Intercâmbio 2.0

913 views
844 views

Published on

Projeto desenvolvido para conclusão do curso de Relações Públicas na Universidade Federal de Minas Gerais. Projeto consiste no planejamento de uma rede social para os alunos intercambistas da UFMG.

Published in: Education
1 Comment
2 Likes
Statistics
Notes
  • Muito bacana esta apresentação. Um projeto que tem que ser executado!
    Mete bronca @cristianobunte
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
913
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
12
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
1
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Intercâmbio 2.0

  1. 1. "&'(&' /01'2,10"(&'(3'%"*4'5 819-3'02,10"(&' ,(-(!.) 672'17"#0,7"05(-(/36 ):2'75+,(-(83;)< Intercâmbio 2.0: rede social para alunos intercambistas da UFMG Cr ist ian o Co ut o Bu nte de Ca rv alh o Ga br iel la Fe rre ira Lo pe s de Oli ve ira Lu an a Ca st ro Vie ira
  2. 2. Introdução ‣ Planejamento de website para os discentes interessados no Programa de Mobilidade Discente Internacional para Graduação da UFMG ‣ Objetivo: Facilitar a troca de informações e o diálogo entre os alunos interessados no Programa e entre esses e a Diretoria de Relações Internacional (DRI)
  3. 3. Justificativa ‣ Posição de destaque na UFMG no cenário nacional no quesito internacionalização ‣ Crescimento do Programa de Mobilidade ‣ As possibilidades proporcionadas pela Internet como a praticidade, universalização da mensagem, interatividade e personalização ‣ Iniciativa pouco explorada por outras Universidades
  4. 4. Intercâmbio universitário ‣ Intercâmbio: realização de cursos e troca de experiências educacionais, além de vivência e experimentação de uma outra cultura. ‣ Acontece no âmbito acadêmico da graduação. ‣ Cooperação entre instituições de Ensino Superior. ‣ Um a dois semestres acadêmicos e possibilidade de desenvolver estudos de graduação na sua área de conhecimento em instituições conveniadas no exterior
  5. 5. Intercâmbio universitário
  6. 6. Intercâmbio universitário Dos 100 milhões de estudantes de ensino superior no mundo, 3 milhões estão matriculados fora de seu país de origem.
  7. 7. Intercâmbio universitário Dos 100 milhões de estudantes de ensino superior no mundo, 3 milhões estão matriculados fora de seu país de origem. Para os próximos 10 anos, a previsão é que esse número chegue a: 10 milhões de estudantes.
  8. 8. Intercâmbio universitário Dos 100 milhões de estudantes de ensino superior no mundo, 3 milhões estão matriculados fora de seu país de origem. Para os próximos 10 anos, a previsão é que esse número chegue a: 10 milhões de estudantes.
  9. 9. Intercâmbio UFMG ‣ Diretoria de Relações Internacionais (DRI), objetivo: promover a internacionalização da Universidade ‣ Programa de Mobilidade Discente Internacional para Graduação da UFMG – desde 1998 ‣ Oportunidade de vivenciar um sistema educacional diferente e outra ótica universitária, além de ter contato com outras culturas ‣ Edital anual; um a dois semestres; disciplinas incorporadas ao histórico escolar se aprovadas pelo colegiado;
  10. 10. Intercâmbio UFMG ‣ Parcerias na Europa, América do Norte, América Latina, África, Ásia, Oceania • 2007 – 188 vagas para 650 candidaturas • 2009 – 339 vagas para 764 candidaturas Inserção da Universidade em um universo cosmopolita
  11. 11. Internet e Redes Sociais 64,8 milhões de internautas em 2009* 80% dos internautas brasileiros visitaram redes de relacionamento e blogs ao longo de 2008. O Brasil também é o país onde as pessoas gastam mais tempo em mídias sociais: 23% do tempo em Orkut, blogs, Youtube e serviços semelhantes. *Segundo pesquisa do Ibope Nielsen Online
  12. 12. Web 2.0 A Internet sempre foi uma rede colaborativa. 1974: troca e produção colaborativa de informações por pessoas em diferentes localidades. Arpanet - EUA
  13. 13. Web 2.0 ‣ As
redes
colabora,vas
na
internet
proporcionam
compensações
 não‐materiais
que
mo#vam
os
seres
humanos
a
produzir
e
 compar#lhar
informações
 ‣ A
estrutura
dos
websites
na
era
2.0
é
pensada
e
desenvolvida
de
 forma
a
facilitar
a
produção
de
conteúdo
e
a
par#cipação
das
 pessoas,
que
se
tornam
fundamentais
para
o
funcionamento
  14. 14. Redes sociais e RP
  15. 15. Redes sociais e RP
  16. 16. Redes sociais e RP As redes sociais têm modificado a maneira de fazer comunicação, através do acesso e da interação que permite entre os públicos.
  17. 17. Redes sociais e RP As redes sociais têm modificado a maneira de fazer comunicação, através do acesso e da interação que permite entre os públicos. Manifestações geradas por usuários-mídia afetam diretamente na imagem e nos planejamentos comunicacionais das organizações.
  18. 18. Redes sociais e RP As redes sociais têm modificado a maneira de fazer comunicação, através do acesso e da interação que permite entre os públicos. Manifestações geradas por usuários-mídia afetam diretamente na imagem e nos planejamentos comunicacionais das organizações.
  19. 19. Redes sociais e RP As redes sociais têm modificado a maneira de fazer comunicação, através do acesso e da interação que permite entre os públicos. Manifestações geradas por usuários-mídia afetam diretamente na imagem e nos planejamentos comunicacionais das organizações.
  20. 20. Redes sociais e RP Padrão“network of cross influence” Todos os participantes demandam voz. Risco para empresas e personalidades ao se aproximarem de uma comunidade.
  21. 21. Redes sociais e RP Padrão“network of cross influence” Todos os participantes demandam voz. Risco para empresas e personalidades ao se aproximarem de uma comunidade.
  22. 22. Redes sociais e RP Padrão“network of cross influence” Todos os participantes demandam voz. Risco para empresas e personalidades ao se aproximarem de uma comunidade.
  23. 23. Redes sociais e RP Padrão“network of cross influence” Todos os participantes demandam voz. Risco para empresas e personalidades ao se aproximarem de uma comunidade. Mais um instrumento de trabalho para os profissionais de RP
  24. 24. Redes sociais e RP A descentralização tem raízes nos mesmos objetivos de Relações Públicas: administrar o relacionamento entre a organização e seus diferentes públicos. Comunicação digital organizacional: 1. Cultura 2. Públicos estratégicos 3. Combinar cultura e as características do Público 4. Construção da estratégia de comunicação digital
  25. 25. Redes sociais e RP A descentralização tem raízes nos mesmos objetivos de Relações Públicas: administrar o relacionamento entre a organização e seus diferentes públicos. Comunicação digital organizacional: 1. Cultura 2. Públicos estratégicos 3. Combinar cultura e as características do Público 4. Construção da estratégia de comunicação digital
  26. 26. Redes sociais e RP A descentralização tem raízes nos mesmos objetivos de Relações Públicas: administrar o relacionamento entre a organização e seus diferentes públicos. Comunicação digital organizacional: 1. Cultura 2. Públicos estratégicos 3. Combinar cultura e as características do Público 4. Construção da estratégia de comunicação digital Dialogar de forma transparente é o novo imperativo nas estratégias online
  27. 27. Públicos do site
  28. 28. Análises Websites de redes sociais e sites de viagens e intercâmbio Análise dos sites de intercâmbio das melhores universidades brasileiras* Site da Diretoria de Relações Internacionais Comunidades de intercambistas da UFMG no Orkut *Segundo o Índice Geral de Cursos do Ministério da Educação - 2008
  29. 29. Entrevistas Entrevista com o Gerente de Relacionamento da DRI: Jerônimo Coelho Entrevistas com os intercambistas 2010 e 2009 Entrevistas com ex-intercambistas
  30. 30. Planejamento do site Uma rede social. Um meio de comunicação entre os participantes do intercâmbio da UFMG e entre esses e a DRI. Administrado pela DRI. Construído utilizando a plataforma Ning. Os membros podem se organizar em grupos e comunidades. Visualização da primeira página é aberta: divulgação do intercâmbio da UFMG através de fotos, vídeos, relatos no blog. Um grande “manual de viagens”
  31. 31. Objetivo do site com seus Públicos Alunos que vão realizar o intercâmbio: auxiliá-los na preparação da viagem Alunos que estão realizando o intercâmbio: espaço de socialização entre os alunos Ex-intercambistas: compartilhar experiência e manter contato com outros alunos Alunos candidatos ao intercâmbio: conhecer as universidades e lugares disponíveis para assim escolher um que seja coerente com suas necessidades Demais alunos da UFMG: conhecer o intercâmbio
  32. 32. UFMG pelo Mundo
  33. 33. Conclusão ‣ Iniciativa poderá fortalecer a expansão do Programa de Mobilidade Estudantil da UFMG no cenário mundial através de um suporte de comunicação mais ágil e eficiente. ‣ Facilidade de comunicação entre os alunos em escala global sem necessidade de grandes investimentos financeiros. ‣ Possibilidade de expansão do projeto para os alunos estrangeiros que a Universidade recebe.

×