• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Os Romanos
 

Os Romanos

on

  • 4,533 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,533
Views on SlideShare
4,533
Embed Views
0

Actions

Likes
2
Downloads
112
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Os Romanos Os Romanos Presentation Transcript

    • Os Romanos na Península Ibérica
    • Este era o território romano no séc.III a.C Vieram da Península Itálica atraídos pelas riquezas da Península Ibérica
    • Os Romanos eram um povo muito desenvolvido. Possuíam um poderoso e organizado exército, o que lhes permitiu construir um grande império . Roma era a capital do império Romano que era governado por um imperador e por cidadãos ricos e poderosos. Tartaruga – técnica defensiva Catapulta
    • Os Lusitanos Antes da chegada dos Romanos o território da Península Ibérica era ocupada por vários povos, em que se destacavam os Lusitanos . Os Lusitanos travaram duras lutas com os Romanos nas quais obtiveram grandes vitórias. O exército Romano era muito poderoso , mas os Lusitanos ofereceram uma grande resistência
    • Viriato , que a tradição diz ter sido um pastor, foi um chefe muito corajoso dos Lusitanos e venceu os romanos em várias ocasiões . Monumento a Viriato em Viseu Este guerreiro acabou por ser atraiçoado e mandado assassinar pelos Romanos enquanto dormia.
    • Sertório , um ex-general Romano, que estava zangado com Roma por questões políticas ficou a comandar os Lusitanos, após a morte de Viriato. Mas também ele teve a mesma sorte que Viriato: foi assassinado à traição durante um banquete. Criou as primeiras escolas, onde se ensinava o Latim, o Grego e os costumes romanos.
    • A conquista Romana Os Romanos acabaram por conquistar a Península Ibérica no séc. I a.C.
    • A Romanização Como possuíam uma cultura muito rica, os Romanos fixaram-se na Península Ibérica e acabaram por influenciar os povos que conquistaram . Dá-se o nome de romanização à influência que os Romanos tiveram na cultura, nos usos e costumes dos povos da península.
    • A prosperidade económica
      • Os Romanos desenvolveram muito:
      • a agricultura – introduziram novas técnicas, o que aumentou a produção de cereais, azeite e do vinho;
      • as minas como as de Aljustrel e de Vila Pouca de Aguiar;
      • outras actividades como a tecelagem, a cerâmica, a salga de peixe;
      • o comércio com a circulação da moeda, o que facilitava as trocas comerciais.
    • Novas construções Os Romanos desenvolveram a construção de confortáveis habitações. Construíram-se casas com jardins, repuxos e mosaicos de várias cores.
    • Construíram-se também balneários públicos ou termas, onde o maior interesse era encontrar pessoas, de escutar conversas, falar de política e tratar de negócios. Ruínas de Estói Ruínas de Vilamoura
    • Construíram também anfiteatros e templos Anfiteatro em Mérida - Espanha Templo de Diana - Évora
    • Para fornecerem água às suas cidades, construíram longos aquedutos. Aqueduto de Pegões
    • A construção de estradas e pontes À medida que o império crescia, os Romanos construíram também uma grande rede de estradas e pontes , que unia as cidades mais importantes e a sua capital, Roma. Por isso se diz que todos os caminhos vão dar a Roma. Ponte de Monforte Via romana
    • A língua latina A língua dos Romanos, o Latim, passou a ser falada pelos povos peninsulares. A romanização também se deu na introdução da numeração, das leis escritas e de novos cultos religiosos – o Cristianismo.
    • Vestígios Romanos em Portugal Ponte romana em Negrelos Ruínas de Conímbriga Miróbriga – Santiago do Cacém
    • Ruínas de Tróia Ruínas de Milreu - Estói Ruínas de Braga
    • Fim Novembro de 2009