi co RANDON S/A IMPLEMENTOS E practi co practi co practi co PARTICIPAÇÕES – DIVISÃO HOLDING18:15 Encerramento do 1º dia do Summit Confira a opinião de quem já participou: “Ótimas informações e troca de opiniões, ajudando a iniciar CSC ou consolidá-lo. Muitos cases interessantes.” Fabio P. Hernandes,Gerente Contábil/Fiscal CSC, CIELO “Evento muito positivo com conteúdo muito bem escolhido.” Rogerio Carvalho,Gerente de TI, CR ALMEIDA “As Apresentações foram muito construtivas.” Simone Welster, SS Report and Interco Coordinator, KRAFT FOODS / CADBURY
  • 7. Dia 3 Quarta-feira, 23 de janeiro de 20137:30 Technology Demonstration 10:30 TRACKS SIMULTÂNEOS8:00 Recepção e credenciamento para os Workshops D e E TRACK E TECNOLOGIA TRACK F INOVAÇÂO 10:30 BPO de Documentos - Tendências em 10:30 Acompanhe nesta palestra de que forma Início 08:30 | Término 10:00 tecnologia e processos da gestão da informação um processo de BPO pode suportar as criticidades para os centros de serviços compartilhados e sua e desafios da área de Tecnologia da Informação WORKSHOP D WORKSHOP E evolução O tema de Tecnologia é algo recorrente nasConsidere os diferentes métodos de De que forma soluções de TI podem • Modelo atual e modelo proposto empresas e na maioria das vezes pode ocasionarcusteio e precificação dentro do CSC: suportar a expansão do Shared Services, • Aplicações problemas e imprevistos. Nesta abordagem, veja • Processo de triagem do documento como um modelo de BPO pode ser uma soluçãoComo manter um bom relacionamento com os sendo facilitadores no aumento da eficiente para as empresas minimizarem estasclientes e comprovar a eficácia do CSC ? transparência, na eliminação de erros Rodrigo Planet ocorrênciasDesenvolver um modelo consistente de rateio de e no aumento do ROI Gerente de pré-vendas de BPO • Aspectos críticos da área de TI STEFANINIcustos tem sido um dos principais desafios dentro Neste workshop, veja como a automoção permite • Por que um BPO pode ser uma solução viável casode um Centro de Serviços e um dos o desenvolvimento e expansão do Centro de • Desafios e próximos passos practi cofatores mais expressivos para se manter um bom Serviços, otimizando os custos e potencializandorelacionamento com os clientes. Além disso, a BRMALLS a absorção de processos.comprovação da redução de custos e eficácia do 11:15 Gerenciando outsourcing workforces – 11:15 Os desafios de atração e desenvolvimento • Oportunidades geradasCSC devem ser apoiadas em uma estratégia de Como encontrar, desenvolver e motivar um de pessoas em um ambiente maduro de CSC: • Produtividadeprecificação que permita uma percepção de valor talento terceirizado Criando um time multicultural e de alta • Plano de ação justo no repasse de custos. Discuta neste performance No modelo de terceirização, um dos desafios éworkshop quais são os benefícios, desafios e Plínio Campos Gerente Global de Processos aperfeiçoar e maximizar a produtividade. Este • Desenvolvimento de pessoas no CSCfatores críticos na workshop tem o objetivo de oferecer uma metodo- • Práticas de gestãodefinição do modelo. MARFRIG logia aplicável para apresentar quais as formas de • Adaptação de perfil, atração e treinamento • Critérios para definição de custos de cada Claudio Ferreira potencializar os benefícios com este modelo. • Ambiente e motivação atividade Gerente de Eficiência Operacional • Ferramentas de gestão • Como são comunicados os preços MARFRIG • Ambiente, motivação e turnover Rodrigo Brea • Readequação de processos • Contratação e treinamento Gerente Geral do CSC • Como novos serviços são incorporados NATURA • Como o cliente percebe o repasse de custos Rosana Rodrigues caso practi caso practi IT Manager co co Jair Bondicz CUMMINS Diretor do CSC BRFOODS 12:00 As exigências da customização de 12:00 Como transformar uma área administra- sistemas no Shared Services Center para tiva em uma central de serviços colaborativa ao atendimento a distintas regiões negócio e ao mesmo tempo exercer o papel de10:00 Networking coffee break e Demo Drive governança das operações Acompanhe como está sendo o processo de adaptação ao modelo de CSC implantado no • Perfil profissional a mudança grupo e quais os obstáculos enfrentados na • Relacionamento com cientes internos absorção de atividades. • A dependência dos sistemas versus a • Barreiras de sistemas performance de atendimento. Agencia Oficial: Local do Evento • Acompanhamento e monitoramento dos • Desdobramento de metas e indicadores acompanhamento. • Resistência interna: como superá-las? • Integração das áreas no objetivo do Centro de Serviços Daniel Gross Diretor do CSC caso practi Emerson Weslei Dias caso practi co co WAL-MART BRASIL Senior Controller ATLANTIA BERTIN CONCESSÕES 12:45 Almoço © 2013 IQPC. Todos os direitos reservados. O formato, diagramação, conteúdo e arranjo deste folheto constituem uma marca registrada do IQPC. Contato:Tatiana Evangelista MILENIUM CENTRO DE CONVENÇÕES E-mail:tatiana@vialuxtur.com.br Rua Dr. Bacelar, 1043 Alteração do Programa - Possíveis mudanças no programa da conferência podem acontecer por motivos alheios ao IQPC. Em caso de impossibilidade de comparecimento por parte de Tel: 11 3045 2120 Vila Mariana São Paulo-SP algum palestrante, o IQPC fará tudo o que estiver ao seu alcance para substituí-lo por outro profissional qualificado a proferir sobre o assunto proposto. Entretanto, o IQPC não garante a Fax: 11 3045 5061 CEP04026-002 substituição. Salientamos que disponibilizaremos ou não o material das apresentações, de www.vialuxtur.com.br Tel: 55 11 5591 1271 acordo com a autorização de cada palestrante.
  • 8. Dia 3 Quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 Dia 4 Quinta-feira, 24 de janeiro de 201313:45 BR6 VISIONAIRES PANEL WORKSHOPS SIMULTÂNEOSEleitos por você!!! WORKSHOP F – Site Visit Workshop E - Site VisitLançado pela primeira vez em 2010, os membros do SSOn elegem a 6 líderes de Saída 7:30 / Início visita 9:00 / Saída 11:00 Saída 8:30 / Início visita 10:00 / Saída 13:00provedores de solução para responder perguntas ao vivo, em uma sessão muitoesperada. Desde seu lançamento, todos os anos, mais de 5000 espectadores já viram esta sessão O Centro de Serviços Compartilha-online e mais de 3500 membros já viram ao vivo em todo mundo. dos da Camargo Correa foi imple- *Acompanhe atualizações no site www.cscbrasil.comO BR6 foi estabelecido para ajudar os profissionais a entender onde e como seus líderes eleitos estão mentado em 1999 e presta serviçosde acordo ou desacordo sobre o futuro dos Centros de Serviços Compartilhados e a indústria de nas áreas financeira, controladoria,outsourcing. Esta é uma sessão que definitivamente você não pode perder! TI, pessoas, suprimentos e jurídica..14:45 Como evoluir a maturidade do seu CSC Participe desta visita técnica e conheça o modelo de negócios que • Custos abrange 23 empresas-cliente, 27 • Gestão de Serviços processos, 225 subprocessos e por • Melhoria Contínua volta de 8,6 milhões de transações • Incorporando novos processos • Incorporando novas empresas (M&A) por ano. • Priorização dos investimentos de evolução Liderado por: Joceline Maria Pomim Valentim Charles Hagler Rafael Froes Gerente de Capital Humano Diretor Gerente Sênior ACH – Capital Humano TOTVS CONSULTING TOTVS CONSULTING GRUPO CAMARGO CORREA15:30 O papel do CSC na incorporação de novos negócios através de fusões e *Vagas limitadasaquisições (M&A)Conheça a experiência da Brazil Pharma no processo de adaptação do CSC: quais são os fatorescríticos de êxito na integração de novas empresas? • Ajustes necessários para a transição • O rol de Shared Services Investimento • Diagnóstico da situação atual da empresa ca pr so actico De 08/12/2012 a De 08/01/2013 aBRAZIL PHARMA Pacotes Até 07/12/2012 07/01/2013 18/01/2013Dia 3 Quarta-feira,16:15 Networking coffee break 23 de janeiro de 2013 Conf + 3WS + site visit Conf + 2WS + site visit R$6610.00 R$5770.00 R$7375.00 R$6480.00 R$7875.00 R$6980.00 Conf + 1WS + site visit R$4920.00 R$5585.00 R$6085.0016:45 INTERACTIVE PANEL Conf + 1WS ou site visit R$4080.00 R$4690.00 R$5190.00SS&O Week Wrap up Conferência R$3795.00 R$4295.00 Workshop (cada) R$995.00 R$1095.00WE NEED TO TALK ABOUT: Rumores e o que é verídico na locação de um Site Visit (cada) R$995.00 R$1095.00Shared Services Center no Brasil Os descontos mencionados não são cumulativos com outros descontos. Os valores contém impostos que devem ser retidos e recolhidos pela fonte pagadora em conformidade com a legislação vigente (Lei 116/2003,Temos ouvido muito sobre receios e dúvidas de profissionais sobre a implantação de um Centro de art.5º da Lei 10.925/04 e art. 647 do RIR). Entre em contato com nossa Central de Atendimento, antes de efetuar o pagamento para obterServiços no Brasil. Porém, o que é de fato real e o quais as implicações de instalar-se um Shared detalhes do valor a ser pago. * O pacote gold inclui conferência + 3 workshops ou site visit + technical dayServices aqui? Nesta sessão inédita, discuta com profissionais os mitos e a realidade sobre: • Infraestrutura adequada O pagamento da inscrição deverá ser efetuado antes do evento e inclui almoço, café, bebidas e material detalhado das palestras. Participantes • Custos competitivos? poderão ser substituídos a qualquer momento e sem nenhum custo extra. O IQPC não fornece reembolso para cancelamentos ou adiantamentos. Para cancelamentos recebidos até sete (7) dias úteis antes do evento, você receberá 100% de crédito para uso em outro evento do IQPC pelo • Mão de obra período de um ano da data do cancelamento. Quando o cancelamento ocorrer com menos de 5 dias da realização do evento, o crédito será de 70% • Idioma e fuso horário do valor pago. No caso do IQPC cancelar a realização do evento, todos os pagamentos serão convertidos em créditos para futuros eventos do IQPC. O crédito estará disponível por até um ano da data do cancelamento. No caso do IQPC postergar o evento, pagamentos serão transferidos para a • Câmbio e burocracia nova data. Se você não puder participar do evento nesta nova data receberá 100% de crédito para uso em outro evento do IQPC pelo período de um ano a partir da data do cancelamento. Para cancelamentos não pagos, a empresa organizadora mantém-se no direito de cobrar uma taxaLeonardo Nunes Ferreira, M.Sc. administrativa de R$500,00 referente a custos administrativos internos. O IQPC não é responsável por perdas e danos causados por substituição, alteração, mudança de data, postergação ou cancelamento de um evento. O IQPC não irá assumir nenhuma responsabilidade se o evento forSuperintendência alterado, re-agendado, postergado ou cancelado devido a motivos de força maior não previstos ou qualquer outro acontecimento que torne a sua Daniel Brandão de CastroUBEC realização imprudente, ilegal, impraticável ou impossível. Estes motivos incluem, mas não estão limitados a: Restrições governamentais e/ou Latam Treasury Director regulamentais, guerra ou ameaça de guerra, terrorismo ou ameaça de terrorismo, desastres, desordem civil, distúrbios e/ou greves, restrições, suspensões e/ou restrições de transporte público ou qualquer outra emergência. Por favor, note que os palestrantes e tópicos deste evento foramRicardo Borges PUBLICIS GROUP confirmados no momento da publicação, entretanto, circunstâncias que fogem do controle da empresa organizadora podem levar a substituições, alterações ou cancelamentos de palestrantes e tópicos. Caso seja necessário, o IQPC se reserva o direito de alterar ou modificar os palestrantes e/Gerente ou tópicos anunciados. Qualquer substituição ou alteração será informada no nosso site assim que possível.GRUPO SIMÕES17:45 Encerramento do 3º dia do Summit