Your SlideShare is downloading. ×
RP e as Mídias Sociais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

RP e as Mídias Sociais

691
views

Published on

Como a web 2.0 e as mídias sociais estão mudando a comunicação e a relação das pessoas com as empresas e qual o papel do comunicador neste novo cenário …

Como a web 2.0 e as mídias sociais estão mudando a comunicação e a relação das pessoas com as empresas e qual o papel do comunicador neste novo cenário
Palestra ministrada na Universidade de Caxias do Sul (UCS).

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
691
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Hoje em dia... Com a web, as fronteiras das organizações estão em processo de redefinição. A web nos impõe princípios de comunicação colaborativa e associativa nunca antes permitidos por outros meios.
  • 2. Mas... o que são redes sociais?
  • 3. Mídias Sociais Podemos definir a mídia social como aquela utilizada pelas pessoas por meio de tecnologias e políticas na web com o objetivo de compartilhar opiniões, idéias, experiências e perspectivas. São consideradas mídias sociais os textos, imagens, áudios e vídeos em blogs, microblogs, comunidades, quadro de mensagens, fóruns de discussão on-line, podcasts, wikis, vlogs e afins que permitem a interação entre os usuários.
  • 4. Participativa Antes sua audiência era passiva – consumia informação pronta e acabada. Hoje é ativa: ela escolhe o que quer ver, quando ver – e muitas vezes participa da criação do conteúdo.
  • 5. Mídias Sociais “Alguém está falando mal de sua empresa neste momento. Em segundos, essa pessoa vai mandar o comentário para outra, que vai inseri-lo num blog e, em pouco tempo, surgirá uma comunidade no Orkut a respeito desse mesmo tema. Em minutos, a reputação de sua marca, na lista dos dez mais clicados do Google estará ameaçada para todo o sempre”. (Viviane Maia, PEGN)
  • 6. Uma novidade a cada dia Novos programas, produtos e serviços surgem a cada dia
  • 7. Conceitos Fundamentais Comunicação bidirecional, simétrica ou de mão-dupla: a comunicação por essência pressupõe troca, intercâmbio, ida e volta Mídia/conteúdo gerados pelo usuário/consumidor: manifestações criadas e compartilhadas por e entre os consumidores/internautas. Foge à voz oficial das empresas e por isso acaba ganhando credibilidade. Compreende opiniões, experiências, conselhos, comentários sobre produtos, marcas, companhias e serviços
  • 8. Mudança de paradigmas • Monólogo • Diálogo • Esporádico • Frequente • Intrusivo • Relevante • Atenção • Participação • Estático • Dinâmico • Consumidor paciente • Consumidor exigente • Padrão • Customizável • Mercado de massa • Mercado de um • ROI • Return on engajement
  • 9. Universo das Redes Sociais
  • 10. Ou seja... Metade da população brasileira está na web e o brasileiro é o povo que mais navega. São mais de 170 milhões de aparelhos celulares que estão nas mãos de todas as classes sociais, permitindo acesso em qualquer lugar. São pessoas produzindo conteúdos, jogando on-line ou buscando promoções imperdíveis pela internet.
  • 11. A palavra-chave é evolução A cada nova mídia se renova o acesso às informações, os modelos de negócios, os conteúdos, os formatos. Porém, o que a internet trouxe de muito inovador foi o fato de ter transformado o internauta em mídia. Observamos a cada dia o crescimento vertiginoso das redes sociais via internet, com todos participando de comunidades com interesses comuns, publicando vídeos, influenciando marcas, colaborando no lançamento de produtos e dialogando diretamente com as empresas… quero dizer, ao menos com aquelas que estão dispostas a isso! E é aí que está o problema para aquelas que não estão preparadas ou pensam em deixar para agir mais adiante, pois o cliente dessas empresas já está lá. E falando delas.
  • 12. Usuário virou mídia
  • 13. Usuário virou mídia
  • 14. Usuário virou mídia
  • 15. Usuário virou mídia
  • 16. Case Natura
  • 17. Case Kryptonite A crise foi pauta de um dos blogs mais famosos de tecnologia do mundo: o Engadget e também da revista Wired.
  • 18. Case Kryptonite O fato é que após ter uma executiva (Donna Tocci) blogando paralelamente à empresa, agora eles abriram seu próprio blog oficial.
  • 19. Case Kryptonite Empresa Como 10 dia fora da internet podem acabar com a reputação de uma empresa garante que os seus cadeados Post no são bikeforum eficazes s.net ensina que uma New York caneta Bic Times e pode abrir Associated um Press cadeado publica o Kryptonite caso. Vídeos mostrando como abrir o cadeado são Empresa postados anuncia troca de produto gratuitamente . Custo estimado: U$10 milhões. Fonte: http://www.mktg2.net/2007/10/13/kryptonite-um-exemplo-de-buzz-negativo/
  • 20. Case Alpino Fast A Nestlé lançou em 23/02 a linha de bebidas lácteas Nestlé Fast. Entre os lançamentos está a Bebida Láctea Alpino, cuja embalagem apresenta a foto do bombom Alpino. Ao examinar a embalagem, pode- se verificar a informação em letras miúdas: “Este produto não contém chocolate Alpino.” O SAC da empresa informou que a “marca Alpino é somente uma referência de sabor e que é impossível, quimicamente falando, colocar o tal chocolate nesse tipo de bebida.”
  • 21. Case Alpino Fast
  • 22. Case Alpino Fast O post com maior audiência do blog. Mais de 100.000 visitas únicas, quase 200.000 pageviews, mais de 1.000 retuítes, menção em incontáveis veículos de comunicação.
  • 23. Case Doritos Promoção Doritos: quem acertasse a quantidade de tortillas da embalagem gigante ganhava o pacote. Promoção muito divulgada em Blogs, Twitter e Flickr.
  • 24. Case Sucrilhos Promoção Sucrilhos: os internautas mandavam uma foto do momento em que acordam para um dos Blogs participantes. As 10 piores fotos ganharam um suprimento de sucrilhos até o final do ano. A divulgação em Blogs, Twitter e Flickr foi o diferencial da campanha.
  • 25. Case Tecnisa Promoções exclusivas e a venda de um apartamento pelo Twitter.
  • 26. Mandamentos
  • 27. Mandamentos 1. Saberás qual é sua reputação na web Entender qual é a percepção do público da sua marca, antes de começar qualquer ação na internet. A repercussão dos insatisfeitos é maior que a dos satisfeitos. E esse efeito é ainda maior na web. Obama explorou a insatisfação com Bush. E usou a Web para captar esse sentimento. 2. Farás planos diferentes, pois cada rede é distinta Não existe fórmula única. É preciso entender o que interessa a cada rede. E a cada público. No Flickr, Obama mostrou fotos do dia a dia. No Twitter, falou de ações imediatas. No LinkedIn, mostrou que era um profissional respeitado e preparado para o cargo que pretendia assumir.
  • 28. Mandamentos 3. Ouvirás e engajarás as pessoas em torno de ti. Obama usou a sabedoria das multidões. E envolveu os internautas quase que individualmente. 4. Medirás os resultados O Return of Engagement (ROE) é fundamental. Há diversos indicadores para verificar se uma ação é bem sucedida. Obama, além de medir os resultados, arrecadou milhões de dólares em doações. 5. Permanecerás de maneira contínua Quando Obama foi eleito, ele pegou a base de informações e seguidores e transportou para o site Change.gov. Depois da eleição, ele continuou a conversa com a população. No site da Casa Branca, ele já gravou um vídeo com respostas às perguntas enviadas pelos cidadãos.
  • 29. Por que mudou o mundo? A geração de conteúdo não é mais exclusividade das organizações e da imprensa. O usuário-mídia analisa, interfere, compartilha, comenta e cria conteúdos expressando suas experiências e sentimentos com a marca. O mundo da comunicação mudou, pois essas opiniões e expressões afetam diretamente na imagem e na reputação das organizações. A palavra é ENGAJAMENTO!
  • 30. Qual o papel do comunicador? Além de ser um profissional extremamente antenado, com bagagem cultural ampla, conhecimento de idiomas, social e ambientalmente responsável, deve se ater para: Novas tecnologias e redes sociais online Comunicação sem intermediários Gerenciamento de conteúdos produzidos pelo consumidor (megafones da era digital) Harmonizar a comunicação on com a offline Planejamento Cultura organizacional Ser um tradutor da complexidade do mundo para o ambiente corporativo Engajar e envolver pessoas. Encantá-las. Inspirá-las.
  • 31. Como aproveitar as Redes Sociais? Aproveitando a vontade das pessoas em colaborar, compartilhar e conversar. Fique de olho nas dicas, observações e comentários . Ao mesmo tempo responda, dialogue, contraponha quando for necessário. Por fim, evolua e mostre aos que colaboraram qual foi a importância da ação deles para o sucesso da estratégia.
  • 32. Como aproveitar as Redes Sociais? São irreversíveis: As novas tecnologias da comunicação As tendências Não se trata da ferramenta em si, mas dos conceitos que permeiam as tecnologias digitais Portanto, tirem suas próprias conclusões!
  • 33. E você?
  • 34. Obrigada Cynthia Polzer Gerente de Mídias Sociais da Agência Ideal www.agenciaideal.com.br cynthia@agenciaideal.com.br