Your SlideShare is downloading. ×
0
Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02
Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02
Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02
Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02
Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02
Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02
Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02
Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02
Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02
Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02
Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02
Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Tse2011 quartaaula-110525092310-phpapp02

1,112

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,112
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Prof. Cesar A. Ceneme <ul><li>[email_address] </li></ul>
  • 2. TSE 2011: Quarta Aula <ul><li>Dissertação em prosa, suas características e a questão argumentativa. </li></ul>
  • 3. Como funciona a maldita? <ul><li>Para uma boa dissertação em prosa, você deve considerar os seguintes passos (obrigatórios!): </li></ul><ul><li>A dissertação deve ser impessoal, </li></ul><ul><li>A dissertação deve exprimir uma reflexão do tema, </li></ul><ul><li>Não pode ser escrita no sentido figurado, com rimas ou conotações, </li></ul><ul><li>As opiniões não podem ser seguidas ou antecedidas por “achismos”, </li></ul><ul><li>Você SEMPRE deverá argumentar a respeito de um ponto de vista. SEMPRE. </li></ul>
  • 4. A arte da retórica <ul><li>A argumentação é um recurso que tem como propósito convencer alguém, para que esse tenha a opinião ou o comportamento alterado. Sempre que argumentamos, temos o intuito de convencer alguém a pensar como nós. No momento da construção textual, os argumentos são essenciais, esses serão as provas que apresentaremos, com o propósito de defender nossa idéia e convencer o leitor de que essa é a correta. </li></ul>
  • 5. Considere alguns pontos para tornar sua argumentação mais clara e convincente: <ul><li>Argumentação por citação Sempre que queremos defender uma idéia, procuramos pessoas ‘consagradas’, que pensam como nós acerca do tema em evidência. Apresentamos no corpo de nosso texto a menção de uma informação extraída de outra fonte. A citação pode ser apresentada assim: Assim parece ser porque, para Piaget, “toda moral consiste num sistema de regras e a essência de toda moralidade deve ser procurada no respeito que o indivíduo adquire por essas regras” (Piaget, 1994, p.11). A essência da moral é o respeito às regras. A capacidade intelectual de compreender que a regra expressa uma racionalidade em si mesma equilibrada. O trecho citado deve estar de acordo com as idéias do texto, assim tal estratégia poderá funcionar bem. </li></ul>
  • 6. <ul><li>Argumentação por comprovação A sustentação da argumentação se dará a partir das informações apresentadas (dados, estatísticas, percentuais) que o acompanham. Esse recurso é explorado quando o objetivo é contestar um ponto de vista equivocado. Veja: O ministro da Educação, Cristovam Buarque, lança hoje o Mapa da Exclusão Educacional. O estudo do Inep, feito a partir de dados do IBGE e do Censo Educacional do Ministério da Educação, mostra o número de crianças de sete a catorze anos que estão fora das escolas em cada Estado. Segundo o mapa, no Brasil, 1,4 milhão de crianças, ou 5,5 % da população nessa faixa etária (sete a catorze anos), para a qual o ensino é obrigatório, não freqüentam as salas de aula. O pior índice é do Amazonas: 16,8% das crianças do estado, ou 92,8 mil, estão fora da escola. O melhor, o Distrito Federal, com apenas 2,3% (7 200) de crianças excluídas, seguido por Rio Grande do Sul, com 2,7% (39 mil) e São Paulo, com 3,2% (168,7 mil).                 (Mônica Bergamo. Folha de S. Paulo, 3.12.2003) </li></ul>
  • 7. <ul><li>Argumentação por raciocínio lógico A criação de relações de causa e efeito é um recurso utilizado para demonstrar que uma conclusão (afirmada no texto) é necessária, e não fruto de uma interpretação pessoal que pode ser contestada. Para a construção de um bom texto argumentativo se faz necessário o conhecimento sobre a questão proposta, fundamentação para serem realizados com sucesso. </li></ul>
  • 8. Exemplos <ul><li>Anúncio de jornal: </li></ul><ul><li>“ Mulher loira, de 23 aninhos, solteira e muito bem trabalhada procura homem também solteiro, disposto a ter um relacionamento rápido, ardente e picante. Entrar em contato por msn [email_address] . ” </li></ul>
  • 9. <ul><li>Você tem escolha... </li></ul><ul><li>“ Muié, separada treis vez, de 48 ano e uma vigor pra vivê procura homi forte, sar(f)ado para relacionamento sériu. Cansei de vivê des ilusão na vida, queru casa e tê filhos com o homi da minha vida. Vamo vive em casa cum minha mãe e sete irmão.” </li></ul>
  • 10. Na propaganda:
  • 11. Percebe como um bom argumento transforma a nossa maneira de enxergar o mundo a nossa volta?
  • 12. Sendo assim, vos despeço, ansiados alunos, com o patrimônio das plagas longínquas nas Terras do Rio Grande do Sul. <ul><li>Tina (Anjo) Flores </li></ul>

×