Texto Lírico - Nocões de Versificação

49,242 views

Published on

Nocões de Versificação

Published in: Spiritual, Education
1 Comment
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
49,242
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2,194
Actions
Shares
0
Downloads
705
Comments
1
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Texto Lírico - Nocões de Versificação

  1. 1. Texto Lírico – Poesia
  2. 2. A poesia é uma arte muito antiga e sabe-se que todas as literaturas começaram com textos em versos. Quando ouvimos dizer um poema, sentimos logo que se trata de um texto especial, que nos comove de maneira diferente de todos os outros, pelo que se diz e, sobretudo, como o diz.
  3. 3. Texto lírico caracteriza-se por: Aspectos de Conteúdo: 1. Existência de um sujeito que revela e explora uma vivência interior.  2. Um mundo filtrado pela experiência de um sujeito (“eu poético” ou “sujeito poético”). Aspectos Formais/Linguísticos: 1. Escrita em verso  O poema apresenta uma mancha gráfica diferente da prosa 2. Predomínio da primeira pessoa gramatical 3. Musicalidade.
  4. 4. NOÇÕES BÁSICAS <ul><li>Verso: cada uma das linhas do poema, que pode ter sentido completo ou não. </li></ul>Estrofe: conjunto de versos; as estrofes encontram-se separadas por um espaço em branco. Estrutura Estrófica: as estrofes podem ser classificadas consoante o número de versos que a constituem
  5. 5. Estrutura Estrófica <ul><li>Número de de versos Classificação das estrofes </li></ul><ul><li>1 Monóstico </li></ul><ul><li>2 Dístico </li></ul><ul><li>3 Terceto </li></ul><ul><li>4 Quadra </li></ul><ul><li>5 Quintilha </li></ul><ul><li>6 Sextilha </li></ul><ul><li>7 Sétima </li></ul><ul><li>8 Oitava </li></ul><ul><li>9 Nona </li></ul><ul><li> 10 Décima </li></ul><ul><li>Mais de 10 Irregular </li></ul>
  6. 6. RIMA <ul><li>consiste na semelhança de sons, normalmente nas sílabas finais dos versos </li></ul>atribui-se uma letra a cada rima, pela ordem das letras do alfabeto Esquema rimático
  7. 7. Classificação da rima quanto ao seu lugar no verso As horas pela alam eda Arrastam vestes de s eda , Vestes de seda sonh ada Pela alameda along ada . a A rima é emparelhada porque rimam dois seguidos a b b
  8. 8. Nunca julgues que quem c anta É feliz porque é ilus ão : Nem sempre diz a garg anta O que sente o cora ç ão . a b a b A rima é cruzada porque os versos rimam alternadamente
  9. 9. Ó meu rel ó gio de s ol , Agulha de mar e ar . Minha rota sobre o m ar , Faixa da luz do far ol ! a b b a A rima é interpolada nos 1º e 4º versos porque estão separados por dois (ou mais) versos de rima diferente
  10. 10. Versos brancos ou soltos : não rimam com outros na estrofe . Tu estás em mim como eu estive no b erç o Como a árvore sob a sua cr osta Como o navio no fundo do m ar a b c
  11. 11. URGENTEMENTE É urgente o Amor, É urgente um barco no mar. É urgente destruir certas palavr as ó dio, solidão e crueldade, alguns lamentos, muitas espad as . É urgente inventar alegria, multiplicar os beijos, as sear as , é urgente descobrir rosas e rios e manhãs clar as . Cai o silêncio nos ombros, e a luz impura at é do er . É urgente o amor, É urgente permanec er . &quot; Poema composto por 14 versos distribuídos por 1 dístico e 3 quadras Presença de rima e Cruzada ( 3ª e 4ª estrofes) Versos soltos Profª Cristina Seiça APONTAMENTOS DE LPO e Interpolada ( 2ª estrofe)

×