Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Memoria De Africa, 2009
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply
Published

 

Published in Education , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,535
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
17
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. biblioteca virtual e digital sobre Portugal e Lusofonia
  • 2.  É um instrumento fundamental, e pioneiro, na tentativa de potenciar a memória histórica dos laços que unem Portugal à Lusofonia (com particular destaque para África), sendo deste modo uma ponte com o nosso passado comum, na construção de um identidade colectiva aos povos de todos esses países.
  • 3.  1ª fase – 1996 -2007  criação de biblioteca virtual com referências relacionadas com o desenvolvimento e cooperação com os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP);  colocação on-line, em formato integral, de obras raras ou únicas de difícil acesso.  2ª fase – 2008 - …  alargar a recolha bibliográfica a outras regiões do mundo – Brasil, Timor, Goa, Malaca,…  internacionalizar o sítio na internet, através da tradução dos conteúdos para inglês, espanhol, chinês, hindu, …
  • 4.  Projecto promovido pela Fundação Portugal - África que, na sua 1ª fase, foi desenvolvido por um Consórcio formado por:  Instituto de Investigação Científica Tropical (IICT) - Centro de Documentação e Informação (CDI);  Instituto de Economia e Gestão (ISEG) - Centro de Estudos sobre África e Desenvolvimento (CESA);  Universidade de Aveiro (UA) - Departamento de Electrónica, Telecomunicações e Informática (DETI-UA)  Instituto Superior das Ciências do Trabalho e Empresa (ISCTE).  Actualmente continuam o projecto a Universidade de Aveiro e o CESA.
  • 5.  Portugal  Portugal  ANA - Aeroportos de Portugal, SA  Universidade de Coimbra  Assembleia da República ▪ Faculdade de Economia ▪ Biblioteca do Departamento de Antropologia  Biblioteca Central da Marinha ▪ Instituto de Língua e Literatura Portuguesas  Biblioteca do Exército ▪ Faculdade de Ciências e Tecnologia, Departamento de Ciências da Terra  Biblioteca Nacional  Universidade de Évora  Arquivo Histórico do ex-Banco Nacional Ultramarino ▪ Biblioteca Geral  Dr. Amadeu Castilho Soares  Universidade Técnica de Lisboa  Instituto da Cooperação Portuguesa / Instituto ▪ Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Português de Apoio ao Desenvolvimento, Centro ▪ Instituto Superior de Economia e Gestão Documentação ▪ Instituto Superior de Agronomia  Instituto de Investigação Científica Tropical, Centro  Moçambique de Documentação e Informação  Arquivo Histórico de Moçambique  Instituto dos Arquivos Nacionais - Torre do Tombo  Cabo Verde  Instituto Nacional de Estatística  Arquivo Histórico Nacional de Cabo Verde  Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge  Guiné-Bissau  Laboratório Nacional de Engenharia Civil  Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa  Museu Nacional de Etnologia  São Tomé e Príncipe  Arquivo Histórico de S. Tomé e Príncipe  Prof. Dr. José Luís Pires Laranjeira, Instituto de Língua e Literatura Portuguesas  Sociedade de Geografia de Lisboa  Sociedade Histórica da Independência de Portugal  Universidade de Lisboa ▪ Faculdade de Letras  Universidade de Aveiro ▪ Serviços de Documentação
  • 6.  Em Abril de 2009  biblioteca virtual – estão em linha cerca de 225.000 registos bibliográficos das instituições referidas ▪ estão em processamento cerca de 2000 registos bibliográficos  biblioteca digital - estão em linha cerca de 165.000 páginas ▪ estão em processamento cerca de 50.000 páginas
  • 7.  Álbuns Fotográficos e Descritivos da Colónia de Moçambique  Boletim Cultural da Guiné Portuguesa  Boletim da Agência Geral das Colónias  Boletins dos Serviços Económicos do B.N.U.  Boletim Semanal, Boletim Trimestral  Cadernos Coloniais  Colecção de Gravuras Portuguesas  Colecção de livros escolares  Colecção do Arquivo Histórico de S. Tomé  Colecção do Centro de Estudos sobre África e do Desenvolvimento (CESA)  Colecção do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC)  Colecção do Museu do Dundo (Companhia de Diamantes de Angola / Diamang)  Colecção João Vário  História Geral de Cabo Verde  Plantas Medicinais da Guiné-Bissau
  • 8.  Foram elaborados por José dos Santos Rufino, em 1929. O autor tenta, através de uma colecção de 10 álbuns, mostrar os vários aspectos da "Colónia de Moçambique” nos anos 20 do século passado. Lourenço Marques: Vista tirada do Hotel Polana, vendo-se, à esquerda, a ponte dos pescadôres e o Grémio Nautico, na Praia da Polana, e um trêcho da nova estráda marginal que se prolonga até ao interessante palmar conhecido como «Aldeia dos Macacos». A nova e explendida estrada, torneando a Ponta Vermelha, vem encontrar-se, na cidade, com a Avenida da República. Álbuns Fotográficos e Descritivos da Colónia de Moçambique, Vol. 1 – Lourenço Marques : Panoramas da Cidade
  • 9.  Jul. 1925 / Dez. 1961 – 438 números ≈ 107.600 páginas.  Em 1935, passou a designar-se «Boletim Geral das Colónias»;  Em Agosto de 1951, muda o nome para «Boletim Geral do Ultramar». Iª Exposição Colonial Portuguesa BGC, Vol. X, Nº 109, Julho de 1934
  • 10.  O Centro de Estudos da Guiné Portuguesa publicou durante 28 anos, entre 1946 e 1973, 110 números ≈ 23.600 páginas  É considerado pela generalidade dos investigadores como a melhor publicação científica de todas as ex-colónias portuguesas. “Notas sobre a cultura do arroz entre os balantas” Boletim Cultural da Guiné Portuguesa, N.º 14, 197-232
  • 11.  Boletim Semanal - 489 números ≈ 8.260 páginas  Boletim Trimestral - 99 números ≈ 6.100 páginas  Publicações periódicas de carácter iminentemente bancário.  Inclui secção do Banco e secções de Notícias Económicas do País, do Ultramar e do Estrangeiro. Boletim Semanal Nº 254, Maio de 1954
  • 12.  70 livros das Edições Cosmos publicados entre 1935 e 1941.  Abrangeram as diversas colónias, que na altura formavam o Império Português, e os grandes obreiros dessa obra colonizadora. S. João Baptista de Ajudá Cadernos Coloniais - Nº 58
  • 13.  Reproduções fotográficas publicadas entre os anos quarenta e setenta do século XX Luanda [Prefácio de Cabral do Nascimento] Colecção de Gravuras Portuguesa, 9ª Série s, 1969; 2ª Edição, 1970
  • 14.  Mostra do enorme acervo existente no Arquivo Histórico de S. Tomé e Príncipe  Documentos de arquivo  Fotografias  Livros  Mapas Documentos de Arquivo Colecção do Arquivo Histórico de S. Tomé Fotografias & Postais Colecção do Arquivo Histórico de S. Tomé
  • 15.  Obras publicadas desde os anos 70 pelos serviços do Laboratório O aproveitamento do rio Cunene : sua Les flèches de sable de la côte importância internacional e para o sul d'Angola LNEC, 1958 de Angola Estudo da regularização e Colecção Testemunhos, LNEC, 1999 protecção das barrocas de Luanda LNEC, 1952
  • 16.  Criado em 1936 pela então denominada Companhia de Diamantes de Angola (Diamang), o Museu do Dundo foi a primeira instituição do género criada em Angola.  Em 1942 adopta a designação de Museu Etnológico.  Em 1946 inicia a edição da coleccção. Subsídios para a História, Arqueologia e Etnografia dos Povos da Lunda - Subsídios para a História, Arqueologia e Etnografia dos «Campanha etnográfica ao Tchihoco Povos da Lunda - «Máscaras de madeira da Lunda e (Alto-Tchicapa) Alto Zambeze» Nº 19, Vol. I [1953, 186 pags.] Nº 31 [1956, 99 pags.]
  • 17.  João Vário é um dos pseudónimos de João Manuel Varela que nasceu na cidade do Mindelo, ilha de S. Vicente, em Cabo Verde a 7 de Junho de 1937, local onde veio também a falecer em 7 de Agosto de 2007.  Utiliza ainda os pseudónimos Timóteo Tio Tiofe e ainda G. T. Didial.
  • 18.  Colecção de livros escolares do período colonial português  Colecção começada com o espólio do Dr. Amadeu Castilho Soares; possui já contributos de outras pessoas, inclusive de autores.  Brevemente incluirá livros escolares do período pós-colonial.
  • 19.  A História Geral de Cabo Verde é uma obra de referência sobre a história deste país.  Estão editados três volumes sendo o terceiro raro.
  • 20.  Manual constituído por fichas de vinte plantas medicinais  Um dos objectivos do manual é a educação ambiental. Nome tradicional Principais utilizações na Guiné-Bissau  Recomenda que os colectores Bacuré (f) hepatite reumatismo de plantas medicinais sejam Badossosso Butonque (f) doenças venéreas parasitoses formados aprendendo as Canafístula prisão de ventre edema parasitoses técnicas apropriadas de Cuntésse (f) Dignale (f) hepatite disenteria malária infecções urinárias colheita, secagem, embalagem Djánderé (f) hepatite malária e conservação dos materiais Fará feridas tosse úteis. Farôba parasitoses  Essas plantas medicinais são Fole Macarra bubel (f) diarreias feridas febre consideradas importantes Macete Madronha doenças venéreas febre doenças venéreas nas medicinas tradicionais de Manganaz Padja santa dores doenças venéreas prisão de ventre outros países africanos. Pó de arco doenças respiratórias parasitoses Pó de faia doenças de pele Pó de osso doenças dores infecciosas Tcheme (f) dores Ussum koloma (f) malária
  • 21.  Revista Soronda, INEP, GB  Boletim de Informação Científica e Técnica, INEP, GB  Boletim de Informação Sócio-Econónica, INEP, GB  Colecção Fiduciária, BNU, Portugal
  • 22.  Visitas  Exibições de página
  • 23.  Boletim Geral das Colónias | Boletim Geral do Ultramar – 13,65%  Álbuns fotográficos e descritivos da Colónia de Moçambique – 9,46%
  • 24.  Boletim Cultural da Guiné Portuguesa – 4,08%  Colecção de gravuras portuguesas – 2,99%
  • 25.  Cobertura geográfica dos acessos  As 261.102 visitas vieram de 150 países/territórios
  • 26.  memória de áfrica - acervo bibliográfico  recolher em Portugal mais cerca de 25.000 referências bibliográficas  iniciar a recolha de registos bibliográficos em 4 instituições em Goa  memória de áfrica digital  terminar a digitalização da colecção do Museu do Dundo  colocar em linha publicações de Goa  memória de áfrica - sítio na internet  tradução das páginas informativas para chinês