• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Redes sociais e medicina
 

Redes sociais e medicina

on

  • 1,362 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,362
Views on SlideShare
1,361
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
10
Comments
0

1 Embed 1

http://www.dcpress.com.br 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Redes sociais e medicina Redes sociais e medicina Presentation Transcript

    • Redes Sociais e Medicina
      Cris Dissat
    • Jornalismo
    • Ninguém tem mais dúvida...
      Os pacientes já não são tão pacientes...
      Os leitores também não são os mesmos...
      Na verdade, nosso comportamento não é mais o mesmo...
    • Como anda a relação entre médico e paciente?
    • As preocupações e questionamentos não são só na Medicina
      • “Estamos perdendo espaço... Todas as pessoas se transformaram em jornalistas e fotógrafos em potencial. O diploma caiu.” – frase recorrente entre os profissionais de comunicação.
      • É uma mudança em todas as áreas.
    • É preciso se readaptar às novas tecnologias. Não há mais retorno.*
    • http://www.youtube.com/watch?v=6Cf7IL_eZ38
    • De espectadores a produtores. De passivos a ativos.
      Coletiva da FIFA
    • Dados do IBOPE – Pesquisa realizada em 2010
      Pesquisa de 2 a 15 de set 2010 / 8.561 participantes - IBOPE
    • Precisamos de Números para ter certeza?
      Twitter – Segundo últimos informes, a empresa passaria a valer US$ 8 bilhões. O número pode soar forte, mas o valor é muito inferior ao do LinkedIn, por exemplo, que captalizou US$ 243 milhões de receita ano passado.
    • Estudo realizado pela EPM
      Documentos para educação e esclarecimento do paciente 
      (...) estamos em uma época em que um paciente mais esclarecido irá à consulta médica já munido de informações colhidas na rede (nem todas corretas), ou então conferirá o que o médico disse e prescreveu na internet. Este é um caso onde o mercado, os clientes, exigem que o profissional da área de saúde  esteja atualizado, mais precisamente, através do mesmo meio que o paciente utilizou para chegar às suas conclusões. Então, para que o paciente tenha informações corretas é necessário que instituições ou governos criem resumos fidedignos para uso público. Esse é o campo da internet mais espinhoso, dado a quantidade de informações falsas, falseadas e enviesadas disponíveis.
      http://www.virtual.epm.br/material/tis/curr-med/temas/med5/med5t32000/grupo2/net_med.htm
    • Mudanças Positivas
      • Realização e divulgação de congressos com muito mais agilidade
      • Mobilização da população
      • Atualização científica online permanente através de webmeetings, leitura de artigos com publicações online
      • Visibilidade das entidades científicas
    • Impossível usar tudo o que existe...
    • Facebook – consultório online
      Twitter – arquibancada
      digital
    • Cases
    • Cases
      Contato com o presidente da SBEM feito, repassado e reunião com a Michelle Obama em andamento. Tudo em menos de 10 minutos e em trabalho externo.
    • Cases
      • SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia) mobiliza a população – caso da proposta da Anvisa em proibir o uso de anorexígenos para o tratamento da obesidade
    • Cases
      • SBEM promove cobertura de eventos usando o facebook para publicação de vídeos e mensagens. Interação com os participantes pelo Facebook e Twitter
    • Cases
      • American Diabetes Associationcriou um aplicativo para Iphones e Androids para que congressistas e público pudessem acompanhar o Congresso Anual da entidade – média de público 15 mil participantes
    • Cases
      • Caso Claudia Mello – Comentários ganhando proporções e causando efeitos colaterais.
      Publicado na ISTO É - Em novembro de 2006, ela publicou em seu blog o relato de uma consulta médica pela qual passou. Depois de um ano e quatro meses, foi informada de que estava sendo processada pelo médico por danos morais. Valor da indenização R$ 2 mil.
      A discussão que está em jogo envolve a tênue fronteira entre o fim da liberdade de expressão, garantida pelo artigo 5º da Constituição, e o início do dano moral. “O limite vai até onde afeta a reputação, a imagem e a marca de uma pessoa física ou jurídica”.
      - Surge a Vakinha online
    • Não se sinta obrigado a usar a novas ferramentas...
      O importante é estar convencido da importância delas...
    • "O grande teórico da comunicação, Marshall McLuhan, que completaria 100 anos neste mês de julho, previu que as redes sociais seriam inevitáveis e onipresentes. Aí estão elas, agora também a serviço das sociedades médicas, como a SBEM. Como presidente da CCS (Comissão de Comunicação Social), observei que a agilidade proporcionada pelas redes sociais é imbatível na divulgação dos fatos em tempo real, especialmente durante congressos ou eventos que despertam grande interesse dos associados”.
      Dr. Ricardo Meirelles, ex-presidente da SBEM, diretor do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia do Rio de Janeiro
    • " Esta ferramenta para este um tipo de divulgação, como os Congressos é de muita importância para aumentar a velocidade de informação e agregar um maior número de participantes, em tempo quase real..“
      Dr. Severino Farias (BA), membro da Comissão de Comunicação Social da SBEM
    • "O público se mobiliza trocando links e passando informações sobre diabetes. São milhares de redes colaborando na redução dos danos da doença. Tweets, posts, blogs e sites são bem vindos na Campanha do Dia Mundial do Diabetes”
      Dr. Walter Minicucci (SP), coordenador da Campanha do Dia Mundial do Diabetes da Sociedade Brasileira de Diabetes
    • “Nós não interagimos com máquinas, usamos as máquinas para nos aproximar das pessoas”.
      Raphael Vasconcelos, diretor executivo de Criação da Agência Click
    • Redes Sociais:
      www.fimdejogo.com.br
      www.twitter.com/fimdejogo
      www.videolog.com.br/fimdejogo
      www.videolog.com.br/cristinadissat
      www.youtube.com/cristinadissat
      www.qik.com/dissat
      www.flickr.com/photos/dissat
      www.slideshare.net/cristinadissat
      http://br.linkedin.com/in/cristinadissat
      http://cristinadissat.wordpress.com
      www.facebook.com/cristina.dissat
      msn – cristinadissat@hotmail.com/ gtalk – dissat@gmail.com/ skype – cristinadissat / email de contato – dissat@dcpress.com.br