• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Avaliação da biblioteca escolar 2012/2013
 

Avaliação da biblioteca escolar 2012/2013

on

  • 585 views

Relatório de avaliação da Biblioteca Escolar da Escola E B 2, 3 Monsenhor Jerónimo Amaral referente ao ano 2012/2013.

Relatório de avaliação da Biblioteca Escolar da Escola E B 2, 3 Monsenhor Jerónimo Amaral referente ao ano 2012/2013.

Statistics

Views

Total Views
585
Views on SlideShare
585
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Avaliação da biblioteca escolar 2012/2013 Avaliação da biblioteca escolar 2012/2013 Document Transcript

    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 1/21 Relatório de avaliação Contexto e caracterização 1. Contexto 1.1 Escola/agrupamento 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 1.2 Endereço Rua Dr. Sebastião Ribeiro, 5004-011 Vila Real 1.3 Oferta Curricular 5, 6º e 7º anos 1.4. Dados Escolares 1.4.1. Taxa média de transição/conclusão -- 1.4.2. Taxa de abandono escolar -- 1.4.3. Nº de alunos com apoios educativos -- 2. Intervenientes no processo de avaliação Ano / Ciclo de Ensino N.º de Alunos N.º de intervenientes % Pré-Escolar -- -- -- 1.º Ano -- -- -- 2.º Ano -- -- -- 3.º Ano -- -- -- 4.º Ano -- -- -- Total 1.º Ciclo 0.0 0.0 5.º Ano 141 14 9,93% 6.º Ano 160 16 10,00% Outros cursos * -- -- -- Total 2.º Ciclo 301.0 30.0 7.º Ano 167 17 10,18% 8.º Ano -- -- -- 9.º Ano -- -- -- Outros cursos * 32 -- -- Total 3.º Ciclo 199.0 17.0 10.º Ano -- -- -- 11.º Ano -- -- -- 12.º Ano -- -- -- Outros cursos * -- -- -- Total 500.0 47.0 Departamento/ outros intervenientes com funções pedagógicas N.º de Docentes N.º de inquiridos % -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- --
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 2/21 -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- 67 13 19,40% Total 67.0 13.0 Pais/ encarregados de educação N.º N.º de inquiridos % -- -- -- -- Outros a definir N.º N.º de inquiridos % -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- Total 0.0 0.0
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 3/21 Secção A D. Gestão da biblioteca escolar D.1 Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE. D.1.1 Integração/ação da BE na escola/agrupamento Evidências Ver avaliação da biblioteca da escola sede do agrupamento. Pontos fortes identificados -- Pontos fracos identificados -- D.1.2 Valorização da BE pelos órgãos de direção, administração e gestão da escola/agrupamento Evidências Ver avaliação da biblioteca da escola sede do agrupamento. Pontos fortes identificados -- Pontos fracos identificados -- D.1.3 Resposta da BE às necessidades da escola/agrupamento Evidências Horário da 8,15H às 18,15h Estatísticas de utilização da BE. Registos de reuniões/ contactos. PAAB Questionário aos docentes (QD3). Questionário aos alunos (QA4). Pontos fortes identificados Horário Utilização elevada Espaço acolhedor para trabalhar, ler e realizar ações de lazer. Disponibilização do espaço físico da BE, apoio documental e orientação da equipa sempre que possível A dinâmica de articulação com os departamentos difusão de informações ocasionais oportunas sobre a missão da BE Apoio aos utilizadores- A BE é o pólo de maior dinamismo cultural da escola. Pontos fracos identificados -- D.1.4 Avaliação da BE na escola/agrupamento Evidências Questionários de final de período Questionário RBE Avaliação continua feita no atendimento. Relatórios. Pontos fortes identificados Avaliação (questionários) realizada no final de cada período. São questionados diversos docentes e os delegados de turma e são analisados os resultados no sentido da
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 4/21 melhoria. Os resultados são normalmente divulgados junto aos órgãos de gestão, coordenadores e conselho pedagógico. A auto?avaliação da escola integra os resultados da avaliação da BE. Pontos fracos identificados O processo de autoavaliação da BE desenhado pela BE é extenso e moroso. O utilizador ainda não pode aceder diretamente às contagens de utilização D.2 Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços. D.2.1 Liderança do professor bibliotecário na escola/agrupamento Evidências Lista de verificação para o professor bibliotecário (CK2). • Questionário aos docentes (QD3). • Registos do trabalho articulado com departamentos e docentes. • Registos de projetos/actividades desenvolvidos pela BE. Atas do Conselho Pedagógico Pontos fortes identificados Liderança forte e eficaz da professora bibliotecária. Promoção de trabalho sistemático e comunicação com todas as estruturas da escola. Participação no conselho pedagógico e demais estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica, Boa gestão dos recursos físicos e humanos, criando boas relações interpessoais com a equipa. Capacidade de mobilização da comunidade educativa. Trabalho articulado com os docentes. Apoio ao currículo e a formação para as diferentes literacias. Apoio a projetos. Operacionalização de programas de formação para as literacias e atividades culturais que contribuam para as aprendizagens dos alunos e para o sucesso escolar. Autoavaliação dos serviços, e processo de melhoria contínua Realização de reuniões de departamentos curriculares e demais estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica, com o objetivo de definir a missão, os objetivos e a ação da BE. Pontos fracos identificados Dificuldade em articular com alguns docentes. D.2.2 Adequação dos recursos humanos às necessidades de funcionamento da BE na escola/agrupamento Evidências Currículos profissionais dos membros da equipa. Horário da equipa. Atas das reuniões da BE Questionário aos docentes (QD3). Pontos fortes identificados Recolha regular de listas de necessidades. Equipa da BE selecionada pela professora bibliotecária e direção. Articulação muito próxima entre a equipa. Pontos fracos identificados Alguns elementos da equipa tem carência de formação das TIC D.2.3 Adequação da BE em termos de espaço às necessidades da escola/agrupamento Evidências
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 5/21 Documentos caracterizadores da BE (planta, equipamentos, outros). • Registos de observação do funcionamento. • Questionário aos docentes (QD3). • Questionário aos alunos (QA4). Pontos fortes identificados Espaço adequado à função ampliando a sua capacidade para o CRE. O mobiliário existente é adequado em termos de ergonomia, quantidade, cor, altura à faixa etária e necessidades dos alunos, proporcionando boas condições de acomodação e o acesso livre dos utilizadores à documentação. Pontos fracos identificados -- D.2.4 Adequação dos computadores e equipamentos tecnológicos ao trabalho da BE e dos utilizadores na escola/agrupamento. Evidências Inventário de equipamentos. • Utilização • Questionário aos docentes (QD3).• Questionário aos alunos (QA4). Pontos fortes identificados Necessidades inventariadas e a maioria colmatadas. Pontos fracos identificados Os alunos apontam como pontos fracos terem tempo limitado de permanência na internet e jogos, e terem acesso condicionado as redes sociais. D.3 Gestão da coleção/da informação. D.3.1 Planeamento/ gestão da coleção de acordo com a inventariação das necessidades curriculares e dos utilizadores da escola/agrupamento Evidências Documentação que define o desenvolvimento da coleção: • Registos de relatórios/planificações. • Lista de verificação para a coleção (CK3). Pontos fortes identificados Política de desenvolvimento da coleção formalizada. A escola participa na definição dessa política. Recolha regular de listas de necessidades. Livre acesso à coleção Possibilidade de partilha dos recursos. Este ano houve uma verba para atualização da coleção. Pontos fracos identificados Adaptado recentemente ao novo agrupamento D.3.2 Adequação dos livros e de outros recursos de informação (no local e em linha) às necessidades curriculares e aos interesses dos utilizadores na escola/agrupamento. Evidências Resultados da avaliação da coleção. • Estatísticas de empréstimo. • Registos de requisições pelos departamentos/ docentes. • Questionário a docentes (QD3). • Questionário a alunos (QA4). Pontos fortes identificados Livros e outros recursos de informação são adequados à faixa etária,à curiosidade intelectual e aos
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 6/21 interesses dos utilizadores, às necessidades do currículo nacional, do projeto educativo e dos projetos curriculares das turmas. Seleção dos fundos documentais tendo em conta necessidades identificadas junto dos departamentos curriculares e utilizadores, Recursos documentais anualmente atualizados. Blog de difusão das obras existentes Pontos fracos identificados Coleção não equilibrada em quantidade, entre suportes (impresso e não impresso) Livro/ caixa de sugestões/Reclamações desativada Catalogo ainda não está on line. D.3.3 Uso da coleção pelos utilizadores da escola/agrupamento Evidências Estatísticas de empréstimos. • Trabalhos realizados na biblioteca ou em colaboração com a BE no contexto do uso da informação. • Questionário a docentes (QD3). • Questionário a alunos (QA4). • Lista de verificação para a colecção (CK3). Pontos fortes identificados Circulação livre do fundo documental. Empréstimo domiciliário A BE forma para o uso e integração da informação nas atividades diárias e de aprendizagem. Os alunos procuram os recursos documentais para ler, recrear ou para o trabalho escolar. A BE produz instrumentos de apoio ao uso da coleção e desenvolve competências de pesquisa nos utilizadores. Pontos fracos identificados Alguns docentes não conhecem bem a coleção. D.3.4 Organização da informação. Informatização da coleção Evidências Registos/ relatórios • Nível de tratamento e de organização da informação. • Lista de verificação para a colecção (CK3). Pontos fortes identificados Formação efetuada na Biblioteca municipal, para alguns professores e assistentes operacionais. Informação organizada pelas regras internacionais CDU. Pontos fracos identificados Só uma funcionaria tem experiencia de catalogação. O programa de catalogação ainda não esta a funcionar em pleno. Catálogo é consultado em suporte de papel. D.3.5 Difusão da informação Evidências Blogues e página das bibliotecas. Boletim informativo Documentos/ instrumentos produzidos em diferentes formatos. • Lista de verificação para a colecção (CK3). Pontos fortes identificados Blogues e página das bibliotecas do agrupamento. Comunicação por email. Boletim informativo. Pontos fracos identificados
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 7/21 A informação ainda não é rececionada por alguns docentes por motivos alheios à BE Quadro Síntese D. Gestão da biblioteca escolar Motivo da escolha do domínio • Único domínio que falta avaliar, no período de 4 anos. • Efetuar diversas ações integradas na organização do fundo documental. • Focar a atenção neste domínio com vista à melhoria Nível obtido 4.00 Ações para melhoria Ampliar o apoio aos utilizadores no acesso e na procura e produção da informação, incentivando uma cultura de acesso e uso da BE e dos recursos. Reforçar a articulação com os docentes, agora tendo sempre como cenário o referencial das 3 literacias. Simplificação do MABE Redução do tempo investido na autoavaliação. Observações -- Nível obtido 4.00 Ações para melhoria Reforçar as reuniões com os departamentos curriculares e demais estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica, • Reforçar a ação da BE no apoio ao funcionamento da escola e às atividades de ensino/ aprendizagem. • Continuar a planificar, conjunta e articuladamente com os docentes, projetos/ atividades inerentes ao cumprimento dos diferentes domínios implicados no funcionamento da BE. Reforçar a formação da equipa sobretudo nas ferramentas digitais e sobre o referencial das 3 literacias. Observações -- Nível obtido 3.29 Ações para melhoria Apresentar aos órgãos de administração e gestão (diretor, conselho pedagógico) adaptação da política documental ao contexto do novo agrupamento. Realizar avaliações anuais da coleção e reforçar a coleção nas áreas mais carenciadas. Planificar, afetar verbas para manter a coleção atualizada e adequada às necessidades dos utilizadores. Continuar a solicitar uma verba anual que reforce as áreas da coleção que apresentem maiores carências. Colocar o catálogo on line Estabelecer parcerias inter e intra escolas/ agrupamentos e BM com vista ao desenvolvimento cooperativo da coleção (digital e impressa) e da partilha/circulação/empréstimo. Potenciar o empréstimo domiciliário. Realizar avaliações anuais da colecção. Rentabilizar o programa porbase em todas as suas funções e colocar o catálogo on line. Observações Foi adquirido o programa de catalogação, foi transferido o ficheiro antigo, mas por dificuldades na comunicação com a empresa informática, ainda não possível resolver problemas na partilha on line por haver 3 catálogos no agrupamento. Fontes de evidências Neste item pode incluir excertos ou referências de diferentes documentos. Limite máximo de 2500 caracteres.
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 8/21 Documentos de gestão da Escola/ Agrupamento (Projeto Educativo, Projeto Curricular, Plano de Ação, Regulamento Interno, Plano Anual de Atividades, relatórios de avaliação, currículos profissionais da equipa da BE, outros.) PROJETO EDUCATIVO http://aemm.pt/index.php/features/projectos-educativos http://aemm.pt/images/aemm/Menu_Documentos/PAA_BE_EBMJA.pdf Regulamento internos artºs 94 a 100 http://aemm.pt/images/aemm/Menu_Documentos/Regulamentos_regimentos/Reg_Interno_19MAR2013.pdf Documentos pedagógicos da Escola/Agrupamento (Planificações dos departamentos, ACND, AEC, SAE, PTE-TIC, OTE, projetos curriculares das turmas, orientações/ recomendações do CP, trabalhos de alunos, resultados de avaliação dos alunos, outros) ARTICULAÇÃO ENTRE A BE E OS DEPARTAMENTOS http://www.slideshare.net/AnaQuelhas/articulao-com-depatrt SEMANA DA LEITURA http://www.slideshare.net/AnaQuelhas/semana-leitura-2013-agrupamento-morgado-mateus INOVAR A LER http://www.slideshare.net/culturalmente/inovar-a-ler-agrupamento-monsenhor-jernimo-amaral-12269950 BLOGUE DA BIBLIOTECA http://aemmateus.blogspot.pt/ Documentos de Gestão da BE (Plano de Ação, Plano Anual de Atividades, acordos de parceria, Política de Desenvolvimento da Coleção, Manual de Procedimentos, Regimento, horário, relatórios, plantas, inventários, outros) PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DA BE MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL http://aemm.pt/images/aemm/Menu_Documentos/PAA_BE_EBMJA.pdf POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO DA COLEÇÃO http://bibliotecamm.wikispaces.com/file/view/PDC_BEs_AEMM_d.pdf/441007636/PDC_BEs_AEMM_d.pdf Documentos de funcionamento e dinamização da BE (Atas/ registos de reuniões/ contactos, registos de projetos/ atividades realizados, estatísticas da BE, materiais de apoio produzidos e editados, catálogo e outras ferramentas utilizadas, resultados de avaliação da coleção, outros) REUNIÕES http://www.slideshare.net/AnaQuelhas/registo-reunies20122013total-final Planeou-se com algum pormenor o Mês das Bibliotecas Escolares. Regista-se o constrangimento da localização da Formação do Utilizador na componente letiva dos alunos. Por sugestão do conselho pedagógico iremos convidar os docentes para colaborarem nesta tarefa, especialmente os docentes de língua portuguesa. Este ano, sendo o centenário de Jorge Amado, este servirá de tema para este mês. Por iniciativa da docente Maria Manuel Carvalhais, iremos ter uma convidada especialista na obra deste escritor, Claude Guméry que se deslocará ao agrupamento para realizar um colóquio. A biblioteca realizará um exposição sobre a vida e obra do escritor. Será organizada também uma feira do livro e a festa das bibliotecas – ata de reunião da equipa BE 19/09/2012 Foram realizadas com sucesso as atividades previstas no extenso plano de atividades da biblioteca, tendo sido divulgadas através dos boletins informativos mensais, blog, pagina web e e-mail. Registe-se como destaque o mês da biblioteca escolar que aproximou alunos à biblioteca através da feira do livro, da exposição sobre o Jorge Amado, do colóquio sobre o mesmo e formação de utilizadores. Foi possível realizar algumas articulações com as disciplinas de língua portuguesa e educação visual, a primeira através do escritor homenageado, a segunda com uma atividade interativa de construção de caricaturas do escritor e ainda reforçar a colaboração com as outras bibliotecas do agrupamento. A formação de utilizadores foi proporcionada aos alunos do quinto ano, realizando-se nas horas de diversas disciplinas. É de referir a dificuldade acrescida que se verifica este ano na realização de ações criadas por iniciativa da biblioteca, dada a não existência das áreas curriculares não disciplinares. O projeto Descomplicar as TIC é mais um projeto cujo sucesso está depende da boa vontade de alguns docentes que dispensam os alunos para realizarem aprendizagens integradas nas tecnologias de informação e comunicação – ata da equipa BE 14/12/2912 A coordenadora recordou o plano de ação em curso e definiram-se as prioridades para este ano letivo, a saber: aquisição de programa de catalogação; colocar o catálogo em rede; realizar toda a catalogação do fundo documental; manter o inventário atualizado; atualizar o documento “Política de desenvolvimento da coleção e construir o manual de procedimentos – ata da reunião da BE 19/09/2013
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 9/21
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 10/21 Perfis de desempenho D.1 Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE. D1.1 Integração da BE no funcionamento global da escola e inclusão na formulação e desenvolvimento da sua missão, princípios e objetivos estratégicos e operacionais: 4. A BE Está bem integrada e contemplada. D1.2 Reconhecimento do valor da BE pelos órgãos de direção, administração e gestão e garantia de condições em termos de recursos humanos com qualidade e de verba para o seu funcionamento: 4. Reconhecem o valor da BE, garantindo boas condições. D1.3 A BE assume-se e é entendida como um recurso ativo ao serviço da escola / O professor bibliotecário integra o CP / Os órgãos de direção, administração e gestão reconhecem o valor da articulação/planificação entre a BE e os vários departamentos curriculares e demais estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica: 4. Sim, por todos./ Sim / Sim, estabelecendo estratégias. D1.4 A BE faculta serviços e articula atividades/projetos com a escola: 4. Faculta serviços de grande qualidade e articula atividades/projetos com a escola – 80% ou mais avalia positivamente o trabalho da BE. D1.5 A BE: 4. Tem horário contínuo e alargado, responde eficazmente, faculta acompanhamento/formação e regista utilização igual ou superior a 80%. D1.6 A BE: 4. Implementa um sistema de avaliação sistemático que controla o processo de funcionamento, identificando pontos fracos e fortes e fomentando a melhoria da qualidade. D.2 Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços. D2.1 O professor bibliotecário possui formação: 4. Muito adequada ao seu conteúdo funcional, nos termos da legislação vigente (10 pontos ou mais). D2.2 O professor bibliotecário: 4. Exerce uma liderança forte e uma gestão efetiva, mobilizando a equipa e a escola – 80% ou mais avaliam muito positivamente este item. D2.3 A equipa é, no que respeita às competências e número dos seus elementos: 4. Muito adequada. Tem o seu conteúdo funcional bem definido e responde muito bem às necessidades da escola e solicitações dos utilizadores. D2.4 Condições de espaço, mobiliário e equipamento da BE: 4. A BE apresenta condições muito boas, garantindo uma utilização individual e em grupo e a satisfação das necessidades dos utilizadores. D2.5 Nível dos equipamentos tecnológicos (hardware e software) disponibilizados pela BE: 4. Bom nível, respondendo muito bem às necessidades da escola – 80% ou mais dos utilizadores avaliam positivamente este item. D.3 Gestão da coleção/da informação. D3.1 A coleção: 3. Responde bem às necessidades de informação da escola e é equilibrada nos suportes e diferentes áreas. D3.2 Uso da Coleção pelos docentes e alunos no desenvolvimento das suas atividades, para ler, para se recrear ou para satisfazer necessidades de informação: 3. Muito usada – 60 a 79% dos docentes e 60 a 79% dos alunos recorrem à coleção. D3.3 O catálogo: 2. Está parcialmente informatizado e não inclui recursos em linha. D3.4 Existe uma política documental definida para a escola e o desenvolvimento da coleção realiza-se, tendo em conta os princípios definidos na Política de desenvolvimento da coleção (PDC): 4. Sim.
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 11/21 D3.5 A BE conta com uma verba anual para atualização da coleção: 4. Sim. D3.6 Existe uma rede partilhada de documentação entre as várias BE/ escolas/JI e, a nível local, com outras bibliotecas e com a BM: 3. Sim. D3.7 A BE desenvolve uma política permanente de difusão da informação com o objetivo de divulgar recursos de informação e incentivar o seu uso: 4. Sim, de forma permanente.
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 12/21 Secção B Domínio A. Apoio ao desenvolvimento curricular A.1. Articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica e os docentes. Relatório de avaliação A coordenadora da Biblioteca é membro do Conselho Pedagógico, participou ativamente neste órgão, prestando informações sobre a missão e ação da biblioteca e recolhendo elementos que lhe permitiram reforçar a articulação com todos os departamentos e a maioria dos docentes. O Plano de Atividades da BE caracterizou-se por ser diversificado, contemplando ações dos 4 domínios e foi elaborado em conjunção com os diferentes departamentos, contemplando algum trabalho preparatório de motivação e divulgação da missão da BE, e articulação com os currículos. Refira-se a importância das reuniões e contactos com os docentes antes do inicio do ano letivo (julho), com o objetivo de construir o documento referido. Ao longo do ano reuniu por diversas vezes com os coordenadores de departamentos, formal e informalmente, e coordenadora de Projetos; realizou contactos individuais com docentes ou grupos de docentes, desenvolvendo algum trabalho colaborativo e dando sugestões, para que a BE consiga assumir-se como estrutura pedagógica capaz de desenvolver mais valias para a aprendizagem. Toda a ação da BE foi acompanhada regularmente pelo presidente da CAP e pela direção executiva, tendo estes possibilitado a concretização do plano de atividades, e colaborado na resolução de algumas dificuldades. A equipa da BE contou com 4 elementos de diferentes departamentos, reforçando a articulação com o departamento de línguas e expressões e construiu uma bolsa de colaboradores que permitiram desempenhar com sucesso a sua missão. A BE consultou os diferentes departamentos sobre as necessidades documentais e viabilizou a sua aquisição especialmente obras PNL. O inventário da coleção da BE apesar de não se encontrar em rede, foi divulgado pelos docentes através de email e página Web. A BE informou repetidamente os docentes, sobre os diferentes níveis de articulação com a BE - utilização do espaço físico, utilização dos recursos documentais, atividades articuladas, atividades propostas pela BE, utilização dos canais de divulgação da BE entre outras - desmistificando a ideia que uma articulação amplia o trabalho de cada docente. Algumas exposições temáticas foram articuladas com o currículo. A BE disponibilizou o fundo documental, espaço físico e equipamento informático para clubes, projetos, tutorias e apoios educativos proporcionados aos alunos. A BE criou diversas articulações com os departamentos com o objetivo de promover a leitura e o conhecimento, pormenorizada Evidências que fundamentam o relatório Atas, informações escritas, plano de atividades, emails, listagem de recursos, página Web, blogs, boletins informativos e memorando da coordenadora. Ações para melhoria Promover mais momentos de trabalho colaborativo articulados com os departamentos para que as ações da BE tenham cada vez mais impacto na aprendizagem – destaque especial para as reuniões preparatórias antes do inicio do ano letivo - em Julho 2012. Implantar e desenvolver o referencial das 3 literacias. Reforçar a articulação com clubes e projetos. A.2. Promoção das literacias da informação, tecnológica e digital. Relatório de avaliação A equipa BE, e as duas assistentes operacionais receberam continuamente informação/formação prestada pela professora bibliotecária. Para estas últimas a "formação" tentou dar orientações sobre como acolher os utilizadores, como orientá-los na procura e recolha de informação, como organizar o espaço, os equipamentos e a coleção. A formação sobre catalogação foi reforçada através da Biblioteca Municipal. Foi realizada formação sobre a Biblioteca, para os novos utilizadores alunos, em todas as turmas do 5º ano com os respetivos diretores de turma e ou professores voluntários. Sem as ACND é difícil obter tempo letivo para fazer formação do utilizador.
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 13/21 O projeto “Descomplicar as TIC” iniciou a 2ª fase de realização, no entanto o numero de turmas selecionadas foi reduzido pelo mesmo motivo apontado mo paragrafo anterior. A coordenadora BE divulgou mais uma vez o modelo de pesquisa de informação “Big Six” havendo sempre um guião disponível na BE, porém como já não existe Área de Projeto as ações de investigação reduziram- se. A BE disponibilizou e divulgou materiais informativos/auxiliares ao estudo, à procura, consulta e recolha de informação, possibilitando um reforço ao apoio do estudo: - Optimização da leitura - Principais significados - Como tirar apontamentos - Como pesquisar no Google - Etapas na resolução do problema - Como melhorar a memorização - O abecedário para a preparação dos testes - Como consultar o dicionário A BE criou e distribuiu: - Guia do utilizador/aluno - Guia do utilizador/educador e docente - Perguntas frequentes e respetivas respostas (utilização da BE) _ Integrar a BE nas práticas docentes - Missão, organograma e plano de ação. - Um livro um amigo (manuseamento e conservação) - Criou e disponibilizou ao grupo de Língua Portuguesa um dossier de fichas e guiões de leitura, recolhidas de vários estabelecimentos de ensino e versando diversas obras PNL. Alguns destes materiais foram criados em anos anteriores mas como se mantêm atuais são aproveitados e distribuídos novamente. A coordenadora da BE selecionou e disponibilizou bibliografia sobre trabalho colaborativo e promoção do livro e da leitura, recolhida por si na formação, assim como o referencial das 3 literacias e algumas ferramentas web 2.0. A BE disponibilizou reorganizou os dossiers temáticos existentes. - Pelo que foi exposto a BE considera que teve um bom desempenho neste domínio. Evidências que fundamentam o relatório Atas, blog, dossiers temáticos, página web e relatórios. Planificação/relatório Materiais informativos Página WEB e blog Ações para melhoria Continuar a formação sobre a Biblioteca; formar os alunos do 5º ano e do 7º ano. Retomar a formação sobre Biblioteca virtual a todas as turmas do 2º e 3º ciclo. Propor à direção a possibilidade de localizar pontualmente a formação BE nos 45 minutos destinados à leitura na disciplina de Língua Portuguesa. Tentar implementar a 2º fase do projecto “Descomplicar as TIC” em todas as turmas segundo a disponibilidade do professor de TIC e dar inicio a alguma formação web 2.0. Ampliar a formação da utilização do blog como ferramenta de escrita ao departamento de línguas e 1º ciclo, Reforçar sempre a Informação/ formação sobre o modelo de pesquisa de informação “Big Six” Divulgar os materiais informativos/ auxiliares ao estudo, à procura, consulta e recolha de informação, aos docentes e alunos. Divulgar a importância do trabalho colaborativo em todos os departamentos e o referencial. Motivar para uma maior rentabilização dos recursos. existentes ou criados. Domínio B. Leitura e literacia B.1. Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura na escola/agrupamento. Relatório de avaliação A acção da biblioteca continuou a explorar com determinação o domínio B, e este é sem dúvida o domínio mais desenvolvido. O envolvimento do departamento de línguas, permitiu concretizar diversas atividades de leitura dando continuidade ao projeto ALER+ que continua a ser o grande projeto do agrupamento, incluindo
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 14/21 todos os entusiastas da leitura e do conhecimento. O seu lema é: um projeto onde todos são importantes. As atividades da leitura não se limitam ao departamento de línguas, tem-se desenvolvido um trabalho continuo de aproximação a todos os professores indicando sugestões para inclusão neste grande projeto, evidenciando como a leitura é importante em todas as áreas disciplinares – Ler arte na arte de ler, 10 Matemáticos, 10 exemplos de vida, Ler a Geografia, Ler a Ciência, 10 Geógrafos…… O agrupamento foi convidado para o I Encontro de bibliotecas escolares realizado na Eurocidade, Verin - Galiza tendo centrado a sua intervenção nas ações inovadoras da leitura em curso e que constituem caminhos a ser explorados e otimizados. Foi preparado um registo em power point e um desdobrável que serviu de suporte à intervenção dos 3 professores bibliotecários do agrupamento. http://issuu.com/anabelaquelhas/docs/ppinovar_galiciadefinitivo2 O Plano Nacional de Leitura englobou para além do projecto referido atrás, as itinerâncias dos livros PNL (Jerónimo Saltarico), a leitura domiciliária e a Semana da Leitura - http://www.slideshare.net/AnaQuelhas/semana-leitura-2013-agrupamento-morgado-mateus A leitura no espaço da biblioteca foi desenvolvida por muitos docentes do departamento de Línguas e vai invadindo os restantes departamentos, com obras do PNL ou outras. Como estratégias a BE continua a utilizar o selo da leitura que assinala a leitura na biblioteca e que é colado no caderno de sumários do aluno que vai à BE acompanhado pelo seu professor realizar leituras, o passaporte da leitura que estimula a leitura autónoma e a leitura em formato digital, que tenta captar o público mais afastado dos livros. A equipa da biblioteca tem a preocupação de criar novas ações capazes de atrair o publico mais difícil que não aprecia a leitura – exposições temáticas, idolomania, em português escorreito, projeto kit, histórias projetadas - associando a leitura à imagem. Deve-se dar destaque às exposições temáticas “Centenário de Jorge Amado”, “600 anos da perspetiva rigorosa” e “M.C.Escher” feita em articulação com Língua Portuguesa, Educação Visual e Matemática e os r Evidências que fundamentam o relatório Blog, taxas de sucesso escolar, pp publicados, planificações e relatórios. Contagens de utilização, avaliação de final de período, actas da equipa, boletins informativos http://www.chaves.pt/Default.aspx?ID=33&Action=1&NewsId=2101&PID=79 http://issuu.com/anabelaquelhas/docs/ppinovar_galiciadefinitivo2 http://www.slideshare.net/AnaQuelhas/semana-leitura-2013-agrupamento-morgado-mateus http://aemmateus.blogspot.pt/2013/01/600-anos-de-perspetiva-rigorosa.html https://sites.google.com/site/perspetiva600/home http://aemmateus.blogspot.pt/2012/10/mes-das-bibliotecas-escolares.html http://aemmateus.blogspot.pt/2013/02/mcescher.html Ações para melhoria Manter a apetência para a leitura e o investimento no PNL, mas fazer um esforço de congregação de acções a partir dos departamentos, que irão simplificar a realização de planificações, relatórios e avaliação. Promover o referencial ligado às 3 literacias. Investir mais no trabalho colaborativo para dar suporte às exposições temáticas e actividades de leitura, envolver mais os docentes, e reforçar a articulação com os currículos. Continuar a reforçar o fundo documental. Continuar a apostar nas itinerâncias (Jerónimo Saltarico). Continuar a criar estratégias articuladas com os docentes de Língua Portuguesa por forma a estimular e a valorizar a leitura domiciliária. Aproveitar a partilha de recursos entre as bibliotecas do agrupamento e entre a RBVR. Otimizar o projeto Saber+ contra as iliteracias. Ampliar as leituras no digital. Diligenciar no sentido de colocar o catálogo em rede dentro e fora do agrupamento. Promover a utilização pág Web e o blog como ferramentas de aprendizagem. B.2. Integração da BE nas estratégias e programas de leitura ao nível da escola/agrupamento. Relatório de avaliação Tal como nos anos anteriores a BE reuniu com os coordenadores dos diversos departamentos ainda antes do início do ano letivo, para que a BE e a leitura fosse contemplada em diversas actividades do PAA assim como recurso de articulação com os currículos. A equipa BE sendo multidisciplinar assegura uma articulação consistente com alguns departamentos, especialmente o de Línguas e de Expressões.
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 15/21 A BE continua a integrar o projeto ALER+, para que fosse possível realizar-se um grande número de ações e onde todos tivessem lugar e fossem valorizados. Os principais programas de leitura foram: Jerónimo Saltarico, Exposições temáticas, Mês das Bibliotecas Escolares (este ano dedicado a Jorge Amado, a formação de utilizadores e Feira do livro), Semana da leitura (a primeira vez em articulação com a RBVR, com diversas ações inovadoras), Em Português escorreito, Leitura no digital, Saber + contra as iliteracias (Ler arte na arte de ler, Ler a Geografia, 10 cientistas, 10 físicos, 10 exemplos de vidas, figuras da lusofonia, Ciclo de cinema, Poesia precisa-se, kit da leitura, A BE escreve aos alunos no dia de S. Valentim, karaoke, Educar para a autonomia, Aproximar gerações, Jornal escolar, É notícia, Escritor do mês, Era uma vez…. – todos bem sucedidos A BE utilizou diversos espaços na net para promover a leitura e até o facebbok: http://aemm.pt/ http://aemmateus.blogspot.pt/ https://sites.google.com/site/bibliotecaesmmemlinha/ http://jeronimoonline.blogspot.com/ http://saltaricoinforma.blogspot.com/ - Pelo que foi exposto a BE considera que teve um bom desempenho neste domínio. Evidências que fundamentam o relatório Blog, atas, planificações e relatórios. http://aemm.pt/ http://aemmateus.blogspot.pt/ https://sites.google.com/site/bibliotecaesmmemlinha/ http://jeronimoonline.blogspot.com/ http://saltaricoinforma.blogspot.com/ Ações para melhoria Explorar melhor as atividades que tem mais impacto na leitura e na aprendizagem dos alunos; Promover o referencial ligado às 3 literacias. Envolver mais os Encarregados de Educação B.3. Impacto do trabalho da BE nas atitudes e competências dos alunos, no âmbito da leitura e da literacia. Relatório de avaliação O sucesso escolar do agrupamento liga-se também ao sucesso da ação da biblioteca escolar. Os índices de utilização são elevados. Nº de documentos emprestados para o domicílio: 1372 Nº de documentos emprestados presencialmente: 14103 As regras definidas para a utilização da BE estão perfeitamente interiorizadas nos alunos. O espaço da BE é utilizado com frequência para a realização dos trabalhos de casa, pesquisas e trabalhos de grupo, apoio individual de alunos. As exposições temáticas têm cumprido a sua função de alargar horizontes, mostrar novos caminhos do conhecimento e atrair os leitores que não tem hábitos de leitura. O espaço multimédia permite que os utilizadores possam aceder prioritariamente a outros suportes de leitura e favorece a interiorização de competências digitais, mas também permite oferecer momentos de lazer através de jogos e passatempos sob tempo controlado. As itinerâncias de obras PNL tem servido para realizar continuamente leitura orientada na sala de aula e ou na biblioteca. - Pelo que foi exposto a BE considera que teve um bom desempenho neste domínio. Evidências que fundamentam o relatório Indices de utilização. Contagens de utilização, sucesso escolar, mais leitura domiciliária Opiniões dos docentes e assistentes operacionais Ações para melhoria Diligenciar no sentido de operacionalizar o programa informático que viabilize o controlo da utilização da colecção. Racionalizar e optimizar com vista à simplificação em relação a alguns processos de avaliação, para que se rentabilize melhor o tempo dedicado a este domínio. Domínio C. Projetos, parcerias e atividades livres e de abertura à comunidade
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 16/21 C.1. Apoio a atividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular. Relatório de avaliação A BE funcionou com um horário coincidente com o horário escolar, das 8,15h às 18,15, permitindo prestar apoio às atividades livres dos alunos, nomeadamente leitura informal, leitura domiciliária, navegação na net, visionamento de registos projetados nas suas instalações, realização dos TPCs, apoio ao estudo e exposições diversificadas - os índices de utilização são elevados. O apelo ao áudio visual é elevado, em detrimento da leitura em suporte de papel. A BE serviu de canal de ligação com o exterior, especialmente com a biblioteca municipal e outras bibliotecas escolares (RBVR), fazendo chegar informação sobre eventos onde alguns docentes e alunos participaram. A BE realizou cerca de 15 exposições temáticas ao longo do ano e em continuidade, já referidas no domínio B, que puderam ser visitadas nos tempos livres contribuindo também para o enriquecimento curricular e para aproximar à biblioteca, os alunos que não apreciam a leitura. Os Kits da leitura exibidos foram também alvo de apreciação nos tempos livres dos alunos. A BE proporcionou a divulgação de trabalhos realizados pelos alunos, não só no seu espaço físico, mas também através do blog, facilitando a ligação com os encarregados de educação, promovendo a multiculturalidade, reforçando a auto-estima dos alunos e a identidade do agrupamento. Destaque-se “Pigmentos de mar” (semana da leitura, carta a los reyes magos, educar para autonomia, provérbio do tempo, a biodiversidade,…) Outros projetos com sucesso: leitura no digital, poesia saiu à rua, café com letras de mar, idolomania. - Pelo que foi exposto a BE considera que teve um bom desempenho neste domínio. Evidências que fundamentam o relatório Plano de Atividades da BE. Jornal escolar, Blog, Noticias imprensa regional Selos da leitura, Planificação semana da leitura, Documentos dos departamentos Ações para melhoria Reforçar a leitura recreativa presencial e domiciliária. Motivar sempre para ler mais. Dar mais visibilidade ás atividades realizadas no exterior da escola. C.2. Projetos e parcerias Relatório de avaliação As instalações da BE e o fundo documental e os canais de divulgação serviram frequentemente de base de apoio a projetos e clubes em desenvolvimento no agrupamento – clube europeu, parlamento dos jovens, jornal escolar, Era uma vez…, Saber+ contra as iliteracias, Ler as tirinhasAproximar gerações, descomplicar as TIC, PNL (projeto a LER*) e outros. O maio projeto é de facto o projeto A LER+. …, A BE apoiou regulamente o projeto do jornal escolar “A margem esquerda”, e contribuiu com diversas páginas dedicadas às ações da mesma, especialmente concebidas para o efeito. A biblioteca possui como parceiro, o Lar de Idosos Sto António, onde se têm realizado secções de leitura dos alunos para os idosos. Implantou-se a 2ª fase do nosso projeto “descomplicar as TIC” que pretende suavizar os desiquilibrios existentes entre alunos sobre as tecnologias de informação e comunicação. Este ano surgiram alguns constrangimentos devido ao horário dos alunos e a sua disponibilidade. Constitui-se a RBVR rede de bibliotecas de Vila Real, operacionalizando pela primeira vez na Semana da leitura. A parceria com a Biblioteca Municipal tem permitido realizar alguma formação. Registe-se a parceria com, Parlamento dos Jovens em que a biblioteca apoia com design gráfico, instalações e fundo documental. - Pelo que foi exposto a BE considera que teve um bom desempenho neste domínio. Evidências que fundamentam o relatório
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 17/21 Blog, jornal escolar, e projetos “Ler às tirinhas” e “Descomplicar as TIC”, atas, informações escritas, emails, relatórios. Ações para melhoria Investir cada vez mais nas parcerias. Explorar a oportunidade RBVR. Tentar reativar a parceria com a UTAD, Curso de Teatro e Artes performativas Dar continuidade ao projeto “Descomplicar as TIC” Reforçar e ampliar ainda mais a ação PNL. Fontes de evidências Neste item pode incluir excertos ou referências de diferentes documentos. Limite máximo de 2500 caracteres. Documentos de gestão da Escola/ Agrupamento (Projeto Educativo, Projeto Curricular, Plano de Ação, Regulamento Interno, Plano Anual de Atividades, relatórios de avaliação, currículos profissionais da equipa da BE, outros.) PROJETO EDUCATIVO http://aemm.pt/index.php/features/projectos-educativos http://aemm.pt/images/aemm/Menu_Documentos/PAA_BE_EBMJA.pdf Regulamento internos artºs 94 a 100 http://aemm.pt/images/aemm/Menu_Documentos/Regulamentos_regimentos/Reg_Interno_19MAR2013.pdf Documentos pedagógicos da Escola/Agrupamento (Planificações dos departamentos, ACND, AEC, SAE, PTE-TIC, OTE, projetos curriculares das turmas, orientações/ recomendações do CP, trabalhos de alunos, resultados de avaliação dos alunos, outros) ARTICULAÇÃO ENTRE A BE E OS DEPARTAMENTOS http://www.slideshare.net/AnaQuelhas/articulao-com-depatrt SEMANA DA LEITURA http://www.slideshare.net/AnaQuelhas/semana-leitura-2013-agrupamento-morgado-mateus INOVAR A LER http://www.slideshare.net/culturalmente/inovar-a-ler-agrupamento-monsenhor-jernimo-amaral-12269950 BLOGUE DA BIBLIOTECA http://aemmateus.blogspot.pt/ Documentos de Gestão da BE (Plano de Ação, Plano Anual de Atividades, acordos de parceria, Política de Desenvolvimento da Coleção, Manual de Procedimentos, Regimento, horário, relatórios, plantas, inventários, outros) PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DA BE MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL http://aemm.pt/images/aemm/Menu_Documentos/PAA_BE_EBMJA.pdf Documentos de funcionamento e dinamização da BE (Atas/ registos de reuniões/ contactos, registos de projetos/ atividades realizados, estatísticas da BE, materiais de apoio produzidos e editados, catálogo e outras ferramentas utilizadas, resultados de avaliação da coleção, outros) “A alteração das regras das itinerâncias Jerónimo Saltarico trouxe um novo entusiamo à atividade.”… “---------A biblioteca escolar continua a ser um pólo solidamente implantado no agrupamento com dinâmicas cada vez mais articuladas com os currículos, apoiando e dando visibilidade ao trabalho dos docentes que pretendem promover a leitura e as literacias, desenvolvendo um trabalho sistemático de colaboração com todas as estruturas.” – ata do Conselho Pedagógico de 13/9/2012 “Foi solicitado aos coordenadores que lembrassem, em todas as turmas, que deveria haver pelo menos uma disciplina que recorresse à pesquisa orientada segundo o guião BIG6. A professora bibliotecária da escola secundária, Maria Manuel Carvalhais, referiu que está prevista uma formação para professores sobre este guião orientada pela coordenadora concelhia das bibliotecas escolares, Rosário Caldeira. De igual modo, em turmas cujos professores o solicitem, a referida professora bibliotecária disponibilizou-se a fazer uma pequena sessão de formação sobre literacias da informação, aquando do início de trabalhos de pesquisa a desenvolver pelos alunos. O assunto foi remetido para os diretores de turma; ---– Deu-se conhecimento ao Conselho Pedagógico sobre as principais ações relacionadas com o Mês das Bibliotecas Escolares, incluindo possíveis conferências com a Doutora Claude Gouméry, tendo sido aprovadas por unanimidade. “ata do Conselho Pedagógico de 13/9/2012 Sobre o Jornal Escolar, o presidente informou o Conselho que nomeou os três professores bibliotecários
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 18/21 como responsáveis por todo o processo de trabalho a realizar. O jornal será publicado on line e poderá eventualmente imprimir-se a pedido. ata do Conselho Pedagógico de 13/9/2012 Sobre o Plano Nacional de Leitura (PNL), referiu-se que o professor Pedro Hortas será o coordenador do programa A Ler+. Dado que este programa articula com o PAA, e tendo-se considerado não ser necessário repetição das atividades nos dois planos, as atividades propostas neste âmbito irão passar a fazer parte do Plano do A Ler +. Relembrou-se que existem vários programas do PNL para promoção da leitura (Resolução do Conselho de Ministros nº 86/2006), adaptados para cada ciclo e articulados com os currículos de língua portuguesa: “Está na hora dos livros” para os Jardins de Infância, “Está na hora da leitura” para o primeiro ciclo, “Quantos mais livros melhor” para o 2º ciclo e “Navegar na Leitura” para o terceiro ciclo e secundário. Síntese geral da avaliação das BE do agrupamento O preenchimento deste quadro só se aplica aos Agrupamentos. Apesar de feito no espaço da aplicação da escola sede, pretende ser uma síntese breve e geral da avaliação realizada ao nível das bibliotecas do Agrupamento, de modo a facilitar uma visão global do seu desempenho e a adopção de uma política de gestão integrada que promova o seu desenvolvimento harmonioso e articulado. Identificar domínio/ subdomínios avaliados e níveis obtidos em cada BE BIBLIOTECA DA EB 2, 3 MONSENHOR JERÓNIMO AMARAL DOMÍNIO AVALIADO - GESTÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR D.1 Articulação da biblioteca escolar com a escola. Acesso e serviços prestados pela biblioteca - Nível obtido QUATRO (4,00) D.2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços - Nível obtido QUATRO (4,00) D.3 Gestão da coleção/ da informação - Nível obtido TRÊS VIRGULA VINTE E NOVE (3,29) Pontos fortes Espaço, coleção, equipa, professora bibliotecári fa, dinâmica da BE, itinerancias,índices de utilização elevados, formação de utilizadores anual. Pontos fracos Dificuldades na divulgação do catálogo. Aquisição recente do programa informático. Verbas reduzidas para atualização da coleção. Ações para melhoria Rentabilização programa informático para contagens de utilização e controle da coleção. Melhorar o acesso ao catálogo. Favorecer a partilha de documentos.
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 19/21 Secção C Domínio A. Apoio ao desenvolvimento curricular Ano de incidência da avaliação. 2012 Data de apresentação ao Conselho Pedagógico. -- A.1. Articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica e os docentes. Nível obtido 3 Resultados das ações de melhoria implementadas, após avaliação, para o subdomínio. Reforço da articulação com as diversas estruturas do agrupamento e divulgação progressiva da missão da BE. Recomendações do Conselho Pedagógico A Biblioteca deve continuar com a sua postura ativa e colaborante, agindo de forma serena e envolvendo cada vez mais docentes na sua missão. A.2. Promoção das literacias da informação, tecnológica e digital. Nível obtido 3 Resultados das ações de melhoria implementadas, após avaliação, para o subdomínio. A não existência das ACND dificulta a implementação global do projeto descomplicar as TIC. A promoção das literacias tem-se apoiado noutros projetos. Recomendações do Conselho Pedagógico Alargar o projeto descomplicar as TIC ao pré-escolar e 1º ciclo e rentabilizar os recursos disponíveis na internet a favor da leitura e do conhecimento. Domínio B. Leitura e literacia Ano de incidência da avaliação. 2010 Data de apresentação ao Conselho Pedagógico. 2010/07/16 Nível obtido 4 Resultados das ações de melhoria implementadas, após avaliação, para o subdomínio. Manteve-se e ampliou-se a apetência para a leitura, explorando agora a leitura na biblioteca alargada a outros departamentos. Reforçou-se o trabalho colaborativo e a articulação com os currículos. Ampliou-se a colecção PNL no 1º ciclo. Continuou o serviço de itinerâncias. Rentabilizaram-se as instalações da BE na Araucária. Reforçou-se da leitura domiciliária – passaporte da leitura-e o projecto “Ler às tirinhas”. Reuniu-se todo o fundo documental do 1º ciclo e procedeu-se à partilha de recursos tendo como base a Biblioteca Escolar do centro escolar da Araucária. O Blog foi mais utilizado como via de partilha e de comunicação. Criaram-se novas formas de leitura utilizando os recursos digitais. (ainda não foi possível colocar o catalogo em rede nem adquirir um programa informático actualizado de apoio à BE) Recomendações do Conselho Pedagógico
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 20/21 Está a realizar-se um bom trabalho que deverá ser solidificado e enriquecido. O Plano Nacional de Leitura e os seus projectos entraram já na rotina do agrupamento e começam a ser referências ao nível do agrupamento. Deverá envolver-se cada vez mais os encarregados de educação e explorar o apoio do SABE. Realizar mais articulações com a UTAD. Domínio C. Projetos, parcerias e atividades livres e de abertura à comunidade Ano de incidência da avaliação. 2011 Data de apresentação ao Conselho Pedagógico. -- C.1. Apoio a atividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular. Nível obtido 3 Resultados das ações de melhoria implementadas, após avaliação, para o subdomínio. Melhorou-se a articulação com as áreas de Estudo Acompanhado e Apoio ao Estudo. Algumas das exposições temáticas foram partilhadas por bibliotecas de 2 escolas e resultaram mais articuladas com os currículos. Aplicou-se criteriosamente as verbas PNL e projeto A LER+ na aquisição de novas obras Ainda não foi possível formar o clube de Jornalismo. O agrupamento é grande e não é possível um pequeno grupo dar uma resposta positiva a esta grande estrutura, porém a coordenadora do Jornal, já fez uma nova proposta para o próximo ano. Realizou-se com sucesso formação sobre Biblioteca Virtual para os alunos dos 6ºs, 8ºs e 9ºs anos. A formação para professores resumiu-se ao envio por email de informações como aceder à biblioteca virtual. Foi possível operacionalizar a 1ª fase do Projeto Descomplicar as TIC Recomendações do Conselho Pedagógico A Biblioteca está a realizar um bom trabalho. C.2. Projetos e parcerias Nível obtido 3 Resultados das ações de melhoria implementadas, após avaliação, para o subdomínio. Melhorou-se a comunicação entre a BE e a comunidade educativa sobre projectos em curso Ampliou-se a colaboração com a escola secundária Morgado Mateus. Implementou-se a 1ª fase do projeto “Descomplicar as TIC”. Recomendações do Conselho Pedagógico A BE realiza um trabalho muito enriquecedor no projeto A Ler+, envolvendo diversas atividades , em que a participação de cada um é importante. Deve continuar a ampliar cada vez mais o seu campo de ação. Domínio D. Gestão da biblioteca escolar Ano de incidência da avaliação. 2013 Data de apresentação ao Conselho Pedagógico. -- D.1. Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE. Nível obtido 4 Resultados das ações de melhoria implementadas, após avaliação, para o subdomínio. -- Recomendações do Conselho Pedagógico
    • Relatório de avaliação 1714600 Escola Básica Monsenhor Jerónimo do Amaral, Vila Real 2013/07/19 12:35:53 21/21 Continuar a investir no fundo documental. Proporcionar um maior apoio aos utilizadores na área informática e rentabilizar pessoas e recursos. D.2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços. Nível obtido 4 Resultados das ações de melhoria implementadas, após avaliação, para o subdomínio. -- Recomendações do Conselho Pedagógico Continuar a investir no fundo documental. Proporcionar um maior apoio aos utilizadores na área informática e rentabilizar pessoas e recursos. D.3. Gestão da coleção/da informação. Nível obtido 4 Resultados das ações de melhoria implementadas, após avaliação, para o subdomínio. -- Recomendações do Conselho Pedagógico Continuar a investir no fundo documental. Proporcionar um maior apoio aos utilizadores na área informática e rentabilizar pessoas e recursos. Observações --