Trabalho de artes - Grupo 2.odp22

  • 270 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
270
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
1
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Trabalho de Artes
    “Egito Antigo”
    Turma: CTADI 1M
    Campus Linhares
  • 2. Território
    O Egito Antigo localizava-se ao nordeste da África. Limitava-se ao norte com o mar Mediterrâneo, ao sul com o deserto da Núbia, a leste com o Mar Vermelho e a oeste com o deserto da Líbia.
  • 3. Formação do Estado no Egito Antigo:
    Nomos:conjuntos de aldeias governadas pelos nomarcas, nome dado aos chefes mais poderosos.
  • 4. Com o tempo, as disputas entre os nomarcas por poder e terras geraram guerras e alianças entre eles.
    Os que venciam, tornavam-se reis, passando a controlar vários nomos. Surgiram então no Egito reinos que foram ficando cada vez maiores, até resumirem a dois: o Alto Egito (no vale do Nilo) e o Baixo Egito (no Delta do Nilo).
  • 5. Alto e baixo não se referem a norte e sul, relacionam-se ao curso do Nilo e a elevação da terra. Era um território estreito e comprido.
    O Alto Egito era a região sul e tinha esse nome por que estava mais perto da nascente do Nilo, por tanto, em terreno mais alto. Tinha cerca de 900 km de extensão, que começavam em Assuão e terminava na antiga cidade de Mênfis.
  • 6. O Baixo Egito correspondia à região do Delta, a norte de Mênfis. Território plano favorável à caça e à pesca, foi onde aqueles povos tiveram mais contato com os estrangeiros.
  • 7. Depois, por volta do ano 3200 a.C., o rei Menés, do Alto Egito, conquistou o Baixo Egito, unificando os dois reinos.
  • 8. Clima
    O clima era quente e seco embora, menos do que hoje em dia. Dizem os estudiosos que entre 5500 e 2500 a.C. o Saara não era como hoje o conhecemos. Era uma região de clima temperado, com água abundante e coberto de vegetação.
  • 9. De um modo geral, o clima egípcio é árido. Entretanto, nas áreas próximas ao Nilo, encontra-se um clima semi-árido. Por isso, é uma das áreas mais populosas do Egito.
  • 10. Vegetação
    A flor-de- lótus;
    Papiro;
    Plátano;
    Alfarrobeira;
    Cipreste;
    Olmo;
    Mimosa;
    Jasmim;
    Rosas.
  • 11.
  • 12. Flor-de-lótus
  • 13. O Rio Nilo
    O Egito sempre dependeu do Nilo para sua formação e seu desenvolvimento, tanto que as primeiras aldeias egípcias se concentraram no vale do rio Nilo.
  • 14. Pode-se dizer que a vida nessa região só se tornou possível devido a esse rio. Como disse o historiador grego Heródoto: “o Egito é uma dádiva do Nilo”.Chovia anualmente, de junho a novembro, o que provocava o aumento do nível da água e consequentemente inundações, beneficiando o transporte e comércio.
  • 15. Como o nível do rio era inconstante, os egípcios desenvolveram diques, barragens e canais d'água para melhor aproveitarem as águas do rio, além de criarem o "nilômetro", um aparelho usado para medir as enchentes.
  • 16. No entanto, quando as águas voltavam ao nível normal, uma grossa camada de limo fertilizante (húmus) era deixada sobre a terra, o que favorecia a agricultura e pecuária.
    Durante o período das enchentes os cidadãos eram transportados para as cidades para trabalharem em outras tarefas.
     
  • 17. A agricultura no Egito foi dependente do ciclo do Rio Nilo.
  • 18. Com a necessidade de observação dos astros e enchentes,os egípcios desenvolveram um calendário, onde o primeiro dia do ano era o primeiro dia das cheias. O ano era dividido em três períodos de quatro meses: inundações (Julho a Outubro), plantio (Novembro a Fevereiro) e colheita (Março a Junho).
    Inundações
  • 19. Para os egípcios o Nilo era uma verdadeira bênção dos deuses. O rio era tido como sagrado, sendo adorado como um deus e recebendo hinos e orações.
  • 20. As cidades egípcias se desenvolveram em torno do Rio Nilo
  • 21. População
    Os historiadores acreditam que a população do Egito variou entre 1 e 8 milhões de habitantes. Na época romana, seriam cerca de 6 milhões.
    Dividiam-se em quatro classes sociais: realeza e nobres; artesãos, artífices e mercadores; trabalhadores; e escravos. O exército profissional tornou-se aos poucos uma classe separada. A estrutura social não era de castas: uma pessoa pertencente à classe mais pobre podia ascender aos mais altos cargos do país.
  • 22.
  • 23. Alunas: Aline; Chrys; Hellen; Julia; Keren; Laysa; Letícia; Lívia; Steicy; Thamires; Thayla.
    Professora: Ângela Cristina