Profª MT Daniela IvoProfª MT Daniela Ivo
E.M. Profª Wanda Pereira RoqueE.M. Profª Wanda Pereira Roque
Município de Cabo Fr...
LTE – 2014LTE – 2014

ApresentaçãoApresentação

Plano de usoPlano de uso
Desde 2007 foi criado o Programa Nacional de
Tecnologia Educacional (ProInfo), com o objetivo de
promover o uso pedagógico...
O Linux é um sistema livre e gratuito, qualquerO Linux é um sistema livre e gratuito, qualquer
pessoa pode baixar e usar e...
Como funciona o LTE?Como funciona o LTE?

Aulas e atividades devem ser planejadas pelo professor
regente da turma com o p...
Outras atividades...Outras atividades...
Tudo que envolver tecnologia dentro da escola podeTudo que envolver tecnologia de...
Importante!Importante!
A capacidade de conexão da internetA capacidade de conexão da internet
instalada pelo MEC nas escol...
Um pouco sobre pesquisa escolar eUm pouco sobre pesquisa escolar e
internet...internet...
““O conceito original de pesquisa escolar acabou seO conceito original de pesquisa escolar acabou se
cristalizando como um...
PesquisarPesquisar com acom a Internet supõe interesses prévios queInternet supõe interesses prévios que
justifiquem busca...
A proposta do LTE é que as pesquisas sejamA proposta do LTE é que as pesquisas sejam
orientadas de acordo com um modelo, u...
Guia de pesquisa com a internetGuia de pesquisa com a internet

Prévia sobre o tema (utilização opcional de recursos como...
Exemplo de pesquisa orientadaExemplo de pesquisa orientada
Tema: Pesquisa sobre Revolução IndustrialTema: Pesquisa sobre R...
Itens básicos de pesquisa – digital ouItens básicos de pesquisa – digital ou
impressaimpressa

disciplina e professor;dis...
DesdobramentosDesdobramentos
A partir da pesquisa e discussão, o professor poderáA partir da pesquisa e discussão, o profe...
Tudo isso é uma proposta deTudo isso é uma proposta de
trabalho...trabalho...
Ela não está terminada e só podeEla não está...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

LTE Wanda Roque 2014 - Cabo Frio

202 views

Published on

Breve apresentação sobre o Laboratório de Tecnologia Educacional - Profª MT Daniela Ivo. EM Wanda Roque, Cabo Frio

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
202
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

LTE Wanda Roque 2014 - Cabo Frio

  1. 1. Profª MT Daniela IvoProfª MT Daniela Ivo E.M. Profª Wanda Pereira RoqueE.M. Profª Wanda Pereira Roque Município de Cabo Frio – 2° DistritoMunicípio de Cabo Frio – 2° Distrito
  2. 2. LTE – 2014LTE – 2014  ApresentaçãoApresentação  Plano de usoPlano de uso
  3. 3. Desde 2007 foi criado o Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo), com o objetivo de promover o uso pedagógico da informática na rede pública de educação básica. Assim, foram instalados os LTEs – Laboratórios de Tecnologia Educacional nas escolas estaduais e municipais do país, para que sejam usados como espaço de auxílio às atividades pedagógicas de professores e alunos. Assim, toda a atividade realizada no LTE deve ter uma finalidade EDUCATIVA.
  4. 4. O Linux é um sistema livre e gratuito, qualquerO Linux é um sistema livre e gratuito, qualquer pessoa pode baixar e usar em casa, em seupessoa pode baixar e usar em casa, em seu notebook, nas escolas públicas (LE) ounotebook, nas escolas públicas (LE) ou privadas.privadas. O Linux Educacional (LE) é o sistemaO Linux Educacional (LE) é o sistema operacional desenvolvido pelo Ministério daoperacional desenvolvido pelo Ministério da Educação e distribuído às escolas públicasEducação e distribuído às escolas públicas por meio dos computadores adquiridos pelopor meio dos computadores adquiridos pelo MEC.MEC. Por que usamos oPor que usamos o Linux?Linux?
  5. 5. Como funciona o LTE?Como funciona o LTE?  Aulas e atividades devem ser planejadas pelo professor regente da turma com o professor MT (Multiplicador Tecnológico) do LTE.  As aulas planejadas precisam ser agendadas pois se houver necessidade de preparação de algum outro recurso auxiliar (vídeos, fones, músicas, textos, etc.) haverá tempo viável para isso.  Pesquisas solicitadas pelo professor regente da turma necessitam de orientação ao aluno, antes da busca de informação na internet.  Busca de ideias para aulas e atividades do professor. O professor pode usar o tempo de coordenação para planejar aulas e pesquisar atividades, textos, vídeos, etc.
  6. 6. Outras atividades...Outras atividades... Tudo que envolver tecnologia dentro da escola podeTudo que envolver tecnologia dentro da escola pode ser feito a partir do LTE:ser feito a partir do LTE:  Vídeos educativos criados por alunosVídeos educativos criados por alunos  Apresentações diversasApresentações diversas  Mídias digitais (como o JornalMídias digitais (como o Jornal e o Blog da escola)e o Blog da escola)  Criações de jogos, sites,Criações de jogos, sites, atividades ouatividades ou outros objetos deoutros objetos de aprendizagemaprendizagem
  7. 7. Importante!Importante! A capacidade de conexão da internetA capacidade de conexão da internet instalada pelo MEC nas escolas é deinstalada pelo MEC nas escolas é de 2 Megas.2 Megas. A nossa é usada em toda escola eA nossa é usada em toda escola e compartilhada em todas as máquinas nocompartilhada em todas as máquinas no LTE.LTE. Se todos os computadores estiveremSe todos os computadores estiverem conectados ao mesmo tempo, o sinalconectados ao mesmo tempo, o sinal diminui... por isso não é permitido distribuirdiminui... por isso não é permitido distribuir a senha para celulares de professores,a senha para celulares de professores, alunos ou funcionários.alunos ou funcionários.
  8. 8. Um pouco sobre pesquisa escolar eUm pouco sobre pesquisa escolar e internet...internet...
  9. 9. ““O conceito original de pesquisa escolar acabou seO conceito original de pesquisa escolar acabou se cristalizando como um trabalho de recortes de informaçõescristalizando como um trabalho de recortes de informações encontradas em referências escritas (…) a Internet temencontradas em referências escritas (…) a Internet tem inúmeras páginas cuja qualidade informativa deixa ainúmeras páginas cuja qualidade informativa deixa a desejar...”desejar...” ““... muitas vezes chama-se de pesquisa a simples atividade... muitas vezes chama-se de pesquisa a simples atividade de estudo ou de busca de informação em determinadasde estudo ou de busca de informação em determinadas fontes; é preciso recuperar o sentido original de pesquisafontes; é preciso recuperar o sentido original de pesquisa como atividade que exige engajamento de pesquisadorescomo atividade que exige engajamento de pesquisadores que se encantaram com perguntas que merecem serque se encantaram com perguntas que merecem ser respondidas.(...)respondidas.(...)
  10. 10. PesquisarPesquisar com acom a Internet supõe interesses prévios queInternet supõe interesses prévios que justifiquem busca de informação. Ou seja, supõe projetosjustifiquem busca de informação. Ou seja, supõe projetos de aprendizagem no quais professores e alunosde aprendizagem no quais professores e alunos levantem questões para as quais julguem que vale alevantem questões para as quais julguem que vale a pena iniciar um processo de investigação.”pena iniciar um processo de investigação.” Jarbas Novellino Barato (2009) em Educação, Pesquisa e Internet.
  11. 11. A proposta do LTE é que as pesquisas sejamA proposta do LTE é que as pesquisas sejam orientadas de acordo com um modelo, um guiaorientadas de acordo com um modelo, um guia de estratégias, que leve o aluno a buscar asde estratégias, que leve o aluno a buscar as informações certas, em determinada fonte deinformações certas, em determinada fonte de pesquisa, e ao final desse processo ele sejapesquisa, e ao final desse processo ele seja capaz de construir algum conhecimento própriocapaz de construir algum conhecimento próprio (pensado e não copiado) sobre o tema proposto.(pensado e não copiado) sobre o tema proposto. Uma proposta de pesquisa com aUma proposta de pesquisa com a internetinternet
  12. 12. Guia de pesquisa com a internetGuia de pesquisa com a internet  Prévia sobre o tema (utilização opcional de recursos comoPrévia sobre o tema (utilização opcional de recursos como vídeos, músicas, ou outros, que agucem a curiosidade sobrevídeos, músicas, ou outros, que agucem a curiosidade sobre o tema de pesquisa.)o tema de pesquisa.)  Palavras-chave para busca de informações sobre o tema,Palavras-chave para busca de informações sobre o tema, dando direcionamento à pesquisa.dando direcionamento à pesquisa.  Indicação de fontes de informações (referências para osIndicação de fontes de informações (referências para os alunos como: textos, vídeos, sites, blogs ou outras fontesalunos como: textos, vídeos, sites, blogs ou outras fontes que direcionem o que se deseja alcançar na pesquisa).que direcionem o que se deseja alcançar na pesquisa).  Perguntas a serem respondidas ou dados a seremPerguntas a serem respondidas ou dados a serem retirados das fontes de informação.retirados das fontes de informação.  Breve texto pessoal com os itens que achou maisBreve texto pessoal com os itens que achou mais importante na leitura. Pode ser em forma de relação,importante na leitura. Pode ser em forma de relação, redação, diagrama, etc.redação, diagrama, etc.
  13. 13. Exemplo de pesquisa orientadaExemplo de pesquisa orientada Tema: Pesquisa sobre Revolução IndustrialTema: Pesquisa sobre Revolução Industrial - Perguntas de orientação -- Perguntas de orientação -  Onde aconteceu?Onde aconteceu?  Quando aconteceu?Quando aconteceu?  Por quê aconteceu ou o que motivou aPor quê aconteceu ou o que motivou a Revolução?Revolução?  Quais as pessoas ou fatos que mais seQuais as pessoas ou fatos que mais se destacaram?destacaram?  O que aconteceu depois disso ... ou: FoiO que aconteceu depois disso ... ou: Foi alcançado o objetivo inicial?alcançado o objetivo inicial?  Curiosidades...Curiosidades...
  14. 14. Itens básicos de pesquisa – digital ouItens básicos de pesquisa – digital ou impressaimpressa  disciplina e professor;disciplina e professor;  data da pesquisa;data da pesquisa;  tema;tema;  endereços eletrônicos pesquisados;endereços eletrônicos pesquisados;  trechos copiados (com indicação entre aspas);trechos copiados (com indicação entre aspas); O aluno deve sair da sala de informática (LTE) comO aluno deve sair da sala de informática (LTE) com a maior parte dos itens de sua pesquisa anotadosa maior parte dos itens de sua pesquisa anotados ou salvos (pen drive ...)ou salvos (pen drive ...) O professor pode acompanhar o processo deO professor pode acompanhar o processo de pesquisa e retornar à sala de aula para discussãopesquisa e retornar à sala de aula para discussão sobre os resultados.sobre os resultados.
  15. 15. DesdobramentosDesdobramentos A partir da pesquisa e discussão, o professor poderáA partir da pesquisa e discussão, o professor poderá criar meios de compartilhamento do trabalho, paracriar meios de compartilhamento do trabalho, para registrar e avaliar o processo de pesquisa: um blog,registrar e avaliar o processo de pesquisa: um blog, fórum de discussão ou outra ferramenta defórum de discussão ou outra ferramenta de aprendizagem cooperativa.aprendizagem cooperativa. Através desses meios de discussão compartilhada osAtravés desses meios de discussão compartilhada os alunos realizam intercâmbio de informações, entrealunos realizam intercâmbio de informações, entre grupos da turma ou entre turmas, pela web, trocandogrupos da turma ou entre turmas, pela web, trocando ideias sobre o tema e vendo a relação da teoria com aideias sobre o tema e vendo a relação da teoria com a prática.prática. A pesquisa com a internet é o ponto de partida paraA pesquisa com a internet é o ponto de partida para construção do conhecimento, que acontece porconstrução do conhecimento, que acontece por caminhos diferentes mas sempre com mediação docaminhos diferentes mas sempre com mediação do professor.professor.
  16. 16. Tudo isso é uma proposta deTudo isso é uma proposta de trabalho...trabalho... Ela não está terminada e só podeEla não está terminada e só pode existir com a participação dosexistir com a participação dos professores, peça fundamental emprofessores, peça fundamental em todo processo educativo!todo processo educativo!

×