Your SlideShare is downloading. ×
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Actividade fisica
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Actividade fisica

515

Published on

Published in: Business, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
515
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Doenças relacionadas com a má alimentação
    Obesidade
    Colesterol elevado
    Gastrite
    Diabetes
    Hipertensão
  • 2. Obesidade:
    A obesidade é uma doença caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, associado a problemas de saúde. Podemos citar como causas da obesidade, factores genéticos, ambientais e psicológicos. Entre os factores ambientais está o consumo excessivo de calorias e a diminuição no gasto energético, que devem ser modificados para o controle da doença.

  • 3.
    Para o tratamento da obesidade é fundamental ter uma redução no consumo de calorias, ter bons hábitos alimentares e fazer escolhas saudáveis, juntamente com a prática de actividade física regular. Esse é o caminho para ter excelentes resultados.
  • 4. Colesterol elevado
    O aumento de colesterol na corrente sanguínea pode ocasionar entupimento de veias e artérias causando o enfarto e derrame. O colesterol provém de duas fontes: do seu organismo e dos alimentos que você ingere. No organismo ele é produzido pelo fígado e o colesterol proveniente da sua alimentação encontra-se em alimentos como: manteiga, margarina, creme de leite, bacon, leite integral, queijos amarelos, enfim, alimentos de origem animal. Consumir estes alimentos em excesso pode elevar os níveis de colesterol no sangue.

  • 5.
    Como prevenção e tratamento desta doença é importante ter uma alimentação equilibrada, evitar o consumo excessivo de alimentos ricos em gorduras, evitar também alimentos industrializados ricos em gordura e aumentar o consumo de alimentos ricos em fibras e praticar actividade física regularmente.
  • 6. Gastrite
    Gastrite é uma inflamação na mucosa do estômago, que podemos classificar de aguda ou crónica. Nos casos de gastrite crónica, o agente causador mais comum é a infecção pela bactéria helicobacter pylori. Mas também pode ocorrer devido ao factor hereditário, stress, má alimentação, realização de poucas refeições ao dia com grande volume de alimentos e com grandes intervalos entre cada refeição.

  • 7. Medidas preventivas e o tratamento desta doença estão relacionados com a alimentação. Ter uma alimentação fraccionada, ou seja, comer mais vezes ao dia, em menores quantidades é uma das medidas a serem tomadas.


  • 8. Excluir alimentos que causam desconforto e irritam ainda mais a mucosa também é imprescindível, exemplo: frituras em geral, doces, bebidas à base de cafeínas, bebidas gaseificadas, bebidas alcoólicas, alimentos ácidos, condimentados e outros.


  • 9. Diabetes
    É uma doença caracterizada pela falta de produção ou produção insuficiente de insulina ou também pela acção insuficiente da insulina, que faz com que haja o aumento na taxa de glicose no sangue. A diabetes tipo II pode estar relacionada com o excesso de peso e a obesidade.Pessoas com diabetes devem ter um acompanhamento com um profissional capacitado para elaborar um cardápio conforme a realidade da pessoa, controlar o consumo de carbonatos e incentivar uma reeducação alimentar, além da prática de exercícios físicos.
  • 10. Hipertensão
    A hipertensão ocorre quando os níveis de pressão arterial encontram-se acima dos valores de referência para a população em geral. Podemos citar como causas da hipertensão a obesidade, consumo excessivo de álcool, sal em excesso, tabagismo, sedentarismo e factor hereditário. Esta doença é um dos principais factores de risco para as doenças cardiovasculares.

  • 11.
    Assim como as demais doenças citadas acima, para controlar a pressão arterial é fundamental ter uma alimentação balanceada, praticar exercícios e diminuir o consumo de sódio, ou seja, o sal de cozinha e alimentos ricos em sódio, por isso fique atento nas embalagens dos alimentos. Os alimentos industrializados geralmente são ricos em sódio.Como os leitores puderam observar a alimentação é algo essencial no combate destas doenças e outras que não foram citadas, por isso se faz necessário a conscientização de todos para uma vida mais saudável.
  • 12. Importância da actividade física
  • 13. Quais são os benefícios da actividade física?
    A prática regular de exercícios físicos acompanha-se de benefícios que se manifestam sob todos os aspectos do organismo. Do ponto de vista músculo-esquelético, auxilia na melhora da força e do tônus muscular e da flexibilidade, fortalecimento dos ossos e das articulações. No caso de crianças, pode ajudar no desenvolvimento das habilidades psicomotoras.
  • 14. Com relação à saúde física, observamos perda de peso e da percentagem de gordura corporal, redução da pressão arterial em repouso, melhorar os diabetes, diminuição do colesterol total e aumento do HDL-colesterol (o "colesterol bom"). Todos esses benefícios auxiliam na prevenção e no controle de doenças, sendo importantes para a redução da mortalidade associada a elas. Veja, a pessoa que deixa de ser sedentária e passa a ser um pouco mais activa diminui o risco de morte por doenças do coração em 40%! Isso mostra que uma pequena mudança nos hábitos de vida é capaz de provocar uma grande melhora na saúde e na qualidade de vida.


  • 15. Já no campo da saúde mental, a prática de exercícios ajuda na regulação das substâncias relacionadas ao sistema nervoso, melhora o fluxo de sangue para o cérebro, ajuda na capacidade de lidar com problemas e com o stress. Além disso, auxilia também na manutenção da abstinência de drogas e na recuperação da auto-estima. Há redução da ansiedade e do stress, ajudando no tratamento da depressão.


  • 16. A actividade física pode também exercer efeitos no convívio social do indivíduo, tanto no ambiente de trabalho quanto no familiar.


  • 17.
    Interessante notar que quanto maior o gasto de energia, em actividades físicas habituais, maiores serão os benefícios para a saúde. Porém, as maiores diferenças na incidência de doenças ocorrem entre os indivíduos sedentários e os pouco activos. Entre os últimos e aqueles que se exercitam mais, a diferença não é tão grande.

  • 18.
    Assim, não é necessária a prática intensa de actividade física para que se garanta seus benefícios para a saúde. O mínimo de actividade física necessária para que se alcance esse objectivo é de mais ou menos 200Kcal/dia. Dessa forma, actividades que consomem mais energia podem ser realizadas por menos tempo e com menor frequência, enquanto aquelas com menor gasto devem ser realizadas por mais tempo e/ou mais frequentes.
  • 19. Como é feita a escolha da actividade física adequada?
    A escolha é feita individualmente, levando-se em conta os seguintes factores:
    • Preferência pessoal: o benefício da actividade só é conseguido com a prática regular da mesma, e a continuidade depende do prazer que a pessoa sente em realizá-la. Assim, não adianta indicar uma actividade que a pessoa não se sinta bem praticando.

  • 20. • Aptidão necessária: algumas actividades dependem de habilidades específicas. Para conseguir realizar actividades mais exigentes, a pessoa deve seguir um programa de condicionamento gradual, começando de actividades mais leves.
    • Risco associado à actividade: alguns tipos de exercícios podem associar-se a alguns tipos de lesão, em determinados indivíduos que já são predispostos.

×