Your SlideShare is downloading. ×
Cultura Magnetica
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Cultura Magnetica

744
views

Published on

Palestra - no Café & Conteúdo de Maio 2014

Palestra - no Café & Conteúdo de Maio 2014

Published in: Business

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
744
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
47
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Como Construir uma Cultura Magnética Café & conteúdo T r o c a d e i d e i a s , n e t w o r k e c o n t e ú d o e acabar com o inimigo do engajamento profissional
  • 2. compartilhando conhecimento Slides disponíveis em http://www.slideshare.net/daniel.luz Contato: (15) 9 9126 5571 Daniel.luz@grupopanna.com.br Acesse os slides em Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Fone (15) 9126 5571 2Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo
  • 3. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo O resultado da Cultura Magnética CONSTRUINDO UMA CULTURA MAGNÉTICA Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Compromissos 1. Intelectual 2. Moral 3. Afetivo Kevin Sheridan
  • 4. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Engajamento – as diversas interpretações Katie Truss Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Engajamento é a criação de oportunidades para os funcionários se conectarem com os seus pares, superiores e a organização em geral. É também a criação de um ambiente onde os funcionários são motivados a querer se conectar com o seu trabalho e realmente se preocupar em fazer um bom trabalho ... É um conceito que coloca a flexibilidade, mudança e melhoria contínua no coração do que significa ser um empregado e um empregador em um local de trabalho do século XXI.Professor of Management and Director of Studies of the Postgraduate Certificate in Employee Engagement at Kent Business School.
  • 5. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo John Storey Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Engajamento – as diversas interpretações Um conjunto de atitudes e comportamentos positivos, permitindo alta performance no trabalho, em uma atividade que esteja em sintonia com a missão da organização." John Storey, Patrick M Wright, David Ulrich eds. (2008). The Routledge Companion to Strategic Human Resource Management.
  • 6. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Institute of Employment Studies Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Uma atitude positiva realizada pelo empregado para a organização e seus respectivos valores. Um funcionário engajado está ciente do contexto de negócios, e trabalha com os colegas para melhorar o desempenho dentro das suas atribuições para o benefício da organização. A organização deve trabalhar para desenvolver e fomentar o engajamento, o que exige uma relação de mão dupla entre empregado e empregador. _Robinson, D., Perryman S., & Hayday, S. (2004). The drivers of employee engagement. IES Report 408 Engajamento – as diversas interpretações
  • 7. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Engajamento Conceitos Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Compromisso funcional mais a disposição emocional que dá a capacidade para o talento ou a equipe pensar mais, fazer duas vezes mais, projetar o futuro, passar obstáculos que a maioria não consegue fazer.
  • 8. Gallup & Employee Engagement Baseado em 24 anos de pesquisas profundas Envolveu mais de 25 milhões de empregados
  • 9. O que é Engajamento de Empregados? “É um conexão emocional elevada em que o empregado sente com a sua organização, Esta conexão estimula-o a exercer maior esforço discricionário em seu trabalho.”
  • 10. Engajamento Café & conteúdo William A. Kahn - 1990 Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Engajamento no trabalho foi concebida por William A. Kahn (1990) como o " aproveitamento dos membros da organização " em seus respectivos papéis no trabalho. No engajamento, as pessoas se expressam fisicamente , cognitivamente e emocionalmente durante o desempenho de sua função.
  • 11. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo O 3 Elementos do Engajamento CONSTRUINDO UMA CULTURA MAGNÉTICA Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Elementos 1. Cognitivo 2. Afetivo 3. Psicomotor Bloom e seus colegas (1956, p. 7)
  • 12. As dimensões do engajamento Racional como os empregados entendem seus papéis e responsabilidades; Emocional quanta paixão e energia eles trazem para o seu trabalho; Motivacional como eles desempenham seus papéis. CONSTRUINDO UMA CULTURA MAGNÉTICA O 3 Elementos do Engajamento
  • 13. C R A Engajamento Total Frustração Despedida Conflitos 3 Elementos fundamentais do Engajamento 13 Atitude Comportamento Resultados Desengajamento é Frustração, Conflitos e Despedida
  • 14. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Tipos de Engajamento Empresa – Individuo – Equipe Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com 3. Engajamento coletivo equipe em harmonia com os objetivos – resultado de clima favorável 1. Engajamento no trabalho engajamento com o trabalho em geral (com a empresa) 2. Engajamento com a tarefa prazer em desempenhar algumas atividades - estado de FLOW
  • 15. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Engajamento – categorias As 3 de empregados Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com ENGAJADOS trabalham com paixão e sentem uma profunda conexão com a empresa. Eles impulsionam a inovação e movem a organização para a frente. NÃO ENGAJADOS São essencialmente desconectados, uma espécie de zumbis corporativos, em sua jornada de trabalho diária não colocam energia nem paixão. ATIVAMENTE DESENGAJADOS Não são apenas infelizes, eles se ocupam externando sua infelicidade. Todos os dias eles minam a dedicação dos seus colegas de trabalho.
  • 16. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo CONSTRUINDO UMA CULTURA MAGNÉTICA Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com As Faces do Desengajamento Ansiedade Medo Esperança Raiva Desistência A+M+E+R+D Práticas Gerenciais = Desengajamento
  • 17. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Falta de engajamento CONSTRUINDO UMA CULTURA MAGNÉTICA Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com
  • 18. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Frustração no ambiente de trabalho A exterminadora silenciosa Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com É a incapacidade de um funcionário altamente engajado ter sucesso em uma função devido a barreiras organizacionais ou a incapacidade de trazer a maior parte de seus talentos, habilidades e capacidade para o trabalho.
  • 19. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Frustração... a realização negada Pesquisa do Hay Group Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Quanto maior o nível de lealdade mais profunda é a frustração e gera... 3Movimentos bem definidos ...do limão uma limonada 1. Enfrenta – utiliza energia da frustração 2. Desiste – início do pessimismo crônico 3. Abandono – pede ou provoca sua demissão
  • 20. Os números que valem à pena saber Estudos sobre Engajamento
  • 21. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Tirando a venda Fonte: Pesquisa da TMI – ClausMoller Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com A realidade que precisa ser vista e compreendida 10% dos seus empregados andam à procura de emprego no maior silêncio; 40% respondem, numa conversa franca, que não têm qualquer orgulho de onde trabalham; 70% manifestam-se completamente indiferentes (estão contaminados pela apatia); Só 20% mostram-se compromissados; Mais de 25% dos empregados nunca abrem a boca para criticar a gestão (mas fazem facilmente nos corredores lançando intrigas e fofocas).
  • 22. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Tirando a venda Fonte: Revista Exame Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com A realidade que precisa ser vista e compreendida 84% dos profissionais que pedem demissão relatam que o principal motivo de sua saída é o relacionamento com seu SUPERIOR direto. As 500 maiores empresas do País alcançam 12,40% de rentabilidade anual; As 150 melhores empresas para trabalhar lucram 17,2%; As 10 melhores empresas para trabalhar conseguem 20,7% de rentabilidade.
  • 23. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo xx Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Engajados 27% estão dando o melhor de si em todas as áreas; Envolvidos 34% estão parte engajados (racional e motivacional) mas não estão emocionalmente conectados; Descompromissados 26% tem baixo nível de engajamento nas três dimensões, principalmente na emocional; Desengajados 13% estão desconectados racional, emocional e motivacional. 4 tipos de empregados Numeros do engajamento – fonte HR Solutions Normative database
  • 24. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Ambivalência O ambivalente é influenciável Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Às vezes é bem melhor simplesmente cortar o mal pela raiz...para proteger o ambiente de trabalho da negatividade. Não espere que os funcionários desengajados peçam demissão; pesquisas mostram que a probabilidade mais elevada é que eles continuem na empresa, apesar de produzirem os piores resultados para a sua organização. 60% Melhor prevenir do que remediar +_
  • 25. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo “entre aspas” Funcionários ambivalentes Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com “O Segredo da gestão de sucesso é manter os cinco caras que odeiam você bem longe dos quatro que ainda não têm opinião formada a seu respeito.” _Casey Stengel 1890 – 1975 Treinador da liga americana de baseball
  • 26. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Desengajamento = processos trabalhistas A cultura da extorsão Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com BRASIL................................2.000.000 ESTADOS UNIDOS...................75.000 FRANÇA....................................70.000 JAPÃO.........................................2.500 Número de processos trabalhistas por ano Média entre 2006 – 2010 Ano de 2013 3,8 milhões de processos trabalhistas 21 Milhões de demissões involuntárias 17% - 1 de cada 7 demitidos abrem processos Fonte: Correio Brasiliense 27/02/2014
  • 27. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Custos do desengajamento para a nação Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com R$ 15 bilhões é orçamento da Justiça do trabalho R$ 13,5 bilhões pagos aos reclamantes O Desengajamento custa às empresas brasileiras, anualmente aproximadamente R$ 80 bilhões Referencia : A Indústria da Justiça do Trabalho: a Cultura da Extorsão - Josino Moraes Desengajamento = processos trabalhistas
  • 28. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo O custo da babaquice Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Toda empresa tem um... E ele custa muito em: Produtividade Qualidade Retenção Atração O “Bad Guy” na sua empresa
  • 29. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Civilidade O custo da babaquice Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Mais de metade dos empregados que foram vítimas de um comportamento rude, diminuíram sua produtividade intencionalmente. Mais de um terço diminuem intencionalmente a qualidade do serviço.
  • 30. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo O Estresse é improdutivo O custo da babaquice Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com 1 em cada 4 empregado perde pelo menos um dia por ano para lidar com o estresse mental _resonant insights
  • 31. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo A visão do grande guru O pai da administração moderna Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com “A produtividade do trabalho não é responsabilidade do profissional, mas de seu respectivo gerente.” _Peter Drucker
  • 32. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo A escada do desengajamento CONSTRUINDO UMA CULTURA MAGNÉTICA Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Inicio comentusiasmo Questões &Decisões Desilusão Considerasair Buscaopções Recebe oferta Saiou fica sai/fica O processo de Re - engajar
  • 33. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Os números que valem à pena saber Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Categoria Descrição de Cargo Custo do Turnover % do salario anual Nível de entrada – Auxiliares 30 – 50% Operadores de produção 40 – 70 % Horistas qualificados 75 – 100% Administrativos 50 – 80% Profissionais certificados 75 – 125% Engenheiros 200 – 300% Especialistas 200 – 400% Supervisores ou líderes de equipes 100 – 150% Média gerência 125 – 200% Fonte: Jack Phillips Center for Research Estudos sobre Engajamento
  • 34. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Gallup Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Estudos sobre Engajamento Gallup Descobriu que os níveis de engajamento podem ser associados ao absenteismo por atestados médicos . Em empresas com alto nível de engajamento o absteismo por atestados médicos é 43% menor.
  • 35. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Estudos sobre Engajamento Watson Wyatt Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Watson Wyatt Com 115 organizações sugeriu que uma empresa com funcionários altamente engajados consegue um desempenho financeiro quatro vezes maior do que as empresas com baixo nível de engajamento. Eles também relataram, que os altamente engajados tem duas vezes mais probabilidade de terem melhores desempenhos - quase 60% deles ultrapassaram ou excederam em muito as expectativas de desempenho.
  • 36. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Hay Group Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Hay Group em sua publicação Empregados Engajados , concluem que os funcionários engajados geram 43% mais receitas do que os menos Engajados Estudos sobre Engajamento
  • 37. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Q 12 desde 1990 EMPLOYEE ENGAGEMENT INSIGHTS Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com 25 M de empregados em 189 diferentes países e 69 idiomas
  • 38. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo 12 perguntas – Gallup Gallup Q12: Employee Engagement Findings Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com 1. Sei o que esperam de mim no meu trabalho. 2. Tenho os materiais e equipamentos necessários para realizar o meu trabalho corretamente. 3. No meu trabalho, tenho a oportunidade de fazer o que faço de melhor todos os dias. 4. Nos últimos sete dias, recebi algum reconhecimento ou elogio por realizar um bom trabalho. 5. Meu supervisor, ou alguém do meu trabalho, parece importar-se comigo como pessoa. 6. Há alguém em meu trabalho que estimula o meu desenvolvimento. 7. No meu trabalho, minhas opiniões parecem contar. 8. A missão/objetivo da minha empresa me faz sentir que meu trabalho é importante. 9. Meus colegas de trabalho estão comprometidos em realizar um trabalho de qualidade. 10. Tenho um(a) melhor amigo(a) no trabalho. 11. Nos últimos seis meses, alguém em meu trabalho conversou comigo sobre o meu progresso. 12. No último ano, tive a oportunidade de aprender e crescer no meu trabalho.
  • 39. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Q 12 desde 1990 12 Elementos da Gestão de Excelência Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Há uma forte correlação do Engajamento com 9 áreas de desempenho para os negócios Avaliação do cliente Lucratividade Produtividade Qualidade Absenteísmo Acidentes de trabalho Roubos e fraudes Incidentes e Primeiros socorros Rotatividade de empregados
  • 40. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Engajamento 24 anos de estudos - Correlação Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com -80 -60 -40 -20 0 20 40 Desempenho Lucratividade +22% Produtividade +21% Avaliação de Clientes +10% Defeitos de Qualidade -41% Incidentes e Primeiros Socorros -41% Acidentes de Trabalho -48% Roubos e Fraudes -28% Empresa com Baixa Rotatividade -65% Empresa com alta rotatividade -25% Absenteísmo -37%
  • 41. Nível de engajamento Receitas das operações Lucros líquidos Empresas com alto nível de engajamento Aumento de 19% Aumento de 28% Empresas com baixo nível de engajamento Queda de 32% Queda de 11% Como o engajamento afeta a performance financeira O Gallup estima que Cada trabalhadorinfeliz custa para empresa U$13,000.00 anual Gallup Estudos sobre Engajamento
  • 42. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Clima para o alto Engajamento – D.A.R Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Ambiente de trabalho com: Desafio, Apoio e Recursos
  • 43. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo A Cultura do Engajamento Fatores a considerar Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com 1.Imagem da empresa – Branding; 2.Abiente interno – Pontos fracos e Pontos fortes; 3.Processos e ferramentas – Suporte e recursos; 4.Grau de qualificação das pessoas; Capital intelectual; 5.Valores e crenças da com a organização – Coerência dos princípios norteadores; 6.Integração e cooperação entre as pessoas e áreas – Catalisa e Harmoniza; 7.Mudanças contínuas e necessárias – Flexibilidade;
  • 44. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo “entre aspas” CONSTRUINDO UMA CULTURA MAGNÉTICA Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com “Você pode tomar minha empresa, incendiar meu edifício, mas deixe-me meu pessoal e eu construirei meu negócio novamente.” _Henry Ford 1863 – 1947
  • 45. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo 8 Passos Ambiente de compromisso compartilhado Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com 1. Ensine o conceito de Engajamento; 2. Ajude os funcionários a entenderem o seu próprio nível de engajamento; 3. Os Funcionários devem realizar brainstorms a respeito do que pode aumentar ou diminuir seu nível de engajamento; 4. Funcionários e gestores devem marcar reuniões particulares para conversar sobre como podem ajudar um ao outro de modo a elevar o engajamento; 5. Desenvolver metas e planos de ação específico; 6. Siga em frente e avalie o progresso; 7. Mostre aos funcionários seus esforços em construir engajamento e uma CM; 8. Lidere pelo exemplo.
  • 46. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo 10 Melhores propulsores do Engajamento 84 % de assertividade na correlação Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com 1. Reconhecimento e Recompensa; 2. Desenvolvimento de carreira; 3. Habilidade de Liderança; 4. Autonomia; 5. Conexão da tarefa com a vocação; 6. Relacionamento da administração sênior com os funcionários; 7. Comunicação aberta e eficaz; 8. Ambiente de cooperação; 9. Recursos e apoio para execução da tarefa; 10. Cultura organizacional e valores nobres
  • 47. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Bem estar 5 Elementos essenciais Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com A má noticia para as empresas que não levam a sério o assunto engajamento: “Organizações com grande número de empregados insatisfeitos tem mais absenteísmo e menos produtividade. Bem como 51% a mais de rotatividade. - James Harter Chief Scientist, Gallup’s International Management. Bem-estar PROFISSIONAL Bem-estar SOCIAL Bem-estar FINANCEIRO Bem-estar FÍSICO Bem-estar na COMUNIDADE
  • 48. Café & conteúdo Troca de ideias, network e conteúdo Os 5 mitos CONSTRUINDO UMA CULTURA MAGNÉTICA Curso encante sua audiência – Professor Daniel de Carvalho Luz Café & conteúdo Daniel de Carvalho Luz daniel.luz2020@hotmail.com Mito # 1 – Engajamento dos funcionários é papel do RH. Mito # 2 – Engajamento dos funcionários requer um grande orçamento. Mito # 3 – Engajamento dos funcionários não é algo a ser focado agora. Mito # 4 – Engajamento dos funcionários é subjetivo, e não há como medir. Mito # 5 – Engajamento dos funcionários é só um modismo.
  • 49. Contribuições; Perguntas; Considerações. Café & conteúdo T r o c a d e i d e i a s , n e t w o r k e c o n t e ú d o “Há três caminhos para o fracasso: não ensinar o que se sabe; não praticar o que se ensina; não perguntar o que se ignora _Beda, monge anglo-saxão, 675-735 !?!
  • 50. MEDIDAS DO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL NÍVEL DE INFLUÊNCIA DA LIDERANÇA, CLIMA ORGANIZACIONAL, COMPORTAMENTO ÉTICO, ENGAJAMENTO E CONFIANÇA NA ORGANIZAÇÃO
  • 51. Comprometimento Organizacional Engajamento – 7 fatores Obrigação de permanecer Crença de que tem uma obrigação em permanecer; de que se sentiria culpado em deixar; de que não seria certo deixar; e de que tem uma obrigação moral com as pessoas da organização. 1, 2, 3,4 0,87 Afetiva Crença e identificação com a filosofia, os valores e os objetivos organizacionais. 5, 6, 7, 8 0,84 Afiliativa Crença que é reconhecido pelos colegas como membro do grupo e da organização. 9, 10, 11, 12 0,80 Escassez de alternativas Crença de que possui poucas alternativas de trabalho se deixar a organização. 13, 14, 15, 16 0,73 Obrigação pelo desempenho Crença de que deve se esforçar em beneficio da organização e que deve buscar cumprir suas tarefas e atingir os objetivos organizacionais. 17, 18, 19, 20 0,77 Linha consistente de atividade Crença de que deve manter certas atitudes e regras da organização com o objetivo de se manter na organização. 21, 22, 23, 24 0,65 Falta de recompensas e oportunidade Crença de que o esforço extra em benefício da organização deve ser recompensado e de que a organização deve lhe dar mais oportunidade. 25, 26, 27, 28 0,59 Denominação Definições Itens Índice de precisão 51
  • 52. Comprometimento organizacional – engajamento Levando em conta o seu sentimento responda as afirmativas abaixo de acordo com a escala a seguir 1 Discordo totalmente 2 Discordo muito 3 Discordo pouco 4 Concordo pouco 5 Concordo muito 6 Concordo totalmente 1. Desde que me juntei a esta organização, meus valores pessoais e os da organização têm se tornado mais similares. 2. A razão de eu preferir esta organização em relação a outras é por causa do que ela simboliza, de seus valores. 3. Eu me identifico com a filosofia desta organização. 4. Eu acredito nos valores e objetivos desta organização. 5. Eu não deixaria minha organização agora porque eu tenho uma obrigação moral com as pessoas daqui. 6. Mesmo se fosse vantagem para mim, eu sinto que não seria certo deixar minha organização agora. 7. Eu me sentiria culpado se deixasse minha organização agora. 8. Acredito que não seria certo deixar minha organização porque tenho uma obrigação moral em permanecer aqui. 52
  • 53. Comprometimento organizacional – engajamento, continuação Levando em conta o seu sentimento responda as afirmativas abaixo de acordo com a escala a seguir 1 Discordo totalmente 2 Discordo muito 3 Discordo pouco 4 Concordo pouco 5 Concordo muito 6 Concordo totalmente 9. Todo empregado deve buscar atingir os objetivos da empresa. 10. Eu tenho obrigação em desempenhar bem minha função na empresa. 11. O bom empregado deve se esforçar para que a empresa tenha os melhores resultados possíveis. 12. O empregado tem a obrigação de sempre cumprir suas tarefas. 13. Nesta empresa eu sinto que faço parte do grupo. 14. Sou reconhecido por todos na empresa como um membro do grupo. 15. Sinto que meus colegas me consideram como membro da equipe de trabalho. 17. Se eu já não tivesse dado tanto de mim nesta organização, eu poderia considerar trabalhar em outro lugar. 18. A menos que eu seja recompensado de alguma maneira, eu não vejo razões para despender esforços extras em benefício desta organização. 53
  • 54. Comprometimento organizacional – engajamento, continuação Levando em conta o seu sentimento responda as afirmativas abaixo de acordo com a escala a seguir 1 Discordo totalmente 2 Discordo muito 3 Discordo pouco 4 Concordo pouco 5 Concordo muito 6 Concordo totalmente 19. Minha visão pessoal sobre esta organização é diferente daquela que eu expresso publicamente. 20. Apesar dos esforços que realizei, não vejo oportunidade para mim nesta empresa. 21. Procuro não transgredir as regras aqui, pois assim sempre manterei meu emprego. 22. Na situação atual, ficar com minha organização é na realidade uma necessidade tanto quanto um desejo. 23. Para conseguir ser recompensado aqui é necessário expressar a atitude certa. 24. Farei sempre o possível em meu trabalho para me manter neste emprego. 25. Se eu decidisse deixar a minha organização agora, minha vida ficaria bastante desestruturada. 54
  • 55. Comprometimento organizacional – engajamento, continuação Levando em conta o seu sentimento responda as afirmativas abaixo de acordo com a escala a seguir 1 Discordo totalmente 2 Discordo muito 3 Discordo pouco 4 Concordo pouco 5 Concordo muito 6 Concordo totalmente 26. Eu acho que teria poucas alternativas se deixasse esta organização. 27. Uma das consequências negativas de deixar esta organização seria a escassez de alternativas imediatas de trabalho. 28. Não deixaria este emprego agora devido a falta de oportunidades de trabalho. 55
  • 56. 56 Comprometimento afetivo ou atitudinal Baseado na aceitação dos objetivos da organização. Permite avaliar a intensidade com que um empregado nutre sentimentos positivos e negativos frente à organização que o emprega. Abaixo estão listados vários sentimentos que alguém poderia ter em relação à empresa onde trabalha. Gostaríamos de saber o quanto você sente estes sentimentos. Para responder, leia as afirmações a seguir e anote junto a cada frase o número que melhor representa seu sentimento na coluna à direita de cada frase. Use os números seguintes para suas respostas: 1 Nada 2 Pouco 3 Mais ou menos 4 Muito 5 Extremamente A empresa onde trabalho faz-me sentir... 1. Confiante nela. 2. Desgostoso com ela. * 3. Empolgado com ela. * Itens com formulação negativa e que deverão ter os valores assinalados invertidos
  • 57. Comprometimento afetivo ou atitudinal– continuação A empresa onde trabalho faz-me sentir... 4. Fiel a ela. 5. Apegado a ela. 6. Orgulhoso dela. 7. Contente com ela. 8. Responsável por ela. 9. Distante dela.* 10. Dedicado a ela. 11. Entusiasmado com ela. 12. Preocupado com ela. 13. Encantado com ela. 14. Desiludido com ela.* 57 1 Nada 2 Pouco 3 Mais ou menos 4 Muito 5 Extremamente * Itens com formulação negativa e que deverão ter os valores assinalados invertidos
  • 58. Comprometimento afetivo ou atitudinal– continuação A empresa onde trabalho faz-me sentir... 15. Envolvido com ela. 16. Fascinado por ela. 17. Interessado por ela. 18. Animado com ela. 58 1 Nada 2 Pouco 3 Mais ou menos 4 Muito 5 Extremamente
  • 59. 59 Comprometimento de continuidade Baseado nas trocas e na avaliação dos custos associados à saída da organização. As frases abaixo falam de algumas perdas e dificuldades que você teria se pedisse demissão da empresa onde está trabalhando e fosse trabalhar para outra empresa. Gostaríamos de saber o quanto você concorda ou discorda de cada frase. Dê suas respostas anotando na coluna da esquerda o numero que melhor representa sua resposta. 1 Discordo totalmente 2 Discordo 3 Nem concordo nem discordo 4 Concordo 5 Concordo totalmente Pedir demissão da empresa onde trabalho e ir trabalhar para outra empresa não valeria a pena porque... 1. Eu teria dificuldades para ganhar um salário tão bom quanto o que tenho hoje. 2. Eu jogaria fora todos os esforços que fiz para chegar aonde cheguei dentro da empresa. 3. Eu perderia a estabilidade que tenho hoje nesta empresa.
  • 60. 60 Pedir demissão da empresa onde trabalho e ir trabalhar para outra empresa não valeria a pena porque... 4. Eu teria dificuldade para conseguir outro cargo que me desse o mesmo prestígio que tenho com o cargo atual. 5. Eu demoraria a encontrar em outra empresa pessoas tão amigas quanto as que eu tenho hoje entre meus colegas de trabalho dentro desta empresa. 6. Eu perderia a liberdade que tenho de realizar meu trabalho dentro desta empresa. 7. Eu estaria desperdiçando todo o tempo que já me dediquei a esta empresa 8. Eu deixaria para trás tudo o que já investi nesta empresa. 9. Eu estaria prejudicando a minha vida profissional. 10. Eu demoraria a conseguir ser tão respeitado em outra empresa como sou hoje nesta empresa. Comprometimento de continuidade – continuação 1 Discordo totalmente 2 Discordo 3 Nem concordo nem discordo 4 Concordo 5 Concordo totalmente
  • 61. 61 Pedir demissão da empresa onde trabalho e ir trabalhar para outra empresa não valeria a pena porque... 11. Eu deixaria de receber vários benefícios que esta empresa oferece aos seus empregados (Vale-transporte, convênios médicos, vale-refeição, etc.). 12. Eu teria mais coisas a perder do que a ganhar com este pedido de demissão. 13. Eu perderia o prestígio que tenho hoje por ser empregado desta empresa. 14. Eu levaria muito tempo para me acostumar a um novo trabalho. 15. Eu estaria jogando fora todo o esforço que fiz para aprender as tarefas do meu cargo atual. Comprometimento de continuidade – continuação 1 Discordo totalmente 2 Discordo 3 Nem concordo nem discordo 4 Concordo 5 Concordo totalmente
  • 62. Apêndice Frustração: o maior inimigo do engajamento profissional EM SEU NOVO LIVRO, O INIMIGO DO ENGAJAMENTO PROFISSIONAL, MARK ROYAL, CONSULTOR DO HAY GROUP, EXPLICA A GESTORES E FUNCIONÁRIOS COMO FAZER PARA DRIBLAR A DESMOTIVAÇÃO E AUMENTAR A PRODUTIVIDADE EM TEMPOS DIFÍCEIS PARA A ECONOMIA. Mark Royal, consultor sênior do Hay Group Durante sete anos, Mark Royal e Tom Agnew, ambos consultores sêniors do Hay Group, mergulharam na vida corporativa de diversas empresas para tirar uma dúvida: quem é o maior inimigo do engajamento profissional? Em outras palavras, o que eles queriam descobrir é o que faz o sujeito acordar todos os dias pela manhã, sentar em sua cadeira de trabalho e não enxergar nenhum motivo animador para estar ali. Ou, pior ainda, o que faz ele não querer, de jeito nenhum, estar ali? Frustração. Essa é a base de todas as respostas encontradas pelos especialistas para suas perguntas. "Existem muitos tipos de frustração. As pessoas ficam frustradas por causa de filas, por causa de burocracia, por causa do trânsito, mas a frustração profissional é diferente", explica Royal. As conclusões tiradas pelos consultores estão no livro O Pior Inimigo do Engajamento Profissional, lançado em 2012 pela editora Campus. Em entrevista à revista NEGÓCIOS, ele explicou um pouco sobre o livro e sua teoria sobre o grande rival da motivação. A frustração é mesmo o maior inimigo do engajamento profissional? A frustração no espaço de trabalho pode ser explicada como uma ansiedade ou uma preocupação que fazem com que um funcionário engajado perca a motivação de fazer suas tarefas. São barreiras ou estruturas fixas que existem no escritório que não permitem a ele dar o seu melhor. É diferente da frustração sentida pelas pessoas em filas de supermercado ou no trânsito, ou por causa do café frio. O conceito de frustração que usamos no livro é o mesmo usado pelo dicionário: é a incapacidade de as pessoas conquistarem algo desejado. Normalmente, no mundo corporativo, elas engolem esse sentimento porque entendem que não existe muito o que fazer para driblar esses problemas. Como é possível identificar um funcionário que está desmotivado? Achamos que a desmotivação não é muito reconhecida pelas empresas por três razões. Muitas organizações não costumam perguntar a seus profissionais sobre seu nível de engajamento. Assim, quando um empregado diz que se sente desmotivado, a resposta é recebida com surpresa pelas companhias. Outro motivo é o fato de existirem funcionários realmente dedicados nas empresas e, muitas vezes, essa dedicação é interpretada como motivação. Mesmo que ele não se sinta empolgado com seu trabalho, apesar de ser esforçado. O terceiro problema é que muitos colaboradores não falam para seus gestores como se sentem porque têm medo de se serem encarados como "reclamões". É que para algumas empresas a responsabilidade de estar engajado é dos funcionários e não delas.
  • 63. Apêndice Frustração: o maior inimigo do engajamento profissional Qual a diferença entre o empregado que não se sente motivado e aquele que é, simplesmente, um mau funcionário? A grande diferença é o nível de comprometimento e a performance. O mau funcionário não tenta tanto, não se esforça tanto, quanto aquele que é dedicado, porém se sente frustrado. A chave para conseguir fazer essa diferenciação é fazer as perguntas certas. Conversas são uma maneira muito boa de dar feedback e de mostrar aos colaboradores as maneiras certas de se ter sucesso. O que tentamos mostrar no livro é como ter esse tipo de conversa sem fazer com que os funcionários se sintam "reclamões" e, por isso, prefiram ficar em silêncio. Além da burocracia das empresas e da falta de feedback, quais outros aspectos das organizações podem mudar para motivar funcionários? Uma boa maneira é ajudar os empregados em suas tarefas. Isso não quer dizer fazer o trabalho por eles, mas orientá-los sobre o que é mais importante, sobre o que eles estão fazendo bem. Muitos colaboradores reclamam que as tarefas que têm para cumprir durante o dia não cabem em sua agenda - eles estão sobrecarregados. Cabe ao gestor ajudá-lo a entender o que é uma prioridade, quais os atalhos que ele pode tomar e o que dá para ser prorrogado. Assim, as pessoas podem ter confiança de que estão fazendo o trabalho de maneira certa. Além disso, é importante delimitar até onde vai a liberdade dos empregados. Muitos deles, principalmente aqueles responsáveis por muitas tarefas, não sabem onde seu poder começa e termina. Eles precisam ter esse entendimento, para que não se preocupem em invadir uma área que não lhe diz respeito ou tomar decisões que possam trazer consequências negativas. As rotinas nas empresas também são importantes. O trabalho das equipes está mudando, está mais integrado. E muitas organizações não estão mudando a maneira como trabalham ou mesmo a maneira como ensinam seus funcionários a trabalhar. É necessário examinar novamente esse processo e mostrar a diferença entre o que as companhias faziam antes e o que precisam fazer agora. Em um período delicado para a economia e com as empresas precisando fazer mais com menos recursos, com uma equipe menor, é importante que as organizações entendam como manter seus funcionários engajados? A intenção do livro é mostrar tanto para o gestor quanto para o funcionário o que é a frustração e como solucioná-la dentro das organizações. Basicamente, ensinar aos funcionários a falar como se sentem e mostrar a seus gestores. Pode ser difícil entrar no escritório do seu chefe e dizer "estou frustrado, resolva esse meu problema". O caminho mais fácil é pedir uma orientação para não provocar uma reação ruim do gestor. Uma pergunta melhor a ser feita quando se fala com o chefe seria: "estou me sentindo frustrado, pois estou sobrecarregado. Sabe o que me ajudaria? Se nós pudéssemos organizar encontros semanais para vermos se estou no caminho certo, tomando as decisões certas". Você acha que alguma dessas mudanças nas organizações reflete na chegada da geração Y ao mercado de trabalho? Sim, existem algumas considerações específicas sobre a geração Y. Eles tendem a ser muito focados no futuro, nas oportunidades que aparecem no meio do caminho. Além disso, são muito ansiosos e tendem a ser muito confiantes em suas habilidades. Eles precisam de reconhecimento e de feedback. Muitas companhias acreditam que, por isso, tudo o que eles querem são prêmios. É claro que para alguns pode ser, de fato, assim, mas acho que a maior parte quer saber como está indo, qual a contribuição deles para a empresa e o quanto eles estão indo bem. A geração Y pressiona gestores e líderes para isso.
  • 64. Apêndice Frustração: o maior inimigo do engajamento profissional Como resolver a atual ordem das empresas aos gestores "faça mais com menos"? Essa, de fato, não é uma situação motivacional. Os funcionários entendem que você quer que eles trabalhem mais e não recebam retorno por isso. O que nós discutimos no livro é que essa é uma realidade para as empresas, já que o ambiente econômico atual é desafiador. Mas as organizações precisam reconhecer que esse é um problema de produtividade. Não é só pedir para os colaboradores trabalharem mais, mas encontrar uma maneira de fazê-los trabalhar de maneira mais inteligente. Construir ambientes de trabalho mais eficientes para dar suporte aos empregados para que eles consigam fazer mais com menos dinheiro, com menos equipe. Essa é a resposta. Construindo uma Cultura Magnética - Como atrair e manter profissionais talentosos para criar uma força de trabalho engajada e produtiva O autor Kevin Sheridan, baseado em seus anos de pesquisas e em exemplos reais de sua experiência em consultoria, apresenta estratégias e táticas para a criação e manutenção de uma cultura magnética nas empresas. Sheridan enumera alguns dos principais benefícios dessa transformação: - Atrai as pessoas mais talentosas – e as mantém na companhia; - Faz os colaboradores se sentirem parte do valor que é criado pela organização; - Aumenta o engajamento dos funcionários e impulsiona a produtividade; - Estimula a criatividade e a resolução de problemas. De acordo com os resultados de suas pesquisas , profissionais engajados demonstram satisfação quatro vezes mais elevada no trabalho que realizam e quatro vezes menos chances de deixa o emprego em relação aos desmotivados. Além disso, colaboradores engajados recomendam a empresa em que trabalham e promovem seus produtos ou serviços. Kevin demonstra que há uma forte ligação entre funcionários engajados e clientes satisfeitos. Ou seja, a cultura magnética criada dentro da empresa ultrapassa limites internos e chega até os clientes ou consumidores.