Dióxido de enxofre

3,798 views

Published on

O dióxido de enxofre (SO2) condições naturais é expelido do solo principalmente pelos vulcões. Também se forma quando compostos voláteis de enxofre produzidos pela decomposição de matéria animal e vegetal são oxidados no ar. A principal fonte de emissão desse gás para a atmosfera é a combustão de materiais que contenham enxofre na sua composição. Dentre os quais, destacam-se os combustíveis fósseis.

Published in: Health & Medicine
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,798
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Dióxido de enxofre

  1. 1. Dióxido de enxofrePropriedades• É um gás incolor, denso, tóxico, não-inflamável, com um odor sufocante e sabor ácido, de densidade de 2,279. Sob diversas condições, em presença de catalisadores e igualmente na presença de água e poeiras atmosféricas, sofre oxidação produzindo o anidrido sulfúrico (SO3), que conduz ao ácido sulfúrico, responsável pela corrosão de objetos metálicos em áreas de grande concentração industrial.• O dióxido de enxofre (SO2) condições naturais é expelido do solo principalmente pelos vulcões. Também se forma quando compostos voláteis de enxofre produzidos pela decomposição de matéria animal e vegetal são oxidados no ar.
  2. 2. Dióxido de enxofrePropriedades• A principal fonte de emissão desse gás para a atmosfera é a combustão de materiais que contenham enxofre na sua composição. Dentre os quais, destacam-se os combustíveis fósseis. Embora, o enxofre se apresente na forma de diferentes compostos, a reação pode ser representada pela seguinte equação geral: S(g) + O2(g) -----> SO2(g)• Como o gás dióxido de enxofre é solúvel em água, isso faz com que gotículas de água presente na atmosfera reaja com este gás formando: SO2(g) + H2O(l) ------> H2SO3(aq)
  3. 3. Dióxido de enxofrePropriedades• Outras substâncias (R) presentes na atmosfera podem ser incorporadas às gotículas de água das nuvens e oxidar ou servir como catalisador para a reação de oxidação do ácido sulfuroso a ácido sulfúrico: H2SO3(aq) + R(oxidantes) ----> H2SO4(aq)
  4. 4. Dióxido de enxofrePropriedadesAs principais fontes de intoxicação são representadas por:• Na combustão de carvão com conteúdo notável de enxofre. Uma tonelada de carvão contendo 1% de enxofre produz ao queimar cerca de 20 quilos de dióxido de enxofre. Assim, é fácil conceber que grandes quantidades de SO2 são eliminadas na atmosfera através das chaminés urbanas e industriais, e sob certas condições atmosféricas que provocam a sua acumulação nas partes baixas o SO2 tem produzido uma série de acidentes, como o Donora nos Estados Unidos com 20 morte e de Londres em 1952 onde o número de mortos foi de 30. A sua ação é potencializada pela presença concomitante de gotículas de ácido sulfúrico, formado pela presença de umidade na atmosfera;• Nas indústrias de celulose: o SO2 é empregado como branqueador;• Indústria petrolífera;• Na aplicação do gás como fumigante e preservativo.
  5. 5. Dióxido de enxofreAção tóxica• O dióxido de enxofre se comporta como um gás irritante. É classificado como irritante das vias superiores e profundas (brônquios). Sua principal ação é a irritação, resultando uma constrição reflexa dos brônquios (broncoconstrição) e aumento da resistência ao fluxo pulmonar. Tem-se observado que o anidrido sulfuroso apresenta maior intensidade de ação quando a umidade no ambiente é elevada e nessas condições sua concentração ambiental deve ser mantida a menor possível. Maior frequência de bronquites associadas ao SO2 é observada em cidades úmidas.
  6. 6. Dióxido de enxofreAção tóxica• Indivíduos com problemas cardiorrespiratórios e os asmáticos, em contato com ambientes contaminados com SO2 podem sofrer desconforto, levando a ataques asmáticos até mesmo à morte. A intensidade de sua ação é tão aumentada quando o mesmo é absorvido por partículas (carvão, por exemplo). Além disso, o anidrido sulfuroso pode reagir com o ozônio ou dióxido de nitrogênio produzindo injúrias em indivíduos mais sensíveis.• O limite de tolerância para o dióxido de enxofre é de 4ppm (10mg/m3).
  7. 7. Referências Bibliográficas• LEITE, Edna et al. Monitorização Biológica de Trabalhadores Expostos a Substâncias Químicas. Belo Horizonte: Ergo Editora, 1992.• LOARINI , Lourival. Toxicologia. 2. Ed. São Paulo: Editora Manole, 1993.
  8. 8. Agradecimentos MUITO OBRIGADO !!! Ádamo Porto Gama Farmacêutico Generalista CONTATO adamogama@hotmail.com www.adamogama.blogspot.com

×