Lixo em são paulo2

  • 592 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
592
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
8
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1.
    • Daniela Gomes de Souza
    • Monalisa da Silva Ferreira
    • Daiana Caroline
    • Karina Magda Silveira
    • Mônica
  • 2. LIXO EM SÃO PAULO O problema do lixo não acaba quando o colocamos para fora de nossa casa. É aí que ele começa.
  • 3. OS FATOS Na cidade de São Paulo, das 15 mil toneladas de lixo recolhidas por dia, cerca de 35% são materiais recicláveis e menos de 1% é reciclado. Cada paulistano produz diariamente 1,2 kg de lixo, em média, que vão para as montanhas dos lixões ou aterros sanitários. 5 dos 7 aterros sanitários de São Paulo estão lotados .
  • 4. Aterro sanitário Bandeirantes – Perus – São Paulo
  • 5. A COLETA DE LIXO EM SÃO PAULO A cidade gera, em média, 17 mil toneladas de lixo diariamente (lixo residencial, de saúde, restos de feiras, podas de árvores, entulho etc). Só de resíduos domiciliares são coletados quase 10 mil toneladas por dia. Cerca de 3,2 mil pessoas trabalham no recolhimento dos resíduos. São utilizados 492 veículos (caminhões compactadores e outros específico para o recolhimento dos resíduos de serviços de saúde). Estima-se que mais de 11 milhões de pessoas são beneficiadas pela coleta.
  • 6. Volume médio diário de resíduos coletados em 2008
    • Resíduo Domiciliar – 9.500 toneladas
    • Resíduo de Serviço de Saúde – 90 toneladas
    • Resíduo de Varrição – 270 toneladas
    • Resíduo Inerte – 3.000 toneladas
    • Resíduo Seletivo – 130 toneladas
    • Outros – 1.300 toneladas
  • 7.  
  • 8. RECICLAGEM A Natureza é muito eficaz em relação ao tratamento dado à ela para o lixo. Animais e plantas mortos apodrecem e se decompõem. Nesse processo, larvas, fungos,bactérias e minhocas colaboram para transformá-los, e os restos orgânicos voltam para a terra, enriquecendo-a.
  • 9.
    • Os materiais mais comuns encontrado no lixo urbano e que podem ser reciclados são:
    • - Plásticos;
    • Garrafas – embalagens de produtos de limpeza;
    • Potes de cremes – xampus;
    • Tubos e canos;
    • Brinquedos;
    • Sacos, sacolas e saquinhos de leite;
    • - Isopor.
    Materiais Recicláveis
  • 10. Tempo de decomposição
    • Embalagens plástica: Mais de 100 anos
    • Papéis: De 3 a 6 meses
    • Latas de alumínio: 100 anos
    • Tampas de garrafas – 150 anos
    • Vidro: mais de 10 mil anos
  • 11.  
  • 12. Para onde vai o lixo? Todo esse lixo gerado tem um destino, ou seja: 76% do lixo coletado no país fica a céu aberto, ou seja, 182.400 toneladas que é coletada por dia. O restante vai para os aterros (controlados, 13%; ou sanitários, 10%), usinas de compostagem (0,9%), incineradores (0,1%) e uma insignificante parte é recuperada em centrais de reciclagem.
  • 13. Podemos fazer nossa parte! Ao invés de consumirmos mais, deveríamos consumir melhor. É só lembrar dos 4 R s: R eduzir o consumo; R eutilizar o que for possível; R eciclar materiais; R epensar os hábitos de consumo e de descarte.
  • 14. Enchentes Além de todos esses problemas citados que o lixo causa na cidade, ainda há um de extrema importância: As enchentes. As enchentes de São Paulo pioram a cada ano. As causas decorrentes dela estão ligadas ao alto índice pluviométrico da região; o alto grau de impermeabilização do solo pela malha asfáltica e de concreto (lembrando que São Paulo é uma das maiores manchas urbanas do mundo), ocupação desordenada e crescimento populacional de migrantes; alto grau de pobreza da periferia da cidade, o que impossibilita as pessoas terem recursos para destinar o lixo . A falta de consciência e educação ambiental da maioria da população e dos administradores públicos faz com que o problema aumente.
  • 15.
    • O lixo entope bueiros e pode causar enchentes. Não jogue lixo nas ruas, parques, rios e lagos. Desta maneira, estará ajudando a preservar a cidade.
  • 16. O lixo é um dos principais problemas da cidade de São Paulo. Os aterros estão lotados, apenas uma pequena parte dele é coletado para a reciclagem e ainda há a falta de conscientização e cidadania por causa do lixo jogado nas ruas, rios, lagos etc, o que ocasiona enchentes violentas, que provocam mortes, destruição e falta de moradia para boa parte da população. A solução está nas mãos do governo, que precisa aderir às comunidades necessitadas o saneamento básico, por exemplo. E está em nossas mãos também, que podemos contribuir, e muito, para mudar o quadro da cidade. Adquirir conscientização à respeito do lixo é o primeiro passo. Medidas como não jogar lixo e entulho nas ruas, rios e córregos e terrenos baldios da cidade, manter valas, condutores e canaletas limpas para garantir a passagem das águas da chuva, não colocar sacos de lixo ou entulho na rua em dias de chuva, evitando que eles sejam levados pela água e acabem entupindo os bueiros, galerias e córregos da cidade e reciclar o lixo causam uma melhora significativa. Portando, adquira consciência ambiental e cuide da sua cidade. Ela merece!