•  É cada vez mais igual a participação entre homens e mulheres, tanto no trabalho, quanto no ambiente familiar.   •  Dess...
•  O excesso de trabalho pode influenciar na satisfação do funcionário com a empresa. Por isso, pequenas organizações cost...
O conceito de sustentabilidade vem sendo cada vez mais difundido em nossa sociedade, mas muitas vezes isso ocorre de forma...
•  Estado proporciona direitos e assistência, este através de creches, transporte e outros serviços públicos, e aquele por...
•  Empresas que conseguem proporcionar um estilo diferente de trabalho são compensadas com melhores desempenhos que geram ...
•  Nos EUA a jornada máxima de trabalho é de 40 horas pagas as um mínimo de US$ 5,15/hora, há a lei de previdência social ...
•  O Estado português garante as suas trabalhadoras licença maternidade de noventa dias, sendo que sessenta destes devem s...
•  Nas empresas portuguesas o trabalho de cada um é reconhecido como importante, há recompensas àqueles que apresentam sug...
•  A legislação de cada país tem impacto direto sobre o modo como as empresas se relacionam com seus funcionários.  •  A g...
 
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Organizações Amigas da Familia

1,934 views
1,846 views

Published on

Apresentação feita para ilustrar o artigo "Análise comparativa entre benefícios dados a funcionários em diferentes países", apresentado em 21.09.09 para a matéria de sociologia.

Published in: Business, Career
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,934
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
19
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Organizações Amigas da Familia

  1. 2. • É cada vez mais igual a participação entre homens e mulheres, tanto no trabalho, quanto no ambiente familiar.   • Dessa forma, os governos tem se preocupado em proporcionar ao homem uma maior participação na vida familiar. Um exemplo disso são as licenças parentais, que se tornam mais freqüentes entre os países.   • A tecnologia, que a principio causou desemprego em massa, trouxe diversos benefícios. Muitas empresas as utilizam visando à otimização da gestão de pessoas. A Coca-Cola, por exemplo, usa softwares de gestão de pessoas, desenvolvimento de carreira e treinamentos online.  • As pessoas estão  se preocupando mais com o seu Bem-Estar, ninguém mais quer trabalhar de segunda a sábado e depois fazer hora-extra...      
  2. 3. •  O excesso de trabalho pode influenciar na satisfação do funcionário com a empresa. Por isso, pequenas organizações costumam serem melhores ambientes para se trabalhar.  • No livro “Administração de Pessoal e Recursos Humanos” , os autores Werther e Davis afirmam que: “O tamanho da organização tende a relacionar-se inversamente com a satisfação no cargo” . Com base nisso, as empresas devem se adaptar a esse novo perfil de trabalhador.  • Para evitar maiores problemas, as organizações têm aumentado o investimento em benefícios e melhorias nas condições de trabalho.    •  Assim começa um novo período nas relações entre empresas e colaboradores, e as políticas governamentais têm ajudado a nessa melhoria.
  3. 4. O conceito de sustentabilidade vem sendo cada vez mais difundido em nossa sociedade, mas muitas vezes isso ocorre de forma errônea. Sustentabilidade não diz respeito apenas às questões ambientais, seu conceito é composto por um tripé, uma ligação, entre os interesses sociais, econômicos e ambientais. A sustentabilidade social parte do princípio que todas as pessoas têm as mesmas condições, por isso deve-se criar igualdade de oportunidades a todas. Esse conceito está intimamente ligado a idéia de bem-estar, a luta por melhorias da qualidade de vida, que não deve se limitar apenas a bens materiais. Mas é preciso ter bem clara a idéia de que as ações sociais têm que começar dentro da empresa, com seus colaboradores. Não se pode iniciar projetos de sustentabilidade social focado em um ambiente externo sem primeiro dar a seus trabalhadores condições melhores.
  4. 5. • Estado proporciona direitos e assistência, este através de creches, transporte e outros serviços públicos, e aquele por meio de licença maternidade e parental, férias remuneradas, 13º salário, previdência social, entre outros. • Entretanto, essas atitudes não são o suficiente para satisfazer o funcionário, e as vezes, acabam por não conseguir suprir suas necessidades, como berçários que muitas vezes não tem vagas suficientes. • Com base nesse quadro, as empresas têm que buscar benefícios para conseguirem manter seus trabalhadores motivados. • Segundo pesquisa da Watson Wyatt apenas 27% das organizações possuem Programas de Assistência a Empregados. • No país nota-se uma tendência a valorização do funcionário, mas muitas vezes as empresas não sabem administrar muito bem esse tipo de atitude. Assim, as mudanças tornam-se apenas discursos sem implementação concreta, e o setor de Recursos Humanos acaba sendo vítima de críticas por acabar burocrático e ineficiente.
  5. 6. • Empresas que conseguem proporcionar um estilo diferente de trabalho são compensadas com melhores desempenhos que geram aumentos de produtividade. • Os benefícios vão de planos de saúde, auxílio refeição e transporte até seguros de vida, assessoria jurídica, previdência privada, subsídio de cursos, empréstimos de emergência, entre outros. • Como exemplo, a empresa Volvo do Brasil conta com uma equipe médica em tempo integral, além do planos de saúde e odontológico, auxílio de 70% na compra de remédios, óculos de grau e lentes de contato, e programas de combate ao tabagismo e ao estresse. Além disso, a empresa possui um Plano de Desenvolvimento Pessoal, no qual o funcionário indica que cargo espera estar ocupando em dez anos, e o Personal Business Plan, no qual se definem metas pessoais para cada ano. A Volvo mantém também uma fundação, que mantém 40 crianças para adoção, na instituição elas têm acesso a educação, lazer e acompanhamento de psicólogos. • Pode-se notar que esse é um conhecimento adquirido de outros países, uma vez que as empresas com melhores programas são, em sua grande maioria, multinacionais ou possuem estrangeiros no comando.
  6. 7. • Nos EUA a jornada máxima de trabalho é de 40 horas pagas as um mínimo de US$ 5,15/hora, há a lei de previdência social e o seguro desemprego. Por outro lado não há 13º salário, férias ou qualquer tipo de licença remunerada. • Gestantes têm direito a 12 semanas de licença e por lei, não podem ser demitidas com razão da gravidez. • Um fator importante a se ressaltar é o grande número de leis que proíbem o preconceito de qualquer natureza. • 95% das empresas oferecem férias e feriados remunerados. • 58% das organizações dão direito a afastamento por motivo de doença e incapacidade física por longo ou curto prazo. • As organizações que dependem de criatividade, conhecimento e inovação precisam investir em atrativos para terem os profissionais mais qualificados. • O Departamento de Comércio concede prêmios às empresas que atingirem excelência na qualidade de seus produtos com isso, há grande investimento em formação e treinamentos. • Durante o período da crise a grande maioria dos benefícios foram cortados ou remodelados. • Por essa razão as organizações americanas sofrem com grupos de funcionários assustados, frustrados e muitas vezes, sem perspectivas.
  7. 8. • O Estado português garante as suas trabalhadoras licença maternidade de noventa dias, sendo que sessenta destes devem ser utilizados logo após o parto.Garante-se ainda que até o primeiro ano da criança, a mãe tem direito a dedicar, duas vezes ao dia, uma hora para aleitamento. Caso o filho seja portador de deficiência ou doença crônica o pai ou a mãe tem direito a redução da carga horária normal de trabalho. • A legislação assegura ao trabalhador no mínimo, um dia de folga durante a semana, e para casos de pessoas da mesma família, a empresa tem que assegurar que a folga seja no mesmo dia. O mesmo ocorre com as férias, onde conjugues têm preferência por tirá-las em período comum. Nota-se que o Estado tem leis que privilegiam os trabalhadores e valorizam momentos em família. • 92% das empresas presenteiam seus colaboradores com um carro de serviço. • 80% das empresas possuem convênios médicos, dos quais, mais da metade tem seus panos de saúde estendidos a cônjuges e filhos.
  8. 9. • Nas empresas portuguesas o trabalho de cada um é reconhecido como importante, há recompensas àqueles que apresentam sugestões aplicáveis a melhoria de processos, comemorações por datas e acontecimentos. Essas ações, aparentemente simples, têm dado as empresas grandes retornos, uma vez que seus colaborados têm cada vez mais fidelidade e comprometimento com a empresa. • Um exemplo de excelência em gestão de pessoas é a Microsoft, eleita pela quarta vez como melhor empresa para se trabalhar, a empresa de desenvolvimento de software é vista como modelo. Além de benefícios tradicionais, a empresa conta com serviços de manicure, uma máquina de engraxar sapatos na entrada do bar, serviços de lavanderia e aulas de yoga. Além disso, há planos de reconhecimento com recompensas em dinheiro.
  9. 10. • A legislação de cada país tem impacto direto sobre o modo como as empresas se relacionam com seus funcionários. • A globalização tem efeitos nos setores de Recursos Humanos das companhias, pois as empresas têm ações iguais ou muito semelhantes em todos os países, as vantagens e benefícios são pouco adaptadas as especificidades de cada país. • Uma mesma companhia tem abordagens diferentes em diferentes países. Como a Microsoft, em sua filial de Portugal a empresa é apontada como modelo, já no Brasil há carga horária excessiva e em sua sede norte-americana, ela é apontada em 38º lugar da lista “Great Place to Work”. • É evidente que os governos têm se preocupado cada vez mais com suas leis trabalhistas pois, mais funcionários com melhores condições resulta em melhora da economia. • Somam-se a isso as novas políticas de valorização do trabalhador e vemos claras melhorias que só tendem a aumentar na vida do trabalhador em todo o mundo.

×