Trabalho De Hepatite B

31,005 views

Published on

2 Comments
19 Likes
Statistics
Notes
  • very nice web site
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • otimo trabalho
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
31,005
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
71
Actions
Shares
0
Downloads
1,253
Comments
2
Likes
19
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Trabalho De Hepatite B

  1. 1. COLABORADORA: Daniela Arozi
  2. 2. Vacinas contra HEPATITE B O que é hepatite B Epidemiologia Como se contrai Modo de prevenção Tratamento Vacinas
  3. 3. A hepatite B é uma inflamação no fígado que infecta até 100 vezes mais do que a AIDS. Causada pelo vírus (HBV) Os vírus da hepatite são invasores minúsculos que entram nas células, interferem nas atividades normais e forçam as células a produzirem mais vírus. Quando ele atua, pode matar muitos hepatócitos (células do fígado).
  4. 4. Apesar de ser pequeno e ter aparência frágil, o VHB pode sobreviver até 7 dias fora do corpo humano.
  5. 5. Mais de 50% da população mundial já foi contaminada pelo vírus da hepatite B. Estima-se algo em torno de 2 bilhões de pessoas que já entraram em contato com o vírus 350 milhões de portadores crônicos 50 milhões de novos casos a cada ano.
  6. 6. De acordo com o Ministério da Saúde, aproximadamente 3 milhões de brasileiros sofrem da doença.
  7. 7. A hepatite B é transmitida pelo contato com sangue ou fluídos orgânicos contaminados (sêmen, secreção vaginal, menstruação). Todo cuidado é pouco!
  8. 8. Transmissão vertical: Crianças contaminadas durante a gestação ou parto ou amamentação Transmissão Horizontal: Contato com pessoas cronicamente infectadas pelo vírus Pacientes submetidos à hemodiálise Profissionais de saúde Parceiros sexuais portadores de VHB Usuários de drogas injetáveis que compartilham agulhas contaminadas
  9. 9. Embora os sintomas não sejam aparentes, há indícios de alerta como mal-estar, febre, falta de apetite, cansaço exagerado, dores de cabeça e no corpo e mucosas e pele com coloração amarelada. Mesmo tendo tratamento, em casos graves, a doença evolui para câncer ou cirrose, a saída neste estágio é o transplante de fígado
  10. 10. A vacinação, que tem eficácia em torno de 95%, é o melhor método para impedir a proliferação do vírus. Os recém-nascidos e pessoas com idade de 0 a 19 anos podem ser imunizadas gratuitamente nos postos de saúde. Então, atenção! Não compartilhe objetos cortantes ou de higiene pessoal. E, principalmente...
  11. 11. use camisinha !
  12. 12. O tratamento da hepatite B evoluiu muito desde que o vírus foi identificado em 1960. A primeira droga que revelou eficácia no tratamento da hepatite B foi o Interferon e outra opção são os Análogos de Nucleosídeos Os objetivos do tratamento são a soroconversão, o desenvolvimento do anticorpo para o vírus da hepatite, e a redução da quantidade de vírus Depois, as enzimas hepáticas se normalizam e a inflamação do fígado diminui.
  13. 13. A vacina para a hepatite B é altamente efetiva e praticamente isenta de complicações (pode causar apenas reações no local da injeção). A vacina consiste de fragmentos do antígeno da hepatite B HBsAg, suficiente para produzir anticorpos mas incapaz de transmitir doença pois não contêm DNA viral.
  14. 14. A dose da vacina é de três injeções intramusculares, sendo a segunda após 1-2 meses e a terceira 5 meses após a primeira. Neste esquema, 95% produzirão os anticorpos e, nestes, a proteção contra a hepatite é próxima de 100%. A imunidade costuma durar pelo menos 10 anos, mas pode persistir por toda a vida, podendo ser avaliada por exame de sangue.
  15. 15. Doses recomendadas das vacinas contra hepatite B Indicação Dosagem Recém-nascidos 0,5 ml / 10 mg Crianças e adolescentes 0,5 ml / 10 mg > 20 anos 1,0 ml / 20 mg Em diálise ou 2,0 ml / 40 mg imunocomprometidos
  16. 16. As reações adversas mais comuns são leves com dor (3%) enduração (quase 10%) locais febre (0,2 a 1,0%) aparecendo no primeiro dia após a vacinação Reação grave, anafilática, ocorre apenas em 1 a cada 600.000 casos no Brasil, de 30 minutos até 2 horas após a aplicação.
  17. 17. Não são recomendadas "doses de reforço" para a vacina contra a hepatite B pois mesmo que o nível de anticorpos desapareça com o tempo, há memória imunológica duradoura e rápida produção de anticorpos quando há contato com o vírus. Somente em casos especiais (recém nascidos de mãe com hepatite B, imunodeficientes, nefropatas em diálise, parceiros sexuais de portadores e profissionais da saúde com contato com sangue contaminado).
  18. 18. A vacina é indicada em todas as crianças e adolescentes até 18 anos. Entre adultos, deve ser utilizada em pessoas de alto risco (trabalhadores da área da saúde, homossexuais, usuários de drogas endovenosas e outros) A vacina está disponível gratuitamente na rede pública de saúde Gravidez, amamentação e uso de antibióticos não contra-indicam a vacinação.
  19. 19. Em pessoas não vacinadas que tenham contato com sangue contaminado, é indicado o início imediato da vacinação, além de receber a imunoglobulina para hepatite B (0,06 mL/kg). O mesmo deve ser realizado em recém nascidos de mãe portadora de hepatite B.

×