Estrutura i o e operações mtm
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Estrutura i o e operações mtm

on

  • 307 views

 

Statistics

Views

Total Views
307
Views on SlideShare
307
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as OpenOffice

Usage Rights

CC Attribution License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Estrutura i o e operações mtm Estrutura i o e operações mtm Presentation Transcript

  • Programação IEstrutura, Entrada e Saída,Operações Matemáticas06/09/2011
  • Estrutura de um algoritmo/* Os arquivos dos algoritmos em portugol devem ter a extensao .alg */algoritmo nome;/* O bloco a sequir define as variaveis do programa */variáveisfim­variáveisinício    /* Aqui vai a lógica do programa*/fim
  • Observações● Não esqueçam de fechar os comentários● /* ············· */● Não esqueçam o ;; no final dos comandos● Operações matemáticas;+ SOMA- SUBTRAI* MULTIPLICA/ DIVIDE
  • Comando de entradaleia(VARIAVEL) – Interrompe oprocessamento e aguarda ousuário digitar um valor aser atribuído à VARIAVEL
  • Comando de entradaEx.:variaveisIDADE: inteiro;fim-variaveisinícioleia(IDADE);Imprima(IDADE);fim
  • Operações MatemáticasAlgoritmo operacoes;variáveisNUM1, NUM2, SOMA, PRODUTO: inteiro;QUOCIENTE: real;fim-variáveisinícioimprima(“Digite o primeiro número”);NUM1 := leia();imprima(“Digite o primeiro número”);NUM2 := leia();SOMA := NUM1 + NUM2;imprima(“A soma entre “, NUM1, “ e “, NUM2,“ é: ”, SOMA);fim
  • Quanto ao nível● Alto nível: Mais próximo à linguagemhumana.● Ex: Java e FORTRANprogram olaprint*,"Olá Mundo!"end program ola
  • Quanto ao nível● Médio nível: intermediário entre o baixo eo alto nível.● Ex: Cint main(){printf("Olá, Mundo!n");}
  • Quanto à execução● Os programas são escritos em arquivosno formato texto (legíveis pelo homem), epodem ser interpretados e/ou compiladospara gerar arquivos executados emformato binário (legíveis pela máquina).● Estes dois processos: interpretação ecompilação podem ser estendidos aoutros, mas basicamente são capazes degerar os programas que usamos.
  • Processo de compilação10 Print “Olá, Mundo!”Código Fonte InterpretadorExecutável(memória)011010011100101001001110100110110001000101000101101101011101110111010100111010101001001000011110000111000111111000011010100111010100010Olá, Mundo!
  • Processo de compilaçãoint main(){printf("Olá, Mundo!n");}Código Fonte CompiladorExecutável011010011100101001001110100110110001000101000101101101011101110111010100111010101001001000011110000111000111111000011010100111010100010Olá, Mundo!011010110110001010011010110110001010Linkeditor
  • Processo de compilaçãoRun Time
  • Pseudolinguagem● Linguagem de “programação”simplificada, usada para ignorarmosdetalhes de uma linguagem real.● Toda (pseudo)linguagem deve ser bemdefinida tanto em sintaxe quanto emsemântica.
  • Pseudolinguagem● Sintaxe: Conjunto de regras a seremseguidas para a escrita doalgoritmo/programa; como começa, comotermina, como escrever os comandos,como definir variáveis, etc.● Semântica: O que é feito quandoencontrar um comando.
  • Trabalho● Escolha uma linguagem de programaçãoe pesquise as suas palavras reservadas;● Pesquise linguagens de programaçãousadas para criar linguagens deprogramação.● Você também pode definir uma linguagemde programação. Indique duas ocasiõesonde pode ser necessária uma novalinguagem de pogramação.