Your SlideShare is downloading. ×
0
1
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”   JOINVILLE   SANTA CATARINA   BRASIL   ANO 2011                                      ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”          JOINVILLE        SANTA CATARINA          BRASIL            ANO 2011          ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”     JOINVILLE        SANTA CATARINA           BRASIL   ANO 2011                       ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”          JOINVILLE       SANTA CATARINA         BRASIL   ANO 2011                     ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”              JOINVILLE      SANTA CATARINA            BRASIL            ANO 2011APRESE...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”             JOINVILLE   SANTA CATARINA   BRASIL   ANO 2011presentes no seu cotidiano o...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                 JOINVILLE    SANTA CATARINA             BRASIL         ANO 2011       ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                  JOINVILLE       SANTA CATARINA            BRASIL        ANO 2011     ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                           JOINVILLE          SANTA CATARINA             BRASIL        ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                    JOINVILLE          SANTA CATARINA            BRASIL          ANO 20...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”              JOINVILLE      SANTA CATARINA           BRASIL         ANO 2011OBSERVAÇÃO...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                     JOINVILLE        SANTA CATARINA             BRASIL      ANO 2011  ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                      JOINVILLE   SANTA CATARINA        BRASIL         ANO 2011A Profes...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                         JOINVILLE           SANTA CATARINA          BRASIL            ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                   JOINVILLE     SANTA CATARINA             BRASIL          ANO 2011   ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”   JOINVILLE   SANTA CATARINA      BRASIL        ANO 2011                              ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                    JOINVILLE      SANTA CATARINA             BRASIL          ANO 2011 ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                      JOINVILLE      SANTA CATARINA             BRASIL           ANO 20...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”           JOINVILLE        SANTA CATARINA   BRASIL   ANO 2011AVALIAÇÃO FINAL DO PROJET...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                   JOINVILLE       SANTA CATARINA            BRASIL           ANO 2011 ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                     JOINVILLE      SANTA CATARINA          BRASIL         ANO 2011    ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”            JOINVILLE         SANTA CATARINA   BRASIL   ANO 2011                       ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                  JOINVILLE      SANTA CATARINA   BRASIL      ANO 2011                 ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                  JOINVILLE        SANTA CATARINA          BRASIL          ANO 2011    ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”              JOINVILLE    SANTA CATARINA       BRASIL       ANO 2011                  ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                    JOINVILLE          SANTA CATARINA          BRASIL          ANO 2011...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                  JOINVILLE      SANTA CATARINA            BRASIL          ANO 2011    ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                   JOINVILLE   SANTA CATARINA          BRASIL          ANO 2011        ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                    JOINVILLE         SANTA CATARINA             BRASIL        ANO 2011...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”          JOINVILLE    SANTA CATARINA           BRASIL          ANO 2011       Depois d...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                     JOINVILLE      SANTA CATARINA          BRASIL          ANO 2011   ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                   JOINVILLE         SANTA CATARINA   BRASIL   ANO 2011        Assim co...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                     JOINVILLE        SANTA CATARINA           BRASIL          ANO 2011...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                  JOINVILLE      SANTA CATARINA           BRASIL            ANO 2011   ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                   JOINVILLE      SANTA CATARINA           BRASIL         ANO 2011     ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                  JOINVILLE        SANTA CATARINA           BRASIL         ANO 2011come...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                  JOINVILLE        SANTA CATARINA            BRASIL         ANO 2011   ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                   JOINVILLE        SANTA CATARINA            BRASIL             ANO 20...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                JOINVILLE        SANTA CATARINA         BRASIL         ANO 2011        ...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                     JOINVILLE      SANTA CATARINA            BRASIL             ANO 20...
EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM”                   JOINVILLE     SANTA CATARINA   BRASIL   ANO 2011        A tartaruga ...
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Livro "Jovens Autores Construindo Valores"
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Livro "Jovens Autores Construindo Valores"

1,682

Published on

Livro "Jovens Autores Construindo Valores"

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,682
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Livro "Jovens Autores Construindo Valores""

  1. 1. 1
  2. 2. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 2
  3. 3. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 Cunha, Marlene Faria da. 2011- Jovens Autores Construindo Valores. Professora Regente: Marlene Faria da Cunha Mestre em Educação. Resultado do Projeto: Aprender e Brincar Autores: alunos dos 5ºs anos 02 e 04 – Ano 2011 EEB. “Professora Maria Amin Ghanem” EDITORIAL Escola de Educação Básica Professora Maria Amin Ghanem. Rua Adolar Pohl, 318 – Cohab- Aventureiro – Joinville – SC – CEP 89225-650 Fone: (47) 3467-6723- e-mail: eefpmag@sed.sc.gov.br Gestores: Tânia Mara Melo, Cleber Maliseski, Auricélia da Silva Lima Addor Diagramação: Professora Marlene Faria da Cunha Revisão: Leiri Aparecida Ratti 3
  4. 4. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 DEDICATÓRIA Dedicamos esse trabalho aos nossos pais que serão eternos faróis de seus filhos. 4
  5. 5. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 AGRADECIMENTOS Agradecemos a Deus que, com sua infinita graça, abençoou-nos, dando-nos compreensão, paciência e, acima de tudo, nos guiou pela mão. Com carinho especial agradecemos à Direção da Escola de Educação Básica Professora Maria Amin Ghanem, que compartilharam conosco os momentos de trabalho. Com muito respeito agradecemos aos pais de nossos alunos que ofertaram seu tempo para comparecer às reuniões e proporcionar a realização desse sonho. 5
  6. 6. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011APRESENTAÇÃO. Moreno quando diz: A escola é o espaço social que vem após a Considerando as dificuldades com aprendizado e indisciplina experiência familiar. [...] O ambiente escolar deve oferecer programas adaptados às situações concretasvivenciados pela professora regente e pelos demais profissionais com os dos jovens. [...] A mensagem educativa hoje, não mais se realiza apenas em uma direção (professor-aluno). [...]alunos do 4º ano e, sabendo que esta mesma turma de educandos iria O aluno é, antes de tudo, um projeto de vida, nunca umcompor o 5º ano em 2011, buscou-se alternativas para amenizar as mero receptor. [...] Hoje, precisamos potencializar uma pedagogia da esperança. Educar para a paz, para adificuldades vivenciadas e melhorar o aprendizado. tolerância, para a saúde. [...] incrementar a vinculação da ética com a educação, é preciso criar um novo estilo Com o objetivo de obter êxito nos trabalhos a serem realizados no no qual a pessoa possa aprender a conviver consigo mesma. [...]ano letivo de 2011, a professora regente pensou em desenvolver projeto que [...] O ambiente educacional escolar precisa abrir- -se para a sociedade sem perder sua vocação específica.proporcionasse oportunidades de crescimento de maneira responsável e [...] faz-se necessária uma pedagogia dinâmica, queconstrutiva nas diferentes situações sociais, utilizando o diálogo como exija regras para conciliar as exigências pessoais com as necessidades sociais. (Moreno, Ciriaco Izquerdo,forma de mediar conflitos e de tomar decisões individuais e coletivas. Educar em Valores. Ed. Paulinas 2005) Obter sucesso no aprendizado e na conduta dos educandos foi um Pensa-se na Educação como único caminho paragrande desafio. minimizar o problema de falta dos valores enfrentado hoje. A realização dos trabalhos concretizou-se com a aplicação do Valores são necessários para uma boa convivência.projeto “Brincar e Aprender” que tem como “ pano de fundo” o Programa O papel da educação nesse trabalho é criar relações entreCaráter Conta, trabalhado na escola e que serve de base para todos os conhecimento científico e literário, reflexão e ação.projetos. Considerando ser este um processo de longo prazo, A realização da impressão permitirá ao aluno se perceber integrante fazem-se necessárias a sensibilização, a informação e açõese agente transformador do meio, identificando seus elementos e as possíveis concretas na reflexão para escrever.interações, contribuindo ativamente para a melhoria social. O trabalho Realizar a edição e a impressão do livro possibilitará aostem seu norte ao se concordar com alunos manuseá-lo com frequência, o que permitirá terem 6
  7. 7. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011presentes no seu cotidiano os valores estudados e vivenciados noambiente escolar. O livro é uma amostra do aprendizado ocorrido. Seuobjetivo é compartilhar experiências e servir de estímulo paraoutros profissionais e para os próprios autores, para que outrasiniciativas aconteçam. Certamente “Uma visão sem uma tarefa éapenas um sonho. Uma tarefa sem uma visão é somente umtrabalho árduo. Mas uma visão com uma tarefa pode mudar omundo”. (Declaração de Mont Abu). 7
  8. 8. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 HISTÓRICO DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” A Escola de Ensino Básico Professora Maria Amin Ghanem Enquanto escola, no constante exercício desurge com a criação da COHAB do bairro Aventureiro no ano de 1986. observação ativa dos educadores, abraçamos nossosFoi fundada com o objetivo de atender a demanda de alunos oriundos das educandos com suas expectativas e frustrações, seusdiversas regiões do país _ os pais dos mesmos vinham em busca de temas de interesse e costumes, seus valores e crenças.melhor qualidade de vida “na cidade grande”, superlotando as escolas Damos continuidade aos traços de personalidade devizinhas. nossa patrona: liderança e disponibilidade; fidelidade e retidão de vida; simplicidade unida à amabilidade; Construída numa área de 10.876,82 m2 com 12 salas de aula de cumpridora de seus deveres; organizada,42 m2. A Escola iniciou seu trabalho pedagógico em 1987 com 752 compreensiva e caridosa; fé unida à oração.alunos distribuídos em dois turnos: matutino e vespertino. Em 2007 teve início o Ensino Médio. Hoje possui 19 salas deaula, 45 turmas em três períodos: matutino, vespertino e noturno, comaproximadamente 1.100 alunos matriculados. A escola conta com umabiblioteca e uma sala informatizada. Em 2011, aos vinte e cinco anos, educando a segunda geração, aclientela que contemplamos percebe a escola como tendo a finalidade depreparação para o trabalho, desejo de um futuro melhor, bom exercícioda cidadania, convivência e meio de aquisição de conhecimento. Estandoassim de acordo com as finalidades que a educação nacional propõe. Aescola é vista como veículo principal de ascensão social. 8
  9. 9. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 Sobre o “Programa O Caráter Conta” O Caráter Conta é um programa da ONG “Os Companheiros RESPEITO: Respeitar é valorizar as diferenças individuais,das Américas”, Virginia State University, executado em parceria com estimulando a aprendizagem e o crescimento mútuo.o IEPES – Instituto de Estudos e Pesquisas Sociais, e a Gerência SENSO DE JUSTIÇA: O senso de justiça é um dos maisRegional de Educação de Joinville. difíceis pilares do caráter, pois está na essência dos valores éticos. O principal objetivo é a construção de uma cultura de paz nas Frequentemente, as pessoas classificam como “justos” os atos que asunidades escolares, por meio de sistematização de valores nas favorecem e como “injustos” aqueles que não as favorecem.atividades escolares. ZELO: Do dicionário Aurélio, quer dizer: zelo é vocábulo de PROPOSTA DO PROGRAMA origem grega, conterrâneo de Hipócrates – e que significa dedicação, cuidado, desvelo ardente, por alguém ou por algo, pontualidade no Fortificar a vida de todos, com valores éticos, chamados seis serviço.pilares do caráter. SINCERIDADE: Agir de forma justa, honesta, leal, íntegra, Esses valores transcendem raça, credo, política, gênero e transparente, confiável e com imparcialidade. Ter sinceridade é manterriqueza. a honestidade, a coerência e a transparência como princípios DECLARAÇÃO DE ASPEM fundamentais nas relações com as pessoas. Educação para o caráter é, primeiro uma obrigação das CIDADANIA: Condição de cidadão. Indivíduo ou sujeito nofamílias; também é uma obrigação das comunidades de fé; das escolas, gozo dos direitos civis e políticos de um Estado. Entende-se aquijuventudes e outras organizações de serviços humanos. cidadão como uma categoria de mobilização e não de localização. VALORES OU PILARES RESPONSABILIDADE: Diz-se de quem deve cuidar de algo SINCERIDADE; RESPEITO; RESPONSABILIDADE; SENSO ou alguém e de mantê-lo em certa condição ou de quem deve realizar DE JUSTIÇA; ZELO; CIDADANIA; certa tarefa. 9
  10. 10. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 PROJETO APRENDER E BRINCAR. JUSTIFICATIVA ... “Professores e alunos debruçam-se sobre a realidade em que Este projeto terá como objetivo chamar à realidade dos vivem, juntos refazem os conhecimentos e criam novos sabereseducandos uma sensibilização e reflexão sobre suas admitindo interesses, estilos, ritmos de aprendizagem e formas deresponsabilidades de estudantes. trabalhar diferentes”. (SC. 1998; p.74). Certa de que os temas não serão esgotados, mas servirão de PROBLEMATIZAÇÃO:base para o cotidiano dos mesmos e de desafio para suas vidas. A falta de limites e de valores entre os alunos interfere na No projeto serão abordadas questões como: responsabilidade, aprendizagem e no bom convívio dos mesmos?respeito, zelo, cidadania, senso de justiça, sinceridade, afeto e outros. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES Também terá ênfase a importância da família como a célula  O educando deve desenvolver a linguagem como meio debase da sociedade. A importância da escola como espaço social onde ajustamento emocional e social nas mais diversas situações dao educando faz sua relação com o mundo e consigo mesmo, partindo vida.em busca de conhecimentos.  Comunicar as ideias, organizando-as em pensamentos claros e Esse projeto, assim como toda Educação deverá ser pautada completos. Construções de diferentes periodizações naem valores. Competência Linguística desenvolvendo assim a parte FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA gramatical. Na Competência Comunicativa o educando deve No documento maior de nosso Estado sobre Educação: saber quem fala (ou escreve), com quem fala, quando se deve“PROPOSTA CURRICULAR DO ESTADO DE SANTA falar, que finalidade tem a conversa e que nível de linguagemCATARINA”, o entendimento é explícito onde propõe uma postura deve-se usar. No desenvolvimento da Competênciada prática do currículo, um novo entendimento de aprendizagem e Argumentativa o educando irá desenvolver sua capacidade de persuadir e convencer o interlocutor sobre uma ideia,desenvolvimento dinamizando a relação professor e aluno. utilizando argumentos.  Posicionar-se de maneira, responsável e construtiva nas diferentes situações sociais, utilizando o diálogo como forma de 10 mediar conflitos e de tomar decisões coletivas.
  11. 11. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011  Posicionar-se de maneira, responsável e construtiva nas METODOLOGIA E PROCEDIMENTOS diferentes situações sociais, utilizando o diálogo como forma de mediar conflitos e de tomar decisões coletivas. Fevereiro 2011  Perceber-se integrante, dependente e agente  Lançar desafio da confecção de brinquedos com material de sucata (reciclável); transformador do ambiente, identificando seus elementos  Confecção das prateleiras para a colocação dos e as interações entre eles, contribuindo ativamente para a brinquedos. melhoria do meio ambiente. Março 2011 OBJETIVO GERAL:  Trazer os brinquedos para a sala;  Sorteio dos nomes (virtudes) para os Comemorar os vinte e cinco anos (25 anos) de fundação e brinquedos;trabalhos prestados pela Escola Maria Amin Ghanem à  Pesquisa sobre o significado dos nomes;comunidade da Cohab Aventureiro, trabalhando valores,  Trabalhar com desenhos e frases sobre odeixando cidadãos melhores para o mundo. significado dos nomes dos brinquedos;  Início dos trabalhos pelo pátio da escola. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Maio, Julho, Setembro, Outubro 2011  Desenvolver a capacidade de escrever com facilidade,  Realizar digitação das produções na Sala Informatizada; legibilidade e rapidez.  Enviar as produções para o e-mail da professora para as últimas correções.  Organizar corretamente as ideias, dando sequência aos Novembro 2011 assuntos.  Correção final dos trabalhos para a montagem do livro.  Usar a linguagem como expressão criadora.  Desenvolver a habilidade de falar, transmitindo as mensagens com clareza, precisão, fluência e objetividade. 11
  12. 12. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011OBSERVAÇÃO A observação do aluno em sua participação oral e ou escrita em sala de Às quartas-feiras trabalhar com as fábulas de Esopo aula.(Livro: A Magia das Virtudes, Editora Rideel) A autoavaliação do aluno sobre todos os conceitos e objetivos trabalhados pelo professor. Às sextas-feiras assistir aos filmes da Turma da Arca (ATurma da Arca é uma série infantil em DVD que tem o objetivode entreter e educar crianças por meio de histórias).AVALIAÇÃO Os critérios de avaliação levam em consideração doisaspectos fundamentais: avaliação da aprendizagem dos alunos apartir dos objetivos estabelecidos pelo professor, e avaliação doensino do professor a partir das respostas dos alunos. O alunoconstrói o seu conhecimento. É uma constante interação. A avaliação acontece de forma contínua, auxiliando oprofessor no acompanhamento permanente da classe e criandocondições para que verifique o aumento quantitativo e qualitativodo conhecimento de cada aluno. Através destes avanços, os alunosdevem reconhecer e falar sobre seus progressos e suasdificuldades. O processo de aprendizagem sendo quantitativo equalitativo o aluno deve saber aplicar o aprendizado adquirido nasua vida diária. 12
  13. 13. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 SOBRE A PROFESSORA Em 1982 inicia sua vida profissional como professora Marlene de Faria nascida no dia 05/ 01/1953 na cidade de na Escola Estadual Abdon Batista na cidade de Jaraguá do Sul.Itajaí. Filha de Helena Luiza de Faria e de José de Faria. Em Joinville, trabalhou na Escola de Educação Básica Foi alfabetizada por sua mãe. Aos oito anos de idade, já Governador Celso Ramos, na Escola de Educação Básicaalfabetizada, sai de casa sem autorização dos pais, vai para a escola Professora Jandira D’Avila, na Escola de Educação Básicalonge de casa dez minutos de caminhada, matriculou-se e teve o seu Conselheiro Mafra.primeiro dia de aula. Em 16 de fevereiro de 1987, a professora Marlene Concluiu o Ginásio Normal na escola Ginásio Normal Pai inicia seus trabalhos na Escola Estadual de Educação Básicado Livramento na cidade de Tijucas (1969); o curso Normal Professora Maria Amin Ghanem quando, pela primeira vez, aPedagógico no Colégio Normal Estadual Deputado Nilton Kucker escola abre as suas portas para receber seus alunos. Lecionouem Itajaí (1972). Ensino Religioso, Organização Social e Política do Brasil, Cursou a Faculdade de Pedagogia na Faculdade de Educação Moral e Cívica, passando mais tarde a lecionar nasEducação de Joinville (1988); Especialização em Psicopedagogia - séries iniciais do Ensino Fundamental.Faculdade de Educação de Joinvile (ACE) (1999); Mestrado em Em 1991 a professora abdica da estabilidade por tempoCiência da Educação na Universidade Tecnológica Intercontinental de serviço em caráter temporário para exercer o cargo deem Assunção (2010). professora efetiva na Escola Multisseriada Rio Branco no Aos quinze anos de idade perde sua mãe. Vai morar em município de Garuva.Itapema com seus tios Manoel e Rosa. Em Itapema conheceu seu Em 1992, por remoção, retorna à Escola Professoramarido. Casou-se aos vinte anos e passa a ter o nome de Marlene Maria Amin Ghanem, a pedido da direção e dos pais.Faria da Cunha. Logo chegam seus três filhos. Período em que sepromoveu a “do lar” para educar seus filhos. 13
  14. 14. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011A Professora Vanir Cristino Mattiola, diretora da EscolaProfessora Maria Amin Ghanem por nove anos, após a leitura “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o quedo trabalho de Mestrado da Professora Marlene, escreve: ensina.” (Cora Coralina) [...] Elaboravas e sei que continuas elaborando Projetos interessantes. Através de temas com palestrantes de renome: Psicólogos, Orientadores Educacionais, Médicos, etc. Trabalho voluntário! Passavas o dia na escola com alunos e pais, e envolvias também tua família, marido, filhos todos colaborando com as tuas atividades. - “A Sorvetada”, que festa! Vinham todos os pais, e se tornavam crianças. - O chá das mães - O chá dos pais Tarde de Recreação – Pais e Filhos. - Reuniões bem elaboradas com apresentação de trabalho dos alunos, poesias, interação; Um tira–gosto = modelo de aula participativa... Apresentação de trabalhos pelos alunos- Fui testemunha viva do teu desempenho em sala de aula, 5º ano 04. Chá na sala para os pais. querendo e buscando os pais para participarem ativamente na Educação dos Filhos. Marlene! Acredito como você que Educação se faz a quatro mãos. 14
  15. 15. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 SUMÁRIOAfeto e seus amigos-----------------------------16 Fé uma amiga para sempre --------------------44 Responsabilidade em ação----------------------75Maria e Afeto------------------------------------18 Amiga Harmonia -------------------------------45 As aventuras da minha amigaSolitário Pirata-----------------------------------19 Amiga Honestidade ----------------------------47 Responsabilidade --------------------------------76Alegria, Alegria----------------------------------21 O que aprendi------------------------------------49 História de um menino e seu robô-------------77O dia de chuva-----------------------------------22 Água é importante-------------------------------50 Amigas inseparáveis-----------------------------79Junto e Misturado--------------------------------24 Meu carrinho falante----------------------------52 O cachorro amigo--------------------------------80O Programa Clip Musical ----------------------25 O Senhor Bom Humor--------------------------54 Serenidade com muita diversão----------------81A conversa ---------------------------------------27 Liberdade e as minhas histórias---------------56 Sinceridade---------------------------------------82Compreensão em aprender uma lição---------28 O barquinho Mansidão-------------------------58 A menina órfã------------------------------------83As belas aventuras ------------------------------30 Os amigos----------------------------------------60 Meu amigo Solidariedade-----------------------85Viagem ao fundo do mar ----------------------32 A natureza pede socorro------------------------62 Solidariedade-------------------------------------87Cidadania e Beatriz ----------------------------34 A nova escola------------------------------------63 História do Sonho--------------------------------89João, o reclamão --------------------------------36 Aprendendo com a Paz-------------------------65 Nossas aventuras---------------------------------91A ajuda-------------------------------------------38 Perdão e Janderson------------------------------67 Zelo------------------------------------------------93Meus amigos brinquedos ---------------------39 Aprendendo com amizade---------------------69 Brincando e zelando-----------------------------95A boneca Esperança ---------------------------41 Josiane e Respeito-------------------------------71 Minha amiga Verdade--------------------------96Fé-------------------------------------------------43 Um bom trabalho--------------------------------73 Tudo novo no final de ano---------------------97 15
  16. 16. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 AFETO E SEUS AMIGOS. burro. Eu sou Calebe, um menino de dez anos. Tenho um amigo muito _Não lobo, não tenho medo, se me devorar, ficaráespecial, feito por mim com muito carinho, seu nome é Afeto. Gosto de com esse espinho em sua garganta para sempre.passear com Afeto pelo pátio da escola onde damos asas às nossas Então o lobo lançou um olhar desafiador para oimaginações. Nós dois conversamos muito e, especialmente hoje, burro e disse que ia ajudá-lo.sentado no banco de pedra da praça de leitura, debaixo da árvore, Quando o burro foi erguer as patas para que o loboolhando os raios do sol entre os ramos, ficamos a imaginar a cena de tirasse os espinhos ele lhe deu um coice tão forte que ouma das histórias de Esopo, contada pela professora. Agora nós temos lobo voou para o outro lado, perto da floresta.que recontá-la, mas podemos usar nossa criatividade. _Você Afeto, sabe qual é a moral dessa história? Usando minha criatividade e a de Afeto, imaginamos que, certa _Creio que a moral dessa história não tem nada devez, estava um burro calmamente saboreando uma grama fresquinha e afeto. Respondeu Afeto. A história que a professora leusuculenta quando percebeu que havia algo errado. Continuou sua para nós era “O lobo e a cegonha” e a moral “Não espere arefeição atento ao que estava para acontecer: um lobo o observava. gratidão de todos”. _E agora, o que farei? Como vou escapar dessa? Pensou o burro. _Afeto, como modificamos a história, podemos _Tenho que encontrar uma saída!....Já sei!... Vou fazer uma mudar também a moral.armadilha! Imediatamente o burro colocou seu plano em ação. _Já sei! O que você acha dessa moral: Nunca _Socorro! Socorro! Tem espinhos em minhas patas. Meu Deus, menospreze alguém, pois você pode se surpreender. Dissequem me ajuda? Gritou o burro. Afeto. O lobo então se aproximou. _Amei essa sua ideia. Precisamos voltar para sala e O burro que não era bobo falou: ler nossa história. Espero que a professora goste do nosso _Você pode me ajudar tirando esses espinhos de minhas patas? trabalho. O lobo perguntou: _Você não tem medo de mim? Sou um lobo e aprecio carne de 16
  17. 17. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 AVALIAÇÃO FINAL DO PROJETO O projeto foi bom porque aprendi muitas coisas especialmente os valores como respeito, carinho e outros. Maria Cristina SadlovskiAVALIAÇÃO FINAL DO PROJETOGostei muito do projeto. O meu valor é afeto,aprendi seu significado e também sobre osoutros valores como amizade, fé e sinceridade.Calebe Elias dos Santos de Oliveira AFETO  Sentimento de afeição, amizade. 17
  18. 18. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 MARIA E AFETO. opinião e a tomar decisões confiantes. Oi! Meu nome é Maria. Gosto desse nome porque significa Quarta-feira é o dia do nosso projeto. Dia em que aBem Aventurada. É o mesmo nome da mãe de Jesus. Tenho dez anos e professora lê três histórias. Às vezes são fábulas, outras vezes sãoestou no quinto ano do Ensino Fundamental. contos populares. Numa manhã linda de sol, vim para a escola. A professora Na sexta-feira assistimos aos filmes da Turma da Arca. ÉMarlene pediu aos alunos que fizessem um brinquedo com material bem legal. São histórias bíblicas trazendo sempre lições para areciclado. nossa vida. Quando cheguei em casa coloquei os pensamentos “em Tanto na quarta quanto na sexta-feira podemos caminharmovimento”. O que fazer? Pensei....Um boneco de caixa de leite! pelo pátio e escolhermos onde trabalhar. Gosto de trabalhar naPartimos para a ação. Uma caixa de leite, um pedaço de lã marrom praça da leitura debaixo das árvores. Quando as manhãs estãopara fazer os cabelos, uma gravata borboleta, um pedaço de pano cheias de sol é muito bom trabalhar na praça. As histórias ficambranco e dei o nome de Afeto. mais emocionantes. Quarta-feira, dia de passear e apresentar a escola para nossos Temos aprendido muito. Esse ano é muito diferente dosamigos brinquedos. Afeto ficou emocionado por estar na escola. outros que já tivemos. Aprendemos coisas sérias brincando. FicaFalou–me que vai me ajudar a fazer os trabalhos. Quem ficou fácil. Agora estamos aprendendo a colocar no nosso cotidiano oemocionada, agora, fui eu. que aprendemos. Assim estamos construindo nossos valores. Temos trabalhado bastante. Na terça-feira temos o ProgramaEducacional de Resistência às Drogas (PROERD). Esse programa émuito importante porque tem o objetivo de prevenir o uso de drogas ea violência entre estudantes. As aulas são ministras por um PolicialMilitar. Nas aulas do PROERD aprendemos sobre os malefícios docigarro, da maconha, do álcool e dos inalantes. Aprendemos a ter 18
  19. 19. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 O SOLITÁRIO PIRATA. No dia seguinte, lá vinham novamente seus pensamentos: Meu nome é Talita Maria, tenho onze anos. Sou muito feliz. Tenho _Será que me chamarão de louco, irão dizer que sou horrível?um amigo muito especial. Esse brinquedo tomou forma em meu pensamento Que não sirvo para ser amigo de ninguém e que devo voltare em minhas mãos no início das aulas quando a professora fez uma proposta para o mar. As pessoas não querem ser minhas amigas, poisde trabalho. elas têm medo de mim. _Faremos brinquedos de sucata para serem nossos amigos durante o Até que, num belo dia de sol, o pirata resolveu que aano. Esses brinquedos receberão nomes de valores de suma importância em alegria não seria mais o disfarce de sua tristeza e solidão. Anossa vida. O básico para viver bem. Os nomes serão escolhidos através de alegria seria completa em sua vida daquele momento emsorteio e, com estes nomes cada aluno trabalhará aprendendo sobre seu diante. Foi quando sua dona e amiga Talita entrou no quarto,significado.Explicou a professora para arrumar-se, pois, era hora de ir para a escola. Olhou para o Meu amigo brinquedo e eu escrevemos muitas histórias pirata sorrindo disse:interessantes. Agora você descobrirá quem é meu amigo e como ele é. _Hoje você também vai para a escola. Lá você terá Certa vez um pirata.... Seu nome? Alegria!... Era muito alegre, tinha muitos amigos interessantes e me ajudará a fazer as tarefas.um nariz muito empinado e tinha muito orgulho de si mesmo. A princípio o pirata ficou com muito medo, afinal, Costumava navegar por águas turbulentas, mas sempre que o medo estava fora do mar. Pensou e resolveu enfrentar a situação.das ondas revoltas chegava invadindo seu peito, controlava-o com alegria. Alegria resolveu que não seria mais solitário em umO pirata cantava, saltava, ria de alegria. Tudo isso era só um disfarce para a navio e que daria chances para novas amizades. O piratasua tristeza e solidão. aprende que não importa se ele vai ser aplaudido ou vaiado, o O pirata que se dizia tão alegre, na verdade, sentia a falta de amigos. importante é lutar pelo que acredita e ser feliz.Então pensava com seus botões: Hoje ele é feliz. Está rodeado de amigos que fez na _“Por que ninguém quer ser meu amigo? Será que sou tão feio escola e vive contando suas peraltices de homem do mar paraassim? Ou sou chato demais?” os outros brinquedos que ficam juntos na prateleira da sala de Sempre que pensava assim tomava a decisão de sair do mar e fazer aula.amigos. MORAL: Tentar e fracassar é pelo menos aprender. 19 Não fazer a tentativa é sofrer a inestimável perda do que poderia ter sido.
  20. 20. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011AVALIAÇÃO FINAL DO PROJETOAchei bacana as aulas do projeto. Tive aoportunidade de desenvolver o ladoescritora”. Thalita Maria Hlena Machado ALEGRIA, Contentamento, prazer moral, vivo, brilhante. 20
  21. 21. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 ALEGRIA, ALEGRIA. Stefany é uma menina com onze anos. Alegre e peralta, gosta muito Assim Stefany fez seu brinquedo. Na escola,de passear. Ama conhecer lugares. Desde muito cedo viaja com seu pai. brincam e trabalham juntas. Elas têm aprendido a fazerQuando estava na barriga de sua mãe viajava bastante. Talvez por isso, hoje, reciclagem, a economizar água e energia. Aprenderamgosta tanto de passear. sobre alegria, que é importante para as pessoas. Esse ano Stefany está em outra escola, tudo diferente. Sua professora, Quando as pessoas estão alegres ficam mais bonitas ecerto dia, pediu para cada um fazer o seu brinquedo com material reciclado. simpáticas. Estão aprendendo também sobre outrasStefany amou a ideia. Agora iria ter um amigo brinquedo na escola. O nome virtudes: solidariedade, paciência, honestidade,do brinquedo seria Alegria. responsabilidade, sinceridade, respeito e muitos outros. Quando a menina chegou em casa estava muito contente, cantava epulava de alegria. Sua mãe perguntou qual o motivo de tanta felicidade. EntãoStefany explicou que tinha que construir um brinquedo com material reciclado VALIAÇÃO FINAL DOe que seu nome seria Alegria. Esse era um nome perfeito para um brinquedo e PROJETOespecialmente para ela. Foi bom. Aprendemos Então sua mãe perguntou se ela sabia o que fazer de brinquedo. sobre osStefany respondeu que sabia exatamente o que fazer. valores, a reciclar e a _Meu brinquedo será uma boneca com o corpo de papelão, cabeça de zelar pelaspapel, braços com palitos, lã para o cabelo e a boca, os olhos e o nariz serão nossas coisas. Stefanypintados. Serei muito feliz com Alegria. Gabrielli de Souza 21
  22. 22. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 O DIA DE CHUVA. João é um menino com doze anos. Ele faz parte da Turma do A energia chegou. Ninguém pensou mais no vídeo game.Bem. Um dia, João, Leonardo e Klysman estavam esperando os outros Cada um contou várias histórias. As horas passaram rápidas eamigos para jogarem bola. De repente, o céu ficou muito escuro e ninguém percebeu que a chuva tinha cessado, já era noite, cada umcomeçou a chover. tinha que voltar para casa. João convidou os amigos para irem até sua casa. Lá poderiam Já em sua cama, quando foi dormir, João pensou sobre osjogar videogame. Quando ia iniciar o jogo faltou energia. Agora tinham momentos legais que viveram naquela tarde, mesmo sem jogar bolaque inventar outra brincadeira. Klysman teve a ideia de contar e sem videogame. Quanta coisa ele e seus amigos tinham aprendidohistórias. e nem haviam percebido. Leonardo perguntou: _Por falar em histórias, o que vocês acharam da ideia maluca da Autor: João Vitor Floriano. Sou um menino com onze anos,professora: fazer brinquedos e levar para sala, passear no pátio, escrever estou no quinto ano. Meu brinquedo recebeu o nome de Perdão.histórias e depois lê-las. No final do ano fazer um livro?! Gostei do nome que meu brinquedo recebeu porque perdoar é um Klysman respondeu: mandamento de Deus. Sei que perdão é um valor muito importante para todos. _Penso que no início do projeto todos os alunos acharam a ideiamuito louca. Mas agora, estou achando bem legal trabalhar no pátio. O meu brinquedo foi feito com cuidado e carinho. Não foi fácil, não tenho muito jeito para fazer brinquedos. Mas gostei do João contou que para fazer seu brinquedo teve muitas ideias que meu amigo Perdão.não deram certo. Até que fez um boneco com garrafa pet que recebeu onome de Perdão. Gostou muito desse nome porque perdão é umavirtude muito importante e que pode salvar a humanidade de muitasguerras. 22
  23. 23. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 AVALIAÇÃO FINAL DO PROJETO Gostei muito porque os trabalhos foram no pátio. Às vezes (poucas), a gente fugia e jogava bola. Amei os filmes da Turma da Arca e as histórias lidas pela professora. João Vitor FlorianoMANSIDÃO Qualidade de manso, serenidade,suavidade nas palavras ou na voz. Que não échegado a brigas. Pessoa pacífica. 23
  24. 24. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 JUNTO E MISTURADO Sou um menino chamado Marcos, com onze anos de idade,estou no quinto ano. Sou muito tímido e, às vezes, isso me atrapalha.No início do ano a professora pediu para que cada aluno fizesse umbrinquedo com material reciclado. Fiquei contente porque agora vou AVALIAÇÃO FINALter um amigo na sala. DO PROJETO Foi ótimo porque a Em casa pensei em fazer vários brinquedos, nada deu certo. gente aprende a sePensei um pouco, peguei uma garrafa pet e fiz meu boneco, pintei de desenvolver. Marcos de Oliveiravermelho e branco. O meu amigo ficou sendo um Papai Noel querecebeu o nome de Amizade. Achei legal. Combinou Papai Noel eAmizade. Gosto de trabalhar no pátio. Somos livres para escolher o AMIZADElocal, podemos brincar um pouco, conversar e depois criar nossa Sentimento de amigo.história para ser lida na sala. Gostei dos filmes da Turma da Arca e A amizade envolvedas histórias lidas pela professora. afeto, admiração, companheirismo e O meu local preferido para trabalhar é na praça da leitura, tolerância, em qualquerdebaixo das árvores. Ao ar livre parece que nossa imaginação circunstância, seja demelhora. Aprendi sobre os valores e que a amizade é importante. A dor, seja de alegria.amizade do verdadeiro amigo não morre, fica mais forte. Esse ano foi legal, foi uma mistura de brincadeiras eaprendizado. Vou ter saudades. 24
  25. 25. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 O PROGRAMA CLIP MUSICAL. Relembramos todas as histórias contadas pela professora e as que Sou o Viktor, meu amigo inseparável é o “Amor”. Construí assistimos nos filmes da Turma da Arca e da Turma da Mônica.o Amor com muito carinho. É um palhaço muito colorido feito com Eram muitas: sobre a importância da água e do meiotampas de garrafas plásticas. Meus pais me ajudaram na construção ambiente, a valorizar a vida, a termos solidariedade, valorizardo meu amigo. Gosto de passear e brincar pelo pátio da escola com nossa família, termos opiniões próprias, tomarmos decisõesele. acertadas, sermos humildes, respeitarmos as diferenças e os outros. Certo dia, após ter passeado pelo pátio da escola e O bate-papo estava bom. Agora era hora do recreio. Fui atéconversado bastante, voltamos para a sala de aula. Meu amigo a sala, coloquei meu amigo na carteira, e saí para fazer o lanche eacomodou-se em cima da minha carteira e eu iniciei minhas brincar com os outros amigos.atividades de matemática quando, de repente, a luz da escola acabou Retornamos às aulas, fizemos atividades de Geografia, dee todos nós gritamos: História e de Ciências e os textos foram pequenos e legais. Nesse _Haaaaaaaaaaaaaaa!!! dia preciso voltar com o meu amigo para casa. Preciso consertá-lo A professora pediu para que todos se acalmassem que ela porque estava com um problema.iria verificar o que havia acontecido. Pensávamos que um carro Chegando em casa, tomei banho, jantei, fiz minhas tarefas.tinha batido em um poste. Felizmente foi só um fio de luz que tinha Assistimos aos clipes de músicas. Meus pais deixaram assistirmosarrebentado. ao Rock In Rio. Foi muito legal essa noite. Dormi com meu amigo A luz estava demorando a chegar e na sala de aula, estava em casa.um pouco escuro, então a professora deixou que trabalhássemos nopátio coberto, nas mesas da merenda. Outra opção eram as mesasna praça da leitura, debaixo das árvores, como estava um temponublado, para chover, o melhor era trabalhar no pátio coberto. Lá fomos novamente, eu e meu amigo Amor. Quandoterminei minhas atividades de matemática, a luz ainda não tinhavoltado, ficamos conversando. 25
  26. 26. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 AVALIAÇÃO FINAL DO PROJETO AMOR Grande afeição de uma pessoa Achei muito legal fazer o projeto porque por outra. Grande amizade, simpatia. O aprendi a dar valor a todos e a tudo o que amor é considerado o maior de todos os temos. Viktor Philippi Silva sentimentos. 26
  27. 27. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 A CONVERSA Sou o Elias, um menino feliz, que estuda no quinto ano. Sou Que não devemos atrapalhar os outros, mas sempre ajudá-los,curioso e este ano tenho um amigo que foi feito pelas minhas mãos. É sermos amigos e educados.um avião feito de madeira e papelão, material reciclado. Eu o batizei de _Sabe Compreensão, quero te agradecer. Estás sendo muito“Compreensão”. importante ao meu lado esse ano. Nossas conversas me ajudaram a Toda quarta-feira e sexta feira, passeamos juntos pelo pátio da entender melhor as lições. Sou grato a ti e a todos que me ajudaram.escola. Em uma dessas quartas-feiras, com o dia ensolarado, _Já estamos quase terminando o ano, vou sentir saudades. MasCompreensão e eu sentamos embaixo das árvores da praça da leitura. vamos esquecer isso por um tempo e vamos ser felizes esse ano eNesse dia, Compreensão emprestou-me um livro. Antes de iniciar a sempre.leitura tivemos um longo bate-papo sobre tudo o que já havíamosaprendido juntos. Relembramos a história do terreno baldio onde Carlos e João MORAL:queriam que os colegas pagassem pedágio ao passar ali. Até que Seja um bomMateus, Janderson e seus pais resolveram a situação. Foi muito amigo, e muitosengraçada essa história e com ela aprendemos que sempre devemos amigos você terá.fazer as coisas certas. Ouvimos histórias, assistimos a vários filmes e depois,tínhamos que escrever sobre eles. Em cada um houve uma lição. Aslições que ficam em nossa mente são bem legais. Aprendemos que ébom sempre falarmos a verdade e não devemos mentir. AVALIAÇÃO FINAL DO PROJETO O trabalho do projeto foi muito bom porque aprendi muitas lições. Se eu tivesse que atribuir uma nota seria dez. A professora teve uma feliz ideia com esse projeto. Cada história tem uma lição para nos orientar em nossa formação de adulto. Elias Tiago Eggers 27
  28. 28. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 Compreensão em aprender uma lição. Disse que iria esperar ansioso a quarta-feira chegar para Sou Klysman, um menino de doze anos, que está no quinto ano. ir morar na escola.Um dia minha professora pediu para fazermos um brinquedo de material Chegou o dia de levarmos nossos brinquedos para areciclado. Fui para casa pensando nisso. Quando cheguei fui tomar água escola. Eu estava lá com o meu boneco Compreensão, estávamosde uma garrafinha que estava na geladeira, terminei e encaminhando-me orgulhosos um do outro.para o lixeiro, pensei: Ao entrarmos na sala, colocamos nossos brinquedos na _Isso pode ser o meu boneco. Fui correndo até minha mãe e prateleira de madeira. Fizemos algumas atividades, depois aminha avó e perguntei se elas poderiam me ajudar. Mamãe fez um professora nos liberou para passearmos com nossos brinquedossuéter. Vovó preparou os cabelos estilo “Bob Marley”. Fiz a boca, os apresentando a eles nossa escola. Poderíamos escolher um cantinhoolhos, o nariz e ajudei vovó a fazer o chapéu. Foi assim que meu amigo só nosso, no pátio, onde pudéssemos sentar, conversar e escreverfoi criando vida e logo começou a falar comigo. nossas histórias sobre as virtudes ou valores que são trabalhados no _Olá! Quem é você? cotidiano. _Olá, sou o Klysman, seu criador. Nosso primeiro passeio foi interessante. Encontramos _Klysman e qual é o meu nome? Thiago e seu amigo Mansidão. Um pouco depois, Willian e _A professora irá fazer o sorteio dos nomes amanhã. Sinceridade e muitos outros amigos que também passeavam. O _Ah! Então eu vou para a escola? primeiro canto para conversar escolhido foi o campo de futebol _Sim, mas, só na quarta feira. Primeiro tenho que saber qual onde gosto de fazer gols nas aulas de Educação Física.será seu nome, escrevê-lo bem bonito e colocá-lo em você. Em outros passeios que fizemos juntos, Compreensão Na segunda-feira fui para a escola. Na hora do sorteio, o nome contou que a primeira noite quando ficou na prateleira da sala dedo meu amigo... “Compreensão”. Voltei para casa bem depressa para aula sentiu muito medo. Perguntei por que, então ele contou:contar a novidade a todos os meus familiares. Meu amigo gostou muito do nome que recebeu: Compreensão.Achou muito charmoso. 28
  29. 29. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 _Naquela noite, quando todos vocês foram para casa, um vento apareceuna sala e fazia: vuuuuuvuuuuuuuu... Saí correndo e a porta fechou. Pensei emsair pela janela e também fechou. Uma voz que dizia: “vou pegar você”.Tremendo e suando, pensei em abrir o olho e conhecer o fantasma assustador.Quando meus olhos se abriram vi que fantasmas não existem. Foi apenas umpesadelo. Conversando com meus amigos, que também são brinquedos,chegamos à conclusão que isso tudo aconteceu por medo de ficar só à noite naescola longe do meu criador e amigo Klysman. Durante o ano trabalhamos bastante juntos, Compreensão ajudou-memuito. Mas, certo dia, percebi que ele estava triste. Então perguntei o que estavaacontecendo. Depois de muito perguntar, ele confessou: _Está chegando o final de ano e com certeza serei deixado de lado edepois colocado no lixo. AVALIAÇÃO FINAL DO PROJETO Gostei muito do projeto porque foi algo novo e divertido. Então falei: Aprendi a dar valor, ao meu valor, compreensão. Assim _Nada disso! Eu o criei. Você é meu amigão. O final de ano vai chegar, pude compreender muitas pessoas. Klysman Adriel Merino Pinheiromas você irá para minha casa morar em meu quarto. Nas férias faremos váriasaventuras como ir visitar meu amigo Thiago e Mansidão, poderemos visitaroutros amigos. Provavelmente esse final de ano iremos juntos para Salvadorvisitar meus avós. _Que aventura! Vamos viajar de avião? perguntou Compreensão. _Sim, será realmente uma aventura. Salvador é uma cidade muito bonitae lá é muito especial, afinal é a casa de meus avós. COMPREENSÃO Ato de compreender, alcançar com a inteligência, entender. 29
  30. 30. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 AS BELAS AVENTURAS. Com a ajuda dos meus pais, caixinha de papelão e papel, em um Durante este ano, Carinho e eu temos feito belos passeiosdomingo, construí meu amigo que recebeu o nome de Carinho. Nesse pelo pátio da escola. Escrevemos bastante. Colocamos nossadomingo estudei muito porque na segunda-feira teria prova de Matemática. imaginação para funcionar. Tem dado certo.Seria uma prova relâmpago, todos nós, alunos, iríamos ao quadro. De todas as histórias que escrevemos a que mais gostei Quando meu amigo ficou pronto falei para ele: foi sobre: O amigo imaginário. _Olá amigo, meu nome é Camila, o seu nome é Carinho e de hoje Escubi era um cachorrinho muito carinhoso. Mas,em diante seremos bons amigos. Hoje estou estudando bastante porque quando alguém mexia na sua comida ou no seu osso, ficavaamanhã terei prova de Matemática. Você irá comigo para a aula amanhã, muito nervoso. Em uma bela manhã de sol, Escubi olhou navou colocá-lo atrás na prateleira feita especialmente para você e outros parede do muro e viu um cachorro. Todos os dias, Escubi iaamigos que estarão lá. Terás um lugar especial, poderá me olhar e, quem visitar seu amigo ali, naquela parede. Brincava com ele, dividiasabe, até me ajudar. Mas agora precisamos dormir. Boa noite! sua comida e água. Quando a noite chegava Escubi procurava No dia seguinte chegamos, na escola quando o portão abriu. Fomos por seu amigo, latia muito e seu amigo não aparecia. Ficavaaté o pátio coberto estudar um pouco mais. Quando o sinal bateu, fomos muito triste.para a sala. Coloquei Carinho em um lugar especial onde pudesse me ver. Até que em uma noite, ele viu o portão aberto e saiuQuando fui fazer a prova Carinho teve o maior orgulho de mim porque tive rapidamente procurando seu amigo. O que ele não sabia quea maior nota. Ficamos muito contentes. seu amigo era sua própria sombra refletida no muro. No outro Outro trabalho para fazer. Agora sobre o meio ambiente e água. dia, bem cedinho, seus donos perceberam que Escubi haviaPrecisava pesquisar nos livros e na internet. Carinho me ajudou, foi um bom desaparecido e que o portão estava aberto. Decidiram procurá-trabalho. Aprendemos a economizar água e energia. Isso é muito lo porque Escubi tinha sido um presente de aniversário para aimportante. pequena Maria e se não o encontrassem ela ficaria muito triste. 30
  31. 31. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 Depois de algumas voltas de carro encontraramEscubi dormindo em uma praça. Estava cansado de tantoprocurar seu amigo. Quando chegaram em casa, Maria tevea ideia de comprar para Escubi um cachorro de pelúcia ecolocar em sua casinha, assim ele teria um amigo parabrincar quando quisesse. Neste ano escrevemos sobre Respeito,Responsabilidade, Senso de Justiça, Amor, Paz, Fé,Solidariedade e sobre muitos outros valores. Assim temosaprendido. CARINHO Afeto demonstrado, cuidado. AVALIAÇÃO FINAL DO PROJETO Adorei fazer o projeto porque tive que usar minha imaginação e muita criatividade. Camila Tereza 31
  32. 32. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 VIAGEM AO FUNDO DO MAR Durante esse ano tivemos muitas aventuras: O dia da Em um domingo, quando estava caminhando próximo à minha preguiça onde aprendemos que temos que obedecer e fazercasa, vi algo refletindo uma luz. Fui até lá e vi que era um pedaço de nossas tarefas. O cachorro e sua sombra onde aprendemos queplástico. Era o que estava faltando para juntar com uma garrafa plástica e não devemos ser egoístas e devemos valorizar o que temos.um pedaço de tecido para que eu pudesse confeccionar o brinquedo. Seria A aventura que mais gostamos foi: “Viagem ao fundoum boneco e receberia o nome de Carinho. Alguns dias ele ficou em meu do mar”. A galerinha, depois de estudar sobre o meio ambientequarto. Certo dia, quando levantei, observei que ele estava triste e e a importância da água, ficou muito preocupada com operguntei: Planeta. Para aumentar essa preocupação ainda assistiram a um _Parece que você está triste, o que está acontecendo? documentário na tv sobre: “O que estamos fazendo com nosso _Sim estou triste! Você sai todas as manhãs e eu fico aqui Planeta?”sozinho. Outro dia, na escola, o comentário era geral. A galerinha _Não se preocupe, amanhã você irá para a escola comigo. resolveu pensar em um plano para ajudar o Planeta. Quando falo _Amanhã!? Não pode ser hoje? da galerinha estou falando de uma turminha bem esperta. Fazem _Não, amanhã é o dia marcado pela professora para que todos os parte da galerinha Gabriela, Gustavo, Luana e Gabrielly.alunos levem para a sala os seus brinquedos. Tenho certeza de que você Pensaram bastante e resolveram unir o útil ao agradável. Fazergostará muito. Agora estou atrasada e vou para a escola. Até depois! uma viagem ao fundo mar! _Tudo bem, eu espero. Até depois! No outro dia, na sala de aula, foi uma festa. Apresentei Carinhopara a minha amiga Julia e seu brinquedo Solidariedade, Josiane eRespeito. Carinho achou tudo legal e fez amizades. 32
  33. 33. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 Assim conheceriam e aprenderiam sobre o fundo do mar. Depoispoderiam contar aos outros e pedir ajuda para não poluir as águas etambém não desperdiçá-la. Mas tinha um problema: como fazer essaviagem? Ao lerem na Bíblia a história de Noé, tiveram a brilhante ideia deconstruir um barco. Agora é que os problemas começavam. Concluíramque tudo fica mais fácil quando criança pede ajuda aos adultos. Entãopediram ajuda ao tio de Gabriela. O senhor Mateus já tinha trabalhado emconstrução de navios e também como professor de mergulho. O submarinodemorou um tempo para ficar pronto. Até que não foi tanto tempo assim.Foi construído com bastante material reciclado. AVALIAÇÃO Quando ficou pronto o submarino, a viagem foi uma festa. Todos FINAL DO PROJETOpuderam ver como o fundo do mar é lindo! Observar os peixes. Cada um Foi legal. Aprendi acom o seu colorido e tamanho diferente. Também teve tristeza por ver que fazer amigos e sobre os valores comoo mar já está tão poluído. respeito, sinceridade, Ao voltar da viagem puderam mostrar as fotos para todos os zelo e cidadania. Juliana Rondon deamigos e organizar uma limpeza da praia mais próxima. MelloMORAL: É nas pequenas coisas que se faz a diferença. 33
  34. 34. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 CIDADANIA E BEATRIZ Ficou legal, o levei para a escola, ficamos juntos pouco Sou Beatriz, tenho onze anos e estou no quinto ano. Tenho amigos tempo. Esse tempo que ficamos juntos na escola foi muito agradável.incríveis e uma professora legal. Em uma terça-feira tudo mudou. Minha Meu amigo teve problemas de ordem física, foi caindo o nariz, depoisprofessora é maluquinha. Não é a professora maluquinha do Ziraldo. Mas é o rabo. Não tive opção a não ser levar para casa e consertá-lo, o quemaluquinha. Vejam o que ela pediu: para cada aluno fazer o seu brinquedo não deu certo. Meu amigo ficou muito sensível. Tive que criar umcom material reciclado. Depois de fazermos algum trabalho, a professora irá novo brinquedo. E agora? Uma boneca!reuni-los e montar um livro. É maluquinha ou não é, a minha professora? Com um frasco de xampu na cor rosa, cabelos azuis com Ouvi o pedido da professora e fui para casa pensando no que iria mexas roxas, os olhos pintados com o canetão preto, a roupa feita defazer. Sentei no sofá e pensei em fazer um cachorro. Não deu certo. papel de presente. Minha amiga boneca recebeu o nome dePensei...Pensei ...De repente surgiu a ideia de um porquinho que será feito Cidadania.com material reciclado como por exemplo o plástico, que é matéria morta. Cidadania é ter condição de cidadão, quer dizer, termos Iniciei meu trabalho com muita dedicação. Quando estava colocando direitos, direito à vacinação, educação de qualidade, termos posse doos olhos ouvi uma voz, alguma coisa falando comigo. Olhei para um lado e que temos, ao emprego e muitos outros direitos. Por isso minhapara o outro, olhei para baixo e fiquei assustada. Era o porquinho falando amiga é importante.comigo. Perguntou se eu poderia colocar o olho dele um pouco mais para a Juntas temos descoberto muitas coisas importantes, tambémesquerda. Assustada falei: aprendemos muito. Criamos muitas histórias legais como: “O _Sim claro! Coração de Mãe” e “O Senhor Mau Humor”. Cada história teve a sua _Obrigado! Posso fazer uma pergunta? importância e deixou um aprendizado que nunca esquecerei. _Sim, pode falar. _Você é minha amiga? _Se sou sua amiga? É lógico, em primeiro lugar sou sua criadora.Com certeza seremos bons amigos. Mas agora preciso terminar você. 34
  35. 35. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 AVALIAÇÃO FINAL DO PROJETOFoi legal porque nesse momento vivemos no mundode imaginação. Criar os brinquedos foi umaexperiência incrível.. Beatriz Leite Inácio CIDADANIA Indivíduo que pode desfrutar de seus direitos civis. É ter direito à ter direitos. 35
  36. 36. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 JOÃO O RECLAMÃO _Sim, sou eu. Já sei meu nome. E o seu, qual é? Porque estamos aqui? Era uma bela manhã de segunda-feira quando a professora pediu _Equilíbrio é o seu nome, então muita calma, umaque fizéssemos um brinquedo com material reciclável. Pensei: um pergunta por vez. O meu nome é Sarah Noemy, sou uma meninabrinquedo? Durante as explicações da professora entendi que era um com onze anos de idade e estou no quinto ano do Ensinoprojeto dentro do “Programa O Caráter Conta”. Os brinquedos terão Fundamental. Sou sua criadora. Fiz você porque a professoranomes de valores que cada pessoa precisa ter para ser uma pessoa pediu para os alunos fazerem cada um o seu brinquedo. Pensomelhor. que a professora quer que aprendamos muitas coisas sérias A aula terminou. Fomos para casa. Pedi ajuda para minha avó brincando.que ficou feliz em poder me ajudar. Depois de algum tempo o brinquedo Durante o ano inteiro, eu e meu amigo Equilíbrioestava pronto. Mas ainda não tinha nome. passeamos, brincamos, conversamos e trabalhamos muito. Terça-feira era o dia do sorteio dos nomes para os brinquedos. O Equilíbrio é inteligente e tem me ajudado bastante. Equilíbriomeu brinquedo terá o nome de Equilíbrio. Na quarta-feira era o dia de gosta de contar para seus amigos a história do menino chamadotrazer os brinquedos para a classe. Todos os brinquedos foram para a João. Para fazer essa história tivemos a ajuda de nossas amigas:prateleira. No momento só havia uma prateleira. Tivemos que colocar Beatriz e Cidadania.nossos brinquedos bem juntinhos e junto com os brinquedos da turma do João mora na cidade de Triângulo. Gosta de reclamar devespertino. tudo. Não quer mais sair de casa. Só quer ficar na cama ouvindo Então chegou a hora do passeio com nossos brinquedos pelo músicas, brincando no seu computador ou assistindo aos filmes,pátio para que eles conhecessem a escola. Depois da apresentação fui mordomia.para o jardim que fica ao lado de nossa sala de aula. Sentei e fechei osolhos, não estava acreditando no que estava acontecendo. De repentecomecei a ouvir uma voz muito calma. Então perguntei: _É você que está falando comigo, Equilíbrio? 36
  37. 37. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011comendo chips, bolachas, balas, chicletes e tomando refrigerantes,numa total mordomia. Certo dia, sua mãe o chamou para ir jantar. Depois de sentarpara jantar, ao observar a mesa e ver o que havia para a refeição,começou a fazer escândalo. Disse que não gostava e não queriaaquela comida. Pois estava sem sal e mal feita. Sua mãe o mandou ir para seu quarto dormir. Sem jantar enão podendo brincar João não tinha mais nada para fazer a não serdormir. João dormiu e sonhou. Sonhou que era domingo e deveria ir à igreja. Arrumou-se,pegou a bíblia e foi para a Escola Dominical. Quando chegou lá nãohavia ninguém porque as pessoas não queriam mais brincar e estarperto de João. Voltou para casa e não encontrou nenhuma comida.As pessoas que ele amava e que o amavam estavam tristes. Joãoultimamente só fazia machucar as pessoas. E agora? Sem amigos,sem comida? Então João foi despertado por um raio de sol que AVALIAÇÃO FINAL DO PROJETO Foi legal. Aprendemos vários valores como zelo, paz,entrou pela janela do quarto. O sol veio trazer a João um novo dia, sinceridade, mansidão, respeito e outros. Também a entrar nocheio de esperança. mundo imaginário dos livros e a confeccionar brinquedos. Sarah Noemy Nascimento Ao acordar, João pensou em tudo o que tinha acontecido.Pensou também no sonho. Melhor, no pesadelo. Resolveu tomar umadecisão. Arrumou-se e foi tomar café onde encontrou todos os de sua EQUILÍBRIO Harmonia, moderação, prudência, estabilidade emocional.família. Pediu desculpas e disse que não iria reclamar mais. Assimfoi perdoado e pode ser um menino feliz. 37
  38. 38. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 A AJUDA. Lucas juntou duas garrafas pet e um cordão forte. Cortou as garrafas e juntou as duas pontas. Furou as tampas e Lucas Gabriel é um menino alegre. Gosta de fazer e contar passou o cordão. Cortou quatro argolas para ficarem presas nopiadas. Vive brincando, é feliz. Lucas Gabriel tem onze anos. cordão. Estava pronto o brinquedo vai-e-vem com o nome deQuando a professora pediu que cada aluno fizesse um brinquedo, Equilíbrio.ficou todo entusiasmado. Ao mesmo tempo ficou pensando se o Agora Lucas e Equilíbrio são amigos inseparáveis.brinquedo que construiria para a sala de aula daria certo? Eles brincam juntos e escrevem suas histórias. Aprenderam Lucas logo contou sobre a novidade em casa. Perguntou para sobre valores e sua importância para a vida. Equilíbrio é feliz,sua família como eles brincavam quando eram crianças. Eles fez amigos e aprendeu coisas interessantes.responderam que geralmente os brinquedos eram feitos pelas Lucas gosta de trabalhar na praça da leitura. Semprepróprias crianças, como sapato de latas, carrinho de latas, acompanhado de seus amigos, gosta de usar sua imaginaçãobrincadeiras com botões e outros brinquedos. para contar suas piadas e escrever histórias. Lucas não teve dúvidas, perguntou como era possível fazerum sapato de lata. Após a explicação, mãos à obra. Encheram deareia duas latas de leite e um cordão forte para apoio. Amou sua AVALIAÇÃO FINAL DO PROJETOcriação e a levou para a escola. Gostei muito porque peguei o valor Na escola, seus amigos logo se apaixonaram pelo sapato de equilíbrio. É bomlata Equilíbrio. Todos gostavam de passear com Equilíbrio. aprender sobre outros valores e a fazerInfelizmente o sapato de lata sofreu um acidente e Lucas teve de brinquedo delevá-lo para casa. Os consertos não deram certo. O remédio agora era reciclagem.pensar em outro brinquedo. Mas que brinquedo? Pensou, conversou Lucas Gabriel da Silva Araújonovamente com sua família. Surgiu a ideia de fazer um vai-e-vem. 38
  39. 39. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 MEUS AMIGOS BRINQUEDOS _O sol das treze horas, no horário de verão é sol das Fiquei contente, achei legal, legal não, “massa”, quando a doze horas, é um sol que faz mal para a pele e na maioria dasprofessora pediu que cada aluno da sala montasse o seu brinquedo com vezes provoca dor de cabeça. Especialmente porque vocêsmaterial reciclado. Falou que material reciclado para nós não seria almoçaram há pouco tempo. Assim terão dificuldades paraproblema. Todos têm algum brinquedo quebrado e material do próprio aprender.consumo da família que pode ser reciclado. Assim não seria difícil montar O pior é que lá no fundo estamos carecas de saberum brinquedo qualquer. tudo isso que a professora falou, até porque, muitas vezes, Não perdi tempo. Com a ajuda de meu pai, logo fiz um boneco com um ou outro fica doente e tem que ir para casa.uma garrafinha de material plástico, usada para água mineral. Os braços Mas em uma tarde linda de sol, quandoeram feitos com um pedaço de mangueira e arame. O cabelo moicano trabalhávamos em baixo das árvores, Esperança contou que,(como eu), feito com barbante e muita cola. Assim foi construída minha quando estávamos jogando, passou um carro com váriasamiga Esperança. pessoas dentro. O carro parou e as pessoas ficaram nos Juntos na escola, muitos amigos legais e brinquedos especiais. Cada observando. Nós não percebemos porque estávamos atentosum ajudando no que pode e como pode. Minha Esperança sofreu um ao jogo. As pessoas que nos observavam eram da diretoria doacidente. Levou um tombo e ficou muito ferido. Foi para o hospital (lá em JEC e estavam procurando bons jogadores.casa). Foi para a UTI, infelizmente não sobreviveu. Passou algum tempo, meu pai ajudou novamente a montar umanova Esperança. Essa nova amiga é uma roqueira feita com um pedaço decano, tampa de garrafa pet, barbante, molas e braços de um boneco antigo ESPERANÇA Ato de esperar o que se deseja.quebrado. Ficou uma roqueira simpática. Confiança em se conseguir o que se deseja. Meus colegas da sala e eu somos doentes por futebol. Qualquerminuto de folga, não se perde tempo, estamos no campo jogando bola.Voltamos para a sala cansados, suados e muitas vezes sujos. E lá vem toda aexplicação da professora: 39
  40. 40. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 Ali estava sendo decidido o nosso sonho, a nossa esperança. Cada um de nós em um grande time de futebol. Viktor e seu amigoAmor irão jogar no Flamengo, Ramon e seu amigo Sonho irão para o Internacional e eu, Rodrigo, com minha amiga Esperança iremos para oSantos. Temos aprendido que nossos sonhos, nossas esperanças temos que conquistar com humildade, responsabilidade, sinceridade erespeito. AVALIAÇÃO FINAL DO PROJETO Foi legal. Aprendi a fazer histórias e a usar material reciclado. Rodrigo Roela NOTA: JEC-> Joinville Esporte Clube Time principal de futebol da cidade de Joinville. 40
  41. 41. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 A BONECA ESPERANÇA. A lebre vivia dizendo a todos que era o animal mais rápido Sou Victória. Nem preciso dizer o quanto gosto do meu nome. da floresta. De tanto ouvir essa conversa a tartaruga resolveu desafiarEle significa vitória. Eu quero, posso e vou ser uma pessoa vitoriosa. a lebre com uma corrida da floresta até a cidade.Sou uma menina com treze anos. Estou no quinto ano na Escola Maria Sem perder tempo a raposa muito esperta começou a liderar eAmin Ghanem. Estudo na sala com a professora Marlene. receber as apostas. Todos os animais estavam empolgados. Afinal, Logo no início do ano a professora pediu para fazermos um um dinheirinho a mais não faz mal a ninguém, sempre é bem vindo.brinquedo com material reciclado. Eu fui a única que fiz uma boneca Quando a corrida começou a lebre saiu numa corridacom EVA. Não é material reciclado, eu sei. Mas a minha imaginação no desenfreada e passou muito na frente da tartaruga que seguia commomento, por mais que eu pensasse, meus pensamentos sempre se seus passos calmamente. O dia estava muito quente e como avoltavam para uma boneca feita de EVA. Então decidi: vai ficar assim tartaruga estava muito longe a lebre resolveu tomar um belo banho demesmo, minha amiga será de EVA. rio para se refrescar. Quando percebeu que a tartaruga estava A professora explicou que o EVA não faz parte da lista de chegando perto começou a correr outra vez.material reciclável. Mas respeitou minha decisão e criatividade. Correu com toda a sua força. Logo cansou. Estava perto da Assim é a minha menininha com vestido vermelhinho da cor da linha de chegada e a tartaruga estava muito longe. Resolveu tirar umpaixão. É pequena, usa um sapatinho preto e rosa. Seu cabelo é curto. cochilo à sombra de uma árvore. Afinal eram só alguns metros paraMuito esperta e alegre. Seu nome é Esperança. Somos amigas e terminar a corrida.gostamos de passear pelo pátio da escola. Temos aprendido e trabalhadobastante. A história que chamou minha atenção e a de Esperança foi ahistória da tartaruga e a lebre. É uma história escrita por Esopo econtada pela professora. 41
  42. 42. EEB. “PROFESSORA MARIA AMIN GHANEM” JOINVILLE SANTA CATARINA BRASIL ANO 2011 A tartaruga animada, certa de que iria vencer não parou nem umpouco para descansar. Estava confiante que conseguiria atingir seuobjetivo. A lebre bem despreocupada e muito cansada, pegou no sonoprofundamente. De repente, acordou assustada com os gritos da bicharadana linha de chegada. Todos estavam gritando e aplaudindo a tartaruga comovencedora.MORAL: Quem acredita em si mesmo sempre alcança seus objetivos. AVALIAÇÃO FINAL DO PROJETO Gostei muito porque falamos sobre respeito, cidadania, zelo e amizade. Victória Leôncio Gomes da Silva 42
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×