   É o fenómeno, que em Medicina, corresponde ao    baixo nível de glicose no sangue.   É definida pela tríade de Whiple...
   A glicose é a principal fonte de energia    do cérebro, sendo utilizada em grande    parte pelas células sem intervenç...
   Os sinais e sintomas da Hipoglicemia,    são os decorrentes de alterações no    estado de consciência, e são de dois  ...
 Foi avaliada pela 1ªvez em 1937. Em 1949, um estudo envolvendo 289  recém-nascidos, permitiu definir a  Hipoglicemia co...
   Os bebés prematuros não possuem    muito     glicogénio      no coração,    principalmente os que estão com    dificul...
   O coração é importante para a    manutenção imediata da vida, mas o    cérebro é o órgão mais importante em    termos ...
   Os     recém-nascidos      com     baixas    reservas     de    glicogénio,     podem    apresentar hipoglicemia a qua...
   Estudos    realizados   em    modelos    animais,       demonstram       danos    neurológicos irreversíveis quando a ...
   Estudos evidenciaram que:     • O numero de dias em Hipoglicemia moderada       esteve     fortemente relacionado   co...
   Com a queda dos níveis de glicose, há um    aumento de ácidos gordos e de radicais livres,    com diminuição do substr...
   Na hipoglicemia, o transporte de iões    fica prejudicado e activa os mecanismos    de perda de integridade da membran...
   O melhor tratamento é a prevenção,    através da identificação precoce dos    recém-nascidos de risco (recém-nascidos ...
   glicemia inferior a 40mg/dl:       administrar glicose    endovenosa;   Se a hipoglicemia persistir por um período   ...
   Em casos de hipoglicemia persistente,    deve-se passar para a nutrição através    da via parentérica.   A utilização...
Hipoglicemias em recém nascidos
Hipoglicemias em recém nascidos
Hipoglicemias em recém nascidos
Hipoglicemias em recém nascidos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Hipoglicemias em recém nascidos

16,904

Published on

Published in: Health & Medicine
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
16,904
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
61
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Hipoglicemias em recém nascidos

  1. 1.  É o fenómeno, que em Medicina, corresponde ao baixo nível de glicose no sangue. É definida pela tríade de Whiple: • glicemia (nível de glicose no sangue)<50mg/dl; • Sintomas associados à diminuição da concentração sanguínea de glicose; • Reversão ou melhoria desses sintomas com a elevação da glicemia.
  2. 2.  A glicose é a principal fonte de energia do cérebro, sendo utilizada em grande parte pelas células sem intervenção da Insulina. A concentração desta no sangue é um dos factores mais importantes para a manutenção do metabolismo cerebral (dado que as reservas cerebrais de glicose e glicogénio se esgotam cerca de 2 minutos após a cessação do fornecimento de glicose ao cérebro).
  3. 3.  Os sinais e sintomas da Hipoglicemia, são os decorrentes de alterações no estado de consciência, e são de dois tipos: • Adrenérgicos: taquicardia e hipertensão, taquipneia, palidez e pele fria, sudorese, tremores e excitabilidade. • Neuroglicopénicos: letargia, discurso atrasado, comportamento bizarro, sendo por vezes agressivo e hostil, agitação, confusão, défices neurológicos, convulsões e coma.
  4. 4.  Foi avaliada pela 1ªvez em 1937. Em 1949, um estudo envolvendo 289 recém-nascidos, permitiu definir a Hipoglicemia como: • Leve: 40 < níveis de glicemia > 50mg/dl • Moderada: 20 < níveis de glicemia > 40mg/dl • Grave: níveis de glicemia < 20mg/dl
  5. 5.  Os bebés prematuros não possuem muito glicogénio no coração, principalmente os que estão com dificuldades respiratórias. Vão necessitar de níveis sanguíneos elevados de glicose para compensar a falta de oxigénio, aumentando assim o consumo cardíaco .
  6. 6.  O coração é importante para a manutenção imediata da vida, mas o cérebro é o órgão mais importante em termos do futuro do bebé. Quanto mais baixos forem os níveis de glicose no cérebro, mais riscos o bebé corre, uma vez que este não armazena glicose, particularmente os recém-nascidos de baixo peso, pois possuem baixos substratos para manter a concentração de glicose.
  7. 7.  Os recém-nascidos com baixas reservas de glicogénio, podem apresentar hipoglicemia a qualquer momento durante os primeiros dias de vida, sobretudo quando as alimentações são muito espaçadas ou quando a ingestão de nutrientes é insuficiente. Nos recém-nascidos, outras causas comuns são a prematuridade, a pós- maturidade, e a função anormal da placenta durante a gestação.
  8. 8.  Estudos realizados em modelos animais, demonstram danos neurológicos irreversíveis quando a hipoglicemia ocorre simultaneamente com outras doenças severas, tais como Isquémia Hipóxica, sepses e choque.
  9. 9.  Estudos evidenciaram que: • O numero de dias em Hipoglicemia moderada esteve fortemente relacionado com deficiências a nível do desenvolvimento mental e motor aos 18 meses de idade, mesmo após se ajustarem vários factores conhecidos como influentes no desenvolvimento; • A duração da hipoglicemia é o factor mais importante relacionado com o prognóstico neurológico.
  10. 10.  Com a queda dos níveis de glicose, há um aumento de ácidos gordos e de radicais livres, com diminuição do substrato energético para o cérebro, e diminuição do AMPc. Mesmo na presença de baixos níveis de glicose sanguínea, os recém-nascidos prematuros apresentam baixas concentrações de corpos cetónicos, o que significa que estes têm uma habilidade limitada para mobilizar fontes energéticas alternativas.
  11. 11.  Na hipoglicemia, o transporte de iões fica prejudicado e activa os mecanismos de perda de integridade da membrana celular, permitindo a entrada de Cálcio e Sódio na célula, levando a inchaço e morte neuronal.
  12. 12.  O melhor tratamento é a prevenção, através da identificação precoce dos recém-nascidos de risco (recém-nascidos macrossómicos, recém-nascidos cujas mães fizeram uso de β-simpaticomiméticos e hipoglicemiantes orais, recém-nascidos com restrição do crescimento intra- uterino, e prematuros); Bebés amamentados com leite materno têm menores níveis sanguíneos de glicose, no entanto, este tipo de nutrição é mais facilmente digerido, e oferece substratos alternativos.
  13. 13.  glicemia inferior a 40mg/dl: administrar glicose endovenosa; Se a hipoglicemia persistir por um período de 24 a 36 horas: fazer uso de corticosteróides, o que leva à diminuição da utilização de glicose e aumenta a Gluconeogénese; Se a hipoglicemia persistir para além deste período: deve-se utilizar Diazóxido, que inibe o canal de Potássio, e inibe também a activação da secreção da insulina pelas células β-pancreáticas. Caso não se obtenha a resposta desejada, deve-se agregar somestatina de acção prolongada.
  14. 14.  Em casos de hipoglicemia persistente, deve-se passar para a nutrição através da via parentérica. A utilização de Glucagon, apesar de estimular a Glicogenólise, não é recomendada, visto que os níveis de glicose aumentam rapidamente com o consequente aumento da produção de Insulina, o que não resolve o problema.
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×