Your SlideShare is downloading. ×
0
Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciências da Educação  Curso de Biblioteconomia CIN5025 – Prática de Gestã...
<ul><li>SUMÁRIO </li></ul><ul><li>Introdução </li></ul><ul><li>Definição de Marketing </li></ul><ul><li>Marketing em Unida...
INTRODUÇÃO Neste trabalho apresentaremos primeiramente os conceitos de marketing para uma visão ampla da sua função, após ...
DEFINIÇÃO DE MARKETING A American Marketing Association, em  1948, definiu marketing como “execução das atividades de negó...
<ul><li>DEFINIÇÃO DE MARKETING </li></ul><ul><li>Segundo   Lima (1994), o  Marketing  pode ser definido como: </li></ul><u...
DEFINIÇÃO DE MARKETING Para Las Casas (1989, p. 30):  “ Marketing  é a área do conhecimento que engloba todas as atividade...
MARKETING EM UNIDADES DE INFORMAÇÃO Baptista (1985), que viria solucionar o problema de baixo índice de uso de coleções e ...
<ul><li>MARKETING EM UNIDADES DE INFORMAÇÃO </li></ul><ul><li>Esses motivos dizem respeito aos seguintes fatos:  </li></ul...
<ul><li>MARKETING EM UNIDADES DE INFORMAÇÃO </li></ul><ul><li>outras facilidades de acesso á informação fora da biblioteca...
<ul><li>MARKETING EM BIBLIOTECA ESCOLAR </li></ul><ul><li>A biblioteca escolar, modernamente, é considerada como elemento ...
<ul><li>MARKETING EM BIBLIOTECA ESCOLAR </li></ul><ul><li>Para que a biblioteca seja reconhecida dentro da instituição, o ...
<ul><li>MARKETING EM BIBLIOTECA ESCOLAR </li></ul><ul><li>O bibliotecário que aplica o marketing na biblioteca deve utiliz...
<ul><li>MARKETING EM BIBLIOTECA ESCOLAR </li></ul><ul><li>Fazer uso de propaganda e promoção para comunicar a capacidade d...
MARKETING DE RELACIONAMENTO Marketing de relacionamento é definido por Gordon (1999, p. 31) como “o processo contínuo de i...
<ul><li>MARKETING DE RELACIONAMENTO </li></ul><ul><li>Tem como objetivo prover meios eficazes e produtivos de atender, rec...
MARKETING DE RELACIONAMENTO Como aplicar o Marketing de Relacionamento? Através de questionários, pesquisas de satisfação,...
BIBLIOTECA LUIZ CÂNDIDO DA LUZ A  E.B.M. Luiz Cândido da Luz, está localizada no bairro Vargem do Bom Jesus – Florianópoli...
BIBLIOTECA LUIZ CÂNDIDO DA LUZ   Em março de 2002 houve a mudança para o atual endereço, passando a denominar-se Bibliotec...
CONSIDERAÇÕES FINAIS Relacionar-se com o usuário é imprescindível dentro de uma unidade de informação, é durante este rela...
REFERÊNCIAS BAPTISTA, S. G.  A contribuição da estratégia do uso do método de marketing para solucionar problemas de baixo...
GORDON, I.  Marketing de relacionamento : estratégias, técnicas e tecnologias para conquistar clientes e mantê-los para se...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Marketing de relacionamento - 1ª Etapa

1,078

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,078
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Marketing de relacionamento - 1ª Etapa"

  1. 1. Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciências da Educação Curso de Biblioteconomia CIN5025 – Prática de Gestão - 7ª fase - 2011/2 Alunas: Críchyna Madalena da Silva, Daiana de Lima, Francielli dos Anjos, Letícia Silvana dos Santos MARKETING DE RELACIONAMENTO
  2. 2. <ul><li>SUMÁRIO </li></ul><ul><li>Introdução </li></ul><ul><li>Definição de Marketing </li></ul><ul><li>Marketing em Unidades de Informação </li></ul><ul><li>Marketing em Biblioteca Escolar </li></ul><ul><li>Marketing de Relacionamento </li></ul><ul><li>Biblioteca Luiz Cândido da Luz </li></ul><ul><li>Considerações Finais </li></ul><ul><li>Referências </li></ul>
  3. 3. INTRODUÇÃO Neste trabalho apresentaremos primeiramente os conceitos de marketing para uma visão ampla da sua função, após trataremos do marketing voltado as unidades de informação, tendo como foco o marketing de relacionamento que terá como objetivo avaliar a opinião e a satisfação dos usuários em relação aos serviços oferecidos na biblioteca escolar. Por último será apresentada a biblioteca escolar onde o projeto de marketing de relacionamento será aplicado.
  4. 4. DEFINIÇÃO DE MARKETING A American Marketing Association, em 1948, definiu marketing como “execução das atividades de negócio que encaminham o fluxo de mercadorias e serviços, partindo do produtor até os consumidores” (FERNANDES, 1993, p. 177).
  5. 5. <ul><li>DEFINIÇÃO DE MARKETING </li></ul><ul><li>Segundo Lima (1994), o Marketing pode ser definido como: </li></ul><ul><li>um processo baseado em objetivos e capacidade de recursos de uma organização; </li></ul><ul><li>uma função administrativa que determina o que o produto deve ser; </li></ul><ul><li>e também determina o preço do produto. </li></ul>
  6. 6. DEFINIÇÃO DE MARKETING Para Las Casas (1989, p. 30): “ Marketing é a área do conhecimento que engloba todas as atividades concernentes às relações de troca, orientadas para a satisfação dos desejos e necessidades dos consumidores”. Segundo Dias e Ferraz (2006), o principal foco do marketing é conhecer seu consumidor profundamente quanto ao atendimento pleno prestado pelos produtos e serviços.
  7. 7. MARKETING EM UNIDADES DE INFORMAÇÃO Baptista (1985), que viria solucionar o problema de baixo índice de uso de coleções e a má utilização das instalações, enumera os motivos que constituem barreiras ao melhor relacionamento entre a biblioteca e o usuário.
  8. 8. <ul><li>MARKETING EM UNIDADES DE INFORMAÇÃO </li></ul><ul><li>Esses motivos dizem respeito aos seguintes fatos: </li></ul><ul><li>coleções que são desenvolvidas sem que tenha sido realizada uma pesquisa de interesses; </li></ul><ul><li>usuários que desconhecem os serviços que a biblioteca pode oferecer; </li></ul><ul><li>usuários que recorrem a outras fontes para obter as informações de que necessitam; </li></ul>
  9. 9. <ul><li>MARKETING EM UNIDADES DE INFORMAÇÃO </li></ul><ul><li>outras facilidades de acesso á informação fora da biblioteca; </li></ul><ul><li>falta do hábito de leitura; </li></ul><ul><li>falta de treinamento dos funcionários. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>MARKETING EM BIBLIOTECA ESCOLAR </li></ul><ul><li>A biblioteca escolar, modernamente, é considerada como elemento básico do processo educacional; </li></ul><ul><li>Segundo Fonseca (1992), a fornecer livros e material didático tanto a estudantes como aos professores; </li></ul><ul><li>Possui a missão de veicular informação, despertando gosto e prazer pela leitura e pesquisa; </li></ul>
  11. 11. <ul><li>MARKETING EM BIBLIOTECA ESCOLAR </li></ul><ul><li>Para que a biblioteca seja reconhecida dentro da instituição, o marketing é uma ferramenta que ajudará o setor a ser divulgado; </li></ul><ul><li>O profissional que trabalha na biblioteca deve pensar quais são as estratégias que pode-se usar para melhorar a imagem do setor; </li></ul>
  12. 12. <ul><li>MARKETING EM BIBLIOTECA ESCOLAR </li></ul><ul><li>O bibliotecário que aplica o marketing na biblioteca deve utilizar ferramentas para classificar, conhecer e segmentar seus usuários; </li></ul><ul><li>A pesquisa ajuda o bibliotecário a conhecer seus usuários, necessidades, benefícios, onde habitam, condições físicas, e como atingí-los na comunicação enviada pela biblioteca; </li></ul>
  13. 13. <ul><li>MARKETING EM BIBLIOTECA ESCOLAR </li></ul><ul><li>Fazer uso de propaganda e promoção para comunicar a capacidade dos serviços oferecidos para atender a demanda; </li></ul><ul><li>Com a análise das respostas é que o bibliotecário deve pensar e criar produtos/serviços para satisfazer as necessidades dos segmentos. </li></ul>
  14. 14. MARKETING DE RELACIONAMENTO Marketing de relacionamento é definido por Gordon (1999, p. 31) como “o processo contínuo de identificação e criação de novos valores com clientes individuais e o compartilhamento de seus benefícios durante uma vida toda de parceria”.
  15. 15. <ul><li>MARKETING DE RELACIONAMENTO </li></ul><ul><li>Tem como objetivo prover meios eficazes e produtivos de atender, reconhecer e cuidar do cliente, em tempo real, transformando estes dados em informações que quando filtradas e analisadas pela organização, permitem que o cliente seja “identificado” e cuidado por todos os envolvidos no processo de atendimento pessoal. </li></ul><ul><li>O processo do relacionamento com os clientes tem início com a pesquisa para coletar as informações sobre eles, e assim desenvolver produtos e serviços baseados nessas informações para atender às suas necessidades. Por intermédio da utilização dos produtos e serviços, o cliente realimenta o processo com novas informações, assim, fechando este ciclo. </li></ul>
  16. 16. MARKETING DE RELACIONAMENTO Como aplicar o Marketing de Relacionamento? Através de questionários, pesquisas de satisfação, feedback, caixas de sugestões e banco de dados. Resultando assim em melhoria no atendimento.
  17. 17. BIBLIOTECA LUIZ CÂNDIDO DA LUZ A E.B.M. Luiz Cândido da Luz, está localizada no bairro Vargem do Bom Jesus – Florianópolis. Atende a 800 alunos no Núcleo de Alfabetização e Letramento (1º ao 3º ano), Núcleo de Letramento (4º ao 5º ano) e o Núcleo de Consolidação do Letramento (6º ao 9º ano). Ainda atende a 204 alunos através do EJA e 52 alunos do CEJA. A BIBLIOTECA ESCOLAR e comunitária da Escola B. M. Luiz Cândido da Luz funcionou, até o ano de 2001, em uma sala na antiga Escola Desdobrada Ponta do Morro. Nessa época, a biblioteca contava com acervo de 490 exemplares e atendia o Núcleo de Educação Infantil até a 4ª série.
  18. 18. BIBLIOTECA LUIZ CÂNDIDO DA LUZ Em março de 2002 houve a mudança para o atual endereço, passando a denominar-se Biblioteca Comunitária da E.B.M Luiz Cândido da Luz. São considerados usuários da biblioteca: alunos matriculados na escola, incluindo o EJA e o CEJA, professores, funcionários, terceirizados e a comunidade local. Hoje, a biblioteca possui um cadastro de 1740 carteirinhas.
  19. 19. CONSIDERAÇÕES FINAIS Relacionar-se com o usuário é imprescindível dentro de uma unidade de informação, é durante este relacionamento que o bibliotecário precisará conhecer os hábitos e costumes, desejos e necessidades de cada usuário e transformar este conhecimento num valioso banco de dados, tabulá-lo e posteriormente, tomar decisões focadas e certeiras. Com este conhecimento a unidade de informação poderá surpreender seus usuários, antecipando suas vontades e desejos, e assim chegar na frente de concorrentes, antever necessidades e rapidamente oferecer soluções e prioritariamente, fazer-se presente em seu dia-a-dia.
  20. 20. REFERÊNCIAS BAPTISTA, S. G. A contribuição da estratégia do uso do método de marketing para solucionar problemas de baixo índice de uso de acervo e de freqüência em bibliotecas, estudo de caso. 1985. Dissertação (Mestrado em Biblioteconomia) – Departamento de Ciência da Informação e Documentação, Universidade de Brasília, Brasília. DIAS, M. M. K.; FERRAZ, M. C. C. Marketing em ciência e tecnologia: conceitos e princípios básicos para ambientes informacionais acadêmicos e organizacionais. São Carlos: EdUFSCar, 2006. FERNANDES, A. R.M. Marketing aplicado a Biblioteconomia. In:______. Marketing em unidades de informação: estudos brasileiros. Brasília : IBICT, 1993. FONSECA, Edson Ney da. Introdução à biblioteconomia. São Paulo, Pioneira, 1992 .
  21. 21. GORDON, I. Marketing de relacionamento : estratégias, técnicas e tecnologias para conquistar clientes e mantê-los para sempre. São Paulo: Futura, 1999. LAS CASAS, A. L. Marketing de serviços. São Paulo : Atlas, 1991. LIMA, Regina Célia Montenegro de. Marketing, informação e biblioteca. In: CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO, 2. Belo Horizonte, 1994. Anais. Belo Horizonte: ABMG/Escola de Biblioteconomia UFMG, 1994. p. 510 523. OLIVEIRA, A. M.; PEREIRA, E. C. Marketing de relacionamento para a gestão de unidades de informação. Informação & Sociedade: estudos, João Pessoa, v. 13, n. 2, p. 13-36. jul./ dez. 2003. Disponível em: <http://www.okara.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/viewPDFInterstitial/89/1556>. Acesso em: 24 set. 2011.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×